Conecte-se agora

“Eu era um peão no tabuleiro”, diz jornalista Itaan Arruda sobre governo do PT

Publicado

em

O convidado do programa Bar do Vaz deste domingo, 10, é o jornalista Itaan Arruda, apresentador do Gazeta Entrevista e radialista na Rádio Cidade FM 107.1. O comunicador que sempre atuou na maior parte da carreira nos bastidores do jornalismo, aborda agora sua chegada à TV como uma positiva revelação.

À frente de um dos programas mais vistos no Acre na atualidade, Arruda explica que sua ida à telinha de TV se tratou de uma obra do acaso. “Eu estava [trabalhando] no site agazeta.net quando o então apresentador Alan Rick se candidatou e ganhou a eleição para deputado federal e eu, que ficava só cobrindo férias, acabei assumindo o programa Gazeta Entrevista”.

Apesar da nova fase, Itaan já havia atuado com entrevistas no Sistema Público de Comunicação. “Juntou a fome com a vontade de comer”, diz, destacando que a área proporciona uma perspectiva diferente na abordagem política: “com uma liberdade calculada. E trouxe uma oportunidade boa de trabalho e estou gostando”, salienta.

O jornalista faz revelações de quando era parte da equipe de governo acreano petista de Jorge Viana e Binho Marques. Havia diferenças gritantes entre ambos os governantes: um gostava de ser manchete e o outro não. “Foi uma experiência muito boa. Tive a oportunidade de conhecer o Acre”. Entretanto, Itaan acredita que começou errado como assessor de imprensa. “Era no início da carreira e precisava de um olhar mais refinado para a política”.

Itaan também comenta como e por que recusou o convite para trabalhar com um ex-governador do Acre, época em que foi apontado como traidor e ex-petista pelo simples fato de querer “sair daquela bolha”.

Assista a entrevista completa:

video

Bar do Vaz

“Marqueteiro das estrelas” chora por dificuldades e abre o jogo sobre 20 anos de poder do PT no Acre

Publicado

em

“Procura-se clientes”. Essa frase seria comum, não fosse feita por uma personalidade do ramo de marketing que nos últimos 24 anos, não soube o que era escassez. O homem que durante mais de duas décadas só atendeu a “nata da política”, hoje vende seus conhecimentos técnicos para manter-se firme e “pagar os credores”, como costuma justificar. Davi Sento-Sé, um baiano que chegou ao Acre em 1995, foi conselheiro e marqueteiro de 4 governadores, 3 prefeitos, 3 senadores e inúmeros deputados federais. Administrou as mais ricas campanhas de marketing – governos e prefeitura da capital – hoje leva a vida cantando para os amigos, cozinhando para os mais chegados e dando aula para quem quer falar bem em público.

Na quarta-feira, 24, o bom baiano esteve no Bar do Vaz e fez revelações jamais ditas na imprensa ao jornalista Roberto Vaz . Ele relelembrou os “bons tempos” de Orleir Cameli, elogiou os governos de Jorge Viana, cobrou contas não pagas por políticos e mandou um recado duro para a ex-prefeita Socorro Neri. Pelo seu critério de avaliação, o ex-governador, ex-senador e hoje deputado federal Flaviano Melo (MDB), é o político mais inteligente do Acre.

Ao falar das dificuldades que tem sofrido desde que deixou de fazer parte do poder, Davi chorou e revelou ter sofrido de depressão. Apesar de ter administrado milhões nas gestões do Partido dos Trabalhadores no Acre (PT-AC), por meio da sua empresa Cia. de Selva, Sento-Sé diz que não guardou dinheiro, que não tem bens e que leva uma vida simples. “Tudo que ganhei, gastei pagando contas, pois prefiro ter o nome limpo”, justificou.

Por fim, ao fechar o bate-papo que durou pouco mais de 50 minutos, o “ex-bala de prata do PT” disse que se encontrasse com o presidente Bolsonaro diria: “tome vergonha na sua cara, cabra”; para o Papa sugeriria que ele: “meu irmão, esquece esse negócio de religião que isso não tá ajudando ninguém” e para o Papai Noel, pediria: “Nelson Sales me pague, mande o meu presente pelo Papai Noel”.

Essa foi a primeira entrevista concedida por Davi Sento-Sé em 24 anos no Acre. Vale a pena assistir.

video
Continuar lendo

Bar do Vaz

Emagreça comendo

Publicado

em

“Não precisa se matar de fome para emagrecer. Também não há remédio mágico para sumir com a sua gordura. Para manter o corpo em forma e a saúde em alta, é preciso disciplina alimentar”. Quem garante é o nutrólogo Giovanni Casseb, que atualmente é o médico mais procurado no Acre por obesos de todas as idades.

Em 2017, uma pesquisa Pesquisa de Dados Sobre Obesidade, apontou Rio Branco como a segunda cidade do Brasil com maior número de obesos do Brasil. Os números assustaram Giovanni, que à época também era um gordinho. Depois de algumas pesquisas começou a mudar a alimentação e, posteriormente, se aprofundou nos estudos sobre as causas de obesidade e como tratá-la. Teve resultado tão surpreendente que investiu em equipamentos, montou uma clínica e passou a ajudar pessoas fora do peso a recuperar a saúde.

Esta semana, o nutrólogo esteve no Bar do Vaz e contou ao jornalista Roberto Vaz, a sua técnica para ajudar “os gordinhos desesperados”.

Veja a entrevista, vale a pena:

video
Continuar lendo

Acre 01

Vale a pena se livrar da conta de luz investindo em energia solar?

Publicado

em

Seja dono da sua própria energia. O valor de sua conta mensal pode se transformar no pagamento de um kit de energia solar. E mais interessante: em 3 anos você deixa de pagar os altos valores, transformando todo o gasto em valores muito baixos, pois passará a pagar apenas as taxas de disponibilidade e iluminação pública. Esse investimento está ao alcance de todos, independentemente da classe social. Quem garante estas informações é o engenheiro Marco Aurélio, da Elite engenharia, que esteve na quarta-feira, 3, no Bar do Vaz.

Marco também falou sobre o roubo/assalto que sua empresa sofreu no último final de semana. Ele revelou, durante o papo com o jornalista Roberto Vaz, que empresários da construção civil do Acre tiveram a garantia do governo de que a partir de agora todos os canteiros de grandes obras na capital terão um patrulhamento noturno da Polícia Militar.

Assista a entrevista:

video

Continuar lendo

Bar do Vaz

Acre é quem banca o tratamento da Covid-19, diz secretário de Gladson

Publicado

em

O governo do Acre vai pagar em dia o salário de dezembro e o 13º do funcionalismo. Quem garante é o secretário da Fazenda, Rômulo Grandidier, que na quarta-feira, 27, esteve no Bar do Vaz. Segundo ele, “os acreanos têm sorte de ter Gladson Cameli como governador; ele é sensível aos problemas do Estado, gasta o dinheiro público com responsabilidade e no momento de dor “sofre com as famílias”, se referindo às vítimas da Covid-19.

O secretário fez uma revelação surpreendente durante a gravação da entrevista com o jornalista Roberto Vaz: desde janeiro deste ano quem tem bancado os custos para o tratamento da Covid-19 no Acre tem sido o governador Gladson Cameli. Segundo Rômulo, o Acre só tem recebido do governo federal a vacina, “o resto dos gastos têm sido patrocinados pelo governo do Acre”.

Apesar de confirmar uma receita mensal em torno de R$ 500 milhões, o secretário diz que o Acre não está nadando em dinheiro. “Temos o suficiente para mantermos nossos compromissos em dia”. Grandidier acrescenta que “a retirada o dinheiro gerado pelo ICMS dos combustíveis trará consequências gravíssimas para a população”.  Vale a pena conferir a entrevista.

Assista na integra:

video
Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2021 ac24Horas.com - Todos os direitos reservados