Conecte-se agora

Secretário de Educação defende a realização do Enem 2020

Publicado

em

Com o aumento do número de casos do coronavírus em meio a segunda onda no Acre, o secretário de Educação, Cultura e Esportes (SEE), Mauro Sérgio, defendeu amplamente a realização das provas do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) previstas para os domingos, 18 e 24 de janeiro.

Em entrevista à Agência de Notícias do Acre, o secretário afirmou que perante ao Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) foi um dos poucos secretários que se mostraram contra o adiamento das provas. “Nós, enquanto Secretaria, defendemos a realização dos exames já no próximo final de semana”, destacou.

O secretário defendeu a aplicação das provas devido a expectativa dos alunos acreanos, que passaram todo o ano de 2020 se preparando para a realização do exame. “Acreditamos que transferir a data, faltando poucos dias, iria causar uma celeuma muito grande entre os alunos”, destacou.

O secretário afirmou que o Governo do Acre vem adotando e preparando todas as medidas de higiene e sanitárias necessárias para garantir a segurança tanto dos alunos que irão realizar as provas quanto dos profissionais que irão trabalhar.

“Nossa perspectiva é de manter a segurança dos alunos durante a realização das provas e também dos profissionais que irão trabalhar na aplicação delas. Por isso, nossa posição diante do Consed foi manter a data e as provas”, afirmou.

No Acre, as provas do Enem serão aplicadas em 17 municípios. Uma das medidas adotadas pela SEE para garantir a segurança dos alunos foi aumentar o número de escolas disponíveis para colocar um número menor de candidatos em cada sala.

Acre

Corpo de mulher de 26 anos é encontrado no interior do Acre

Publicado

em

A jovem Genagila Nascimento de Lima, 26 anos, que estava desaparecida desde a última sexta-feira, 17, teve o corpo encontrado neste domingo, 19, com as mãos amarradas e um tiro no peito, enterrada em área alagadiça, na localidade Chaparral em Mâncio Lima (AC). 

O delegado José Obetânio responsável pelas investigações, informou que a vítima foi sequestrada em Cruzeiro do Sul e morta por um homem identificado como Gleisson Souza Nascimento, vulgo “Pico”. 

Ele [Pico] era monitorado por tornozeleira eletrônica, no entanto, roubou uma moto e levou a vítima para o Ramal do Chaparral, onde ela foi encontrada morta e executada. “Com as provas que temos antes dele romper a tornozeleira eletrônica, vou  representar pela prisão preventiva dele”, salientou. 

Informações ainda não confirmadas dão conta que Genagila mantinha um relacionamento amoroso com um faccionado, que teria envolvimento em uma tentativa de fuga do presídio de Cruzeiro do Sul há cerca de uma ano e que se encontra preso desde então.

O homem com quem ela teria mantido um  relacionamento recente teve o carro e a casa incendiados em Cruzeiro do Sul em uma única noite, também por ordem do presidiário . “Vamos seguir com as investigações, fazer prisões e esclarecer todos os fatos”, concluiu o delegado.

Continuar lendo

Acre

Com dois novos casos, Acre segue sem registrar morte por covid-19

Publicado

em

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) em boletim divulgado neste domingo, 19, registrou 2 novos casos de infecção por coronavírus, elevando o número de infectados para 87.932.

Segundo o boletim, nenhuma notificação de óbito foi registrada neste domingo, fazendo com que o número oficial de mortes por Covid-19 permaneça em 1.817 em todo o estado.

Até o momento, o Acre registra 247.805 notificações de contaminação pela doença, sendo que 159.864 casos foram descartados e 9 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 85.935 pessoas já receberam alta médica da doença, sendo que 16 seguiam internadas até o fechamento deste boletim.

Continuar lendo

Acre

Conheça as candidatas ao título de mulher mais bonita do Estado

Publicado

em

Na noite desta sexta-feira, 17, foram apresentadas as seis candidatas ao título de Miss Acre. A promotora do evento, Meyre Manaus, volta com a edição do Miss Universo Acre, já que no ano passado, por conta da pandemia, o evento não aconteceu.

No Hotel Nóbile, o evento foi apenas para apresentação das candidatas para a imprensa, colunistas sociais e representantes de empresas que apoiam a realização do Miss Universo Acre.

Escolha para valer apenas no próximo dia 7 de outubro, às 21 horas, no Espaço Gran Reserva. Quem vencer, vai representar o Acre no concurso nacional.

Conheça as seis candidatas ao título:  Juliana Melo é de Cruzeiro do Sul e é formada em direito, Nayra Sthéphanny é representante de Xapuri no concurso, Vitória Brito, apesar de ser de Rio Branco, apresenta o município de Mâncio Lima, localizado no Vale do Juruá, Daniela Barivieri mora em Rio Branco, mas representa Brasileia no concurso. É funcionária pública e formada em análise de sistemas, Yasmim Valente, representa Rio Branco e conta que pesquisou muito sobre o mundo dos concursos de miss e Kailanny Neves representa Tarauacá, conhecida como a terra do abacaxi grande e da mulher bonita.

Continuar lendo

Acre

Acre mantém nota B e empréstimos seguem avalizados pela União

Publicado

em

Em 2020, estados e municípios, incluindo estatais, tiveram um superávit de R$ 42,9 bilhões, o maior resultado primário da série histórica iniciada em 2000, e terminaram o ano com um acréscimo de R$ 31,1 bilhões no estoque de caixa e equivalente de caixa.

Para o Acre, segundo o Boletim de Finanças dos Entes Subnacionais divulgado nesta 3ª semana de setembro pelo Tesouro Nacional, uma boa notícia é que o Estado conseguiu manter, em 2021, nota B na Capacidade de Pagamento, feito que vem desde 2019.

A maioria dos Estados tem nota B. Dois estão em situação difícil, com nota C. Roraima e Rondônia estão entre os melhores, com nota A. Tendo em vista os tempos difíceis da pandemia da Covid-19, a nota foi bem recebida no governo. Em entrevista ao ac24horas, o secretário de Fazenda, Rômulo Grandidier, comemorou a nota:

“Mais uma vez apresentamos o bom resultado dos trabalhos que estamos realizando aqui na Secretaria da Fazenda. Dessa vez, em mais uma avaliação nos mantemos nossa capacidade de pagamento na nota B. O que consideramos ótimo, visto que, mesmo diante do cenário pandêmico, o Estado demonstra, mais uma vez, o seu compromisso em manter o cumprimento das regras de responsabilidade fiscal, além de honrar seus pagamentos”.

O diretor de Contabilidade da Sefaz, Eduardo Maia, a Capacidade de Pagamento do Estado realizada pela Secretaria do Tesouro Nacional visa apresentar de forma simples e transparente se um novo endividamento representa risco de crédito para o Tesouro Nacional. “A atribuição dessa nota indica que o Estado do Acre está apto para captar novos recursos de Operações de Créditos com a garantia da União e indica também a plena capacidade que o Estado tem de honrá-los”, disse Maia.

No agregado, os estados e o Distrito Federal apresentaram uma melhora de R$ 19,8 bilhões no resultado primário em relação ao exercício anterior, com um superavit de R$ 53,2 bilhões em 2020, o maior da série histórica. Esse resultado reflete um aumento de 6,8% das receitas primárias, enquanto as despesas cresceram 4,7% no período.

Já o resultado orçamentário, que é calculado pela diferença entre as receitas arrecadadas e todas as despesas empenhadas no exercício, manteve-se positivo em R$ 33,1 bilhões, um acréscimo significativo em relação ao resultado de 2019, de R$ 1,1 bilhão. Com isso, a necessidade de financiamento dos entes ficou negativa em R$ 17 bilhões, resultado inédito desde o início da publicação, em 2016.

Pelo lado da despesa, o destaque fica por conta da diminuição do ritmo do aumento do gasto com pessoal em 2020, ano em que 13 estados apresentaram redução real nessa rubrica. As maiores quedas foram observadas em Goiás (-7,9%) e Rio Grande do Sul (-5,2%), enquanto Alagoas e Paraíba apresentaram aumentos de 10,1% e 9,6%, respectivamente. De acordo com o documento, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Acre, Paraíba, Rio Grande do Sul, Amapá, Paraná e Sergipe apresentam alto comprometimento de suas receitas correntes líquidas (superior a 57%) com despesas com pessoal.

A melhoria nas contas dos Estados se reflete também no resultado da análise da capacidade de pagamento (Capag), classificação feita pelo Tesouro Nacional a partir da verificação de indicadores econômico-financeiros que refletem o grau de solvência e a saúde fiscal dos entes que querem contratar empréstimos com garantia da União. Para 2021, 20 estados receberam notas A ou B, que permitem ao ente receber garantias da União para novos empréstimos, contra apenas 10 em 2020.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas