Conecte-se agora

Discussão entre ex e atual namorado de mulher termina com facada no pescoço

Publicado

em

Eduardo Sampaio de Souza, de 25 anos, foi vítima de uma tentativa de homicídio na noite desta terça-feira, 12, após ser esfaqueado no pescoço em via pública. O crime aconteceu na rua Baguari, no bairro Taquari, Segundo Distrito de Rio Branco.

De acordo com informações da polícia, Eduardo estava caminhando na rua com destino a casa de sua namorada, quando foi surpreendido pelo ex-marido de sua namorada. Houve uma discussão e o ex-marido da jovem desferiu um golpe de faca no pescoço de Sampaio. Após a ação, o criminoso fugiu do local.

A ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada, os paramédicos prestaram os primeiros atendimentos e encaminharam o ferido ao Pronto-Socorro de Rio Branco em estado de saúde estável. Segundo os paramédicos do SAMU, por pouco o corte não atingiu a veia jugular da vítima, o que teria o levado a morte.

Policiais Militares estiveram no local e após colher as características do acusado fizeram patrulhamento na região em busca de prendê-lo, mas ele não foi encontrado.

O caso segue sob investigação dos Agentes de Polícia Civil da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Cotidiano

Semsa continua etapa de vacinação contra a Covid-19 em 12 pontos de Rio Branco

Publicado

em

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) continua nesta terça-feira, 26, a etapa de vacinação contra a covid-19, das 08 às 16 horas, em diversos pontos da capital. Quem ainda não tomou nenhuma dose do imunizante ou precisa concluir o esquema vacinal pode também buscar um dos pontos de imunização em Rio Branco

A dose de reforço é aplicada em pessoas a partir de 60 anos (que tomaram a 2ª dose há mais seis meses) e em pessoas com baixa imunidade – imunossuprimidos – (que tomaram a 2ª dose há 28 dias).

A 1ª dose também está disponível para pessoas acima dos 12 anos que ainda não se imunizaram. Adolescentes precisam comparecer acompanhados dos pais ou responsáveis e apresentar RG e CPF ou o RG e o cartão do SUS na hora da vacinação.

Veja os pontos de vacinação:

Reforço em idosos a partir de 60 anos (6 meses da 2ª dose) e imunossuprimidos (+ de 28 dias da 2ª dose)

Urap Vila Ivonete

Urap Roney Meireles

Urap Hidalgo de Lima

Urap Maria Barroso

Urap São Francisco

Urap Eduardo Assmar

Cláudia Vitorino

Ary Rodrigues

Urap Rosangela Pimentel

12 anos ou mais 1ª e 2ª dose da Pfizer – antecipação 21 dias

Urap Eduardo Assmar

Urap Vila Ivonete

Urap Roney Meireles

Urap Ary Rodrigues

Urap São Francisco

Urap Maria Barroso

Urap Hidalgo de Lima

Urap Cláudia Vitorino

Urap Rosangela Pimentel

Somente 2ª dose AstraZeneca com 60 dias ou +

Urap Cláudia Vitorino

Urap São Francisco

Valdeiza Valdez

Urap Bacurau

Urap Maria Barroso

2ª dose da CoronaVac

Policlínica Barral y Barral

Continuar lendo

Cotidiano

Terça-feira será de possibilidade de chuva a qualquer hora, alerta Sipam

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale/ac24horas

De acordo com o Serviço de Proteção da Amazônia (Sipam) nesta terça-feira, 26, a previsão é de um dia de céu nublado a encoberto com chuva a qualquer hora nas cidades do oeste acreano.

Segundo o boletim, o acúmulo de umidade provocado pelo fluxo convergente do vento em baixos níveis da atmosfera favorece a organização de áreas de instabilidade por grande parte do Acre.

Confira as temperaturas em todas as regiões:

Alto Acre

Em Assis Brasil, Brasileia, Epitaciolândia e Xapuri, as temperaturas oscilam entre a mínima de 19°C e a máxima de 31ºC.

Baixo Acre

Mínima de 20°C e máxima de 31ºC são as temperaturas registradas em Acrelândia, Bujari, Capixaba, Plácido de Castro, Porto Acre, Senador Guiomard e Rio Branco.

Vale do Juruá

Já em Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima, Marechal Thaumaturgo, Porto Walter e Rodrigues Alves os termômetros ficam entre 19ºC e 30°C.

Vale do Purus

Em Manoel Urbano, Santa Rosa do Purus e Sena Madureira faz entre 20º C e 30°C.

Vale do Tarauacá/Envira

Por fim, em Feijó, Jordão e Tarauacá a variação de temperatura fica entre a mínima de 20°C e a máxima de 30°C.

Continuar lendo

Cotidiano

Sem vetos, Bolsonaro sanciona flexibilização da Lei de Improbidade Administrativa

Publicado

em

Por

O presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou, sem vetos, o projeto que flexibiliza a lei de improbidade administrativa. A decisão foi publicada nesta terça-feira, 26, no Diário oficial da União. O texto institui que “o mero exercício da função ou desempenho de competências públicas, sem comprovação de ato doloso com fim ilícito, afasta a responsabilidade por ato de improbidade administrativa”.

Com a mudança, agentes públicos serão condenados pelo crime de improbidade apenas quando comprovada a intenção, “a vontade livre e consciente de alcançar o resultado ilícito”. Anteriormente, o presidente já havia sinalizado apoio à matéria, afirmando que a mudança “ajudaria bastante” os gestores.

“Se quiser contratar, tiver que contratar, três, quatro caras para te ajudar na burocracia, acaba com o orçamento do teu município. Estamos facilitando bastante e não pode partir do princípio que o prefeito está com má fé”, falou, em referência a proposta. Outro apoiador da matéria é o presidente da Câmara, Arthur Lira, que considera a flexibilização um avanço.

“Vamos assegurar ao bom gestor a retaguarda para que ele possa ajudar o País na sua honrosa missão, sem estar vulnerável por conta de leis que são feitas para criar dúvidas e não para reforçar certezas. É com segurança que se faz o futuro”, disse durante votação na Casa. A Câmara dos Deputados aprovou o projeto em 6 de outubro, com 287 votos a favor e 133 contrários.

Fonte: Jovem Pan

Continuar lendo

Cotidiano

Acre está entre os estados que menos perderam florestas em UC estaduais

Publicado

em

Enquanto Rondônia, Mato Grosso, Maranhão e Tocantins já perderam mais de um quarto (25%) de sua vegetação nativa, o Acre está entre os estados da Amazônia que menos perderam florestas dentro de unidades de conservação (UC) estaduais ao lado de Amazonas e Roraima.

As informações estão em uma reportagem do site ambiental O Eco, que se debruça sobre dados ambientais dos nove estados da Amazônia Legal para compreender diferenças e semelhanças nas políticas públicas regionais. Foram comparados dados de proteção, orçamento e desmatamento.

Atualmente, os nove estados da Amazônia Legal negociam diretamente com fundos internacionais, sem a participação do governo federal, investimentos para reduzir o desmatamento e as queimadas, além de ações de desenvolvimento sustentável, segundo anunciado pelos governadores envolvidos no plano.

O Banco Mundial também está apostando suas fichas nos estados: em 2019, o Mato Grosso inaugurou uma modalidade nova de contratos de empréstimos, que alia o tradicional ajuste fiscal a metas ambiciosas de preservação ambiental. Em breve, o Amazonas deve assinar um acordo nos mesmos termos.

Junto com as Terras Indígenas, as Unidades de Conservação (UCs) são as principais barreiras ao avanço das lavouras, madeireiros, garimpeiros e mineradoras para dentro da floresta. As UCs podem ser federais, estaduais ou municipais, e sua criação se dá através de decreto do Poder Executivo.

Além da floresta para cuidar, os nove estados da Amazônia Legal compartilham uma estatística desanimadora: entre 2016 e 2020, os recursos destinados ao meio ambiente nos gastos estaduais representaram, em média, menos de 1% de toda a verba administrada pelos governadores.

A conta acima inclui secretarias de meio ambiente e fundações ou institutos de proteção à fauna e flora dos estados. Ainda assim, com exceção do Amapá, todos os estados investem proporcionalmente mais em meio ambiente do que o governo federal, de acordo com a reportagem do Eco.

COP-26

No Acre, o governador Gladson Cameli irá a 26ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, a COP-26, que irá ocorrer em Glasgow, no Reino Unido, de 31 de outubro a 12 de novembro, com o objetivo de discutir com lideranças mundiais estratégias para reduzir os impactos ambientais no estado.

Cameli deve embarcar na próxima quinta-feira para a jornada que o deixará fora do estado por cerca de 10 dias junto com representantes da área ambiental do estado. O governador fará uma espécie de prestação de contas quanto ao que vem desenvolvendo no estado a nível de produção e sustentabilidade.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas