Conecte-se agora

Presidente da Câmara de Cruzeiro do Sul pode renunciar mandato para não assumir prefeitura

Publicado

em

Clodoaldo se reúne nesse momento com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Nicolau Junior e deve manter audiência com o governador Gladson Cameli

Em Rio Branco, hospedado no Hotel Guapindaia, o presidente da Câmara Municipal de Cruzeiro do Sul, vereador Clodoaldo Rodrigues, ainda não decidiu se vai assumir a prefeitura como determinou a decisão da juíza-relatora do processo que cassou o mandato do prefeito Ilderlei Cordeiro, ontem (12) no Tribunal Regional Eleitoral, Mirla Regina.

Clodoaldo está reunido nesse momento com o presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Acre, deputado Nicolau Junior analisando situações que podem se desencadear a partir de sua decisão.

Segundo o vereador Romário Tavares, em caso de renúncia de Clodoaldo à presidência da Câmara, ocorrerá uma nova eleição e duas posses.

“A decisão da juíza é que o presidente da Câmara Municipal assuma, em caso de renuncia do Clodoaldo ao cargo de presidente, tem nova eleição para presidência e duas posses, ou seja, o vereador eleito será empossado presidente e prefeito do município”, explicou Tavares.

Embora os interesses sejam de Cruzeiro do Sul, o destino da cidade está sendo decidido em Rio Branco. Pelo menos seis vereadores estão na capital e se movimentam nos bastidores da Assembleia Legislativa do Acre e o Palácio Rio Branco.

“Clodoaldo hoje tem uma reeleição garantida, assumindo a prefeitura ele não poderá mais ser candidato a vereador. Poderá concorrer ao cargo de prefeito, mas, não tem a garantia de ser o nome do governador”, comentou Tavares.

Ainda de acordo Tavares, duas outras especulações circulam no meio político. A primeira de uma possível reforma da decisão do Tribunal Regional Eleitoral no recurso impetrado pela defesa de Ilderlei Cordeiro no Tribunal Superior Eleitoral e, a segunda, de um mandado de segurança que vem sendo estudado pelo MDB para uma eleição tampão que em tese, deveria acontecer na Câmara de Vereadores.

O meio político em Cruzeiro do Sul amanheceu movimentado. Há informações de que o prefeito Ilderlei Cordeiro continuou despachando durante o dia de hoje, uma vez que a decisão do julgamento ainda não foi recebida pelo presidente da Câmara Municipal de Cruzeiro do Sul.

Anúncios

Acre

Mulher dá 4 facadas no esposo e briga com a vítima na ambulância por cachaça

Publicado

em

Uma briga entre casal quase terminou em morte na tarde desta quarta-feira, 20. Ezequiel Queiroz Oliveira, de 22 anos, foi ferido a golpes faca em uma residência localizada na travessa Cerâmica, situada no bairro Alto Alegre, em Rio Branco.

Familiares informaram que Ezequiel estava ingerindo uma bebida alcoólica chamada “buchudinha camelinho” com sua esposa identificada como Marilú,  quando começaram uma discussão por ciúmes. Ezequiel agrediu a mulher. Em seguida, a esposa pegou uma faca e desferiu vários golpes em seu companheiro.

O jovem foi ferido com 4 facadas que atingiram o braço, joelhos e uma das mãos. A ambulância do SAMU foi acionada pela própria esposa, que seguiu com seu companheiro dentro da viatura com destino ao Pronto-Socorro de Rio Branco. No trajeto ao hospital, a mulher, que também estava ferida, começou a discutir novamente com o marido, que por sua vez não quis largar a “buchudinha camelinho” por nada.

Mesmo negando entregar a cachaça, Marilú conseguiu pegar a bebida do marido, escondeu dentro da roupa e em seguida o abandonou, saindo da ambulância.

Ezequiel foi levado ao pronto-socorro em estado de saúde estável e não corre risco de morte. Na entrada do hospital, ele lamentou por ter magoado a amada e ter perdido a “buchudinha camelinho”.

Continuar lendo

Cotidiano

Segundo FPM de janeiro cai nesta quarta-feira (20) na conta das prefeituras do Acre

Publicado

em

Os municípios do Acre recebem nesta quarta-feira, 20 de janeiro, o repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) relativo ao 2o decêndio de janeiro.

Serão R$ 7.165.524,81 a serem partilhados entre as 22 prefeituras acreanas sem a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) – representa queda de 17,47% sem considerar os efeitos da inflação.

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) reforça que essa transferência é a menor do mês e representa em torno de 20% do valor esperado para janeiro.

No País, o montante chega a R$ 1, 2 bilhão quando é considerado o valor do Fundeb. Se for levado em consideração o acumulado do mês, houve crescimento de 32,24%. Entretanto, em um cenário de deflação, o registro é de queda de 20,87% em relação ao mesmo período do ano passado.

Do total repassado aos Municípios, os de coeficientes 0,6 que representam a maioria (2.447 ou 43,95%) ficarão com o valor de R$ 247, 9 milhões ou 19,70% do que será transferido.

Continuar lendo

Cotidiano

Ninguém acerta as seis dezenas e prêmio da Mega-Sena acumula em R$ 22 milhões

Publicado

em

Nenhuma aposta acertou as seis dezenas do concurso 2.336 da Mega-Sena, sorteados nesta quarta-feira (20) em São Paulo. O prêmio acumulou e o próximo sorteio, que será realizado no sábado (23) pode pagar R$ 22 milhões para a aposta vencedora.

Veja as dezenas: 08 – 10 – 20 – 27 – 28 – 50.

A Quina teve 75 apostas ganhadoras e cada uma leva R$ 32.688,93.

A Quadra teve 4.701 apostas ganhadoras e cada uma leva R$ 745,02.

Para apostar na Mega-Sena

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal – acessível por celular, computador ou outros dispositivos. É necessário fazer um cadastro, ser maior de idade (18 anos ou mais) e preencher o número do cartão de crédito.

Probabilidades

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 4,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 22.522,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

Continuar lendo

Acre 01

Dos 65 leitos de UTI no Acre, 50 estão ocupados; Into registra 90% de ocupação, mostra boletim

Publicado

em

Dos 40 leitos de Unidade Tratamento Intensivo (UTI) destinados à Covid-19 no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia no Acre (Into), unidade referência para atendimentos, 36 estão ocupados. Isso significa que a taxa de ocupação das UTIs subiu para 90%, de acordo com a última atualização feita pelo Governo do Estado, na tarde desta quarta-feira (20). Na terça, o Acre registrou 85% de ocupação com 34 leitos.

A taxa geral de ocupação de leitos de UTI, exclusivos para pacientes com a Covid-19 no Acre, está em torno de 76,9%.

Segundo dados do boletim, foram identificados 202 pacientes internados nos estabelecimentos monitorados, dos quais 146 com teste positivo para Covid-19. Do total hospitalizado, 50 estão em UTI e 152 em leitos (clínicos, obstétricos e pediátricos).

Na região do Baixo Acre, que engloba as cidades de Rio Branco, Sena Madureira, Plácido de Castro e Acrelândia, das 55 UTIs, 40 estão ocupadas, registrando uma taxa de ocupação de 72,7%. Destes, três são do Pronto Socorro, que registrou 30% de ocupação e os outros 36 são do Into, que registrou 90% de ocupação e um leito de UTI ocupado no Hospital Santa Juliana.

Já a região do Juruá, que engloba Cruzeiro do Sul, Tarauacá e Marechal Thaumaturgo, dos 10 leitos de UTI existentes, todos estão ocupados, registrando 100% de ocupação. Os leitos clínicos somam 94 e 33 estão ocupados, registrando 35,1% de ocupação.

Já regional do Alto Acre, que engloba as cidades de Brasileia e Epitaciolândia, sete estão ocupados, num total de 18 leitos disponíveis. A regional do Alto Acre é a única que não tem leitos de UTI para a Covid-19.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas