Conecte-se agora

Energisa Acre leva energia solar e qualidade de vida aos moradores da Vila Restauração

Publicado

em

Atualmente com apenas 4 horas diárias de energia por dia, moradores da Vila Restauração terão energia limpa e renovável durante 24h em 2021

No interior do Acre, quase na divisa com o Peru, os moradores da Vila Restauração têm acesso a energia elétrica por apenas quatro horas por dia. Mas até o próximo ano, um projeto da Energisa Acre em parceria com a Alsol levará energia limpa e contínua à comunidade ribeirinha por meio de um sistema que inclui geração solar fotovoltaica e armazenamento de energia, melhorando a qualidade de vida dos cerca de 750 habitantes da Vila.

Situada dentro da Reserva Extrativista do Alto Juruá, a 70 km do centro do município de Marechal Thaumaturgo, a Vila Restauração atualmente é abastecida por um gerador a diesel, poluente e caro, custeado pelos moradores e a prefeitura. Para chegar ao local, um dos mais remotos do país, são necessárias viagens de até 8 horas em pequenas embarcações, a partir de Marechal Thaumaturgo.

video

“Nas cidades maiores, paga-se pela energia depois do consumo. Aqui, nós pagamos antes para podermos usar. Energia é vida, no escuro tudo fica mais difícil”, conta o morador Pedro Nascimento.

Para transformar essa realidade e levar energia de forma limpa, mais barata e ininterrupta à região, a Energisa Acre e a Alsol, empresa de energias renováveis do Grupo Energisa, elaboraram um projeto de pesquisa e desenvolvimento que prevê a instalação de uma nova usina solar e rede de distribuição de energia na Vila para abastecer os cerca de 180 imóveis existentes atualmente.

O sistema de energia será composto por uma usina solar fotovoltaica, que vai gerar energia limpa e renovável com o armazenamento de energia através de baterias, para dar continuidade ao fornecimento quando não houver luz do sol. Assim, haverá energia ao logo de todo o dia.

“Graças a este projeto, os moradores da comunidade terão acesso a uma melhor qualidade de vida, podendo armazenar seus alimentos e medicamentos, investir em negócios, além de terem acesso a informação e entretenimento”, conta o CEO do grupo Energisa, Ricardo Botelho. “Nossa missão não é apenas prestar um serviço, mas transformar vidas e permitir a realização de sonhos”, diz.

A moradora Maria Valcélia aponta que a conservação de alimentos atualmente é um problema em sua casa e já perdeu comida que foi estragada por falta de refrigeração. Agora, ela até planeja empreender. “Meu sonho é montar um restaurante, nasci para fazer comida. Com energia, tudo vai ser mais fácil”, prevê.

“Chegamos ao Acre com o objetivo de levar uma energia de qualidade a todos os cantos do estado, suprindo uma demanda existente para o desenvolvimento econômico e social do Estado do Acre. É um projeto em linha com os valores da Energisa, de universalizar o acesso a um serviço básico, que é a energia elétrica”, afirma José Adriano Mendes Silva, diretor presidente da Energisa Acre.

Na rede

Carro pega fogo e tem perda total em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Na noite deste sábado, 16, um carro Honda Civic, pegou fogo na rua Germano Franklim no bairro João Alves, em Cruzeiro do Sul (AC). O motorista, que não quis se identificar, disse que o veículo estava parado e estacionado sem ninguém dentro, quando as chamas começaram. Ele não quis dar maiores detalhes sobre o caso.

O sargento Márcio do Corpo de Bombeiros do Acre (CBMAC), contou que quando a guarnição chegou as chamas estavam altas, mas não houve explosão . Os Bombeiros conseguiram apagar o fogo, mas a perda foi total. Ninguém ficou ferido.

Continuar lendo

Acre 01

Lentidão na reversão e relação ruim com servidores motivam saída de chefe do Saerb

Publicado

em

O que era apenas uma especulação, se tornou realidade no final da tarde deste sábado, 16. Em uma carta divulgada, primeiramente, aos servidores do Depasa, Pollyana Souza anunciou que não é mais diretora-presidente da autarquia.

Fontes do ac24horas revelaram à reportagem que dois fatores principais contribuem para que a gestão de Pollyana frente à autarquia fosse encerrada. O primeiro é a lentidão no processo de reversão do sistema de água e esgoto de Rio Branco do governo para a prefeitura.

O acordo entre os poderes públicos foi assinado em maio, mas o município não conseguiu se organizar como deveria para receber o sistema. Sem orçamento e sem servidores suficientes, o Saerb não teve condições de receber o sistema no tempo acordado. O jeito foi o prefeito Tião Bocalom fazer um pedido ao governador para que a reversão fosse adiada para janeiro do ano que vem. O início do trabalho de troca de informações entre as comissões criadas para tratar do tema no Saerb e no Depasa foi marcado por atritos entre as duas autarquias. Tanto que o município chegou a enviar um documento ao estado alegando a demora no envio de documentos importantes.

Um outro problema que colaborou para sua saída foi a relação ruim de Pollyana com alguns dirigentes e servidores. O ac24horas apurou que o desgaste era tamanho com os servidores ao ponto de na manhã desta sexta, 15, ocorrer uma discussão extremamente acalorada com uma funcionária.

Na carta de despedida, Pollyana conta que foi quem pediu sua exoneração, apesar do prefeito ter resistido. Enalteceu que sua saída foi totalmente amigável e diz que deu o melhor com as ferramentas que dispunha.

Ainda diz que se coloca à disposição e que aprendeu “pacas” na gestão pública, exaltando a experiência que teve no Depasa. A prefeitura ainda não anunciou o substituto.

Continuar lendo

Na rede

Cruzeiro do Sul participa do Dia Nacional de Vacinação

Publicado

em

A Prefeitura de Cruzeiro do Sul, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, realizou neste sábado das 8h às 12h um dia de vacinação multidoses. A ação ocorreu em uma tenda montada na Praça da Bandeira, região central da cidade. Dez servidores foram mobilizados. O objetivo é oferecer uma oportunidade a mais para atualizar a carteira de vacinação.
Foram oferecidas vacinas contra a Covid, Gripe Influenza e vacinação de rotina.
“O Dia Nacional de vacinação é no domingo, 17, mas entendemos que a ação teria maior alcance no sábado, quando muitas pessoas vêm ao centro da cidade para fazer compras”, explicou Valéria Lima, secretária municipal de saúde. A maior procura continua sendo pela vacina da Covid: 143 pessoas receberam primeira, segunda e terceira dose, 52 pessoas se vacinaram contra a Influenza e 35 foram vacinações de rotina.
A vacinação contra a Covid em Cruzeiro do Sul já ultrapassou 90% da população vacinável (acima de 12), pelo menos com a primeira dose. Ainda assim, a ação realizada no sábado teve a vantagem de alcançar muitas pessoas da zona rural e ribeirinhos, que como de costume, vem ao centro para compras. É o caso do sr. José Francisco, 63, morador da comunidade Três Bocas no rio Juruá.  “É uma oportunidade para nós. Quando a equipe veio na comunidade, não deu para eu me vacinar, e agora não ia perder essa chance”, disse.
Também houve muita procura pela segunda dose. De posse de sua carteira de vacinação, Uálisson de Souza, 19, aproveitou para receber a vacina. “já tinha completado o prazo para a segunda dose, mas as vezes, a gente não prioriza e o tempo vai passando. Foi muito bom ter essa oportunidade aqui no centro, e como eu sempre ando com minha carteirinha, aproveitei para tomar a segunda dose”, explica.
“Ações como esta de levar a vacina até onde as pessoas estão, tem sempre dado bons resultados, por que realmente não é todo mundo que tira um tempo para ir ao posto de saúde para se vacinar. Com isso, temos conseguido ampliar cada vez mais a cobertura vacinal, o que é uma segurança a mais para toda população”, explica Valéria.
Continuar lendo

Acre

Entrada para o Calafate vira “rio” durante chuva forte neste sábado 

Publicado

em

A entrada do Calafate, que já foi motivo de reclamação de motoristas e motoqueiros por conta dos buracos, foi tomada pelas águas na tarde deste sábado (16). As imagens enviadas pelos internautas mostram que a entrada do bairro virou mais um rio do que de uma rua.

Mesmo sendo acesso a uma das regiões mais populosas de Rio Branco, vários motoristas não tiveram coragem de arriscar a passar com seus veículos.  Como alternativa, quem mora na localidade usou o estacionamento da loja Havan como atalho para não passar pelo trecho inundado.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas