Conecte-se agora

Apesar das friagens, 2020 será o ano mais quente desde 2010

Publicado

em

Apesar dos dias frios, meteorologistas do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam) afirmam que este ano o “verão amazônico” será o mais quente desde 2010.

A estação seca, que vai de junho a outubro, é marcada por temperaturas mais elevadas devido à redução da nebulosidade na região.

De acordo com o meteorologista do Centro Regional do Censipam em Manaus, Ricardo Dallarosa, menos nuvens significa mais radiação solar na superfície e, por consequência, temperaturas mais elevadas. “Neste ano, há a expectativa de temperaturas relativamente mais elevadas devido à possibilidade de grande redução na formação de nuvens”, disse.

“A expectativa é de que teremos registros das temperaturas mais elevadas desde 2010, quando tivemos a maior seca deste século. Mas essas temperaturas muito elevadas ocorrerão apenas em dias específicos e não serão constantes”, completou o meteorologista do Censipam.

O Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos prevê uma temporada de furacões (entre junho a novembro) similar a 2005, quando ocorreu a segunda maior seca desse século e temperaturas máximas mais elevadas. Segundo Dallarosa, a ocorrência de furacões no mar do Caribe e Atlântico tropical norte pode atrair grandes massas de ar de regiões distantes do seu entorno.

É o caso da Amazônia, em especial a Amazônia Ocidental, que nesse período recebe menor contribuição da umidade do oceano do que as áreas costeiras adjacentes.

Anúncios

Acre

Exames de primeira-dama e filho de Gladson dão negativo para Covid-19

Publicado

em

O resultado dos exames da primeira-dama do Acre, Ana Paula Cameli, e do filho do governador Gladson Cameli, o pequeno Guilherme, deram negativo para infecção do novo coronavírus. A informação foi divulgada pela própria primeira-dama em publicação nas redes sociais na tarde desta quarta-feira (3).

Os exames foram feitos após o chefe do executivo do Estado testar positivo para Covid-19 na última segunda-feira. Além deles, todos os funcionários que trabalham na residência do casal também fizeram os exames e testaram negativo para a doença.

“Graças a Deus o resultado deu negativo para todos”, informou Ana Paula. A primeira-dama aproveitou para agradecer as mensagens de carinho que ela e toda a família vêm recebendo. “Estamos tomando todos os cuidados e continuaremos de quarentena, até a melhora do governador Gladson Cameli”.

Ela pediu que a população continue tomando todas as medidas necessárias para a prevenção da doença. “Obedeçam todas as regras e recomendações dos órgãos de saúde. Cuidem dos seus, logo tudo isso vai passar”.

Gladson está estável e sendo acompanhado por médicos em casa, fazendo exames rotineiramente e se apresentar alterações clínicas ou pulmonares.

Continuar lendo

Acre

Mapa da Fiocruz mostra Acre com 92% das UTIs ocupadas

Publicado

em

Exceto pelo estado do Amapá, que chegou nesta terça-feira (2) com 64% dos leitos de UTI ocupados e se mantém na zona de alerta intermediária, todos os Estados da região Norte estão com taxas de ocupação de leitos de UTI Covid-19 para adultos superiores a 80%: Rondônia (97%), Acre (92%), Amazonas (92%), Roraima (82%), Pará (82%) e Tocantins (86%).

Ou seja: O Acre chegou ao segundo maior nível crítico da região Norte. Os dados estão no boletim extra emitido pelo Observatório Covid-19 da Fiocruz. O mapa todo avermelhado mostra que o cenário é muito ruim praticamente em todo o território brasileiro.

No Nordeste, os estados do Maranhão (86%) e Piauí (80%) também ultrapassaram a linha dos 80% que separa a zona de alerta intermediária da zona crítica, juntando-se ao Ceará (93%), Rio Grande do Norte (91%), Pernambuco (93%) e Bahia (83%).

Paraíba e Alagoas mantiveram-se na zona de alerta intermediária, com suas taxas se elevando, respectivamente de 62% para 69% e de 66% para 72%. Sergipe, com taxa de 59%, é o único estado brasileiro fora da zona de alerta.

Os estados da região Sudeste também se mantiveram na zona intermediária de alerta, com crescimento dos respectivos indicadores de ocupação mais acentuado em Minas Gerais (70% para 75%), Espírito Santo (68% para 76%) e São Paulo (69% para 74%) e pouco expressivo no Rio de Janeiro (61 para 63%). Na região Sul, todos os estados permaneceram na zona de alerta crítica: Paraná (92%), Santa Catarina (99%) e Rio Grande do Sul (88%).

Na região Centro Oeste, Mato Grosso do Sul (88%) e Mato Grosso (89%) entraram na zona de alerta crítica, somando-se a Goiás (95%) e ao Distrito Federal (91%), que nela permaneceram.

Entre as 27 capitais do país, no momento há 20 com taxas de ocupação de leitos de UTI Covid-19 para adultos de 80% ou mais: Porto Velho (100%), Rio Branco (93%), Manaus (92%), Boa Vista (82%), Belém (84%), Palmas (85%), São Luís (91%), Teresina (94%), Fortaleza (92%), Natal (94%), João Pessoa (87%), Salvador (83%), Rio de Janeiro (88%), Curitiba (95%), Florianópolis (98%), Porto Alegre (80%), Campo Grande (93%), Cuiabá (85%), Goiânia (95%) e Brasília (91%). Além disso, cinco capitais estão com taxas superiores a 70%: Macapá (72%), Recife (73%), Belo Horizonte (75%), Vitória (75%), São Paulo (76%).

Continuar lendo

Acre

Imigrantes são flagrados ingerindo bebida alcóolica em Assis Brasil

Publicado

em

Um grupo de imigrantes foi flagrados na tarde desta terça-feira, 2, ingerindo bebida alcoólica em frente a uma loja de roupas no município de Assis Brasil (AC). As imagens chamaram atenção de populares que passavam pelo local e registraram as cenas.

Segundo informações repassadas ao ac24horas, os imigrantes fazem parte do grupo que tenta atravessar a Ponte de Integração, na fronteira do Acre, rumo ao Peru. No entanto, devido ao fechamento das fronteiras do lado peruano, estão impedidos de passar.

A maioria deles está abrigada em escolas públicas do município. De acordo com os moradores, apesar dos esforços das forças de segurança, fica quase impossível controlar os imigrantes em razão da grande quantidade de imigrantes com relação ao efetivo policial empregado em Assis Brasil.

Continuar lendo

Acre

Novo lote de CoronaVac contempla idosos acima de 70 anos

Publicado

em

Desembarcou na tarde desta quarta-feira, 03, no Aeroporto Internacional de Rio Branco, o quinto lote da CoronaVac, vacina produzida pelo Instituto Butantan de São Paulo em parceria com o laboratório chinês Sinovac. Neste lote, são 5.200 doses, que serão usadas, exclusivamente, em idosos de 70 a 89 anos.

A vacina foi distribuída pelo Ministério da Saúde (MS) .De acordo com a Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre), os imunizantes deste lote da CoronaVac serão despachados proporcionalmente para todos os 22 municípios.

Ainda não se sabe quando começará a próxima etapa de vacinação dos idosos de 70 a 73 anos, já que as vacinas ainda serão distribuídas nas próximas horas aos 22 municípios do Acre.

Até agora, o Estado recebeu ao total mais de 60 mil doses do imunizante [Coronavac e AstraZeneca/Oxford] nos últimos 45 dias.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas