Conecte-se agora

Governo publica decreto de criação do Pacto Acre Sem Covid

Publicado

em

FOTO: SECOM-AC

Na noite desta segunda-feira, 22, o governo publicou em uma edição extra do Diário Oficial, o decreto que cria o Pacto Acre Sem Covid.

O objetivo, de acordo com o governo, é que o Pacto viabilize a harmonia entre o desenvolvimento econômico, o direito de proteção à saúde e os valores sociais do trabalho, tendo por finalidade precípua a efetiva proteção do direito à vida.

É o Pacto Acre Sem Covid que vai ser o instrumento que vai assegurar a retomada gradual e responsável das atividades econômicas e comerciais no âmbito estadual. O decreto deixa bem claro que as decisões serão baseadas em dados oficiais e evidências científicas.

Como diretrizes, o Pacto tem a priorização efetiva do direito à vida, a tomada de decisões baseadas em dados oficiais e evidências científicas, a retomada gradual e responsável das atividades econômicas e comerciais e a observância às recomendações da Organização Mundial da Saúde.

O governo do Acre deixa claro o que o Pacto não vai permitir a flexibilização aleatória das medidas restritivas impostas no enfrentamento da pandemia causada pela Covid-19 e a reabertura desordenada, por parte dos municípios, dos estabelecimentos comerciais e a liberação de atividades com maior risco de contaminação sem a observância de critérios técnico-científicos.

Para definir quando vai ser possível reabrir o comércio e permitir todas as atividades econômicas, o Pacto Acre Sem Covid criou uma tabela de níveis representados por cores.

O Nível de Emergência (cor vermelha), vai fazer que com sejam integralmente mantidas as medidas restritivas impostas pelo Estado em relação ao funcionamento de estabelecimentos comerciais e à realização de atividades com maior risco de contaminação, conforme disposto no Decreto nº 5.496, de 20 de março de 2020 e suas alterações.

Diz ainda que se a situação piorar, o governo pode tomar atitudes ainda mais drásticas, como é o caso do lockdown.

FOTO: SECOM-AC

O segundo estágio é o Nível de Alerta (cor laranja), segundo do Nível de Atenção (cor amarela) e por fim o Nível de Cuidado (representado pela cor verde). Nestes três últimos níveis, os municípios vão poder autorizar a reabertura dos setores da economia.

Para definir em que nível cada regional se encontra, o Pacto definiu critérios para a mensuração dos Níveis de Risco. O cálculo será feito levando em conta a contaminação do novo coronavírus, a capacidade do Sistema de Saúde e a responsabilidade social.

O cálculo deve ser feito levantando a média de novos casos nos últimos 7 dias, a quantidade de novas internações, a quantidade de novos óbitos, a média de ocupação das taxas de UTI, a taxa de ocupação de leitos de internação, o índice de notificações e por fim o indicador do critério de responsabilidade social é o índice de isolamento social praticado pela população.

Com pesos diferentes entre esses indicadores, os índices serão somadas, podendo variar de 0 a 10, definindo em qual nível a regional se encontra.

Nota, de acordo com os seguintes resultados: de 0 a 5 – Nível de Cuidado (Cor Verde); de 6 a 10 – Nível de Atenção (Cor Amarela); de 11 a 14 – Nível de Alerta (Cor Laranja) e igual ou maior que 15 – Nível de Emergência (Cor Vermelha).

O cálculo deve ser feito a cada 14 dias para determinar se a pandemia avançou ou regrediu na regional.

Lembrando que as regiões de saúde são: Região do Alto Acre – compreende os municípios de Assis Brasil, Brasileia, Epitaciolândia e Xapuri; Região do Baixo Acre e Purus – compreende os municípios de Acrelândia, Bujari, Capixaba, Jordão, Manoel Urbano, Plácido de Castro, Porto Acre, Rio Branco, Santa Rosa do Purus, Sena Madureira e Senador Guiomard e Região do Juruá e Tarauacá / Envira – compreende os municípios de Cruzeiro do Sul, Feijó, Mâncio Lima, Marechal Thaumaturgo, Porto Walter, Rodrigues Alves e Tarauacá.

CONFIRA O PLANO ACRE SEM COVID 

extra
Anúncios

Acre

Sessão que aprovaria nomes para a Emurb nesta segunda é cancelada

Publicado

em

O prefeito Tião Bocalom (Progressistas) enviou um ofício ao presidente da Câmara de Vereadores de Rio Branco, N. Lima (Progressistas) pedindo o cancelamento da Sessão Extraordinária da 15° Legislatura que estava prevista para ocorrer nesta segunda-feira, 25, às 9 horas através da plataforma Zoom.

O objetivo da sessão era analisar as nomeações para composição da Diretoria da Empresa Municipal de Urbanização (EMURB). 

“Informamos ainda que, tão logo sejam definidos os novos nomes para compor a Diretoria da Empresa Municipal de Urbanização de Rio Branco (EMURB) estaremos encaminhando para aprovação desta Câmara”, destacou Bocalom. 

Ocorre que o ac24horas apurou que Alex Plácido de Castro, um dos três indicados para ocupar cargo na direção da Emurb, não cumpre alguns dos requisitos chaves a indicação devido ter pouco mais de 7 meses de experiências profissionais, mas em atividades não semelhantes ao que pretende ocupar na Emurb. 

A reportagem teve acesso ao currículo do profissional enviado aos 17 vereadores da capital para análise e votação na próxima segunda-feira, 25. Apesar de ter formação em três áreas da engenharia de Petróleo, Civil e de Produção pela Universidade Estácio de Sá, do Rio de Janeiro, entre os anos de 2012 a 2020, ele supostamente não cumpriria os requisitos mínimos, já que teria apenas duas experiências profissionais. 

A primeira como analista júnior da empresa Atrio Rio Service tecnologia e serviços LTDA, de cerca de um mês entre setembro e outubro de 2018 e segundo como Assistente de Departamento Pessoal da Câmara Municipal de São João de Meriti, no interior do Rio de Janeiro, entre janeiro de 2018 a julho de 2018, em atividades não semelhantes ao cargo que almeja já que o diretor de operações da Empresa Municipal de Rio Branco é ligado diretamente com o chamado trecho, com atividades de tapa buracos e asfaltamento em larga escala. 

O engenheiro assinala relato biografado repassado ao parlamento que com isenções de disciplinas comuns às três engenharias, foi possível concluir as três graduações no período de 2012 a 2020.

Continuar lendo

Acre

Vacina da AztraZeneca/Oxford desembarca no Acre nesta segunda

Publicado

em

O governador Gladson Cameli (Progressistas) usou as redes sociais na manhã deste sábado, 23, para anunciar que o Acre receberá nesta próxima segunda-feira, 25, a primeira remessa de doses da vacina contra a Covid-19, da AstraZeneca/Oxford, produzida pelo laboratório indiano Serum. 

A vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela farmacêutica anglo-sueca AstraZeneca foi a primeira a ter resultados preliminares de fase 3 de testes divulgados por uma revista científica. Os dados foram publicados na “The Lancet”, uma das mais importantes do mundo.

Entusiasmado, Cameli destacou que com esse novo lote de vacina mais de cinco mil trabalhadores da Saúde que fazem parte do grupo prioritário da Fase I, conforme orientação do Ministério da Saúde, serão vacinados.

“Com essa nova remessa, vamos totalizar 61% dos trabalhadores da Saúde. Esse é um esforço conjunto entre as instituições e governo do Estado para que possamos vacinar com celeridade e segurança a nossa população. Esse é um marco histórico em nosso país”, afirmou.

A vacina desembarcou em voo da Emirates ao Aeroporto de Guarulhos, às 17h20 desta sexta-feira, 22, a carga foi transportada em um avião da Azul até a Base Aérea do Galeão, aonde chegou às 22h.

Da Base Aérea, as vacinas seguiram em caminhões refrigerados para o Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz), para checagem de qualidade e segurança, além de rotulagem, com etiquetagem das caixas com informações em português. Esse processo será feito ao longo da madrugada e da manhã de sábado e será realizado por equipes treinadas em boas práticas de produção.

 

 

Continuar lendo

Acre

Mais de 5 mil trabalhadores da Saúde serão imunizados no Acre

Publicado

em

Com a chegada da vacina contra Covid-19 da Índia, fornecida pela indústria Astrazeneca, o Estado do Acre será contemplado com 5.080 doses, que serão distribuídas pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), e destinadas aos trabalhadores da Saúde, o que representa mais 27% desse público-alvo que passa a ser contemplados com a primeira dose, conforme orientação do Ministério da Saúde (MS).

“Este é um marco histórico em nosso país, uma mobilização nacional e internacional com o objetivo maior, que é o de salvar vidas. As vacinas estão chegando para imunizar nossa população, por isso destaco o trabalho conjunto e a importância de vacinar os públicos prioritários e sequencialmente todos acreanos”, destaca Gladson Cameli.

A chegada está prevista para próxima segunda-feira, 25, e terá o mesmo formato de distribuição aos municípios. O MS tem como previsão várias etapas de entregas semanais aos estados, que ainda serão definidas e alinhadas.

“Com essa nova remessa, vamos totalizar 61 % dos trabalhadores da Saúde. Esse é um esforço conjunto entre as Instituições e Governo do Estado para que possamos vacinar com celeridade e segurança a nossa população”, destaca a chefe de Imunização do Estado do Acre, Renata Quilles.

Além destas, está prevista mais 4 milhões e meio de doses da Coronavac que serão distribuídas pelo Instituto Butantan para as Unidades Federativas, com previsão de entrega para a próxima semana. A vacina do Butantan também será utilizada para a conclusão do público da Saúde, e dependendo do quantitativo destinado pelo MS poderá ser iniciada a vacinação dos idosos com idade acima de 75 anos.

Continuar lendo

Acre

Bebedeira entre “amigos” termina com um morto em Rio Branco

Publicado

em

André Suedem da Silva Almeida, de 36 anos, foi morto a golpes de faca na noite desta sexta-feira, 22, durante uma bebedeira na Travessa Boa Sorte, no bairro Vitória, em Rio Branco. De acordo com informações da Polícia, ele estava estava ingerindo bebidas alcoólicas com alguns amigos, quando entrou em discussão e em luta corporal com um homem não identificado.

O agressor desferiu três golpes de faca que atingiram as costas de André. Mesmo ferida, a vítima ainda conseguiu correr até a área de um residência e caiu. Após a ação, o criminoso fugiu do local.

A ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada, mas quando os paramédicos chegaram ao local nada puderam fazer por André que já se encontrava morto.

A área foi isolada pela Polícia Militar para os trabalhos do Perito em criminalística. O autor do crime não foi encontrado.

O corpo foi removido e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para os exames cadavérico. O caso já está sendo investigado pelos Agentes de Polícia Civil da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas