Conecte-se agora

Bolsonaro entre dois mundos econômicos

Publicado

em

Ontem à noite, logo após uma reunião no Palácio da Alvorada, o presidente Jair Bolsonaro se apresentou à imprensa acompanhado dos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre. “Nós respeitamos o teto dos gastos. Queremos a responsabilidade fiscal. E o Brasil tem como realmente ser um daqueles países que melhor reagirá à questão da crise. Assuntos variados foram tratados, como privatizações, outras reformas como a administrativa”, afirmou. Tentava ali responder a seu ministro da Economia Paulo Guedes, cujo nome não foi citado mas que estava a uns metros de distância. Na terça, Guedes falara de debandada no ministério após dois secretários pedirem o chapéu. Falou ainda na possibilidade de impeachment, caso o teto de gastos seja cruzado. Mas reformas liberais não avançam e os questionamentos sobre como o presidente vê sua política econômica ressurgem. (Poder 360)

Alberto Bombig: “Paulo Guedes antecipou e colocou na ordem do dia uma angústia que Jair Bolsonaro planejava enfrentar somente adiante: o caminho mais seguro rumo à reeleição ainda passa prioritariamente pela Avenida Faria Lima (SP) ou mudou de rota e seguirá pelo sertão do Nordeste? Apesar do apoio público demonstrado pelo presidente ontem às demandas do ministro da Economia, nos bastidores a aposta é de que Bolsonaro não está disposto a largar o volante do jipe no ‘Rally dos Sertões’. Por isso, a forte sensação de que ele terá de ir além da retórica.” (Estadão)

Zena Latif, economista: “Paulo Guedes pode até decepcionar em termos de reformas, mas acho que tem compromisso de preservar a regra do teto. O risco aumentou muito de não termos isso. A crise agora é o fato de o presidente Bolsonaro ter sentido o gostinho da popularidade trazida pelo auxílio emergencial, acho que o risco aumentou. Não acredito que vai ser algo radical, do tipo revogar. Vai ser nessa linha de ir criando exceções, mantendo mais ou menos as aparências, mas fazendo isenções aqui e ali. Esse risco aumentou bastante. Essas agendas de ajuste fiscal dependem muito de ter um grande consenso. Com a Previdência foi assim. A regra do teto não tem esse consenso. Entre os economistas, há muita divisão também. O problema é que abrir um precedente nesse momento é muito perigoso.” (Globo)

José Paulo Kupfer: “A saída dos secretários especiais de desestatização e desburocratização está provocando uma ‘comoção’ em grupos que apoiam o governo Bolsonaro por suas supostas tendências liberais na economia. O ministro Paulo Guedes, fiel ao seu estilo estridente, bateu bumbo classificando os pedidos de demissão como ‘debandada’. Apesar da importância dos dois demissionários, num ministério com 10 secretarias especiais e outras 24 secretarias ou assessorias de nível superior, debandada pode ocorrer, mas ainda não houve. Com debandada ou não, o mercado, como se diz no seu próprio jargão, se um dia esteve comprado nas inclinações liberais de Bolsonaro, já se havia desfeito dessa posição. Na carteira de apoio político montada com vistas a garantir a continuidade dos esforços para reduzir o tamanho do Estado, iniciada no governo Temer, restaram apostas numa política fiscal de austeridade. Aconteceu que a pandemia veio embaralhar esse meio de campo e acabou revelando a Bolsonaro a oportunidade de se despir da fantasia de liberal que vestiu para ganhar apoios eleitorais.” (UOL)

Transcrito do meio

 

 

 

Cotidiano

Prefeitura de Rio Branco realiza ação em alusão ao Agosto Lilás na Cidade do Povo

Publicado

em

A prefeitura de Rio Branco, por meio da secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH), em parceria com a Unidade de Referência em Atenção Primária (URAP) da Cidade do Povo, realizou na tarde de quarta-feira (17), uma panfletagem em alusão ao Agosto Lilás, levando informações e orientações aos moradores do bairro.

A campanha é realizada em todas as regionais, por meio das Unidades de Saúde, CRAS, CREAS e escolas, com atividades de conscientização. Durante a caminhada a diretora de Direitos Humanos da SASDH, Rila Freze, reforçou a importância da ação que visa reduzir a violência contra a mulher no município.

“O prefeito Tião Bocalom sempre está nos dando essa liberdade de trabalhar, assim como a nossa secretária Marfisa Galvão. Então estamos todos os meses, não só em agosto. É uma ação contínua dentro do município de Rio Branco”, disse.

Gerusa Souza é uma das moradoras da Cidade do Povo que recebeu as orientações da equipe.

“Às vezes a mulher sofre violência dentro de casa calada e não tem coragem de denunciar o agressor, porque às vezes é ameaçada psicologicamente. Eu acho que essa campanha é muito importante para que a mulher venha ter força para denunciar”, expressou.

O combate à violência contra a mulher deve ser diário. Por isso é necessário reforçar os canais de denúncia. Caso você ou alguém próximo esteja sofrendo algum tipo de violência, se dirija a delegacia mais próxima ou ligue para 180 ou 190. A prefeitura de Rio Branco dispõe de uma rede de proteção dando assistência e orientações para que essa mulher seja protegida.

Francisco de Oliveira é casado com dona Maria Francisca há mais de 40 anos. Ele falou como a campanha é importante e como os homens devem ter respeito pelas mulheres.

“Mulher é para ser respeitada e não judiada, até porque nós somos filhos de mulher. Então não podemos judiar delas. Estou casado com a minha esposa há 48 anos. Graças a Deus, eu amo muito ela e, até hoje, não tenho o que dizer”, expressou.

Continuar lendo

Cotidiano

Receita Federal apreende 3,1 kg de skunk enviada pelo Correio de SP ao Acre

Publicado

em

A Delegacia da Receita Federal conseguiu apreender 3,1 quilos de skunk, droga conhecida como ´super maconha´, em uma agência dos Correios de Rio Branco.

A encomenda foi postada em São Paulo e tinha como destino a capital acreana. Após a apreensão e a confirmação positiva da droga por meio de narcoteste, o produto foi remetido à Polícia Federal para apuração criminal.

O valor estimado da droga no mercado é de R$ 80 por grama. O produto ilícito foi interceptado em 17/08/2022, a partir de informação da área de gerenciamento de riscos da Receita Federal.

A Receita Federal informa que continuará monitorando o fluxo de encomendas postais no estado uma vez que tem confirmado a ocorrência de crimes por meio dos serviços dos Correios.

Continuar lendo

Cotidiano

OCA inaugura unidade móvel em Rio Branco

Publicado

em

A Organização em Centros de Atendimento (OCA) lançou na terça-feira, 16, o projeto OCA Móvel, unidade itinerante que percorrerá os bairros de Rio Branco, oferecendo mais de 80 tipos de serviços.

A primeira ação do projeto atende até esta quinta-feira, 18, os moradores do bairro Xavier Maia. O evento ocorre na escola Glória Perez, das 08h às 14h.

A iniciativa disponibiliza serviços realizados pela internet como agendamento para emissão de RG, emissão de segunda via de CPF, impressão de Título de Eleitor, Carteira de Trabalho Digital, Seguro Desemprego, Segunda via de CNH, Alistamento Militar, Emissão de Certidão de Antecedentes Criminais, IPTU, Segunda via da Conta de Luz, água e esgoto, impressão do Cartão do SUS e muito mais.

“É um projeto que vai aproximar ainda mais a OCA da população. Queremos que a OCA chegue nos lugares em que a população mais precisa, levar cidadania e atendimento eficiente e de qualidade a todos, essa é a nossa missão. Já temos datas confirmadas das próximas ações, inclusive no interior”, explica Francisca Britto, diretora da OCA.

O projeto deve atender mais de 200 pessoas diariamente, com o planejamento de percorrer outros bairros da capital até o final do ano e ocorrerá na próxima semana, no dia 27, no município de Senador Guiomard

Continuar lendo

Cotidiano

Basa tem lucro de R$ 439,2 milhões, 45,1% maior se comparado ao 1º semestre de 2021

Publicado

em

O Banco da Amazônia registrou, no primeiro semestre de 2022, um lucro líquido de R$ 439,2 milhões, o que representa o crescimento significativo de 45,1%, comparado ao primeiro semestre de 2021, desses R$ 1,1 bilhão foi investido em apoio às micro e pequenas empresas.

O crescimento decorreu por conta do incremento de 65,9% no Resultado Operacional que foi de 725,1 milhões neste semestre, impactado, principalmente, pela elevação do resultado de intermediação financeira (operações de crédito e carteira TVM), pela expansão da carteira de crédito que elevou as receitas do del credere do FNO, com R$ 8,3 bilhões de contratações.

O diretor de Relações com Investidores e  de Controle e Risco do Banco da Amazônia, Fábio Maeda, comentou sobre as projeções dos rendimentos obtidos. “O lucro vem em linha com a expectativa da administração e é decorrente, principalmente, do forte crescimento do resultado operacional do Banco, com alto volume de contratação e liberação de operações e com crescimento de saldo da carteira que chegou a R$ 42,3 bilhões em junho. Ao mesmo tempo, mantivemos a qualidade da carteira de crédito, com baixo nível de inadimplência e alto controle de despesas de provisão e de despesas administrativas”.

A carteira de crédito ativa da Instituição cresceu 21,4% com saldo de R$ 42,3 bilhões, contra R$ 34,8 bilhões em referência ao mesmo período do ano passado, o agronegócio foi outro fator que realizou R$ 7 bilhões em contratações, um crescimento de 73,9% com relação ao 1º semestre de 2021, as linhas de crédito verde atingiram a marca de R$ 6,2 bilhões em contratações no setor.

Destaca-se ainda a aplicação recorde de R$ 10,3 bilhões no Plano Safra 2021/2022 investidos na região amazônica.

Para o presidente, Valdecir Tose, o resultado alcançado demonstra o compromisso de todos para com o Banco da Amazônia. “Esses números representam o grande esforço da Instituição. Todos que vestem a camisa, acreditam e fazem seu melhor diariamente, honrando nosso sobrenome e cumprindo esta grande Missão de desenvolver a Amazônia de forma sustentável com crédito e soluções eficazes”, disse.

Para mais informações sobre o resultado do 1S22, clique aqui.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.