Conecte-se agora

Empresas Revemar, maior grupo de concessionárias Renault, chega a Rio Branco

Publicado

em

Num cenário em que a classe empresarial se viu e ainda se vê abalada em meio à recessão provocada pela pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2), o Acre se destaca como o Estado que avança na corrida pela retomada do setor econômico, ao mesmo tempo em que as contaminações de Covid-19 apontam queda nas estatísticas. Prova disso é a chegada a Rio Branco de um novo grupo atuante em diversas áreas, como agropecuária e, principalmente, concessionária de veículos. Trata-se das Empresas Revemar, um grupo empresarial vindo do Pará e que existe há mais de 30 anos no mercado, com várias unidades de negócios instaladas nas regiões Norte e Nordeste do país.

O anúncio foi feito nesta quarta-feira, 12, junto ao grupo Honda Star Motos, em Rio Branco. “Tivemos a presença do proprietário do Grupo Revemar, que é um grupo que atua na área de agropecuária, na área de concessionárias de veículos leves e pesados, Massey Ferguson, Honda, Renault, é o maior grupo de concessionárias Renault do país”, explica Marcelo Dias, proprietário da Star Motos, concessionária Honda na capital acreana. A garantia é de muito mais investimentos no Acre com a chegada do grupo Revemar.

A empresa atua ao longo do território nacional nos segmentos de distribuição de automóveis, caminhões, motocicletas, máquinas e implementos agrícolas, pneus, siderurgia, indústria de cimento, locação de veículos e agropecuária. Uma reunião de apresentação dos representantes marcou o início de uma jornada que pretende deverá colher elevados e satisfatórios resultados. “Em breve nós teremos a reabertura da concessionária Renault na cidade. É um momento de muita alegria, pois num cenário onde se escuta tanta notícia ruim, empresas fechando, gente sendo demitida, o problema da Covid-19, a gente vê que tem empresários ainda com bons olhos para o nosso Estado e que estão vindo aqui investir, acreditar, gerar emprego e riqueza”, completa Dias.

Missão Renault no Acre

O encontro contou com ainda com a presença do presidente da Associação Comercial, Industrial, de Serviço e Agrícola do Acre (Acisa). Para o presidente do Grupo Revemar, o empresário Winston Diamantino, a missão mais importante hoje é refazer a história da Renault no Acre, de uma maneira que atenda da melhor qualidade o cliente. “Nós recebemos uma missão da Renault. Nós já somos Renault em outros estados e recebemos a missão de retornar ao Acre. A Renault já esteve aqui no passado, e estamos com a missão de fazer um bom serviço”, explica Diamantino.

De acordo com o presidente das Empresas Revemar, no primeiro momento, não se pensa nem em rentabilidade, mas exclusivamente em atender e atender bem o cliente. “Esse é o objetivo. A Renault é uma marca muito forte já no Brasil e a única capital que ainda não tinha era aqui [Rio Branco]. Esse é um dos motivos para estarmos aqui”. O outro motivo, segundo Winston, é de que o Estado tem atualmente uma perspectiva de crescimento muito forte e bastante acentuada em relação à outros estados brasileiros.

“Antes havia aquele mito de que o Acre era um estado de fim de linha, e isso não existe mais. É um estado em que o agronegócio está presente, há muita pecuária e também é um eixo para o pacífico”, diz o proprietário. Tudo isso se torna um eixo logístico muito favorável. “As estradas de ferrovia estão chegando perto. Essa região Norte, com Acre, Rondônia e até Mato Grosso, no centro-oeste, vai virar um bicho”, comemora o presidente da Revemar.

As tratativas para a instalação do grupo começaram há pouco mais de 120 dias e a previsão de funcionamento da empresa na capital acreana é para o próximo mês de novembro.

Anúncios

Acre

Apesar de queda no país, índice de confiança do comércio na Região Norte se mantém em alta

Publicado

em

A Região Norte apresentou resultados positivos na confiança do empresário do comércio em todos os indicadores. O entendimento é da Fecomércio após avaliação do Índice de Confiança do Comércio (Icec), medido pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Em todo o País, em janeiro de 2021, houve recuo de 2,2%, caindo a 105,8 pontos em relação a dezembro do ano passado.

Apesar de ter registrado a segunda queda mensal consecutiva, o indicador permanece no patamar de otimismo (acima de 100 pontos) pelo quarto mês consecutivo. No comparativo anual, houve variação negativa de 16,4%.

De acordo com Egídio Garó, consultor da Fecomércio, ao contrário do registrado nos índices nacionais, na Região Norte, houve indicação de pequena elevação na confiança, observando variação de +0,2% determinado pelas condições diferenciadas da localidade em relação às demais do País.” Em contrapartida, se observado o índice das condições atuais do comércio que leva em consideração a observação sobre a conjuntura econômica do país, a confiança não foi demonstrada, retroagindo -4,6% em toda a Região Norte e ocasionado principalmente pela elevação no preço da moeda americana”, disse.

Ainda segundo o consultor, esses indicadores levam ao entendimento de que janeiro, de forma geral, será um mês desafiador para as empresas instaladas em toda a região norte, tal qual nas demais regiões do País. “Contudo, nem tudo foi negativo na Região Norte se comparado ao cenário nacional. A expectativa do empresário com relação ao futuro demonstra o otimismo do setor com uma recuperação gradual das atividades ocasionadas pelo controle da pandemia por conta das vacinas, apresentando um índice de 1,3% e, sobre as expectativas da economia brasileira, uma elevação de +2,0%”.

Além disso, segundo informações repassadas por Garó, a expectativa para o setor comércio em todo o Brasil, regrediu em -2,1%, e no Norte tem uma expectativa positiva elevando o índice para +1,2%. “Os índices relacionados aos investimentos demonstram que em todas as regiões do País estão otimistas. No resultado geral, essa intenção de investimento foi de +1,0%, na Região Norte foi de +3,1%. Os investimentos das empresas e a possibilidade de contratação levaram a esse entendimento quando seus índices apresentaram resultados positivos de +2,5% e +4,6% em todo o Norte”, finalizou

Continuar lendo

Destaque 4

Gladson e Zequinha começam vacinação da Covid-19 em Cruzeiro do Sul nesta terça-feira

Publicado

em

Depois de participar do início da aplicação da CoronaVac em Rio Branco, o governador Gladson Cameli lança junto ao prefeito Zequinha Lima, em Cruzeiro do Sul, a vacinação na cidade mais importante do Vale do Juruá. Às 17 horas desta terça-feira, 19, inicia a imunização no Posto de Saúde Mão Amiga, no Aeroporto Velho.

Seis pessoas serão vacinadas no ato de lançamento do início da imunização contra a Covid-19. A segunda dose da CoronaVac deverá chegar ao Estado em cerca de 25 dias.

As cinco cidades do Vale do Juruá deverão receber um total de 4.506 doses de vacina contra o novo coronavírus nesta primeira etapa. São 1.304 para profissionais da saúde e idosos e 3.202 para os indígenas aldeados da Regional.

 

Continuar lendo

Destaque 4

Cinco municípios do Vale do Juruá vão receber mais de 4 mil doses da CoronaVac

Publicado

em

As cinco cidades localizadas do Vale do Juruá deverão receber nesta terça-feira, 19, um total de 4.506 doses da CoronaVac, vacina usada no combate ao novo coronavírus. Destas, 1.304 doses serão para profissionais da saúde e idosos e 3.202 para os indígenas aldeados da regional.

Dos cinco municípios, só Cruzeiro do Sul, que recebe 933 doses, tem idosos em asilos. Para Rodrigues Alves, são 130 doses; Mâncio Lima recebe 118; Marechal Thaumaturgo 68 doses e 55 vão para Porto Walter, somando 1.304 doses do imunizante.

Para as aldeias indígenas, a distribuição será feita da seguinte forma: 327 doses para indígenas de Cruzeiro do Sul , 1.146 para os de Mâncio Lima, 1.349 para Marechal Thaumaturgo, 266 para Porto Walter e 114 para Rodrigues Alves, num total de 3.202 doses.

Segundo a coordenadora estadual do Programa de Imunização, Renata Quiles, todo o transporte será feito por meio de aviões e helicópteros. 50 homens do Grupamento Especial de Fronteira (GEFRON) farão a escolta do produto e vão acompanhar a vacinação.

Em Cruzeiro do Sul, os locais de vacinação serão o Teatro dos Náuas e o campus Floresta da Universidade Federal do Acre (UFAC). Em Mâncio Lima, a secretária de Saúde, Joice Gonçalves, disse que é feita agora uma triagem, já que muitos profissionais atuam em dois locais. “Como tem profissionais que atuam no município e no Estado, estamos fazendo essa triagem”, cita.

Com relação às três aldeias indígenas do município: Puyanawa, Nawa e Nukini, a secretária explica que o município é responsável pelo armazenamento das doses, já a aplicação das vacinas é de responsabilidade do Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI).

Continuar lendo

Destaque 4

Com direito a festa, Gladson chega em Rio Branco garantindo vacinação e distribuição na terça

Publicado

em

O governador Gladson Cameli chegou na tarde desta segunda-feira, 18, no Aeroporto Internacional de Rio Branco, acompanhado do secretário de saúde, Alysson Bestene, e do procurador-geral, João Paulo Setti, anunciando que a distribuição e vacinação já deve ocorrer nesta terça-feira, 19. As autoridades foram recepcionados por apoiadores que levaram cartazes de apoio ao ato do governo e soltaram fogos em comemoração.

Cameli confirmou que o avião da Força Aérea Brasileira deve chegar ao Acre com as mais de 41 mil doses a partir das 23 horas de hoje. “Assim que chegar, iniciaremos imediatamente a logística de distribuição das primeiras doses para os municípios. Teremos dois helicópteros para levar essas doses para os municípios isolados e coloco até mesmo o mesmo avião à disposição para ajudar na distribuição”, disse o chefe do Palácio Rio Branco.

“Eu estou muito feliz. Pude ver no olhar dos governadores nesta manhã a esperança que todos estão levando para seus Estado. Eu só peço que parem com essa politicagem em torno da vacina. Esse é o momento de salvar vidas. Quero apenas focar nisso para que possamos voltar a vida normal o mais rápido possível”, disse o governador, salientando que poderá tomar medidas duras contra quem não obedecer as medidas de segurança com relação a covid-19.

O voo do governador chegou com pelo menos três horas de atraso após fazer um pouso em Porto Velho devido a forte chuva que castigava Rio Brando desde a manhã de hoje.

Veja a chegada do governador:

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas