Conecte-se agora

Policial diz que investigação sobre “rachadinha” foi rápida e que oitivas foram canceladas

Publicado

em

O policial civil, Fábio Alexandre, responsável pela denúncia contra o ex-delegado-geral, Henrique Maciel, acusado de envolvimento em suposta “rachadinha” emitiu uma Nota de Esclarecimento sobre a decisão da Corregedoria Geral da Polícia Civil, que inocentou o delegado.

Segundo ele, a investigação ocorreu de forma demasiadamente “célere e, ao que tudo indica, sem ter realizado todas as diligências pertinentes ao caso, além da supressão de oitivas de testemunhas já intimadas para depor na segunda-feira, dia 27 de julho de 2020”, alegou.

Leia também:

>>>Delegado geral da Polícia Civil do Acre é acusado de rachadinha

>>>Após denúncia de “rachadinha”, delegado geral Henrique Maciel será afastado do cargo

>>>Henrique Maciel é exonerado do cargo de delegado-geral e Josemar Portes é nomeado

>>>Além da “rachadinha”, saída de Henrique Maciel da chefia da PC seria motivada por suposta “fritura” de secretário e delegados

>>>Após exoneração da PC, Henrique diz que citados na “rachadinha” entregarão sigilos bancários

>>>Corregedoria diz que houve denunciação caluniosa contra delegado exonerado por suposto esquema de ‘rachadinha’

O policial criticou o fato de não ter ocorrido o pedido de quebra de sigilo bancário dos envolvidos. “Medida que poderia comprovar as afirmações feitas pelo servidor comissionado, ocupante de cargo de confiança do então delegado-geral, e objeto principal da investigação em curso”, questionou.

Fábio Alexandre espera que a investigação instaurada no MPAC possa transcorrer “sob o manto da justiça, da imparcialidade e sobretudo, realizando todos os meios de investigações usuais para se chegar à verdade dos fatos”.

Leia a nota na íntegra:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Sobre a matéria veiculada no jornal Ac24h com o título “corregedoria diz que houve denunciação caluniosa contra delegado exonerado por suposto esquema de rachadinha”, este agente de polícia vem a público esclarecer que:

1. Após tomar conhecimento do suposto esquema de “rachadinha” por um ocupante de um cargo comissionado do então Delegado Geral, no melhor juízo, encaminhei as informações ao Ministério Público do Acre (MPAC) e a Delegacia de Combate a Corrupção (DECOR) para procedimento de investigação;

2. A DECOR, por se julgar incompetente para apurar o feito, encaminhou a denúncia à Corregedoria Geral de Polícia, que imediatamente enviou uma cópia de inteiro teor ao principal investigado, o delegado Henrique Maciel, fato afirmado pelo próprio Delegado Geral em reunião que teve comigo, no seu gabinete, no dia 02 de julho de 2020;

3. Que a investigação foi demasiadamente célere e, ao que tudo indica, sem ter realizado todas as diligências pertinentes ao caso, além da supressão de oitivas de testemunhas já intimadas para depor na segunda-feira, dia 27 de julho de 2020. Não houve, a título de exemplo, pedido de quebra de sigilo bancário dos envolvidos, medida que poderia comprovar as afirmações feitas pelo servidor comissionado, ocupante de cargo de confiança do então Delegado-Geral, e objeto principal da investigação em curso;

4. Quanto a afirmação de que este agente de polícia responderá pelo crime de falso testemunho e denunciação caluniosa, cabe ressaltar que não há qualquer indiciamento contra minha pessoa realizado pelo então Corregedor Geral por qualquer prática delituosa, onde saliento o Corregedor de Polícia optou pelo arquivamento do inquérito. Ademais, o ato praticado por este agente de polícia teve o condão de encaminhar aos órgãos competentes, suposta prática de crime, praticada por um ocupante de cargo comissionado do então Delegado Geral e demais denúncias, para investigação.

Por fim, este agente de polícia se coloca à disposição para eventuais esclarecimentos e aguarda que o procedimento instaurado no MPAC possa transcorrer sob o manto da justiça, da imparcialidade e sobretudo, realizando todos os meios de investigações usuais para se chegar a verdade dos fatos.

Fábio Alexandre
Agente de Polícia

Acre

Acre tem 37 novos casos e morte de jovem de 25 anos por Covid-19

Publicado

em

O Acre confirma neste domingo, 20, a morte de um jovem de 25 anos por complicações da Covid-19. Segundo a secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), o estado também registra 37 casos de infecção por coronavírus, sendo este confirmados por exames RT-PCR. O número de infectados saltou de 84.812 para 84.849 nas últimas 24 horas.

De acordo com o Departamento de Vigilância em Saúde (DVS), mais 1 notificação de óbito foi registrada neste domingo, sendo o mesmo do sexo masculino, fazendo com que o número oficial de mortes por Covid-19 suba para 1.730 em todo o estado.

Até o momento, o Acre registra 227.854 notificações de contaminação pela doença, sendo que 142.945 casos foram descartados e 60 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 79.259 pessoas já receberam alta médica da doença, enquanto 131 pessoas seguem internadas até o fechamento deste boletim.

Os dados da vacinação contra a Covid-19 no Acre podem ser acessados no Painel de Monitoramento da Vacinação, disponível no endereço eletrônico: http://covid19.ac.gov.br/vacina/inicio. As informações são atualizadas na plataforma do Ministério da Saúde (MS), ficando sujeitas a alterações constantes, em razão das informações inseridas a partir de cada município.

Óbito:

Morador de Rio Branco, A. N. S., de 25 anos, deu entrada no dia 10 de junho, no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), vindo a falecer no dia, 19

Continuar lendo

Acre

Segurança realiza agenda de Sensibilização no Alto Acre

Publicado

em

Uma equipe da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública, coordenada pelo Secretário Adjunto, Maurício Pinheiro, percorreu os municípios que compõem a Regional Integrada do Alto Acre, durante os dias 16, 17 e 18 últimos, com a missão de sensibilizar os entes representativos locais a participarem da segunda agenda do Sejusp-Itinerante, prevista para o dia 30 de junho, no município de Brasiléia.

O Sejusp-Itinerante é uma ação de governo, desenvolvida por intermédio da pasta da Segurança Pública, com o objeto de potencializar a responsabilidade integrada de atuação administrativa e operacional das oito Regionais Integradas de Segurança Pública – RISP. A primeira edição aconteceu na 2ª Regional de Rio Branco, no mês de maio.

“Segurança pública não se faz só com a polícia. É dever do estado, direito e responsabilidade de todos. Não podemos avançar nos investimentos, sem essa conversa sincera, olho no olho, com todos os atores envolvidos, para que possamos compartilhar as boas praticas e promover os ajustes necessários”, enfatiza Pinheiro.

O secretário Paulo Cézar dos Santos sintetiza a importância do Sejusp-Itinerante: ”O nosso grande desafio é compreender o nosso tempo, colocar o dedo na ferida e aliar as antigas necessidades as novas tecnologias. Nesse sentido, convidamos os atores do poder público nas suas várias esferas para disseminar o Plano Estadual de Segurança Pública e construir soluções por meio de câmaras temáticas”, explica.

A proposta foi bem recepcionada pelas autoridades convidadas. Em Xapuri, onde ocorreu a primeira parada, destacam-se as presenças do prefeito Ubiracy Machado de Vasconcelos e do juiz da Comarca, Dr. Luís Gustavo Alcade Pinto. Ambos confirmaram a participação no grande evento que ocorrerá em Brasiléia. “É a primeira vez, em anos, que uma equipe da segurança vem ao nosso município ouvir a nossa opinião”, destacou o prefeito.

Acre pela vida

A Delegada de Polícia Civil Márdhia El-Shawwa Pereira, Coordenadora do Programa de Defesa Social Acre pela Vida, acompanhou a equipe da SEJUSP, onde fez uma explanação da importância da integração de todos para o enfrentamento à criminalidade.

“O programa Acre pela Vida é um programa do governo Gladson Cameli, sob a responsabilidade da Sejusp, tendo como norte central o Plano Estadual de Segurança Pública e Defesa Social, e sua finalidade é transversalizar e integrar as políticas de segurança pública e defesa social, com as de outras áreas, de modo a atuar sobre os três níveis de prevenção. Precisamos conhecer os problemas de todas as Regionais de nosso Estado e trazer para o debate a responsabilização de cada um e com a união de todos os Poderes, bem como da sociedade apresentarmos as soluções cabíveis”.

A mesma agenda se repetiu nos municípios de Epitaciolândia, Brasiléia e Assis Brasil, esta última na tríplice fronteira Brasil/Bolívia e Peru. “Iremos em caravana por entender a importância dessa troca de experiências”, disse o prefeito Jerry Correia Marinho.

O juiz da Comarca, Dr. Alex Ferreira Oivane, expôs a equipe algumas praticas integradas que estão fazendo a diferença no município de Assis Brasil e serão levadas ao encontro. Em todas as cidades visitadas, a equipe do Sejusp Itinerante, auxiliada pelas forças locais, percorreu ruas, becos e vielas, fazendo o registro situacional, com vistas a subsidiar o debate do evento principal.

Oficina de sobrevivência

No interior do estado, ao contrário da capital, a edição do Sejusp-Itinerante terá duração de dois dias. O primeiro dia será dedicado à realização de uma Oficina de Sobrevivência Policial, sob a responsabilidade do TC PM Assis, representante da Polícia Militar junto à Secretaria de Segurança Pública, e atual coordenador do Curso Operacional Integrado – COI, com mais de 500 profissionais treinados só no ano de 2020.

O propósito, segundo o TC PM Assis, é oferecer  ferramentas necessárias para que o Agente de Segurança Pública possa ampliar sua mentalidade combativa, frente a situações em que seja preciso defender sua integridade física e ou a de terceiros em momento de folga ou fora das Atividades do serviço.

Prevenção da Covid-19

A equipe do Sejusp-Itinerante aproveita a agenda nas Regionais Integradas para levar as delegacias e batalhões a campanha de prevenção ao Covid-19, com a distribuição e afixação de cartazes, contendo orientações importantes a serem adotadas pelos profissionais que estão na linha de frente.

Continuar lendo

Acre

Bezerro de 200 kg cai em poço e é resgatados pelos bombeiros

Publicado

em

Um bezerro pesando aproximadamente 200 quilos caiu num poço com mais de 2 metros de profundidade nesse sábado (19). A equipe de salvamento do 2° Batalhão do Corpo de Bombeiros foi acionada para resgatar o animal.

O poço fica localizado numa propriedade rural situada no ramal do Moreira, no quilômetro 2, do bairro Santa Maria.

Segundo os bombeiros, para a retirada do animal, foi utilizado o sistema de multiplicação de forças 4×1, que serve para dividir o peso do animal, que tinha cerca de 200 kg, facilitando a puxada.

A operação de resgate durou cerca de 50 minutos. O animal foi retirado com vida e entregue aos cuidados do proprietário que estava no local.

Veja o vídeo:

Continuar lendo

Acre

Acre deve receber quase 20 mil doses de vacinas na segunda-feira

Publicado

em

O Ministério da Saúde informou o envio de mais um lote de vacinas contra a covid-19 ao Estado do Acre. A chegada está prevista para segunda-feira (21).

Segundo informações do órgão federal, são 19.250 doses da AstraZeneca, imunizante da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

A previsão é que as vacinas desembarquem no Aeroporto Internacional Plácido de Castro, em Rio Branco, às 14h10.

O novo lote deve acelerar o ritmo de imunização na capital. Atualmente, Rio Branco está vacinando o público em geral a partir de 38 anos neste domingo (20), no Ginásio do Sesi, Manoel Julião. O mutirão começou às 8h e vai até às 22h.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas