Conecte-se agora

Nota de R$ 200: lobo-guará tinha sido terceiro colocado em pesquisa de 2001

Publicado

em

O animal escolhido para a nova nota de R$ 200, o lobo-guará, foi o terceiro colocado em uma pesquisa feita pelo Banco Central em 2001 na qual a instituição perguntava à população quais espécimes da fauna gostariam de ver representados no dinheiro brasileiro.

O primeiro lugar foi a tartaruga-marinha, usada na cédula de R$ 2. O segundo, o mico-leão-dourado, incorporado na cédula de R$ 20.

Em 2012, passaram a circular as notas da 2ª família do real, modelos novos com elementos de segurança mais modernos e fáceis de verificar. Os cédulas tinham novas marcas táteis e cada valor teria um tamanho diferente para facilitar a identificação dos valores.

A criação da nota de R$ 200 anunciada nesta quarta-feira (29) pelo Banco Central faz parte de uma história de raras mudanças na gama de cédulas de real desde o início de circulação da moeda. Trata-se de um novo valor pela primeira vez desde 2002.

História

Há 18 anos, era lançada a nota de R$ 20, último lançamento de quantia em nota no país. Um ano antes, em 2001, surgiu a nota de R$ 2. No meio tempo, houve a aposentadoria da nota de R$ 1, em 2005.

Em comum, os lançamentos de cédulas têm um mesmo objetivo: diminuir as transações feitas com dinheiro vivo, economizando com impressão de papel moeda.

Para o lançamento das notas de R$ 2 e R$ 20, o Banco Central havia realizado estudo que indicava redução de mais de 30% no uso de cédulas com os novos valores. A lógica é simples: sem a nota de R$ 20, eram necessárias quatro notas de R$ 10 para chegar a R$ 40.

A nota de R$ 200 aparecem em contexto parecido. Neste mês, o governo teve um gasto extra de R$ 437 milhões para impressão de cédulas, com o objetivo de imprimir R$ 100 bilhões adicionais em dinheiro de papel.

De acordo com a área econômica, a crise do novo coronavírus foi um dos motivos para o aumento da procura. A pandemia levou as pessoas a “entesourarem” recursos em casa, ou seja, manter reserva em cédulas.

Outro motivo apontado é a necessidade de fazer frente ao pagamento do auxílio emergencial – estimado em mais de R$ 160 bilhões considerando as cinco parcelas aprovadas.

Boa parte dos beneficiários, sobretudo os de menor renda, preferiu sacar o benefício em espécie. Apenas segundo números da Caixa Econômica Federal, mais de 20 milhões de saques foram feitos até essa quarta-feira.

Anúncios

Cotidiano

MPF instaura procedimento para apurar premiação por apreensão de armas de fogo no Acre

Publicado

em

O Ministério Público Federal (MPF) instaurou procedimento administrativo para apurar a compatibilidade da lei e do decreto que institui no Acre o sistema de premiação especial por apreensão de armas de fogo com o ordenamento jurídico.

O procurador da República Lucas Costa Almeida Dias requisitou à Secretaria de Justiça e Segurança Pública do Acre que encaminhe, no prazo de dez dias, cópia do processo legislativo que deu origem a Lei 3.679/2020 e o Decreto 8.073/2021 que instituíram o sistema de premiação.

A Lei 3.679/2020 institui no Estado do Acre o sistema de premiação de armas de fogo em situação irregular, já o Decreto 8.073/2021 regulamenta a forma de concessão da premiação e os respectivos valores no sistema de gratificação.

O procedimento administrativo cita ainda o acórdão proferido pelo Conselho Especial do TJDFT que julgou inconstitucional a Lei Distrital que instituiu a gratificação por apreensão de arma de fogo no DF.

Continuar lendo

Cotidiano

Traficantes são presos e têm R$ 80 mil bloqueados de conta bancária pela polícia

Publicado

em

Em cumprimento a mandados de busca e apreensão, a Polícia Civil prendeu em flagrante as presidiárias monitorada por tornozeleira eletrônica G.D.C, de 36 anos e M.S.L de 19 anos e o jovem M.S.L, de 19 anos, pelo crime de tráfico de drogas. As prisões aconteceram na tarde dessa quinta-feira, 25, no bairro Esperança e contou com o apoio da Coordenação de Operações e Recursos Especiais (CORE).

Na residência, os policiais civis encontraram grande quantidade de entorpecentes embalados prontos para venda, 125 trouxinhas de maconha tipo skunk (124,00 gramas); 80 trouxinhas de cocaína (129,00 gramas); R$ 1.600,00 (mil e seiscentos reais) em espécie, 3 Smart Tv Samsung, 3 Celulares Samsung, 1 Celular Motorola G5, 1 Celular Iphone 5, 1 Celular Iphone 7, 1 Celular Iphone X, dando um prejuízo ao crime de aproximadamente R$ 85.600,00 (Oitenta e cinco mil e seiscentos reais).

A polícia também cumpriu ordens judiciais e sequestro de bens adquiridos dos traficantes, recursos esses oriundos das vendas dos entorpecentes e além da apreensão, em continuidade às investigações referentes à lavagem de capitais, foi solicitado o bloqueio de valores contidos nas contas bancarias dos investigados na ordem de aproximadamente R$ 80.000,00 (oitenta mil reais) e o sequestro de um veículo VW POLO, adquirido como forma de ocultação de patrimônio.

Diante dos fatos foi dada voz de prisão e os investigados foram conduzidos à delegacia para os devidos procedimentos e a lavratura do auto de prisão. O trio está à disposição da justiça.

Continuar lendo

Cotidiano

Gerente e funcionário do Depasa em Xapuri são afastados após briga na unidade

Publicado

em

Após a confusão entre o gerente do escritório do Departamento de Água e Saneamento em Xapuri (DEPASA), Marcos Mansour, e um servidor identificado como Rainê Amorim, que terminou com o chefe do órgão sendo esfaqueado, a diretoria da autarquia tomou providências.

Jader Sobrinho, diretor administrativo do Depasa, esteve em Xapuri onde conversou com servidores e também com o gerente. Marcos Mansour, já possui um histórico de confusões dentro do Depasa com outros servidores e no ano passado foi preso pela Lei Maria da Penha acusado de agredir a esposa. Marcos foi esfaqueado na região do ombro e foi atendido no hospital de Xapuri.

Jader preferiu não adiantar qual será a decisão final do governo em relação aos dois envolvidos. Mansour e Rainê foram afastados por 15 dias, período em que a autarquia deve se posicionar de forma definitiva sobre a situação dos dois servidores.

Continuar lendo

Cotidiano

Detran diz que Acre reduziu em mais de 20% os acidentes de trânsito em 2020

Publicado

em

O Departamento Estadual de Trânsito do Acre (Detran/AC) divulgou dados nesta sexta-feira, 26, apontando que em meio a pandemia de Covid-19 ao longo de 2020, houve queda de acidentes de trânsito no Acre.

O levantamento da Engenharia de Trânsito no ano passado mostra que o número de acidentes registrados em todo o estado foi 20,20% menor, se comparado ao ano de 2019.

Em todo o Acre, foram registrados 3.744 acidentes ao longo de 2020. São 948 acidentes a menos que no ano anterior. Em apenas três meses, janeiro, fevereiro e dezembro, o número de ocorrências no trânsito foi maior que em 2020. Nos outros 9 meses do ano, houve redução.

O número de vítimas fatais cresceu em 2020, contabilizando duas mortes a mais que no ano anterior. No entanto, em razão do aumento da frota de veículos, o índice de vítimas fatais para cada dez mil veículos diminuiu 1,255% se comparado ao ano de 2019.

Rio Branco, capital do estado e maior cidade do Acre, é quem contabiliza o maior número de acidentes de trânsito. O registro de acidentes também diminuiu. Em 2019 foram registrados 3.576 acidentes. Já no ano passado, este número caiu para 2.674, uma redução de 25,22%.

Fonte: Agência de Notícias do Acre

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas