Conecte-se agora

Empresário não é bandido!

Publicado

em

Os empresários do transporte coletivo não são marginais. São cidadãos que um dia sonharam em construir suas empresas. Servem a comunidade, mas almejam lucro dentro das regras do jogo de uma economia livre. Não trabalham a fundo perdido, muito menos são instituições filantrópicas.

Em países atrasados como o nosso, criou-se uma cultura nefasta de que empresários e pecuaristas são a encarnação do demônio. Lucram com as necessidades e a desgraça alheia.

Para os maus já existe a lei. A Lava Jato e outras operações diárias do MP, PF e Justiça demonstram. Portanto, se há excessos, há exceções nesse enredo.

A ideia de que empresário é um “cara do mau” é alimentada por políticos populistas, que usam a classe trabalhadora para chegar ao poder

Não se pode nivelar pelo critério baixo da maldade a classe empresarial. Muito pelo contrário, a maioria é responsável pelo Brasil que trabalha, que gera emprego, renda, produz, que impulsiona a economia.

O Estado subsiste dos recursos gerados pelo setor privado; dinheiro drenado para União, estados e municípios através de pesados impostos. Arcam com uma carga tributária draconiana. O custo de uma folha de pagamentos é absurdo.

A pandemia trouxe prejuízos para todos, o transporte público foi um dos mais afetados. A prefeitura, concessionária do serviço, deve, dentro da lei, agir para garantir o direito dos usuários, que geralmente são os mais pobres.

A Câmara Municipal está correta em exigir as amarras legais para que os recursos cheguem aos funcionários das empresas. Tudo é uma questão de entendimento. Na verdade, quem está no prejuízo é o povo.

“Vivemos em plena cultura da aparência: o contrato de casamento importa mais que o amor, o funeral mais que o morto, as roupas mais do que o corpo e a missa mais do que Deus”. (Eduardo Galeano)

. Dê nomes aos bois, deputado Neném Almeida!

. Quem são os seus colegas da base que não fazem a defesa do governo que deveriam obrigatoriamente fazer?

. Fica parecendo ilação…

. Um prefeito que acaba de ser eleito entregar uma secretaria municipal de porteiras fechada é um erro político grave.

. É incompetência política!

. O governo já está esgotando a cota de suas reformas administrativas…

. A Segurança Pública melhorou, mas ninguém costuma falar nada.

. Minoru Kinpara e Socorro Neri, duas lideranças políticas que estarão na arena política de 2022.

. Dia seguinte à eleição do 1º turno, o governador Gladson Cameli fez uma visita de cortesia ao Minoru.

. Ficou impressionado com a visão política da esposa de Kinpara, a Degmar.

. Não é só ele!

. Fosse a prefeita Socorro Neri empurraria a bucha para o prefeito eleito Tião Bocalom que parece ter solução para tudo.

. Esse clima frio no mês de dezembro no Acre é muito estranho; deveria ser úmido e abafado, morno, sufocante.

. Tem algo estranho acontecendo no clima!

. As grandes alagações começam assim, com essa temperatura fora do “normal”; o Davi Friale deve saber.

. O tesouro estadual transfere mensalmente R$ 50,5 milhões para o pagamento de aposentados e pensionistas.

. A prefeitura deveria explicar detalhadamente o porquê de transferir os R $2,4 milhões para as empresas de ônibus.

. Não é ilegal, mas precisa ser mais bem explicado.

. Bom dia!

Coluna do Astério

Mestre Juca, conte como viveu!

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Astério

A mágica do Distritão

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Astério

Sarney, Collor, FHC, Lula e Bolsonaro, o que eles têm em comum?

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Astério

PP e MDB abrem portas para deputados disputarem a reeleição

Publicado

em

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas