Conecte-se agora

Com a perna quebrada e sem atendimento, família diz que paciente “está de favor” no PS

Publicado

em

A vida do agente comunitário de saúde, Glebson Alves de Menezes, de 51 anos, mudou bruscamente desde o último dia 14 de julho, quando foi atropelado por carro na Avenida Chico Mendes enquanto conduzia uma motocicleta no Segundo Distrito de Rio Branco. No acidente, o veículo acabou atingindo o pedal da moto e agente acabou quebrando a perna direita em duas partes.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), prestou os primeiros socorros a Glebson que foi encaminhado ao Pronto Socorro de Rio Branco. Apesar da gravidade da fratura, segundo familiares, o paciente não fez nenhuma cirurgia provisória desde o acidente. “Marcaram inicialmente para o dia seguinte, após o acidente, mas cancelaram. Depois marcaram para um sábado e depois cancelaram de novo e agora supostamente a cirurgia está marcada para o próximo sábado, dia 1”, diz um dos familiares.

Desde o dia do acidente, Glebson vem sofrendo forte dores e ontem recebeu alta médica. O fato fez com que familiares dele brigassem com a equipe médica, que decidiu mantê-lo no leito 215 do PS. “Desde ontem ele não recebe nada de atendimento. Ele está lá de favor. Até o medicamento que ele deveria tomar, nós tivemos que comprar”, disse um parente do agente, afirmando que denunciará o médico que deu alta a Glebson no Conselho Regional de Medicina (CRM).

O diretor do Pronto-Socorro, Areski Peniche, foi procurado pelo ac24horas e afirmou que todo paciente que vai fazer a cirurgia na Fundação Hospitalar, ele recebe alta para aguardar a cirurgia em casa devido a permanência no hospital é um risco. “Na segunda-feira, 20, o procedimento cirúrgico foi agendado e o médico deu alta para ele e que ele fosse encaminhado para a sala de gesso para fazer uma tala engessada e que aguardasse a cirurgia em casa. Ele [Glebson] bateu o pé dizendo que não ia sair de alta, que não iria para casa e permaneceu no leito”, explicou o gestor.

Segundo Peniche, Gledson foi orientado pelo médico que afirmou que ele estava de alta médica. “Ele não tem indicação de permanecer no hospital, mas ele quer ficar e tomar medicação na veia. Ele já recebeu a documentação, ele já recebeu a receita para tomar a medicação em casa, mas o paciente não quer. A alta médica é conduta de profissional médico e nisso não podemos intervir. O fato é que no sábado ele vai ser operado e não tem nenhum problema no PS, não tem nenhum problema com a equipe médica. O procedimento é esse: após a confirmação da cirurgia, ele recebe alta. Porque se não fosse assim, nós teríamos 500 pacientes aguardando cirurgia no hospital, mas isso é apenas um desejo dele”, disse.

Anúncios

Cotidiano

Acre transfere ponto facultativo alusivo ao Dia do Católico para sexta-feira (22)

Publicado

em

O governo do Acre publicou na edição do Diário Oficial do Estado do Acre desta terça-feira, 19, o Decreto n° 7.613, que transfere o feriado do Dia do Católico, comemorado em 20 de janeiro, quarta-feira, para o dia 22 de janeiro de 2021, sexta-feira. O Decreto é assinado pelo governador Gladson Cameli.

Com o feriado, os órgão e entidades das administrações direta e indireta do Poder Executivo estadual não funcionarão. O serviços de atendimento nas unidades de saúde e no Hospital das Clínicas (Fundhacre), incluídos os serviços de Atendimento Médico Especializado, de Apoio Diagnóstico, internação, centro cirúrgico, Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), Central de Agendamento de Cirurgias e Hospital Dia funcionarão normalmente.

As demais atividades serão retomadas na próxima segunda-feira, dia 25 de janeiro. A decisão é tomada conforme os termos da Lei n° 2.126/2009, que permite transferir para as sextas-feiras todos os feriados estaduais que caírem nos outros dias úteis.

Continuar lendo

Cotidiano

Família reclama demora dos bombeiros em procurar homem que se afogou no Rio Acre

Publicado

em

Todos os anos a família de Raimundo Nonato Alves Pamplona faz uma viagem até o Seringal Andirá. Este ano, a viagem terminou em tragédia. Nessa segunda-feira, 18, Raimundo mergulhou para ajudar em um procedimento no barco e não mais retornou. Os familiares, desesperados, não conseguiram encontrá-lo e acionaram o Corpo de Bombeiros.

Ocorre que 24 horas após o registro da ocorrência, a família reclama que não houve retorno dos Bombeiros para o atendimento de busca no rio. Com a esperança remota de que Raimundo tenha conseguido nadar até a margem do rio, os familiares montaram acampamento na beira no rio, na região onde fica a Cidade Cenográfica do Quixadá.

O ac24horas entrou em contato com o Corpo de Bombeiros. A assessoria informou que no final da manhã desta terça-feira, 19, uma equipe especializada em mergulho estaria se deslocando até o local para iniciar as buscas. A explicação para a demora é a situação do nível do Rio Acre.

“Nesta época do ano, por conta da descida dos balseiros, é preciso mandar uma equipe especializada, já que o trabalho fica muito perigoso. É importante ressaltar que dividimos as equipes, já que também há um caso na região do Bairro da Base onde uma pessoa submergiu. O que também contribuiu para a demora foram as ocorrências por causa da forte chuva de ontem à tarde, onde registramos cerca de 30 ocorrências que envolveram a participação dos nossos três batalhões na capital”, explicou a assessoria.

Continuar lendo

Cotidiano

Instituto Federal do Acre abre inscrições para cursos superiores em Xapuri

Publicado

em

O Instituto Federal do Acre abre inscrições, a partir desta terça-feira (19.01), para o Processo Seletivo 2020/2 de vagas remanescentes em cursos superiores no campus Xapuri.

Ao todo estão sendo ofertadas 70 vagas para as áreas de Tecnologia em Agroecologia e Tecnologia em Agroindústria. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site https://selecoes.ifac.edu.br/.

Conforme edital, a seleção será realizada por meio de nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Para isso, o candidato deverá indicar, durante a inscrição, seu resultado em alguma das edições dos anos de 2010 a 2019.

As inscrições seguem até o dia 25 de janeiro e o resultado preliminar da seletiva será divulgado até às 17h, do dia 26 de janeiro.

Continuar lendo

Cotidiano

Profissionais da saúde protestam contra Igesac em Rio Branco

Publicado

em

Profissionais de saúde realizaram um protesto nesta terça-feira (19) em frente à Maternidade Bárbara Heliodora, contra a tercerização e o que consideram “abuso de autoridade” do governo do Acre.

O foco da manifestação é o Instituto de Gestão em Saúde do Acre (Igesac), criado em 2020 para regularizar servidores do Pró-Saúde. Em setembro próximo há previsão de demissão dos servidores remanescentes.

O presidente do Sinidicato dos Trabalhadores em Saúde, Adailton Cruz , disse que os direitos só são conquistados quando há luta. “O governo não tem compromisso com pais e mães de família. Inventaram essa história de que o Igesac é a salvação da saúde mas não é”, disse o líder.

O Igesac, dizem os manifestantes, tem como intuito não debater nada com os trabalhadores mas privatizar e demitir, especialmente nos municípios menores.

“O servidor de saúde está ajudando com as ferramentas que tem. Não dá para aceitar que em um cenário como este haja transferência de gestão”, disse o deputado Jenilson Leite, que luta contra a tercerização.

O grupo saiu em caminhada pelo Centro de Rio Branco para seguir a manifestação e entregar documento reivindicatório às autoridades.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas