Conecte-se agora

Em atos restritos, prefeitos tomam posse na região do Alto Acre

Publicado

em

Em cerimônias realizadas com público reduzido e cercadas de cuidados relacionados com a prevenção à disseminação do novo coronavírus, os vencedores nas últimas eleições municipais foram empossados nesta sexta-feira, 1º de janeiro, nos municípios de Assis Brasil, Brasiléia, Epitaciolândia e Xapuri, que compõem a regional do Alto Acre.

O primeiro a tomar posse foi Jerry Correia, em Assis Brasil, um dos três prefeitos eleitos pelo Partido dos Trabalhadores (PT). A cerimônia foi realizada no período da manhã, logo após a posse dos vereadores e eleição da nova Mesa Diretora da Câmara Municipal e instalação da 11ª Legislatura. Correia recebeu a faixa das mãos do ex-prefeito Antônio Barbosa (Zum).

“Quero neste momento reafirmar nosso compromisso com cada morador desta cidade. Os desafios são imensos, mas a união em torno de um objetivo comum, que é melhorar a qualidade de vida de todos, é o caminho para obtermos sucesso. Por isso, convoco todo o povo de Assis Brasil para participar deste novo momento em nossa história”, disse o novo prefeito no discurso de posse.

No município de Brasiléia, a prefeita Fernanda Hassem tomou posse em cerimônia realizada no centro cultural Sebastião Dantas, às 18 horas, com público restrito e transmissão ao vivo por meio de mídias digitais. Durante o ato, Hassem assinou pela segunda vez o livro que registra as posses de prefeitos no município desde o ano de 1969.

“Depois de quatro anos, o saldo é extremamente positivo. Brasiléia se transformou em uma das melhores cidades do Acre para se viver, mas hoje se inicia um novo ciclo. Sabemos o quanto foi feito, mas também o quanto falta para se fazer. A grande vitória que o povo de Brasiléia nos deu representa uma responsabilidade muito maior, pois sucederemos a nós mesmos”, disse a prefeita.

Em Epitaciolândia, o delegado Sérgio Lopes tomou posse no espaço Art Eventos, às 19 horas, em ato com a presença apenas de autoridades e imprensa, logo após a posse dos vereadores eleitos, como determina a Lei Orgânica do município. Lopes recebeu a faixa do agora ex-prefeito Tião Flores, que ao realizar o ato simbólico desejou sorte ao novo administrador de Epitaciolândia.

Em seu primeiro discurso, o novo prefeito ressaltou a importância de cuidar bem das pessoas e disse que em seu mandato vai trabalhar incessantemente para dar melhores condições de vida aos munícipes de Epitaciolândia. Ele ainda ressaltou a importância das parcerias com a Câmara de Vereadores e da escolha do seu secretariado.

“Queremos cuidar bem das pessoas, dar oportunidades aos nossos jovens, e valorizar nossos servidores, vamos juntos reconstruir Epitaciolândia. Meu secretariado é composto de pessoas de minha confiança e todos sabem que estamos aqui para trabalhar e atender bem nossa população”, disse.

Em Xapuri, o prefeito Ubiracy Vasconcelos foi empossado também em ato realizado às 19 horas, na quadra de esportes do Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Acre (IFAC), onde também foi realizada a sessão de posse dos vereadores e eleição da Mesa Diretora da Câmara. O petista é o primeiro a pôr por três vezes a faixa de prefeito no município.

Em seu discurso, o prefeito reeleito prestou homenagem às vítimas da covid-19 no Brasil e disse que desde o seu primeiro mandato, iniciado em 2008, tem tentado fazer o melhor por Xapuri sem olhar questões partidárias. Ele afirmou que sua gestão tem sido voltada para a melhoria da vida das pessoas e para a boa gestão dos recursos públicos.

“Continuo com o mesmo espírito de fazer tudo o que for possível, dentro da legalidade e das possibilidades econômicas, políticas e estruturais que a prefeitura tem para melhorar a vida das pessoas de nossa cidade. Quero agradecer muito a todos aqueles que contribuíram com a nossa gestão até o momento”, disse Vasconcelos no discurso de posse.

Destaque 7

Envolto a acusações de assédio, Frank Lima registra BO na DEFLA após ameaças de morte

Publicado

em

O secretário municipal de saúde, Frank Lima, registrou na manhã desta segunda-feira, 26, um Boletim de Ocorrência (BO) na delegacia de Flagrantes da Polícia Civil, em Rio Branco, após circular em grupos de WhatsApp um vídeo de um faccionado ameaçando a sua vida. Junto com vídeo, capturas de tela com a foto e número de telefone do gestor e um faccionado foram distribuídos em grupos.

VEJA MAIS AQUI: >>>Vaza suposta conversa em que faccionado ameaça Frank Lima por assediar mulher

No domingo, 25, ao ac24horas, Frank Lima afirmou que as imagens divulgadas se tratam de montagens criminosas feitas para desmoralizar sua figura e desestabilizar sua gestão. Ele tratou as mensagens como montagens “grotescas”.

“Eu fui na delegacia da PC com o advogado porque é lá onde tem que começar e registrei o boletim de ocorrência. O cargo que eu ocupo desperta muita cobiça pelo trabalho que a gente vem fazendo. Eu não posso me dobrar a esse tipo de situação de querer imputar uma fala a mim. Eu não recebi e nem fui procurado, e eu vim na delegacia porque isso é crime cibernético. Eu quero que traga isso à tona porque é uma brincadeira de mau-gosto. Isso é bandidagem. Eu sou pai de família, tenho pai e mãe e sou responsável pela saúde de toda uma sociedade e eu não posso deixar isso barato. Eu vim na delegacia porque acredito na justiça dos homens e eu confio na justiça de Deus para quem eu entrego essas pessoas maldosas”, afirmou.

Frank disse que seu advogado já está tentando marcar uma hora com o delegado da Polícia Federal, onde será registrada uma denúncia contra crime cibernético. O gestor afirmou que, se preciso, colocará o seu celular à disposição da PF.

“Como tem um crime cibernético que se deu nas redes sociais, o meu advogado está tentando marcar uma audiência com o delegado da PF para eles investigarem essa situação, porque crime de internet é com a PF. A conversa não aconteceu e imputaram a mim essa conversa, mas alguém produziu essa conversa e a PF precisa chegar em quem fez”, afirmou.

Continuar lendo

Destaque 7

Reage, Indústria: FIEAC e Sinduscon celebram Programa de Estímulo à Construção Civil 

Publicado

em

Aprovado pela Aleac e sancionado pelo governador Gladson Cameli, projeto visa à geração de emprego e renda, além de aquecer a economia local 

Uma importante proposta para aquecer o segmento da construção civil do estado, desenhada no ano passado pelo presidente da Federação das Indústrias do Estado do Acre (FIEAC), José Adriano, com apoio da diretoria da instituição e parceria do Sinduscon, saiu do papel em 2021. Trata-se do Programa de Estímulo à Construção Civil para Geração de Emprego e Renda (PEC/GER-AC), que, apresentado ao Governo do Estado e encaminhado por este à Assembleia Legislativa (Aleac), obteve participação e relatoria do deputado José Bestene, sendo aprovado por unanimidade pela Casa e, posteriormente, sancionado pelo governador Gladson Cameli no último dia 20 de julho.

Adriano explica que o programa irá priorizar a participação de micro e pequenas empresas nas licitações públicas realizadas para obras de pequeno porte no estado. “Os processos licitatórios destinados à contratação de obras e serviços de engenharia de até R$ 400 mil poderão ser disputados exclusivamente por empresas desse patamar nas modalidades de pregão e tomada de preço”, detalha.

De acordo com o empresário, o projeto irá contribuir com a distribuição de renda de uma forma mais justa, movimentando diferentes setores ligados à construção civil e aquecendo a economia local. “Desde 2014, a construção civil é castigada por falta de investimento público em obras de infraestrutura, o que foi agravado pela pandemia. Em virtude disso, esse projeto, que integra as iniciativas geradas no âmbito do movimento ‘Reage, Indústria’, será de extrema importância para o resgate da autoestima da classe industrial, além de contribuir para geração direta e indireta de postos de trabalho”, assinala Adriano.

Poderão concorrer às licitações até mesmo empresas que tenham pendências fiscais, conforme especificado no PEC/GER-AC. Porém, os empresários terão prazo para comprovação da regularidade fiscal e trabalhista para até dez dias úteis após o pagamento da primeira medição do respectivo contrato. Também deverá cumprir alguns requisitos, como participar de curso de capacitação gerencial de obras públicas, com apoio da FIEAC, devendo apresentar o certificado de conclusão até o fim do contrato. Em breve, a FIEAC disponibilizará um hotsite com todas as informações sobre o PEC/GER-AC, incluindo seção de dúvidas frequentes e fale conosco.

Continuar lendo

Destaque 7

Zequinha diz que PP tem que lutar para manter vaga do Senado e faz alerta: “JV é estrategista”

Publicado

em

O prefeito da segunda maior cidade do estado, Cruzeiro do Sul, situada no Vale do Juruá, foi o entrevistado do programa Boa Conversa na noite desta sexta-feira (23). Zequinha Lima (Progressistas) falou da situação política vivida pelo governador Gladson Cameli (PP), que buscará a reeleição em 2022.

Atualmente, Cameli tem cinco pretendentes do seu campo político que estão em busca da única vaga na chapa do Senado Federal. São eles: Alan Rick (DEM), Vanda Milani (SD), Jéssica Sales (MDB), Márcia Bittar (sem partido) e a senadora Mailza Gomes (Progressistas), que busca a reeleição.

Na entrevista, Zequinha se posicionou contrário à opinião do presidente da Assembleia Legislativa do Acre, Nicolau Júnior (PP), que afirmou em entrevista recente ao ac24horas que o PP deveria abrir mão de alguns lugares na chapa majoritária.

Para Lima, é normal que o PP, como o maior partido do Acre, queira manter e conquistar novos espaços. “Quando se faz aliança, é pra ganhar, e às vezes você tem que abrir mão de certas situações. Na política, tem espaço para todo mundo desde que tenha o diálogo. É natural que o PP queira manter essa vaga e isso não pode ser considerado anormal e a gente precisa fazer essa discussão interna e depois levá-la para externa em busca de aliados”, ressaltou.

Ao falar do ex-senador Jorge Viana (PT), Zequinha Lima afirmou que o petista é uma grande liderança e alertou os companheiros para necessidades que todos estejam unidos em torno de uma única candidatura para o Senado em 22, para brecar os sonhos de Jorge Viana de voltar ao Senado Federal.

“Jorge é uma grande liderança. Foi prefeito, governador e senador e é normal que as pessoas o reconheçam como uma grande liderança. Ele é um grande estrategista e ele não é qualquer candidato. É preciso que haja respeito e que saiba disputar com o Jorge, porque se a gente se dividir aqui com dois ou três candidatos, o Jorge Viana volta a ser senador da república. Se não tivermos unidade partidária, entregaremos de bandeja um mandato pro Jorge”, afirmou.

Assista a entrevista completa:

video

Continuar lendo

Destaque 7

Rio Branco terá protesto contra Bolsonaro neste sábado

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale/ac24horas.com

Os grupos que irão se manifestar contra o governo do presidente Jair Bolsonaro em Rio Branco estarão se concentrando às 15 horas deste sábado (24) no Calçadão da Gameleira. Na pauta, além de pedir a saída de Bolsonaro, os manifestantes propõe luta contra as privatizações e reforma administrativa.

Eles também se manifestam por salário, emprego, trabalho decente e renda; contra a inflação, carestia e a fome; vacina para todos; auxílio emergencial de R$ 600; defesa da agricultura familiar e luta por segurança e soberania alimentar.

Protestos estão previstos para 430 cidades do Brasil e do exterior.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas