Conecte-se agora

Mulher é enterrada sob suspeita de ser a terceira vítima de Covid-19 em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Não há confirmação, mas o corpo de Maria Luciene Rodrigues da Silva, de 39 anos, moradora do bairro Telégrafo, em Cruzeiro do Sul, foi enterrado na noite desta quinta-feira, 14, em cova cavada às pressas por uma máquina pá carregadeira. Não teve velório, porque segundo o prefeito Ilderlei Cordeiro, “o protocolo da Anvisa manda que o corpo seja embalado imediatamente após a morte para evitar contágio”.

Maria Luciene morreu na noite desta quinta, 14, no Hospital do Juruá. A mulher estava internada no isolamento da área para coronavírus e foi levada para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas não resistiu.

Segundo o prefeito Ilderlei Cordeiro, ela realizou o exame para detectar a infecção pelo vírus, mas o resultado ainda é aguardado de Rio Branco. Também fez o teste rápido, mas não tinha certeza de quando começou a sentir os sintomas.

[videopress J9ddo3Ob]

Acre 01

Acre: ninguém vem impunemente

Publicado

em

Como não sou porteiro e nem dono do Acre, a decisão sobre quem deve vir ou não para o nosso Estado não compete a mim.

Aliás, aqui presto minha homenagem e reconhecimento às milhares de pessoas que escolheram o Acre como lugar para viver, trabalhar, gerar renda, empregos etc.

Gente que trouxe cultura, ideias, investimentos, tecnologias, novos costumes de viver.

Quando vejo acreanos do pé rachado com cuias de tereré ou chimarrão, valorizo ainda mais a importância dos nossos conterrâneos de coração.

Se eu pudesse, ficaria no posto fiscal da Tucandeira, BR-364, ou no aeroporto de Rio Branco estendendo o tapete para dar boas vindas a qualquer brasileiro que escolhesse o Acre para viver.

Mas com relação àqueles que vieram apenas para tentar se dar bem na política, tenho direito de dar minha opinião.
O caso presente é o senhor Fábio Rueda.

Trata-se de um médico pernambucano que veio ao Acre para realizar cirurgias. Não tenho conhecimento que nenhuma delas tenha sido feita gratuitamente.

Fábio Rueda é irmão de Antonio Rueda e Maria Emília Rueda, vice-presidente e tesoureira, respectivamente, do partido União Brasil, cuja presidência estadual é exercida pelo senador Márcio Bittar.

Vale lembrar que o União Brasil é o detentor de um fundo partidário estimado em R$ 1 bilhão.

Pois bem. Dentro dessas condições, Fábio Rueda escolheu o Acre para tentar um mandato de deputado federal pelo União Brasil. Se não sou porteiro ou dono do Acre, acrescento também que não controlo o voto de ninguém. Fiquem à vontade aqueles que desejarem votar nele.

Ontem, o Acre assistiu ao golpe dado pelo senador Márcio Bittar na executiva estadual do União Brasil ao expulsar todos os integrantes do partidos aliados do deputado federal Alan Rick.

As pretensões de Alan de ser candidato a vice-governador ou a senador da República na coligação de Gladson Cameli foram jogadas no brejo pelo grupo que mencionado acima.

Como Alan nunca foi contabilizado como candidato a deputado federal, é muito provável que Marcio Bittar, originário do Mato Grosso do Sul, faça barba, cabelo e bigode e também negue legenda para ele disputar a reeleição, afinal o plano dos Ruedas é faturar um mandato de deputado federal pelo Acre.

E por que pelo Acre? A resposta é mais fácil que tomar pirulito de criança: o custo de eleger um deputado pelo Acre é infinitamente menor do que eleger um parlamentar pelo Pernambuco.

Aliás, para quem tem os irmãos com a chave do cofre de R$ 1 bilhão, eleger um deputado pelo Acre corresponde ao dinheiro de uma dose de cachaça produzida em alambique de Pernambuco.

Como dizia o saudoso jornalista José Chalub Leite, “ninguém vem pro Acre impunemente”.

Continuar lendo

Cotidiano

Parceiros do Programa REM Acre são homenageados em estande do Sebrae na Expoacre

Publicado

em

Com oito projetos de turismo de base comunitária, implementados com apoio financeiro do Programa REM Acre Fase II, por meio da Secretaria de Empreendedorismo e Turismo (Seet), foi realizado na noite desta quarta-feira, 3, um momento de agradecimento aos parceiros pela colaboração e resultados conquistados.

O evento aconteceu no estande do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), dentro do parque de exposições, e contou com a presença da diretora da Seet, Waleska Bezerra, também da coordenadora estadual do programa REM, Rosineide Sena, além de representantes das prefeituras da capital e interior.

“Hoje é um momento em que a gente traz pra sociedade acreana a demonstração do esforço da aplicação dos recursos dentro do programa, e aproveitamos para agradecer aos nossos parceiros, a exemplo do Sebrae Acre e prefeituras e ainda os colaboradores pelas conquistas e esforços dedicados. Entregamos a eles kits, contendo nossos cinco planos de turismo”, frisou Rosineide Sena.

O projeto turismo de base comunitária passou a ser reconhecido como um modelo de desenvolvimento turístico em 2018. O modelo é orientado pelos princípios da economia solidária, associativismo, valorização da cultura e protagonizado pelas comunidades locais, visando a apropriação por parte desses beneficiados, dos ganhos advindos das atividades do turismo.

Por meio da vivência, troca de informações culturais e o apoio de parceiros, foi que o programa avançou para elaboração de planos turísticos, como a trilha Chico Mendes, Parque Nacional da Serra do Divisor, Croa e Reserva Extrativista.

“Esse é um momento ímpar para o Estado, com os municípios e o Peru, que se faz presente. Mas a consolidação se deu ao esforço dos nossos turismologos da secretaria e à Rose, com a determinação de fazer acontecer e mostrar o Acre para o mundo, nessa expansão do turismo”, destacou o secretário de Empreendedorismo e Turismo, Márcio Pereira.

Continuar lendo

Coluna do Astério

O jogo é bruto, a reação do Bittar!

Publicado

em

A medida em que se aproxima o prazo final para a definição das chapas que vão concorrer às eleições deste ano para governo e Senado, o jogo vai ficando cada vez mais bruto. E não há nada de anormal. Faz parte da partida. Sempre se soube que em se tratando de política golpes, contragolpes, rasteiras e uma saraivada de intrigas e futricas fazem parte do cardápio dos partidos. Basta olhar para a fotografia dos vencedores das eleições de 2018 e verificar onde estão hoje. Todos, sem exceção, em campos totalmente opostos com separações litigiosas.

O rompimento do senador Márcio Bittar com Palácio Rio Branco e o deputado federal Alan Rick, por exemplo, era previsível. Jamais Bittar aceitaria a forma como Márcia Bittar foi rifada da chapa para favorecer Alan. Surpresa maior ainda foi saber da degola pela imprensa. Foi exposto a uma humilhação pública. E não se iludam: O casamento do grupo do Márcio com o MDB fortaleceu Mara Rocha. Quanto ao Alan, está em xeque. Qual será sua próxima jogada? Em relação ao governador, o que não lhe falta são pretendentes a vice.

“Os homens devem ser adulados ou destruídos, pois podem vingar-se das ofensas leves, não das graves; de modo que a ofensa que se faz ao homem deve ser de tal ordem que não se tema a vingança”. (Maquiavel)

. O PSB e o deputado Jenilson Leite ficaram boiando dado a pressa quando não havia necessidade nenhuma de emparedar Jorge Viana e o PT.

. Sempre argumentei que Jenilson, compondo com a Federação, sendo Jorge Viana para o Senado e ele governador, era maior chance de a esquerda chegar ao segundo turno.

. Agora nem mel, nem cabaça, nem nada!

. Na verdade, o Jenilson não deve ser um bom pescador, faltou-lhe paciência.

. E não adianta dizer que está tudo bem, lindo e maravilhoso porque não está.

. Narciso Mendes uma vez disse:

. “Quem tudo quer, tudo perde”.

. Os nomes de Rômulo Grandidier, Alysson Bestene e Socorro Neri voltam a bolsa de aposta para saber quem será o vice de Gladson.

. A propósito, os números demonstram que o eleitor vota no Gladson independente do apoio de prefeitos, deputados e outras lideranças.

. Dos treze prefeitos que se reuniram em CZS, ao menos três estão traindo o governador Gladson Cameli.

. Até o dia que ele quiser, Macunaíma.

. É falácia a dobradinha Gladson-Jorge Viana, agora, que o jogo é favorável aos dois não resta dúvidas.

. Fazer o quê, os eleitores é que decidem!

. O que mais se fala são nos milhões de milhões que Bittar e seu leque de partidos levará para o MDB.

. Para fechar o pano, o Márcio Bittar vai ganhar um prêmio como o melhor ex-marido do mundo!

. A Márcia Bittar que o diga!

. Bom dia!

Continuar lendo

Cotidiano

Acre tem tempo quente com chances de chuvas fortes em algumas áreas nesta quinta

Publicado

em

O tempo no Acre segue quente, com sol e nuvens, mas tem chances de chuvas fortes, acompanhadas de temporais em alguns pontos nesta quinta-feira, 4. Os termômetros chegam as marcas de 32°C na maioria dos municípios.

Em Rio Branco, Brasileia e Sena Madureira o dia será abafado, com ventos que sopram entre fracos e calmos, as rajadas serão moderadas.

Já em Cruzeiro do Sul e Tarauacá, pode chover a qualquer hora, com a grande probabilidade de ser acompanhada de raios e ventanias.

Temperaturas:

– Rio Branco, Senador Guiomard, Bujari e Porto Acre, com mínimas oscilando entre 21 e 23ºC, e máximas, entre 30 e 32ºC;

– Brasileia, Epitaciolândia, Xapuri, Capixaba, Assis Brasil e Santa Rosa do Purus, com mínimas oscilando entre 21 e 23ºC, e máximas, entre 30 e 32ºC;

– Plácido de Castro e Acrelândia, com mínimas oscilando entre 21 e 23ºC, e máximas, entre 30 e 32ºC;

– Sena Madureira e Manuel Urbano, com mínimas oscilando entre 22 e 24ºC, e máximas, entre 30 e 32ºC;

– Tarauacá e Feijó, com mínimas oscilando entre 22 e 24ºC, e máximas, entre 31 e 33ºC;

– Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima e Rodrigues Alves, com mínimas oscilando entre 22 e 24ºC, e máximas, entre 30 e 32ºC;

– Marechal Thaumaturgo, Porto Walter e Jordão, com mínimas oscilando entre 22 e 24ºC, e máximas, entre 31 e 33ºC.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!