Conecte-se agora

Duarte cutuca Rocha e recebe troco: “nunca administrou um banheiro público…”

Publicado

em

O vice-governador Major Rocha (PSL) – foto – veio com uma quente e a outra fervendo para cima do candidato a prefeito de Rio Branco do MDB, Roberto Duarte, reagindo a críticas feitas pelo emedebista ao candidato à PMRB, Minoru Kinpara (PSDB), pelo fato deste ter sido do PT. Ao BLOG DO CRICA, o Major Rocha chamou Duarte de oportunista, um mestre em discursos vazios e demagogos, que tenta de qualquer maneira atrair os holofotes. -Na verdade, o Roberto é um murista convicto, sem coragem para assumir que faz oposição ao governo e se declara como “independente”, disparou Rocha.  O que acontece, segundo o vice-governador é que o deputado Roberto Duarte tem pouca ou quase nenhuma chance de ir ao segundo turno e quer holofotes. Qual a diferença do Minoru para tantos outros que largaram a Frente Popular? Quer exemplos? Gladson, Petecão, Alan Rick e tantos outros. E completou: “O deputado Roberto Duarte tem memória curta, o MDB fazia parte da base de sustentação dos governos Dilma e Lula, aliás, MDB e PT mais pareciam irmãos siameses”, lembrou Rocha. E concuiu com uma estocada no emedebista: “o deputado Roberto Duarte nunca administrou nem a porta de um banheiro público”. A eleição, nem começou, imagine o leitor quando estiver no seu auge pegando fogo! Enquanto é tempo, que tem coração fraco, corra para as colinas.

PROVOCAM PORQUE QUEREM
Conheço o Major Rocha de décadas, não adianta que ninguém vai conseguir lhe colocar no canto do ringue calado, se provocado sempre vai reagir duro, com juros e correção monetária.

TELHADO DE VIDRO
E quem tem telhado de vidro é que não deve atacar mesmo. O MDB foi buscar no PT vários de seus candidatos a prefeito e está coligado com os petistas em muitos municípios. Então, o deputado Roberto Duarte (MDB) não tem muita legitimidade para falar de purismo ideológico.

EM MEIO ÀS BRIGAS, UMA IRONIA
Na observação das brigas entre as lideranças governistas sobre a petização dos órgaõs estaduais, o candidato a prefeito, deputado Daniel Zen (PT), disparou um petardo de sarcasmo: “Isso mostra que o PT, realmente tinha e continua tendo os melhores quadros”.

CAMINHANDO NESTE SENTIDO
Está apenas no campo da hipótese, mas é grande a possibilidade do engenheiro Thiago Cateano (PL) vir a ser o vice do candidato tucano à PMRB, Minoru Kinpara (PSDB). Caberá á presidente do partido, deputada federal Antonia Lúcia (PL), bater o martelo a esse respeito.

NINGUÉM TOPOU
Nenhum deputado federal topou abrir mão do mandato por 120 dias para que a suplente Antonia Lúcia (PL) assumisse, em troca de apoio político do seu grupo na sucessão na capital.

CRIME ELEITORAL
Com as redes sociais ativas, vão chover denúncias de crimes eleitorais. Podem esperar.

SEM PRIMEIRA PEDRA
Ninguém pode atirar a primeira pedra contra o aproveitamento de quadros do PT, porque estão todos incrustados no governo e nos partidos que apoiaram a eleição do Gladson. Por isso é melhor esqueceram o mote do petismo para ficarem se atacando. Misturou tudo.

FICOU ISOLADO
Com as mexidas na Segurança o secretário Paulo César ficou isolado na nova configuração.

ESPERANDO PELO BITTAR
O MDB está esperando que a conversa programada entre o senador Márcio Bittar (MDB) e o governador Gladson Cameli, com a direção nacional dos REPUBLICANOS, rendunde na vinda deste partido para formar na coligação na chapa do candidato Roberto Duarte (MDB) á PMRB.

ÚNICA OPÇÃO
Com a rejeição pelo STF do recurso contra a cassação do ex-prefeito Ilderlei Cordeiro, o PP perde o seu principal trunfo para disputar a eleição para a prefeitura de Cruzeiro do Sul. Restaria o ex-vice-prefeito Zequinha. Falta o Gladson dizer quem de fato apoiará a prefeito.

CONVERSA FINAL
Deve acontecer neste final de semana em São Paulo a conversa final entre o governador Gladson Cameli e o seu vice-governador Major Rocha. A conversa será curta. Rocha vai dizer que cansou de ver seu grupo sendo sacado do governo, e sem repactuação vai para oposição.

OPOSIÇÃO PARA VALER
Rocha alertou ao BLOG que se for mesmo para a oposição será para valer, não será um muralista como o deputado Roberto Duarte (MDB), que faz oposição posando de independente. Eu sou o único do governo que não poderá ser demitido pelo governador, diz.

NINGUÉM VAI GANHAR
Uma briga política entre o governador Gladson Cameli e o vice-governador Major Rocha não será boa para nenhum dos dois. O governo viraria um inferno e todos afundariam juntos. Este é o momento que exige uma conversa ponderada entra ambos, para o barco não afundar.

PIOR BRIGA
A pior briga que pode acontecer na política é entre um governante e o seu vice.

BALÃO
O deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) levou o maior balão em Tarauacá do PT, ao não conseguir indicar o vice do candidato a prefeito Rodrigo Damasceno (PSDB), que caberá aos petistas. Assim como o deputado Jenilson Lopes (PSB), com o afilhado Lauro Benigno (PSB).

UM BOM NOME
Foi sem dúvida uma boa escolha a do vice na chapa da prefeita Socorro Neri na briga por mais um mandato, o advogado Eduardo Ribeiro (PT). Não há nada de desabonador à sua conduta.

UM ESPECIALISTA NO PODER
Contrariando as expectativas, O deputado Luiz Tchê (PDT) conseguiu fazer do Delegado Emylson Farias, que atravessava um desgaste no comando da Segurança, vice do Marcus Alexandre (PT). Agora seu PDT emplaca Eduardo Ribeiro (PDT) vice da Socorro Neri. E para completar a saga do gaúcho, todo grupo do Emylson Farias voltou a dominar a Segurança.

POLÍTICO PRAGMÁTICO
O deputado Luiz Tchê (PDT) é um dos políticos mais pragmáticos que conheço. Fez a campanha do Marcus Alexandre (PT) a governador, pulou após a derrota para o grupo do Gladson Cameli, ao ponto de ser escolhido o líder do governo. Tchê é um navegante hábil de todas as marés.

TAPETE AZUL
A deputada federal Jéssica Sales (MDB) atua como uma das maiores defensoras dentro do MDB para uma aliança com o governador Gladson, na eleição municipal em Cruzeiro do Sul. O Gladson é uma liderança importante, teve o apoio da minha família na sua eleição, e a sua vinda para reativar essa aliança será muito bem vinda, porque será para o bem da população, falou ao BLOG..

EM QUALQUER CENÁRIO
O senador Sérgio Petecão (PSD) disse ontem ao BLOG que o ex-deputado federal Henrique Afonso (PSD) será candidato a prefeito de Cruzeiro do Sul em qualquer cenário. Já mandou alugar uma casa na cidade, onde ficará um mês fazendo campanha para seu candidato.

NÃO É MINHA PRAIA
“Sabia que um político do Alto Acre colocou o amor proibido no gabinete de um vereador na capital?”. Foi a pergunta que me mandou um leitor. E, o que eu tenho a ver com isso?

VICES DEFINIDOS
Socorro Neri (PSB)- Eduardo Ribeiro (PDT), Tião Bocalon (PROGRESSISTAS) – Marfisa Galvão (PDS), faltando dos partidos grandes definir os vices do Minoru Kinpara (PSDB), do Roberto Duarte (MDB) e do Daniel Zen (PT). O povo vota mesmo é no perfil do candidato a prefeito.

NEM TANTO
A manutenção da cassação do mandato do ex-prefeito Ilderlei Cordeiro (PROGRESSISTAS) é um golpe político, mas o golpe maior foi ter ser tornado inelegível para disputar um mandato em 2022. Resta saber qual a posição do seu grupo na eleição para a prefeitura de Cruzeiro do Sul.

CAIXA DE FERRAMENTA
Não espere que o candidato a prefeito de Rio Branco, Jarbas Soster (AVANTE), venha passar pela campanha em brancas nuvens. É um bom debatedor e tem caixa de ferramenta para abrir. Soster se notabiliza em defender as suas posições sem a preocupação de agradar.

UNIDADE DESTROÇADA
A eleição municipal tem conseguido destroçar a unidade das forças aliadas que apoiaram a candidatura do Gladson ao Governo. Virou um balaio de gatos. É só o começo. No cenário que foi formado não é demais se prever que será difíil uma recomposição dessas forças em 2022.

OUTRA CONFIGURAÇÃO
A eleição para o Governo e para o Senado será dentro de outra configuração de aliados.

CAMPANHA VIRULENTA
Ninguém espere que a campanha para a prefeitura de Rio Branco venha a acontecer em alto nível. Pelo que se tem visto até aqui o debate será no campo do pesssoal. E pelo que tenho escutado deverão vir revelações do arco da velha que poderão destroçar uma candidatura.

CURIÓ EM MUDA
O ex-senador Jorge Vina (PT) está igual curió em muda, não dá nem um pio. Até parece que não estamos na beira de uma campanha para a prefeitura mais importante do estado. E que o seu partido vai para a eleição fora do poder e sem a máquina dos comissionados.

FRASE MARCANTE
“Leis escritas são como teias de aranha: pegarão os fracos e os pobres, mas serão despedaçadas pelos ricos e poderosos.” Anarcásis.

Anúncios

Acre 01

“Permitir que governadores e prefeitos comprem vacinas é preservar mais vidas”, diz Jéssica Sales

Publicado

em

A deputada Jéssica Sales (MDB) comemorou a aprovação nesta terça-feira, 2, do encaminhamento à sanção presidencial do Projeto de Lei que permite aos estados, municípios e setores privados comprarem vacinas para imunizar a população e colaboradores. Da parte do setor privado, ressalta a parlamentar, a metade das doses adquiridas serão doadas ao Sistema Único de Saúde (SUS), resultando em mais vacinas para imunização de milhares de brasileiros.

A parlamentar garante que a saúde é uma das prioridades de seu mandato e que desde o início da pandemia tem voltado suas atenções para medidas de enfrentamento da Covid-19. Dentro da cota de emendas de bancada, Sales destinou neste ano de 2021, mais R$ 950 mil para ações de combate a doença.

Outra importante medida aprovada pela Câmara para a deputada é a que autoriza R$ 2,5 bilhões para o Ministério da Saúde comprar cerca de 40 milhões de doses de vacinas através da participação no consórcio de países, Covax Facility.

“Temos pressa! Agregar parcerias é ampliar vacinação e isso significa mais vidas preservadas! As pessoas anseiam por isso, clamam por mais vacinas, querem estar imunizadas para se resguardarem e poderem voltar à normalidade”, disse Jéssica.

Continuar lendo

Acre 01

Momento difícil do Acre faz deputado chorar e alertar que agenda prioritária de todos é a vacina

Publicado

em

Em sessão virtual da Assembleia Legislativa do Acre, o deputado Jonas Lima (PT) disse nesta quarta-feira (3) que é muita dor e tristeza para os acreanos ultimamente devido as seguidas mortes por Covid-19. “Quero ser solidário a todas as famílias que perderam seus entes”, disse, pedindo ajuda e compreensão do governo estadual, alertando que não há nada mais urgente na agenda oficial que a vacinação dos moradores.

“Temos que agir. É Covid que está matando as pessoas”, pediu Jonas Lima, que se emocionou e chegou a chorar devido ao momento atual do Acre, colapsado em seu sistema de saúde. “Não se combaterá a pandemia se não tiver um conversas, mas estão fazendo as coisas para ganhar voto”, criticou.

“Você é uma pessoa extremamente sensível. A gente vê no seu semblante a veracidade de suas palavras, de seu sentimento”, consolou, em aparte, a deputada Antônia Sales.

Continuar lendo

Acre 01

Após quase um mês de cheia, Rio Acre sai da cota de transbordamento em Rio Branco

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale/ac24horas.com

Quase um mês depois de deixar mais de 10 bairros atingidos pela alegação neste mês de fevereiro, o Rio Acre saiu da cota de transbordamento neste sábado (27). Confirme última medição realizada pelo Corpo de Bombeiros, por volta das 9 horas, o manancial registrava 13,84 metros. A cota de transbordamento é de 14 metros em Rio Branco.

Entretanto, o nível do Rio Acre ainda está acima da cota de alerta, que é de 13,50 metros na capital acreana. Até o momento, 78 pessoas continuam desabrigadas na cidade.

Cerca de 2.740 famílias foram atingidas pela enchente na Capital. Quase 20 mil pessoas no total foram afetadas pela cheia. Destas, 600 tiveram de ser realizadas para outros locais fora de risco.

A Defesa Civil Municipal alerta que ainda há previsões de muita chuva na capital do Acre, o que deve fazer com que o Rio Acre possa elevar novamente o nível das águas.

Continuar lendo

Acre 01

Rio Acre continua em vazante e não há novos desabrigados na Capital

Publicado

em

Nesta segunda-feira, 22, o nível do Rio Acre permanece em vazante. Na medição realizada às 6 horas da manhã, a cota era de 15,31 metros, o que significa 49 centímetros a menos do que o maior nível alcançado nesta enchente quando o Rio Acre chegou a 15,80 metros.

Em razão da subida, o número de desabrigados e desalojados não teve alteração nas últimas 24 horas. Aproximadamente 630 moradores de diversos bairros na capital acreana estão atingidos pela cheia, sendo que 68 famílias estão nos abrigos montados pela prefeitura e outras 132 foram levadas para casa de familiares.

Mesmo com a redução do nível do rio, a Defesa Civil continua trabalhando com a previsão de nova cheia. “Infelizmente ainda é essa a nossa expectativa, já que temos um volume muito grande vindo dos municípios. Em Assis Brasil o rio baixou dois metros e essa água vai chegar aqui. A boa notícia é que o Riozinho do Rola teve uma vazante de meio metro e não tivemos impacto em Rio Branco”, afirma Major Falcão da Defesa Civil Municipal.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2020 ac24Horas.com - Todos os direitos reservados.