Conecte-se agora

Prefeito de Manaus diz que vai construir 22 mil sepulturas

Publicado

em

O prefeito de Manaus, David Almeida, afirmou nesta sexta-feira (8) que serão construídas 22 mil sepulturas verticais no Cemitério do Tarumã, Manaus. A medida teria, segundo ele, o objetivo de evitar que acidade sofra um colapso no sistema funerário.

“Precisamos aproveitar o espaço que temos para que possamos construir as sepulturas verticais, no caso, as gavetas. Estamos nas tratativas finais para construirmos 22 mil sepulturas verticais, vamos verticalizar o Cemitério do Tarumã. Nos próximos dias, estaremos iniciando a construção, a ampliação e a oferta daquele modelo de sepultamento”, afirmou Almeida, durante entrevista ao jornal Bom Dia Amazônia.

O Cemitério do Tarumã é um dos locais que realizou sepultamentos em covas coletivas, no pico da pandemia entre abril e maio de 2020. Em dezembro, já havia poucas vagas no cemitério e a administração preparava um novo terreno para receber sepulturas. Na quarta-feira, nos cemitérios da capital, foram realizados 112 sepultamentos.

O movimento nos cemitérios aumentou com o novo pico de casos de Covid-19. Na quinta-feira (7), foram 1.706 novos casos e 46 mortes provocadas pela doença.

O prefeito afirmou ainda que vai encaminhar para a Câmara Municipal um projeto para discutir a abertura de cemitérios particulares e um ossuário.

Vacinação

David Almeida voltou a afirmar que negocia a aquisição de até 700 mil doses de vacina. O prefeito afirmou que vai se reunir, nesta sexta, com representantes de empresas para negociar os produtos.

“Fui procurado por empresas particulares, empresas privadas, que estão fazendo a aquisição de vacinas da China. E assim que essas vacinas estiverem no Brasil, com a aprovação da Anvisa, nós estamos aqui assinando para entrarmos em uma lista de prioridades para aquisição da vacina”, explicou o prefeito. “A vacinação será pelo governo Federal, com o governo do Estado e as prefeituras. Paralelamente a isso, nós iniciamos as tratativas de entendimento, inclusive conversamos com essa empresa particular, consórcio, a nível nacional, que nos procurou oferecendo essa possibilidade”.

David Almeida ainda revelou que iniciou as tratativas para aquisição de uma vacina produzida na Índia: “Já está sendo aplicada em vários países do mundo, porém ainda não tem autorização aqui da Anvisa. Assim que tiver a autorização da Anvisa, nós teremos a prioridade da aquisição dessas doses”.

Na terça-feira (5), governadores de diferentes estados se reuniram por teleconferência com o secretário de vigilância do Ministério da Saúde, Arnaldo Medeiros, para cobrar um plano, um cronograma de vacinação contra a Covid-19 para todo o país. Contudo, não obtiveram uma data após a conversa.

Na quarta-feira (6), o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou que a vacinação contra a Covid-19 no Brasil começará em janeiro e que o país exportará vacina para países da América Latina, mas isso depende de alguma vacina ser autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o que ainda não aconteceu.

O prefeito afirmou que solicitou 100 mil testes ao Ministério da Saúde para testagem da população em Manaus. Ele contou que já estão sendo realizados testes em algumas UBS e nas UBSs móveis, que começaram a funcionar nesta semana.

“Queremos fazer o teste para que possamos tratar a doença no seu início, para que ela não possa avançar, não possa evoluir e que possamos assim dar nossa contribuição para diminuir a incidência e a presença das pessoas em unidades de média e alta complexidades”, afirmou.

David Almeida ainda afirmou que pretende abrir leitos em parceria com a parceria o Complexo Nilton Lins.

Limpeza dos ônibus

O prefeito afirmou que vai fazer a limpeza dos ônibus, feiras e mercados para tentar conter o avanço da doença na capital. “É impossível você manter o distanciamento social dentro dos ônibus, mas nós vamos lavar os terminais. Nós estaremos sanitizando os terminais durante esse final de semana toda, inclusive as feiras, mercados e também praças”, afirmou. “Estamos lavando os locais para que possamos dar uma sensação de segurança para a população da cidade”.

Anúncios

Acre

Rio Branco inicia campanha de imunização contra o coronavírus

Publicado

em

A prefeitura de Rio Branco deu início por volta das 8 horas desta quarta-feira, 20, ao lançamento da campanha municipal de imunização contra o coronavírus. O prefeito da capital acreana, Tião Bocalom, e o secretário municipal de Saúde, Frank Lima, participam da ação que ocorreu no Lar dos Vicentinos.

Na oportunidade, prefeito e secretário acompanharam também o início da vacinação dos idosos que vivem no Lar dos Vicentinos, na capital. Na sequência, ato semelhante ocorre na Unidade de Referência de Atenção Primária (URAP) Maria Barroso, que atende exclusivamente os pacientes com suspeita da Covid-19, com o início da vacinação dos profissionais de saúde.

No Lar dos Vicentinos, mais de 60 idosos são vacinados contra os efeitos da Covid-19. Toda a logística por parte da secretaria de saúde está organizada, inclusive, com os profissionais da Saúde e os locais onde serão oferecidas as vacinas nesta 1ª fase. Rio Branco tem mais 3 mil doses para começar a imunização. Nesse primeiro momento, são idosos acima de 75 anos e os profissionais de saúde que estão trabalhando em hospitais na linha de frente do Covid-19.

Bocalom pediu paciência à população e ressaltou que a vacinação deve ocorrer durante todo o ano. “Esse processo de vacina não vai ser de uma hora para a outra. Isso será gradual, então é preciso que a população espere a sua hora. Nesse primeiro momento serão apenas os trabalhadores e os idosos. Estamos preparadíssimos. Assim, como as prefeituras do interior. Tenho muita fé em Deus e que devagarzinho tudo isso vai passar”, salientou.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Frank Lima, nesta primeira fase da imunização serão colocadas em funcionamento as 12 Unidades de Referência da Atenção Primária (URAP), a Policlínica e Drive-Thru [7º BEC e Arena da Floresta]. A saúde municipal seguirá o Plano Nacional de Imunização, que prevê que nesta 1ª fase irá contemplar os idosos acima dos 75 anos e os profissionais da Saúde.

Continuar lendo

Acre

Média móvel de mortes por Covid-19 cai no Acre nos últimos dias

Publicado

em

O Acre está entre os Estados que apresentou nesta terça-feira (19) queda na média móvel diária de mortes por Covid-19. Ceará, Mato Grosso do Sul, Paraíba e Paraná tiveram queda da média móvel de mortes mas Acre teve a maior queda, de 29%, segundo o consórcio de veículos de comunicação.

Com alta na média de mortes, aparecem nesta segunda 11 estados: Amazonas, Rondônia, Roraima, Tocantins, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Goiás, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. As maiores altas foram registradas no Amazonas e no Tocantins.

O Distrito Federal e dez estados aparecem com estabilidade: Amapá, Pará, Maranhão, Piauí, Rio Grande do Norte, Bahia, Mato Grosso, Espírito Santo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Continuar lendo

Acre

Com veto da Reforma, Flávio Silva deve ser efetivado na Casa Civil

Publicado

em

Com o governador Gladson Cameli vetando integralmente o texto da Reforma Administrativa aprovado pela Assembleia Legislativa em dezembro do ano passado, os planos para a criação da Secretaria de Governo (Segov) foram adiados pelo menos por enquanto.

A nova pasta iria substituir a Secretária de Casa Civil nas articulações institucionais e políticas e não tinha tinha titular definido ainda já que a vontade do chefe do executivo era ter o secretário de saúde, Alysson Bestene, comandando a super secretaria, mas por não ter substituto a altura na Sesacre, Cameli preferiu mantê-lo onde está.

À interlocutores, o governador já vinha dando sinais que a sanção da Reforma lhe traria mais problemas do que soluções, sem contar que ainda existia a pressão da base aliada que não estava satisfeita com o corte de mais de 300 cargos na estrutura de governo. É possível que após a vacinação contra Covid-19, um novo texto seja encaminhado o legislativo com muito mais modificações e até mesmo a criação de mais espaços na estrutura do Estado não está descartado.

O fato é que o veto fez com que um de seus principais assessores, Flávio Silva, que está comandando interinamente a Secretária de Casa Civil, deva ser efetivado no cargo, deixando de ser um “Tampão”, na ausência do ex-secretário Ribamar Trindade, que foi exonerado do cargo e logo em seguida tomou posse como Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Acre.

Silva conta com apoio de Cameli e aliados para deixar a Casa Civil mais dinâmica e leve em 2021 e tem caminho livre para deixar as articulações visando a reeleição do governador mais palpáveis em 2022.

Continuar lendo

Acre

Prefeitos do Alto Acre recebem primeira remessa de vacinas

Publicado

em

Os prefeitos dos municípios que compõem a regional do Alto Acre – Assis Brasil, Brasiléia, Epitaciolândia e Xapuri – receberam durante a tarde desta terça-feira, 19, as primeiras doses da vacina CoronaVac, uma das duas autorizadas pela Anvisa para a campanha emergencial contra vírus causador da Covid-19.

O caminhão que fez o transporte do imunizante para Alto Acre deixou a primeira carga em Xapuri, onde o prefeito Ubiracy Vasconcelos se recupera da doença. No município, a vacinação será iniciada apenas na quinta-feira, 21.

De Xapuri, o caminhão seguiu para Epitaciolândia, onde foi recepcionado pelo prefeito Sérgio Lopes e comitiva.

“A vacina, no momento, representa esperança, vidas que serão poupadas através da imunização e não queremos mais perder para a Covid-19”, disse o gestor.

A primeira pessoa a ser vacinada no Alto Acre foi uma funcionária da saúde municipal de Epitaciolândia.

Em seguida, o caminhão da Sesacre partiu para o município vizinho, onde foi recepcionado pela prefeita Fernanda Hassem e funcionários da Saúde municipal.

Em Brasiléia, a primeira dose da vacina será aplicada nesta quarta-feira, 20, no posto de saúde Tufic Mizael Saady, por volta das 9 horas da manhã.

“Estamos felizes em receber essa primeira remessa de vacina contra o vírus da Covid-19, mas, quero lembrar que as pessoas não baixem a guarda nos cuidados. Ainda temos muita luta pela frente e os cuidados ainda são extremamente necessário”, destacou Fernanda Hassem.

O prefeito de Assis Brasil, Jerry Correia, esteve acompanhando o caminhão com as vacinas que partiu para o município tão logo deixou Brasiléia.

“Estamos desde segunda-feira representando a regional do Alto Acre, acompanhando a chegada da vacina e queremos agradecer ao governador pelo esforço”, disse Correia.

Com colaboração do jornal o Alto Acre, de Brasiléia.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas