Conecte-se agora

MPAC grava mensagem em língua indígena para tentar evitar que a Covid-19 chegue nas aldeias

Publicado

em

Uma grande preocupação das autoridades ligadas à população indígena é tentar evitar ao máximo o contágio de Covid-19 nas aldeias acreanas.

Por todas as características das comunidades, pesquisadores dizem que a doença pode provocar um extermínio na população indígena. Vale lembrar que as doenças respiratórias já são a principal causa de morte da população indígena no país.

Por isso, o Ministério Público do Acre (MPAC) aproveitou a mensagem voltada para os indígenas de uma cartilha produzida pela Universidade Federal do Pará, e adaptou e traduziu para diversas etnias do estado.

O Acre tem aproximadamente 19 mil indígenas, que vivem em 35 terras indígenas, distribuídas em 12 municípios, ocupando 14,5% do território do Estado. Ao todo são 15 etnias: Madija, Manchineri, Ashaninka, Jaminawa, Jaminawa Arara, Apolima Arara, Kuntanawa, Shawãdawa, Huni Kui, Yawanawá, Shanenawa e Noke Koi, pertencentes a três famílias linguísticas: pano, aruak e arawá.

[videopress pm6DvJd6]

A mensagem, gravada nas línguas hãtxa kuin, kaxinawa e outras, traz uma explicação sobre a Covid-19, de forma clara, sem uso de termos técnicos, para que os indígenas compreendam e possam se proteger.

A iniciativa leva em consideração as recomendações sanitárias de enfrentamento ao coronavírus, bem como os decretos dos governos estadual e municipais para que a população fique em casa e evite ao máximo ir às ruas.

A procuradora-geral de Justiça, Kátia Rejane de Araújo Rodrigues, relata que o MPAC vem atuando de forma uniforme e integrada junto ao governo do Estado, prefeituras e autoridades de saúde no combate ao coronavírus, e que essa campanha é mais uma forma de alertar a população para a gravidade da situação.

Sobre a inovação de traduzir a campanha para línguas indígenas, Kátia Rejane enfatiza que é uma forma de respeito e cuidado com os povos originários que vivem no Acre.

“Entendemos que essa é nossa contribuição para fazer com que todos tenham acesso as informações sobre o novo coronavírus e possam se proteger. Temos muitos municípios no Acre em que os indígenas são maioria, nossa intenção foi tornar essa mensagem tão importante acessível para eles”, disse a procuradora-geral.

Com informações da assessoria do MPAC.

Cotidiano

Mais de 50 pessoas foram capacitadas no curso de primeiros socorros da Expoacre

Publicado

em

Durante quatro dias da Expoacre, a Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) ofereceu um curso de noções básicas em primeiros socorros. A iniciativa teve o objetivo de proporcionar ao cidadão leigo a capacidade de identificar uma parada cardiorrespiratória (PCR) e apresentar alguns procedimentos, em uma instrução de 25 minutos.

No total, 51 pessoas foram contempladas com o curso, saindo do local aptas a identificar situações de emergência. Comunicação com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), noções básicas de PCR, crise convulsiva e engasgo foram alguns dos temas trabalhados durante a capacitação. Ao final, o participante recebeu um certificado de conclusão de curso.

“O propósito foi instruir, de uma forma dinâmica, com metodologias ativas que possam exemplificar, para que qualquer pessoa possa auxiliar alguém que esteja passando por situações de urgência e emergência”, explicou o coordenador de Urgência e Emergência da Sesacre, Edvan Ferreira.

Continuar lendo

Cotidiano

Saúde realiza busca ativa de cães e gatos para vacina antirrábica

Publicado

em

A prefeitura de Rio Branco deu inicio nesta segunda-feira, 8, uma campanha de busca ativa para vacinar cães e gatos nos bairros Sobral e Ayrton Sena.

A busca acontece até a próxima sexta-feira, 12, e pretende imunizar com a vacina antirrábica os animais a partir dos três meses de idade.

A raiva é uma zoonose (doença que passa dos animais ao homem e vice-versa) transmitida por um vírus mortal tanto para o homem como para o animal. Envolve o sistema nervoso central, levando ao óbito após curta evolução.

A transmissão da raiva ocorre quando os vírus existentes na saliva do animal infectado penetram no organismo através da pele ou de mucosas, por meio de mordedura, arranhadura ou lambedura.

Continuar lendo

Cotidiano

Teatro Candeeiro abre seleção de atores para peça Romeu e Julieta

Publicado

em

A Associação Teatro Candeeiro está com audições abertas para a montagem da peça Romeu e Julieta, programada para ser exibida em 2023.

Para participar, é necessário ser maior de 15 anos, preencher um formulário especificando e-mail, nome completo, com a escolha de até 3 personagens que deseja interpretar e ter disponibilidade de horário.

Serão 15 vagas para apresentar a vida do casal mais apaixonado e amado da história. As inscrições acontecem até o dia 12 de agosto e as audições serão realizadas entre 15 e 16 do mesmo mês, às 19h30.

Segundo a diretora da iniciativa, Jaqueline Chagas, que estuda o dramaturgo William Shakespeare a mais de 5 anos, a peça deve estrear em maio do ano que vem.

“Romeu e Julieta é uma das peças mais famosas de Shakespeare e é conhecida no mundo todo, essa será a primeira montagem em caráter profissional em Rio Branco. Qualquer pessoa pode se candidatar independente de gênero aos personagens disponíveis”, disse.

Acesse aqui o formulário de inscrição.

Continuar lendo

Cotidiano

Termina hoje (8) prazo para recusar nomeação como mesário nas eleições 2022

Publicado

em

Os eleitores que receberam na última quarta-feira (3) a convocação para trabalhar como mesários nas eleições deste ano têm até hoje (8) para pedir dispensa da nomeação, apresentando justificativa ao juiz responsável pelo cartório eleitoral onde vota.

Na última quarta-feira (3), terminou o prazo para que cada cartório eleitoral fizesse todas as nomeações de mesários e integrantes do apoio logístico para as eleições. O primeiro turno de votação está marcado para 2 de outubro e eventual segundo turno, para 30 de outubro.

Os mesários trabalham nas mesas receptoras de votos ou de justificativa, dando andamento à fila de votação. Neste ano, a Justiça Eleitoral prevê a convocação de 2 milhões de colaboradores para esse trabalho.

Quem foi nomeado recebeu uma convocação pelo correio, por e-mail ou por WhatsApp, a depender de como cada estado optou por fazer a comunicação. Desde a data de recebimento da convocação, o eleitor tem cinco dias para pedir a dispensa. Nesta segunda-feira (8), portanto, termina o prazo para quem recebeu a notificação na última quarta (3).

Entre os benefícios de trabalhar como mesário está o recebimento de vale-alimentação diário de até R$ 45, a dispensa do trabalho pelo dobro dos dias dedicados à Justiça Eleitoral, caso o cidadão tenha carteira assinada, e a vantagem em critérios de desempate em concursos.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!