Conecte-se agora

Acre vai adotar fórmula do sul para decretar “Convívio sem Covid”; número de óbitos leva MPF e MP recomendar a não flexibilização

Publicado

em

Governador quer compartilhar responsabilidades de flexibilização das regras de isolamento social, vai criar por decreto uma Secretaria Executiva – com várias instituições – que vão coordenar o que abre e o que fecha de acordo o status de infecção de cada regional e setor. MPF e MPE chamam atenção para o número de óbitos em todo o estado.

Entre a cruz e a espada. Assim deve ter sido a noite de domingo (11), para o governador Gladson Cameli que pensa em afrouxar, pela primeira vez, as regras de quarentena no enfrentamento da Covid-19. Contrários à decisão, Ministério Público Estadual e Ministério Público Federal, em nota conjunta, recomendaram a prorrogação das regras de isolamento.

Na mesa, o procurador regional dos Direitos do Cidadão, Lucas Costa Almeida Dias e o promotor de Justiça Gláucio Ney Shiroma, chamam atenção para a média de óbitos registrada em todo o Estado (dez ao dia) nas últimas semanas e o aumento diário do número de infectados pelo novo coronavírus, um total de 8.457 neste domingo.

O estado tem 48 horas para informar aos parquets, como pretende implementar a flexibilização, sob pena de sofrer medidas judiciais.

Se já existia um verdadeiro corre, corre nos estreitos corredores da Casa Civil, a tensão aumentou ainda mais. O setor industrial e empresarial, pastores, pressionam por outro lado, pela flexibilização com adoção de medidas sanitárias preventivas de acordo determinações da Organização Mundial de Saúde.

Em entrevista ontem ao ac24horas a secretaria de comunicação Silvância Pinheiro garantiu que a reabertura será criteriosa e feita com muita responsabilidade.

De fato, de acordo com informações que a reportagem teve acesso, o plano no Acre segue decretos orientados em cidades do sul. A fórmula é mais capacidade de leitos, menos óbito, maior flexibilização. O critério de classificação de risco de cada cidade será por peso, medido por vários indicadores territoriais.

O governador Gladson Cameli não quer carregar nas costas a responsabilidade pela flexibilização das regras de isolamento social. Para isso, vem dialogando com todos os setores produtivos e deve criar uma secretaria executiva que vai coordenar o que abre e o que pode voltar a fechar.

O plano que segue em construção nessa sexta-feira, institui que as regionais serão classificadas em fases seguindo critérios definidos pela secretaria estadual de Saúde e demais instituições através da secretaria executiva que funcionará como um núcleo de inteligência.

Hoje, a Casa Civil coordena uma videoconferência com os prefeitos para repassar as regras e dividir tarefas. Caberá aos municípios as informações diárias sobre a proliferação do vírus para a análise temporal pela secretaria executiva.

Com base no recebimento dessas informações é que as regras de flexibilização serão determinadas. Essa sexta-feira também será decisiva para a equipe de planejamento coordenada pelo coronel Ricardo Brandão definir quais setores estarão na primeira fase de reabertura gradual classificados pela cor verde.

Rio Branco estaria na classificação verde, credenciada a flexibilizar as regras. As demais fases de “Convívio sem Covid” serão amarela e vermelha. De acordo com informações analisadas diariamente e repactuadas a cada quarentena (14 dias), serão determinadas territorialmente a abertura ou o fechamento de novos setores.

Para alguns deputados da base do governo, não é hora de afrouxar regras. O ex-líder, deputado Luiz Tchê, defende a prorrogação da quarentena e até o decreto de lockdown. Lideranças católicas também são contrárias a flexibilização, inclusive, a abertura dos templos para cultos e orações.

Nessa sexta-feira será confirmada a vinda do ministro interino da saúde no Acre, Eduardo Pazuello, na próxima segunda-feira (15). Ele viria para inauguração do primeiro hospital de campanha, em Rio Branco. Quem é a favor do Convívio sem Covid, aposta todas as fichas nessa agenda.

É que com mais leitos de internação em Rio Branco e de UTIs, semi-UTI, e internação em Cruzeiro do Sul, a primeira regra do Plano seria cumprida, sem riscos de medidas judiciais para o governador.

Especialistas afirmam que retroagir nas decisões de isolamento social é fatal para a estratégia de conscientização da população.

Destaque 5

Covid afetou o cérebro de Ciro, diz Lula em novo bate-boca

Publicado

em

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) rebateu nesta quinta-feira (14) declarações feitas pelo ex-governador Ciro Gomes (PDT), que o acusou de ter conspirado pelo impeachment da sucessora Dilma Rousseff.

Em entrevista à Rádio Grande FM, de Dourados, no Mato Grosso do Sul, Lula inicialmente disse que preferia não comentar as falas de Ciro Gomes. Para Lula, o pedetista agiu de forma “banal e grosseira”, além de se questionar se o político cearense sofreu algum tipo de sequela no cérebro devido à infecção pelo coronavírus — em outubro do ano passado, Ciro anunciou que foi diagnosticado com a doença.

“Eu não vou falar do Ciro. O que ele fez ontem foi tão banal, foi tão grosseiro, que às vezes eu fico pensando, como Jesus Cristo na cruz dizia: ‘Pai, perdoai os ignorantes, eles não sabem o que fazem’, disse Lula.

“Eu às vezes fico pensando, não sei se o Ciro teve Covid ou não, mas me disseram que quem tem Covid tem problemas de sequelas, alguns têm problema no cérebro, de esquecimento, eu não sei. Mas não é possível que um homem que pleiteia a presidência da República possa falar as baixarias que ele falou ontem”, continuou o petista, que disse lamentar “profundamente que seja assim”. “Eu só não sei o que ele está querendo. Mas quem planta vento colhe tempestade”, completou.

Na quarta (13), em entrevista ao podcast “Estadão Notícias”, Ciro Gomes disse estar seguro de que Lula “conspirou” para o impeachment de Dilma Rousseff. A fala gerou atrito e a ex-presidente e o ex-governador chegaram a bater boca nas redes sociais.

Continuar lendo

Destaque 5

STJ suspende inquérito que investiga filho de deputado acusado de desvio de recursos na merenda

Publicado

em

O Ministro Sebastião Reis Júnior, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), acatou um pedido de liminar em favor do empresário Cristian Silva Sales, filho do deputado estadual Manoel Moraes (PSB), para que o inquérito da polícia Civil que que investiga desvio de recursos na distribuição da merenda escolar no Estado do Acre seja suspenso. A decisão do STJ beneficia além de Cristian, Andrea Cristina Sena Araújo, Odimar de Araújo Teixeira, Marcus Samuel Silva Lira, Tiago Leite Silva e Manoel de Jesus Leite Silva, que faleceu recentemente vítima de covid-19.

Os advogados do empresário indiciado pleiteavam a anulação da investigação, porém o magistrado deferiu apenas a suspensão e fez o pedido de mais informações a respeito do caso a 4ª Vara Criminal de Rio Branco, responsável por autorizar a Operação Mitocôndria em abril deste ano.

Os advogados alegaram ao STJ que existe um entendimento que desvio de verbas oriundas do Programa Nacional de Alimentação Escolar – PNAE, integrante do Fundo Nacional de Desenvolvimento Escolar – FNDE, correspondem ao interesse da união e portanto o Tribunal de Justiça do Acre não teria competência para julgar o caso.

Com reconsideração do ministro, as decisões proferidas pela 4ª Vara Criminal de Rio Branco como medidas cautelares de bloqueio de ativos, indisponibilidade de bens, busca e apreensões e decretação de prisões temporárias, em razão da prática, em tese, dos crimes licitatórios, peculato, corrupção, falsidade ideológica, falsificação de documento público, lavagem de capitais e associação criminosa, estão suspensas até análise do mérito.

Seguindo entendimento do STJ, o juiz Cloves Augusto, da 4ª Vara Criminal, acatou a ordem superior e destacou que considerando a referida determinação de suspensão do IPL em razão da dúvida quanto à competência da Justiça Estadual, entendia que todos os demais feitos devem também ter seu andamento suspenso, para evitar que possível decisão em feitos conexos ou apensos seja considerado como descumprimento da liminar.

Continuar lendo

Coluna do Astério

Enquanto isso, na Escolinha do Professor Gladson…

Publicado

em


_ Aluno Bestene!

_ Presente, professor Gladson!

_ Você anda muito maluvido, vai levar um zero pra começar e terminar a conversa.

_ Mas, professor…

_ Ca-la-do!

_ Senhor Minoru, onde fica o Japão?

_ No Quinari, professor Glads!

_ Vai levar nota dois, não decorou a minha cartilha mas é um menino muito inteligente.

_ Seu Rocha, me responda sem gaguejar…porque você só pensa naquilo, nessa prefeitura?

_ Professor eu quero saber porque o senhor quer escolher uma aluna de outra escola, da farda encarnada, para ser a nossa líder de classe?

_ Porque…ora bolas, porque! Porque eu sou o professor, quem manda sou eu!

_ Seu Petecão da Seis de Agosto…

_ Diga, amado mestre!

_ Como é que você se junta com o aluno Bestene e a dona Maílsa que, por sinal faltou hoje, para bagunçar com a minha aula? Me responda, o que foi que você viu nesse Bocalon?

_ E o senhor professor, o que foi que o senhor viu…

_ Ca-la-do! Quem faz as perguntas sou eu, o professor!

_ Seu Nicolau Júnior, me responda rapidamente…quanto é cinco mais cinco?

_ Depende do senhor, professor!

_ Depende de quê?

_ Vamos discutir na Casa do Povo pra ver quanto vai dar ?

_ Menino bom, vai continuar na presidência do grêmio da escola, e o salário dos deputados!!

_ E o salário dos deputados, Óh!!!

“Escreveu não leu o pau comeu”. (adágio popular)

Quebrando o espinhaço

Nessa queda de braço envolvendo o Palácio, o PSB e o PROGRESSISTA alguém vai ficar desmoralizado. Velando-se de um ditado que diz que “o pau sempre quebra para o lado mais fraco” há de prever para que lado ele vai cair.

Coordenação tucana

O presidente do PSDB estadual , Pedro Correia, o Correinha, e o da executiva municipal, Mário Paiva, são os responsáveis pelas articulações dos tucanos com vistas às eleições municipais, principalmente com a ida do vice-governador major Rocha para o PSL.

Negacionista

O deputado José Bestene (PROGRESSISTA) negava ontem bastante irritado de que tinha capitulado diante da candidatura da prefeita Socorro Neri (PSB) apoiada pelo governador Gladson Cameli. Segundo ele, jamais deixaria Tião Bocalom sozinho sentado à beira do caminho. Tipo a música do Roberto Carlos.

Novos PROGRESSISTAS

Os novos PROGRESSSISTAS Ney Amorim e Moisés Diniz participaram da operação fulmina candidatura Bocalom. O encontro para discutir a retirada do nome de Bocalom foi simplesmente extravagante. Ney e Moisés negam!

Ciro Nogueira é meu amigo

O senador Sérgio Petecão (PSD) disse que o seu amigo e compadre Ciro Nogueira, presidente nacional do PROGRESSISTA já mais vai deixa-lo na mão. Isto significa que tem muita confusão pela frente.

Continuar lendo

Destaque 5

Alan Rick visita Policlínica do Tucumã e destaca sua emenda para equipamentos médicos

Publicado

em

O deputado federal Alan Rick (DEM) visitou na manhã de terça-feira, 7, a Policlínica do Tucumã. O parlamentar foi recebido pelo Gerente Geral João Paulo Nogueira, o Diretor Administrativo Alex Lustosa e Duciana Araújo, Diretora de Assistência.

Na oportunidade, o parlamentar destacou que destinou R$ 160.000,00 para a aquisição de equipamentos médicos para a unidade. O recurso já está na conta da Sesacre.

“Com esse recurso a Policlínica do Tucumã poderá adquirir um novo ultrassom, detector fetal, aminioscópio, cardiotocógrafo, cadeiras e outros equipamentos para a implantação de atendimento especializado para gestantes de alto risco”, disse o deputado.

A Policlínica, que foi Upa até 2017, realiza atualmente atendimentos do Programa Saúde da Família e de outros como o de pediatria, de endocrinologia e ginecologia.

“Trabalhamos com ambulatório especializado. Além disso, montamos um planejamento familiar para a realização de vasectomia e laqueadura. Um ponto de apoio ao Estado. A Policlínica tem feito também teste rápido da Covid-19. Com os recursos do deputado Alan Rick poderemos fortalecer ainda mais o trabalho desenvolvido aqui. Agradeço a ele pela parceria com a Policlínica e por ter um olhar diferenciado para a área da Saúde”, disse João Paulo.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.