Conecte-se agora

TRE afasta Giordane e Petecão sai em defesa: “querem intimidar o juiz”

Publicado

em

A desembargadora Denise Bonfim, presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE), anunciou que que o juiz eleitoral da 9ª zona, Giordane Dourado, está liminarmente afastado de suas atribuições.

A decisão foi do corregedor, o desembargador Luiz Camolez. Denise Bonfim afirmou que não há qualquer juízo de mérito contra Giordane Dourado, mas que mesmo sem suspeição, diante dos fatos graves, a corregedoria decidiu, em caráter liminar, suspender o juiz até a diplomação dos eleitos na eleição deste ano.

Bonfim designou, por meio e portaria, o juiz Robson Ribeiro como juiz da 9ª Zona Eleitoral.

O afastamento de Dourado foi motivado pelo fato de sua esposa, Cláudia Pinho, trabalhar na campanha do candidato do MDB à prefeitura de Rio Branco, Roberto Duarte, em denúncia formalizada pelo Ministério Público Eleitoral.

Ao ac24horas, Dourado afirmou que não seria ético comentar a decisão do TRE, mas ressaltou que a presidente da Corte ressaltou que não existe nada contra ele. “O que eu posso dizer que na própria sessão de julgamento. A presidente e demais membros deixaram muito claro que não tem nenhuma situação de suspeição ao meu respeito. Eles ressaltaram isso. Eles me afastaram, mas deixaram claro que não têm nada contra mim”, disse o juiz.

O senador do Acre pelo PSD, Sérgio Petecão, apareceu publicamente para defender o Juiz Eleitoral Giordane Dourado, titular da 9ª Zona, após Ministério Público Eleitoral pedir à Presidência e à Corregedoria do Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE/AC) uma análise sobre comprometimento da capacidade subjetiva do juiz devido à sua esposa, Claudia Pinho, trabalha na coordenação da campanha do candidato a prefeitura de Rio Branco pelo MDB, Roberto Duarte.

Momentos antes da decisão, o senador Sérgio Petecão (PSD), que o apoia a candidatura de Tião Bocalom (Progressistas) se manifestou a respeito do caso e ao classificou como hipocrisia. “Mesmo não tendo nada a ver com essa briga, só não posso é ser covarde e me calar diante de tanta hipocrisia. Muito estranha essa campanha tentando denegrir a imagem do juiz”, escreveu. O parlamentar também questionou o fato de a esposa do magistrado atuar em campanha eleitoral.

“E os familiares outros juízes, desembargadores, procuradores, promotores, que hoje estão pendurados no governo estadual e no governo municipal. O que é isso?”, indagou.

Para o senador, é preciso que todos joguem limpo o jogo da política. “O jogo tem que ser claro. Temos que saber quem está por trás dessa armação. Estão querendo é intimidar o juiz. Pronto falei!”, concluiu.

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas