Conecte-se agora

Cameli, Socorro e Alan Rick se reúnem para discutir construção do viaduto na Avenida Ceará

Publicado

em

O governador Gladson Cameli (Progressistas), a prefeita Socorro Neri (PSB) e o deputado federal Alan Rick (DEM) se reuniram nesta quinta-feira, 03, para alinhar o projeto que trata do melhoramento do tráfego na avenida Ceará, entre a Floriano Peixoto e a Quarta Ponte.

O projeto prevê também construção de um viaduto na avenida Getúlio Vargas e um corredor exclusivo de ônibus que irá atender as 47 linhas que passam pelo centro.

Cameli, que é engenheiro civil, destacou que a obra irá gerar emprego, renda e melhorar a vida da população. Gladson destacou o empenho e agradeceu o deputado federal Alan Rick pela emenda de R$ 20 milhões que irá custear a obra.

“Agradeço a prefeita Socorro Neri pela parceria e ao deputado federal Alan Rick, que foi quem destinou a emenda de R$ 20 milhões para a obra de infraestrutura. O deputado demonstrou total apoio para investir na mobilidade urbana da capital. Obrigado de coração!”, afirmou.

Anúncios

Destaque 4

Aos 84 anos, o pecuarista Darly Alves recebe a primeira dose da vacina contra a Covid-19

Publicado

em

O pecuarista Darly Alves da Silva, que se tornou uma das pessoas mais conhecidas do Acre em razão da morte do sindicalista Chico Mendes, em 1988, em Xapuri, tendo sido acusado e condenado a 19 anos de prisão como mandante do crime, tomou a primeira dose da vacina contra a Covid-19 na última sexta-feira (5).

A informação foi repassada ao ac24horas por Guihorran Valadão, um dos netos de Darly, que havia publicado em uma rede social uma imagem em que aparece recebendo a aplicação do imunizante. De acordo com o neto, ele se mostrava feliz e comemorando a primeira dose da vacina.

De acordo com Guihorran, Darly, que hoje tem 84 anos, não via a hora de tomar a vacina para voltar à vida normal que tinha antes da pandemia, podendo assim ir ao estado do Pará, onde tem propriedades sob cuidados dos filhos que lá residem.

O neto de Darly Alves também disse que durante toda a pandemia ele não apresentou sinais da doença e que foi vacinado horas depois de ter perdido uma sobrinha para a Covid-19, Renildes Novais, que morreu na última quinta-feira, 4 de março, em Rio Branco.

Continuar lendo

Destaque 4

Governo esclarece que dos R$ 129 milhões para pandemia, R$ 73 milhões são verbas de emendas

Publicado

em

Em nota divulgada neste domingo, 07, o Governo do Acre rebateu os dados divulgados pelo coordenador da Bancada Federal do Acre, o senador Sérgio Petecão (PSD), acerca da quantidade de recursos de emendas que foram enviadas ao combate à pandemia da covid-19 no Acre em 2020.

Segundo o Governo, o Acre recebeu de recursos de emendas parlamentares individuais e de bancada destinados à covid-19 em 2020, o total de R$ R$ 73 milhões e não R$ 129 milhões como a bancada afirmou no sábado (06).

De acordo com o comunicado, dos R$ 129 milhões do qual a bancada se referiu, apenas 73 milhões seriam deles [bancada], os outros R$ 48 milhões e R$ 15 milhões são provenientes da Fonte 400.

“Esses valores foram repassados para o custeio das Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) habilitadas junto ao MS, conforme pode ser verificado na tabela com o título “Valores Repassados pelo Ministério da Saúde” também anexa”, afirmou em nota.

Em relação ao dinheiro em caixa, o Governo rebateu a bancada e afirmou que existem apenas R$ 59 milhões, porém já estão empenhados para o combate à covid-19.

“Deste valor, R$ 29 milhões destinam-se para custeio e estão aguardando a emissão de empenho. Outros R$ 24 milhões são para investimento e estão em fase administrativa interna para licitação”, destacou.

Em outro trecho, o Governo destaca que a bancada destinou R$ 13 milhões para enfrentamento à pandemia gerada pelo novo Coronavírus e a Covid-19 neste ano de 2021. Sobre as emendas indicadas para o Estado no Orçamento de 2021, o governo esclarece que foram destinados R$ 241.460.468,00 de emendas de bancada e R$ 179.063.854,00 de emendas individuais. Essas emendas somam R$ 420.524.322,00. Deste valor, R$ 13.902.860,00, o que equivale a cerca de 3,3% do total, foram para enfrentamento à pandemia gerada pelo novo Coronavírus e a Covid-19 neste ano.

“Por fim, o governo do Acre reafirma o seu compromisso e empenho na busca de melhorias para o Estado, na luta para salvar vidas e ajudar a população principalmente nesse momento de crise, solicitando apoios necessários e investindo recursos neste sentido. Também reforça a necessidade da união de todos em favor do Acre e sua determinação de continuar trabalhando junto com a bancada federal do Estado com este objetivo”, afirmou.

Nota de esclarecimento

A respeito da notícia publicada no AC24 Horas no dia 06/03/2021, citando dados que seriam da bancada federal acreana sobre recursos destinados ao Estado para enfrentamento à pandemia causada pelo novo coronavírus, o Governo do Estado do Acre esclarece:

1 – O Governo agradece o apoio da bancada federal do Acre nas indicações de recursos para o Estado, a exemplo daqueles destinados para o enfrentamento à pandemia gerada pelo novo Coronavírus (SARS-CoV-2), que causa a doença Covid-19. Ao mesmo tempo, aproveita para esclarecer informações e possibilitar a transparência sobre a aplicação dos recursos públicos.

2 – No exercício financeiro de 2020, o governo federal abriu a oportunidade para que as bancadas parlamentares federais fizessem o remanejamento de emendas individuais e de bancada para enfrentamento à pandemia.

No caso do Acre, os remanejamentos se deram sobre as emendas de bancada. Essas emendas somavam R$ 230.741,684,00 e, deste valor, R$ 73.540.872,00 foram remanejados para enfrentamento à pandemia. Isso foi feito pelas deputadas Jéssica Sales, Vanda Milani e Perpétua Almeida; pelos deputados Jesus Sérgio, Flaviano Melo e o então deputado Manuel Marcos; e pelos senadores Sérgio Petecão e Márcio Bittar.

Os valores remanejados, seus autores, as iniciativas a que se destinam e outros dados relativos ao assunto podem ser conferidos na tabela com o título: Emendas de bancada 2020 (Emendas Remanejadas para a Saúde no Combate ao COVID‐19) que segue anexa.

3 – Entre o exercício financeiro de 2020 e início de 2021, foram recebidos do Ministério da Saúde (MS) R$ 129.992.858,55. Nestes valores estão inclusos R$ 48.890.884,60 e mais R$ 15.427.101,55 provenientes da Fonte 400. Esses valores foram repassados para o custeio das Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) habilitadas junto ao MS, conforme pode ser verificado na tabela com o título “Valores Repassados pelo Ministério da Saúde” também anexa.

Nos R$ 129.992.858,55 também estão inclusos R$ 13.296.294,00 que foram repassados no dia 26 de janeiro de 2021, através da Portaria nº 3896/2021. Desse valor, apenas R$ 7.977.776,40 ficaram no Estado, pois R$ 5.318.517,60 foram repassados para os municípios. Essas informações constam da Resolução da Comissão Intergestores Bipartite – CIB/AC anexada.

O Ministério da Saúde transferiu, na modalidade carimbada, os seguintes valores: R$ 113.365,95 foram repassados para a Fundhacre, conforme a Portaria nº 827/2020. Outros R$ 217.507,77 foram transferidos para o Hospital Santa Juliana, em 26/05/2020, e mais R$ R$ 5.219.979,55 foram transferidos para o mesmo hospital em 03/06/2020, conforme respectivas portarias do SUS nº 1.393/2020 e nº 1.448/2020, mostradas na tabela que trata dos “Valores repassados pelo Ministério da Saúde” anexa.

4 – Quanto aos recursos destinados à Covid-19 que estariam nos cofres públicos, o governo informa que o saldo registrado no dia 06/03/2021 na conta do Governo do Estado referentes à Covid-19 é de R$ 54.112.270,40. Deste valor, R$ 29.420,228,37 destinam-se para custeio e estão aguardando a emissão de empenho. Outros R$ 24.692,042,03 são para investimento e estão em fase administrativa interna para licitação.

Os valores citados podem ser encontrados na tabela com o título “Valores Repassados pelo Ministério da Saúde” em anexo.

5 – Sobre as emendas indicadas para o Estado no Orçamento de 2021, o governo esclarece que foram destinados R$ 241.460.468,00 de emendas de bancada e R$ 179.063.854,00 de emendas individuais. Essas emendas somam R$ 420.524.322,00. Deste valor, R$ 13.902.860,00, o que equivale a cerca de 3,3% do total, foram para enfrentamento à pandemia gerada pelo novo Coronavírus e a Covid-19 neste ano.

Os parlamentares que fizeram indicações de emendas para a pandemia e respectivos valores indicados são: deputado Alan Rick, R$ 1 milhão; deputada Vanda Milani, R$ 1 milhão; deputado Flaviano Melo, R$ 950.951,00; deputada Jéssica Sales R$ 951.951,00; deputado Leo de Brito, R$ 1 milhão; deputada Mara Rocha, R$ 1 milhão, deputada Perpétua Almeida, R$ 6 milhões, senador Sérgio Petecão, R$ 1 milhão, e senadora Mailza Gomes, R$ 1 milhão.

6 – Por fim, o governo do Acre reafirma o seu compromisso e empenho na busca de melhorias para o Estado, na luta para salvar vidas e ajudar a população principalmente nesse momento de crise, solicitando apoios necessários e investindo recursos neste sentido. Também reforça a necessidade da união de todos em favor do Acre e sua determinação de continuar trabalhando junto com a bancada federal do Estado com este objetivo.

Rio Branco-Acre, 07 de março de 2021

Governo do Estado do Acre

Continuar lendo

Destaque 4

Com 600 novos casos, Acre passa de 59 mil contaminados e registra mais 10 óbitos

Publicado

em

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) informou na tarde desta sexta-feira, 05, que o estado somou 616 novos casos de infecção por coronavírus. Destes,  397 casos confirmados por exame de RT-PCR e 219 testes rápidos. O número de infectados saltou de 58.884 para 59.500 nas últimas 24 horas.

Até o momento, o Acre registra 161.749 notificações de contaminação pela doença, sendo que 101.622 casos foram descartados e 627 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 51.346 pessoas já receberam alta médica da doença, enquanto 352 pessoas seguem internadas.

Mais 10 notificações de óbitos foram registradas nesta sexta-feira, 5, sendo 5 do sexo masculino e 5 do sexo feminino, fazendo com que o número oficial de mortes por Covid-19 suba para 1.047 em todo o estado. Dos 10 óbitos, apenas um não era de uma pessoa acima de 60 anos.

Óbitos do sexo masculino:

Morador de Rio Branco, A. A. O., de 87 anos, deu entrada no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb), no dia 2 de março, vindo a óbito no mesmo dia, 2.

Morador de Rio Branco, J. S. D., de 62 anos, deu entrada no dia 17 de fevereiro, no Hospital Santa Juliana, e veio a óbito no dia 2 de março.

F. R. S., de 79 anos. Morador de Rio Branco, deu entrada no dia 1º de março, no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb), vindo a falecer no dia 3 de março.

Morador de Rio Branco, A. O. M., de 59 anos, deu entrada no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), no dia 29 de janeiro, e faleceu nesta quinta-feira, dia 4 de março.

Morador de Rio Branco, M. S. G. L., de 70 anos, deu entrada no dia 2 de março, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Segundo Distrito, e veio a óbito nesta quinta-feira, dia 4 de março.

Óbitos do sexo feminino:

Moradora de Rio Branco, E. A. S., de 84 anos, deu entrada no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), no dia 25 de fevereiro, e faleceu no dia 4 de março.

I. M. S., de 86 anos. Moradora de Rio Branco, a idosa deu entrada no dia 3 de março, no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), e veio a falecer no dia seguinte, 4.

Moradora de Cruzeiro do Sul, S. B. G., de 83 anos, deu entrada no dia 28 de fevereiro, no Hospital Regional do Juruá, e veio a óbito nesta quinta-feira, dia 4 de março.

M. A., de 58 anos. Moradora de Rio Branco, deu entrada no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), no dia 6 de fevereiro, e veio a falecer nesta sexta-feira, dia 5 de março.

O quinto óbito entre as mulheres é de N. W. S. C., de 86 anos. Moradora de Tarauacá, a idosa deu entrada no dia 8 de fevereiro, no Hospital Regional do Juruá, em Cruzeiro do Sul, vindo a falecer nesta sexta-feira, dia 5 de março.

Continuar lendo

Destaque 4

Estelionatário usa nome do presidente da OAB/AC para pedir dinheiro no WhatsApp

Publicado

em

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no Acre, Erick Venâncio, foi vítima de um golpe na manhã desta sexta-feira, 5, após descobrir que um estelionatário estava usando o seu nome e sua foto para pedir dinheiro no WhatsApp.

Utilizando o número 068 9600-1933, o golpista enviou uma mensagem para o irmão de Venâncio, o juiz eleitoral Armando Dantas, alegando que precisava de um dinheiro emprestado para fazer um pagamento já que seu limite diário havia sido utilizado.

Estranhando o pedido, Armando encaminhou os prints para o número do irmão e foi constatado que se tratava de um golpe. Um Boletim de Ocorrência já foi registrado.

Ao ac24horas, Erick afirmou que quem recebeu esse tipo mensagem deste número ou de qualquer outro que não seja o dele, não encaminhe qualquer quantia pois se trata de um golpe.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas