Conecte-se agora

Jéssica quer que Cruzeiro do Sul volte a ter um prefeito que não envergonhe os cruzeirenses

Publicado

em

A convidada do programa Bar do Vaz desta terça-feira, 9, é a deputada federal do Acre Jéssica Sales (MDB). Ao jornalista Roberto Vaz, a parlamentar trata de política, vida em meio à pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2) e de como tem trabalhado para ajudar os acreanos no enfrentamento da Covid-19. A deputada também comenta a operação da Polícia Federal que fez recente visita à casa do prefeito Ilderlei Cordeiro, em Cruzeiro do Sul e como caminha a relação com o gestor. Além disso, Jéssica ainda fala das eleições municipais deste ano, que tem como pré-candidato na capital do Juruá seu irmão, Fagner Sales.

Se aproximando do sexto ano de mandato como deputada, Jéssica Sales se orgulha de sua trajetória política. Muito jovem, não se arrepende de ter interrompido a profissão de médica especialista em Ginecologia e Obstetrícia para cuidar da vida de milhares de acreanos. Pelo contrário, sente-se feliz em ter provado que não chegou à Câmara Federal para ser só uma “patricinha”, como ouviu de muitos adversários à época de sua eleição.

Os dias de isolamento e distanciamento social não têm sido fáceis para ela, acostumada a percorrer o interior do Acre semanalmente, mas continua trabalhando como pode. “Está sendo difícil não só para mim, mas para todos. Tivemos que nos reinventar e a trabalhar agora de maneira remota. O mais difícil é a questão da presença física, porque eu viajo muito, toda semana fazia isso no Acre. Por conta da pandemia tivemos que nos reinventar. Mas os trabalhos ocorrem normalmente e já aprovamos muitas medidas essenciais ao combate do vírus, como esse “socorro” de R$ 198 milhões que chega aos estados e municípios em boa hora”.

Para a parlamentar, o isolamento, infelizmente é uma realidade, mas traz consigo a importância de enfrenta-lo com responsabilidade. “Não parei de fazer minhas cobranças, agora virtualmente, com os ministros e liberar as emendas para que possam chegar à população do Acre”.

Elogiada por opositores

Jéssica conseguiu a façanha de ser publicamente elogiada por alguns políticos de grupos opositores, como o Partido dos Trabalhadores (PT), pelo trabalho que vem desenvolvendo na Câmara. Ela diz que não os encara como adversários e respeita todos os gestores e grupo ideológicos. “Respeito todos os prefeitos. Só quero que os recursos sejam aplicados de maneira correta e transparente. Agradeço a todos que me elogiam, mas me sinto como pessoa que está apenas representando com responsabilidade o estado”.

Ela conta que sacrificou sua profissão para poder encarar a missão de representar a todos, inclusive aqueles que não votaram nele. “Esse é o meu dever. Nunca me omiti em conversar ou resolver e destinar emendas”.

Covid-19 X Emendas

A atual situação da pandemia no Acre preocupa a deputada, especialmente em Cruzeiro do Sul. A parlamentar ressalta que o plano de combate ao vírus da secretaria de Saúde estadual tem muitas falhas. “Hoje acontece o reflexo dessas falhas, a falta de leitos, de Equipamentos de Proteção Individual, de medicamentos”, comenta.

A deputada garante que já destinou emenda de R$ 18 milhões, onde R$ 6 milhões foram liberados somente para o Vale do Juruá. Entretanto ela diz não saber onde, nem como esse dinheiro foi usado. “Os R$ 6 milhões sempre foi pensando para ser destinado ao Juruá, abrangendo também Mâncio Lima, Tarauacá, Feijó Jordão”. Foi o próprio secretário de saúde Alysson Bestene que pediu permissão para realocar a emenda para demais municípios.

“Até hoje estou esperando esse cronograma, essa planilha, não sei nada para onde foi, se chegou [os R$ 6 milhões] ao Juruá. Já fiz um requerimento para o secretário, para o governo estadual e ao governo federal para tornar público o uso do nosso recurso de R$ 6 milhões, saber onde foram aplicados. Não tive notícias, nem resposta de nenhuma autoridade do governo”, salienta.

Em mais de cinco anos de mandato, Jéssica se tornou a deputada que mais garantiu recursos ao Acre. “São R$ 160 milhões aos municípios acreanos. Destes, R$ 117 foram só para o Juruá. Nunca nenhum deputado ou senador levou um montante tão grande em cinco anos de mandato. Essa é a diferença do meu mandado, porque o recurso é a ferramenta mais importante para os nossos gestores cuidares da saúde, segurança, educação, etc.”.

Durante a pandemia, R$ 12 milhões foram alocados por Sales para aquisição de equipamentos. “Só falta o governo federal pagar. Esperem de mim mais recursos, porque vai chegar com toda certeza”.

PF em Cruzeiro do Sul

Sobre a operação Off-Label, desencadeada nos últimos dias em oito municípios do Acre, incluindo Cruzeiro do Sul, a deputada disse se tratar de uma situação de vergonha ao município mais importante do Juruá, mas que toda e qualquer irregularidade deve ser investigada.

Em relação à interferência da Polícia Federal da gestão de Ilderlei Cordeiro, ela disse: “A Polícia Federal é independente. Se há alguma irregularidade, tem que ser investigado, independente de ser Ilderlei, mas todos que foram. É vergonhoso para nós cruzeirenses, porque não tem como comparar a atual gestão municipal com a de Vagner Sales, meu pai. Ele foi prefeito por oito anos e nunca envergonhou a população, fez os oito anos de gestão sem apoio do governo, petista à época. Elegeu Ilderlei e não teve esses escândalos”.

A parlamentar destaca que não há por que ficar transferindo a culpa. “O prefeito tem que saber o que secretários , assessores estão fazendo. É um escândalo muito ruim e negativo para o estado e vergonhoso. Que cada um pague aquilo que deve”.

Irmão pré-candidato e decepção com Ilderlei

Complementando a situação de Cruzeiro do Sul, Sales destacou a escolha de Fagner Sales, seu irmão, como pré-candidato a prefeito na cidade. “A gente tem uma responsabilidade muito grande. A história do meu pai, um ícone da política na família, muito respeitado. “Meu pai fez conselhos ao Ilderlei, mas ele nos viu como inimigos políticos”. Como exemplo, ela cita a escolha de Cordeiro pelo tio, o Estrela, para disputar com Jessica uma vaga na Câmara. “Uma pessoa que tem gratidão não faria uma cosia dessa. Foi uma sucessão de erros. Ele seguiu da maneira dele e estamos vendo que não deu certo, está respondendo muitos processos e vai responder ainda mais. Politicamente, acho que a carreira dele [Ilderlei] acabou”.

Para a família Sales ficou o sentimento de ingratidão em relação à Ilderlei. “Por isso pensamos em colocar uma pessoa que vai dar certo, que vai transformar o mandato a serviço da população, fazer política de perto. Meu irmão hoje é uma pessoa totalmente preparada, com um vice do PSDB, pois confiamos no partido do Major Rocha [vice-governador]”.

Ela garante que em sua família não existe “essa coisa de se servir da política. Muitos disseram que eu não iria dar certo e provei exatamente o contrário. A política dá certo quando você consegue enxergar de perto as necessidades do povo. Tem que se doar. Quero que Cruzeiro do Sul volte a ter um prefeito capaz de tocar as coisas públicas sem ferir e envergonhar os cruzeirenses”, afirma.

A deputada ainda comenta sobre uma suposta candidatura ao senado. “Me sinto muito preparada, pois um senador representa 10 vezes mais que um deputado. Imagina eu senadora, o tanto de recursos a mais que eu iria levar. Mas ninguém é candidato de si próprio, tenho que respeitar o partido, ainda tem dois anos para isso”, conclui.

Assista a entrevista na íntegra:

video

 

Bar do Vaz

“As pessoas levam pra internet o que elas são”, diz juiz ao explicar o ódio nas redes sociais

Publicado

em

O Bar do Vaz desta semana traz o juiz de Direito, Giordane Dourado, para falar de sua especialidade, que é o consumo na internet. Ao magistrado, o jornalista Roberto Vaz indaga sobre o comportamento violento e massivo de pessoas através das redes sociais, principalmente.

A pauta da conversa se concentra na intolerância, destilação gratuita de ódio e pré-julgamentos, constantemente observados em toda e qualquer publicação deparada na web.

Para Dourado, o importante é sabe o motivo de as pessoas agirem dessa forma, motivação das pessoas para tanto ódio, tanta discriminação e falta de paciência.

“As pessoas levam para a internet o que elas são”, diz o juiz, e questiona: “as pessoas são naturalmente boas ou ruins?”.

Assista a entrevista completa:

video
Continuar lendo

Bar do Vaz

Nicolau Júnior faz balanço de 2021 e fala sobre presidir Aleac sendo cunhado de Gladson

Publicado

em

O deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Acre, Nicolau Júnior (Progressistas), é o entrevistado do programa Bar do Vaz desta semana. Ao jornalista Roberto Vaz, o parlamentar ponderou as principais ações da Casa do Povo no decorrer de 2021 e quais os planos futuros.

Ano passado, os 24 deputados estaduais aprovaram mais de 180 projetos. Por esse feito e outros, Nicolau acredita que a Assembleia do Acre seja uma das mais produtivas do Brasil.

“É muito bacana ver os 24 deputados estaduais trabalhando, cada um no seu mandato, se dedicando a melhorar a vida da população acreana. E o resultado é esse”, contou.

Segundo ele, a ideia é sempre chegar num entendimento entre todos os deputados, uma vez que o objetivo maior é que cada um ofereça uma lei que alcance a população.

O presidente alerta que há momentos em que se deve deixar a burocracia de lado e focar mais na política propriamente dita. Além das ações, Nicolau ainda comentou sobre como é presidir a Assembleia sendo cunhado e amigo pessoa do governador do estado. Ele também disse que a senadora Mailza é a candidata do PP para o senado, mas adverte: “os candidatos têm que ter o bom senso do seu potencial eleitoral”

Assista:

video

Continuar lendo

Bar do Vaz

Dono da nostálgica Discardoso relembra tempos áureos do mercado de LP e CD no Acre

Publicado

em

Durante uma década o empresário acreano Marciano Cardoso esteve na ‘crista da onda’ e agitava o comércio fonográfico de Rio Branco com uma pequena loja na entrada da Galeria Meta. Lá, era possível encontrar os últimos lançamentos de artista consagrados no Brasil. Era a época de ouro do LP – disco de longa duração – e ter um objeto como esse era sinônimo de status.

Com o passar do tempo, o LP saiu de moda e entraram os Compact Disc, popularmente conhecido como CD. No entanto, esse mercado teve vida curta, pois a tecnologia corria rapidamente e logo apareceram as mídias digitais, que acabaram facilitando a vida dos amantes da música.
Com o acesso fácil à conteúdos digitais por valores quase zero para ouvir as músicas preferidas, os poucos os compradores foram sumindo das lojas físicas. Hoje, elas já não existem mais e ficou só a saudade.

Para lembrar o tempo áureo das “discolândias”, o jornalista Roberto Vaz convidou um dos empresários mais importantes do ramo da época, Marciano Cardoso. Num bate papo de quase 40 minutos, relembraram os bons tempos dos Long Play.

Confira a entrevista AQUI.

video

Continuar lendo

Bar do Vaz

Empresário aposta no café como mola-mestra na geração de emprego e renda no Acre

Publicado

em

Pequenos agricultores estão seguindo o exemplo de grandes investidores do agronegócio e plantar café está virando moda no Acre. É no município de Acrelândia, onde se concentram os maiores produtores, que tendência vem sendo notada. A estimativa do prefeito Olavinho é que atualmente existam cerca de 1 milhão e meio de pés de café plantados. Cerca de 85% dos cafezais são produzidos com recursos dos próprios plantadores.

Nessa semana, o advogado e pecuarista Wagner Alvares fez um apelo aos órgãos governamentais para que o poder público estabeleça uma relação com quem está apostando nesta cultura. Para ele, “os empreendedores precisam de acompanhamento técnico e logística”.

Num bate papo com o jornalista Roberto Vaz, Wagner diz que “onde se cria 16 cabeças de gado, pode se plantar até 16 mil pés de café”. E o melhor: o gado gera, em média, R$ 45.000 ao ano, enquanto no mesmo espaço, o café pode garantir renda anual entre R$ 240.000 a R$ 300.000 em 12 meses.

video

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2021 ac24Horas.com - Todos os direitos reservados

error: Content is protected !!