Conecte-se agora

Bocalom votou na Baixada da Sobral afirmando que terá grande vitória no 2º turno

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale/ac24horas

O candidato do Progressistas (PP), Tião Bocalom, chegou à escola  Serafim da Silva Salgado, na Baixada da Sobral, por volta das 9 horas da manhã, onde votou na seção 233.

Bocalom chegou à seção acompanhado da sua candidata a vice-prefeita, Marfisa Galvão (PSD), da senadora Mailza Gomes (PP) e do deputado estadual José Bestene (PP).

Na hora do voto, Bocalom chegou a puxar Marfisa para a cabine de votação, mas foi contido pelos mesários. Após votar, o candidato falou a uma multidão de jornalista que cobriam o momento.

“Cravamos o 11 aqui, agora, e temos certeza de que a população, em sua grande maioria, vai cravar o 11 e à noite, se Deus quiser, teremos uma grande festa”, disse.

Perguntado se a expectativa realmente era de confirmação da vitória, ele afirmou que o resultado do primeiro turno é uma demonstração da vontade do eleitor pela mudança.

“Basta ver o resultado do primeiro turno. E a alegria, a empolgação e a vontade da mudança continuou nesse segundo turno. Então, não tenho dúvida nenhuma de que termos uma grande vitória”.

Sobre o tema pandemia, Bocalom disse que o TRE administrou bem a situação no processo eleitoral, garantindo que as eleições ocorressem sem nenhum problema.

O candidato também fez um apelo para que o eleitor compareça às urnas, diante da possibilidade de o índice elevado de abstenção no primeiro turno ser ainda maior no segundo.

Bocalom foi o candidato mais votado no primeiro turno das eleições em Rio Branco, com  87.987 votos, 49,58% do total válido. A sua adversária neste segundo turno, Socorro Neri (PSB), alcançou 40.250 votos, 22,68% do total validado pelo TRE.

Anúncios

Acre 01

Nicolau Júnior participa da abertura de vacinação anti-Covid no município de Cruzeiro do Sul

Publicado

em

O presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Nicolau Júnior (Progressistas), foi convidado pelo prefeito de Cruzeiro do Sul, Zequinha Lima (PP), para participar da Abertura da Campanha de Imunização anti-Covid, que aconteceu na tarde desta terça-feira (19), no Posto de Saúde Mão Amiga. O parlamentar disse estar emocionado com o início da vacinação no Estado. O primeiro secretário da Mesa Diretora, Luiz Gonzaga (PSDB), também esteve no evento.

Nicolau Júnior, que desde o início da pandemia do coronavírus, tem voltado os esforços do Poder Legislativo acreano para contribuir no combate à doença no Estado, falou sobre a importância do início da vacinação, e como isso tem gerado expectativas e esperança nas pessoas, que almejam ter suas rotinas normalizadas.

“Me sinto muito feliz e honrado em participar desse momento histórico para os acreanos. 2020 foi um ano de muita luta, onde tivemos que enfrentar as mais diversas adversidades devido a essa doença. Agora, iniciamos 2021 com esse sopro de esperança, com o início da vacinação contra a Covid-19. Cruzeiro do Sul é minha cidade natal e eu estou realmente emocionado em participar desse ato. Deixo meus parabéns ao prefeito Zequinha Lima”, disse emocionado.

O presidente também destacou a participação importante do deputados estaduais durante todas as decisões referentes ao enfrentamento da pandemia no Estado, tanto no que diz respeito a melhorias na Saúde, como também para o comércio, que se viu obrigado a fechar as portas devido as orientações de distanciamento social, feitas pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Ele também agradeceu ao governador Gladson Cameli (PP), pelos esforços em trazer a vacina para o Acre.

“Desde o início da pandemia, todos os parlamentares têm trabalhado unidos para amenizar o máximo possível os impactos causados por ela em nosso Estado. Foram inúmeras reuniões das Comissões, audiências públicas, sessões ordinárias e extraordinárias, elaboração de leis, tudo sempre com o intuito de fazer o melhor pelos acreanos. Graças a essa união, podemos celebrar novas conquistas e eu espero que esse seja apenas um marco de um novo tempo, onde a vida das pessoas poderá voltar ao normal”, pontuou.

A CoronaVac foi desenvolvido no país pelo Instituto Butantan e a farmacêutica chinesa Sinovac. O imunizante teve a aprovação para o uso emergencial feita pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). De acordo com o Ministério da Saúde, inicialmente foram distribuídos proporcionalmente entre os estados brasileiros 4,6 milhões de doses da vacina.

Primeiras pessoas imunizadas em Cruzeiro do Sul:

1° Fernando Rosa Katukina, 55 anos, formado em Ciências Biológicas, é também o Cacique geral da terra indígena Campinas katukina Etnia: Noke koi.

2° Valdenor Moraes, 65 anos, é morador da instituição do Lar dos Vicentinos.
3° Dr. Rita de Cássia de Souza Lima, 42 anos, médica que atua na linha de frente no combate à Covid-19.

4° Renata Andrade Augusto, trabalha na linha de frente do combate ao coronavírus, no Posto de Saúde Mão Amiga.

5° Dr. Suiane da Costa Negreiros do Vale, 51 anos, médica infectologista, trabalhou na linha de frente da clínica COVID, no Hospital Regional do Juruá.

6° Glaucia Negreiros Almeida, 39 anos, atua na Unidade de Tratamento Intenso- UTI/COVID, sendo uma das profissionais da saúde que ajudou a montar a 1° UTI COVID no Vale do Juruá.

Planejamento de Vacinação no Estado

O Acre recebeu inicialmente 41.776 mil doses da CoronaVac, e, de acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), serão vacinados primeiramente aqueles que compõem a Fase I do Plano Nacional de Imunização. O governo do Estado pretende imunizar 20% da população até o dia 15 de fevereiro.

De acordo com dados também divulgados pela Sesacre, o Estado possui mais de R$ 254 milhões para aquisição do imunizante. Serão adquiridas 700 mil doses de CoronaVac para vacinar 350 mil pessoas de 20 a 59 anos. Da Fiocruz/Oxford serão 500 mil doses para a vacinação dos grupos prioritários. O Acre possui aproximadamente 894.470 habitantes.

Andressa Oliveira / Agência Aleac

Continuar lendo

Acre 01

Justiça decreta indisponibilidade de bens do ex-prefeito André Maia e servidores do Quinari

Publicado

em

A 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Acre decretou a indisponibilidade de bens de cinco servidores municipais de Senador Guiomard, pois todos tinham conhecimento de suposto ato de improbidade relacionado ao pagamento de salário a um funcionário fantasma. São eles: Dário Carvalho da Costa, Flávia Serifa Moreira de Oliveira, Francisco de Oliveira Lopes, Terezinha Batista de Souza e o ex-prefeito André Luis Tavares da Cruz Maia.

A decisão foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico dessa última segunda-feira, dia 18. De acordo com os autos, um servidor da Companhia de Saneamento do Estado do Acre (Sanacre) foi colocado à disposição do gabinete da prefeitura, percebendo sua remuneração sem a devida contraprestação do serviços, nem cumprimento de carga horária.

Deste modo, a desembargadora Eva Evangelista, relatora do processo, assinalou que a medida cautelar de indisponibilidade de bens prescinde da certeza ou análise aprofundada das teses defensivas, realçando a natureza presumida do perigo da demora.

Portanto, uma vez que os réus respondem solidariamente pelo dano ao erário, a indisponibilidade de bens foi limitada a R$ 100 mil, para a garantia do ressarcimento ao erário, em valores atualizados, mais multa civil, caso seja comprovada a ilicitude.

Continuar lendo

Acre 01

Presidente da Aleac manifesta emoção com a chegada de vacinas em solo acreano

Publicado

em

Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), comemorou nesta terça-feira (19) a chegada dos primeiros lotes da vacina Coronavac aprovada pela Anvisa, em solo acreano.

O avião C-130 Hércules da Força Brasileira pousou no aeroporto de Rio Branco às 6h com as 41.776 doses da vacina. O Acre recebeu doses proporcionais à população. Segundo informações da Sesacre, serão vacinados já nesta semana aqueles que compõem a Fase I do Plano Nacional de Imunização.

O idoso José Oliveira, de 87 anos, que vive no Lar dos Vicentinos, foi o primeiro acreano a receber a vacina contra a Covid-19 em Rio Branco, durante cerimônia simbólica realizada nesta terça-feira (19).

Também receberam a primeira dose da vacina Maria José Monteiro, de 66 anos de idade e com 37 anos de serviço no Pronto-Socorro, e Elza Severino da Silva, indígena, de 49 anos.

Além deles, foram vacinados a técnica em enfermagem Raimunda Gomes do Nascimento, de 68 anos.

O presidente da Aleac disse que a chegada da vacina é um momento histórico para o Acre. O deputado destacou o empenho dos 24 deputados estaduais nas ações de combate à pandemia no Acre. Ele mencionou a Lei nº 3.642, de 21 de julho de 2020, aprovada na Aleac, na qual ficou ajustado o valor deficitário de R$ 254.882,094,37 (duzentos e cinquenta e quatro milhões, oitocentos e oitenta e dois mil, noventa e quatro reais e trinta e sete centavos) para a compra de vacinas destinadas à imunização da população ao novo Corona vírus – Covid 19, caso o governo federal se recuse de comprá-las.

“Não poderia deixar de destacar o empenho dos colegas parlamentares, que com muito esforço se comprometeram em amenizar os impactos da pandemia. Aprovamos leis importantes como essa da aquisição das doses de vacina. O Poder Legislativo sempre esteve unido em prol das ações de combate à Covid-19. E com a chegada da vacina, nós vivemos um novo momento, meu coração se enche de alegria e esperança”, disse o parlamentar.

O progressista também enalteceu a atuação do Ministério Público, em nome da procuradora kátia Rejane. “O MP desde início da pandemia, esteve à frente em todos os municípios. Foi uma importante contribuição”, complementou.

Nicolau Júnior comemorou ainda o início da vacinação no Estado. “Essa vitória é nossa, é de toda a população acreana”, enfatizou o progressista.

Com a Coronavac, o plano é adquirir 700 mil doses da vacina e imunizar 350 mil pessoas. Já com a vacina da Oxford, a aquisição será de 500 mil doses e o plano é imunizar 230 mil pessoas.

A meta do governo federal é imunizar 20% da população até a primeira quinzena de fevereiro.

Continuar lendo

Acre 01

No dia da chegada da vacina, Acre registra apenas 8 casos e mais uma morte por Covid-19

Publicado

em

A esperança do fim da pandemia começa a se tornar realidade no Acre e no restante do Brasil com a distribuição da vacina aos estados para o início da vacinação contra o novo coronavírus.

Nesta segunda-feira, 18, o boletim da Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) registra 8 casos de infecção por coronavírus, sendo todos resultados de exames de RT-PCR. O número de infectados subiu de 44.621 para 44.767 nas últimas 24 horas.

Até o momento, o Acre registra 126.532 notificações de contaminação pela doença, sendo que 81.319 casos foram descartados e 446 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 38.970 pessoas já receberam alta médica da doença, enquanto 136 pessoas seguem internadas.

Mais uma notificação de óbito foi registrada nesta segunda-feira, 18. O homem, cujas iniciais são L. L. O., tinha 70 anos. Morador de Rio Branco, o idoso deu entrada no dia 3 de janeiro no Instituto Nacional De Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), vindo a falecer no dia 17 fazendo com que o número oficial de mortes em todo o estado por Covid-19 subisse para 837.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas