Conecte-se agora

Enfermeiros são os profissionais mais expostos a doenças

Publicado

em

Mesmo com todo o cuidado, cresce número de profissionais da saúde contaminados pelo novo vírus

No cenário atual, em que a pandemia do novo coronavírus tem se espalhado rapidamente e agravado o estado de saúde de milhares de pessoas ao redor do mundo ao mesmo tempo, muitos profissionais da saúde, entre eles os enfermeiros, se arriscam todos os dias para garantir a vida e a reabilitação dos pacientes.

Este 12 de maio, Dia Internacional da Enfermagem, não será como os outros. Além de ser um dia para celebrar a atuação desses profissionais, servirá, também, como reflexão. Mesmo com todo o cuidado e higienização, o número de profissionais da saúde contaminados pelo novo vírus cresce a cada dia. 

Em São Paulo, na Bahia, em Roraima ou no do Rio Grande do Sul, espalhados por todas as regiões do Brasil, existem mais de 2 milhões de enfermeiros nos diferentes níveis de atuação (básica, média e alta complexidade). Trabalhando em plantões de 12h ou 24h, eles abdicam de estar perto de seus familiares em datas comemorativas e alguns até abrem mão de voltar para casa só para não correr o risco de contaminar alguém. Esse é retrato dos profissionais que têm lutado na linha de frente contra o novo coronavírus.

Eles atuam na linha de frente dos hospitais, ao lado de médicos e técnicos de enfermagem. Acompanham procedimentos, cirurgias e a recuperação de pacientes. O cuidado é uma das palavras que os definem, pois quem opta pela Enfermagem desenvolve habilidades que vão além da técnica. O enfermeiro também aprende a ter empatia, sensibilidade e coragem para estar em situações na qual ficam expostos diariamente a contaminações e doenças.

De acordo com o Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), esses são os profissionais que estão mais expostos à doença, isto porque mantêm contato direto com os pacientes, independentemente do estado de saúde e participam de vários processos como intubação, ventilação mecânica, banho no leito, troca de vestimentas e tantos outros.

Entre os que trabalham na linha de frente está Euzilene Duarte. A enfermeira gosta da área da saúde desde nova. Ela se formou em dezembro do ano passado, mesmo mês que começaram a ser divulgados os primeiros casos de infecções causadas pela Covid-19. 

Trabalhando em um hospital de Sorocaba, SP, Euzilene vive um momento que ela considera doloroso. “Está sendo uma experiência nova na minha carreira e, ao mesmo tempo, dolorosa pelo fato dos pacientes com Covid-19 não poderem ter contato com seus familiares nem receber visitas durante as internações”, afirma. 

Ela é mãe de três meninas, de 14, 18 e 21 anos. Por isso, redobra a vigilância em casa. “Estou tendo todo cuidado. Quando chego em casa, já tiro minhas roupas no lado de fora. Sempre oriento elas também para manter os cuidados”, explica. 

“Aos profissionais de saúde quero dizer que esse momento é delicado, estamos todos no mesmo barco e pedindo a Deus, todos os dias, que nos proteja e guarde a cada segundo. Tenham fé, força e dedicação a cada paciente que receberem”, declara a enfermeira. À população, Euzilene alerta para que cada um se cuide, previna, fique em casa, na medida do possível, e não se desespere.

O estudante de enfermagem Victor Ramos da Silva, 23, bolsista da UNIPAC, na cidade de Ubá, em Minas Gerais, resolveu se dedicar à área de saúde depois de um acidente que sofreu na adolescência. “Pelos cuidados que recebi no hospital, decidi que seria enfermeiro. Aos 20 anos, comecei a atuar como técnico de enfermagem e tive a certeza que era o que queria como profissão. Hoje, com uma bolsa de estudo de 50% do Educa Mais Brasil, estou no terceiro período da graduação de Enfermagem. Já estou trabalhando em Rodeiro, interior de Minas Gerais, que tem poucos casos ainda de Covid-19, mas com fé em Deus, vamos vencer esta pandemia. A satisfação maior é cuidar do próximo com amor e receber um carinho verdadeiro em troca”, afirma.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Anúncios

Acre 01

Candidatos do Acre preferiam que Enem tivesse sido adiado: “Covid-19 tira a concentração”

Publicado

em

Dezenas de candidatos que fazem o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) neste domingo, 17, reclamaram que preferiam que a prova tivesse sido adiada para depois do momento de pandemia do novo coronavírus. O ac24horas visita os principais locais de prova que ocorrem neste final de semana.

Gabriel Augusto, de 23 anos, já é formado em Direito, mas vai tentar uma vaga no curso de medicina. O problema é que além do nervosismo pela prova, este ano ainda conta com o risco de contaminação da Covid-19. “A diferença é o medo de contrair o coronavírus, mas a expectativa é de entrar no curso”, disse.

Assim como Augusto, outros candidatos temem o rendimento na prova devido à pandemia. “Mas acreditamos que todos vão tomar os devidos cuidados. Preferia que tivesse sido adiado. O momento não é o certo. Os casos de Covid-19 só aumentando, mortes, preferia que fosse adiado sim”, diz o candidato que faz a prova no Centro Universitário Uninorte, em Rio Branco.

Assista ao vídeo:

Continuar lendo

Acre

Candidatos contam dificuldades para manter os estudos

Publicado

em

Os candidatos Christian dos Santos, Miriam Santos da Silva e Jamara Rabelo, 44, 22 e 17 anos, em entrevista ao videomaker do ac24horas, Kennedy Santos, na Praça da Revolução, relataram as dificuldades de manter os estudos para o Enem em meio à pandemia da covid-19. O trio irá prestar o Exame na região central de Rio Branco.

A estudante Miriam Santos da Silva contou que antes da pandemia, morava em Rio Branco, mas que teve que voltar para Cruzeiro do Sul em decorrência do vírus. Ela voltou à capital na sexta-feira (15).

“Antes da pandemia eu morava aqui e tinha me inscrito aqui, aí veio a pandemia e voltei para Cruzeiro do Sul. Venho me preparando desde o ano passado. Tenho estudo de duas a quatro horas por dia que é o que eu consigo por conta dos afazeres de casa, mas tem sido complicado, ainda bem que tem a internet para auxiliar. Graças a Deus eu me preparei. Pela manhã, eu me concentrava na redação e a noite assistia vídeos do YouTube”, afirmou.

A moradora do Polo Benfica e estudante, Jamara Rabelo, 17 anos, contou que manter os estudos em dias em meio à falta de internet na zona rural foi muito difícil. “A aula on-line da zona rural por conta da internet era muito ruim. Eu estudava três horas por dia. Tenho sonho em cursar arquitetura. Desde pequena, sempre faço desenhos de casas”, afirmou.

O pintor Christian Silva relatou que decidiu prestar o Enem neste domingo, 17, em busca da sua segunda graduação. Ele é formado em enfermagem e quer cursar direito devido a demanda dos concursos públicos nessa área.

“Foi na garra. Com a falta de recursos, você tem que se virar como pode. Eu usei o Youtube para estudar. Eu quero direito devido aos concursos públicos, já que a área de saúde não está tendo muitas oportunidades”, afirmou.

Continuar lendo

Na rede

Mais de 5 mil candidatos fazem o ENEM em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Em Cruzeiro do Sul , 5.937 pessoas fazem as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) em  26 estabelecimentos de ensino na cidade de Cruzeiro do Sul. O número é menor que o do ano passado,  quando  havia 7 mil inscritos.

No ENEM do ano passado foram  utilizadas 21 escolas com  lotação máxima. Esse ano, por causa da pandemia de coronavírus, que requer  distanciamento,  são  7 escolas a mais.

As equipes usam máscaras e demais EPIs. Entre os candidatos, apenas os autista estão liberados do uso obrigatório da máscara.

Dayane Souza,  que faz o ENEM pela segunda vez, conta que este ano  está mais ansiosa pela redação,  cujo tema ela acredita,  seja ligado à saúde ou ao preconceito racial. “Estudei de modo geral, mas com atenção especial para a redação”, cita.

Continuar lendo

Acre 01

Gladson pede cuidados da população com a Covid-19 para evitar caos do AM no Acre

Publicado

em

O governador Gladson Cameli fez um novo pronunciamento neste domingo, 17, por meio das redes sociais sobre a pandemia do novo coronavírus. A situação de colapso na saúde pública que acontece no Amazonas em decorrência da pandemia preocupa o governo do estado.

‘Não podemos ficar indiferentes. Ao mesmo tempo em que ficamos tristes com as perdas de tantas vidas para a covid-19 nos hospitais de Manaus, temos que pensar na situação do Acre”, ressalta Cameli.

O chefe do Palácio Rio Branco diz que as lições que a pandemia está trazendo precisam ser compreendidas por todos. “Como governador, tenho tomado todas as providências para salvar vidas no nosso estado. Todos sabem que construímos dois hospitais permanentes para tratar as vítima da Covid em Rio Branco e Cruzeiro do Sul em tempo recorde”, destaca.

Gladson garante estar fazendo todos os esforços para o mais rápido possível iniciar a vacinação contra a Covid-19. “Mas todos esses esforços não serão suficientes se não pudermos contar com sua colaboração. Enquanto a vacina não chegar, teremos que continuar a tomar todos os cuidados para que a situação do Amazonas não se repita aqui”.

Ele pede que a população tenha consciência da seriedade do momento que estamos atravessando. “Vamos continuar a seguir os protocolos recomendados pra não se contaminar com a Covid. Mantenha sempre suas mãos bem limpas, lavando bem com água e sabão. Ou passando álcool em gel líquido 70. Use máscara e evite aglomeração”.

O governador ressalta que o distanciamento social nunca foi tão necessário. “A vacina chegará ainda este mês, mas será aplicada por fases. É impossível imunizarmos toda nossa população de uma vez só. Precisamos evitar uma sobrecarga no nosso sistema de saúde e você deve seguir as recomendações pelos protocolos anticovid para sua proteção e de sua família”, pede.

Gladson afirma que se não for assim, terá que tomar medidas duras. “Nesse momento preciso contar com a colaboração de todos os acreanos para salvarmos vidas. Mas quero deixar uma palavra de esperança porque em breve acredito, que com cada um fazendo a sua parte, e a vacinação em massa da nossa população, poderemos voltar a nossa normalidade. Mas até sejamos cautelosos”, conclui.

Assista ao vídeo:

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas