Conecte-se agora

Estudantes poderão usar notas do Saeb para ingressar em universidades

Publicado

em

MEC anunciou mais uma possibilidade de ingresso ao ensino superior por meio do Enem seriado

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou o novo Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) que passará a ser aplicada para mais séries da educação básica e possibilitará que alunos ingressem no ensino superior. A medida foi incluída na edição desta quarta-feira (6) do Diário Oficial da União (DOU). 

Por enquanto, o Saeb se limita apenas a estudantes de 2º, 5º e 9º anos do ensino fundamental e da 3ª série do ensino médio. A partir da vigência do novo modelo, as provas serão em papel para os 2º, 3º e 4º anos do ensino fundamental e de forma eletrônicas do 5º ano em diante. A aplicação da avaliação é de responsabilidade do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

De acordo com o Inep, o exame feito pelo computador permitirá ter estimativas mais precisas da proficiência dos alunos, assim como redução no tempo da coleta de dados e da divulgação dos resultados. Essa medida será adotada a partir do segundo semestre de 2021 para alunos do primeiro ano do ensino médio e a implementação total será gradativa nos próximos anos”, anunciou o ministro da Educação, Abraham Weintraub.

Com o novo Saeb, estudantes terão mais uma possibilidade para ingressar no ensino superior por meio do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) seriado. Contudo, o Enem tradicional vai continuar sendo aplicado, uma vez que o objetivo do Enem seriado é ser apenas mais uma porta de entrada ao ensino superior.  

Provas aplicadas a alunos do ensino médio formarão uma nota a partir da pontuação adquirida em cada série desta etapa de ensino, que poderá ser utilizada para ingresso na universidade. “Essa é a novidade. Além do Enem tradicional, que vai continuar existindo, nós vamos oferecer também o seriado que é justamente aplicação da prova do Saeb no primeiro ano, segundo ano e no terceiro ano. E, com esse conjunto de provas, o aluno pode acessar diretamente a faculdade sem precisar fazer o Enem tradicional”, explica o presidente do Inep, Alexandre Lopes.

Ainda segundo o Inep, os estudantes que fizerem a prova da 1ª série do ensino médio em 2021 já estarão concorrendo a vagas nas universidades para quando concluírem o ensino médio, em 2023. O novo Saeb será feito em colaboração com os estados e municípios, por meio de acordos a serem firmados. O programa contará, também, com trabalho de professores que irão atuar na construção do novo formato de avaliação.

 “Os professores que irão trabalhar junto às nossas equipes técnicas dentro do Inep serão multiplicadores desses conhecimentos nas suas redes. Por isso, é extremamente importante envolvê-los, pois esses professores estão na ponta do processo de avaliação nacional”, destaca Lopes.

Conforme o Inep, professores irão cooperar com o trabalho em todo o processo de preparação da avaliação. Para isso, serão capacitados para a elaboração de itens de provas, com vistas às especificidades da logística de aplicação do exame em larga escala, e atuarão, em seguida, como multiplicadores dos conhecimentos adquiridos.

*Com informações do Inep

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Anúncios

Cotidiano

Rio Acre volta a baixar em Rio Branco e alcança menor nível desde 15 de fevereiro

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale/ac24horas 

Uma boa notícia para os milhares de atingidos pela cheia do Rio Acre na capital acreana nesta sexta-feira, 26. O manancial atingiu seu menor nível desde o último dia 15 de fevereiro. Na medição das 6 horas da manhã de hoje a cota era de 14,76 centímetros. Vale lembrar que a cota de transbordamento em Rio Branco é de 14 metros.

Uma outra boa notícia é que a previsão, pelo menos por enquanto, é de que o nível do rio continue baixando na capital acreana. A Defesa Civil participa nesta manhã de uma videoconferência entre instituições que analisam o clima e que podem ratificar a possibilidade de mais recuo do rio nos próximos dias .

Por enquanto, ninguém volta para casa. “Apesar da diminuição, o nível ainda está muito alto. Assim que baixa, a gente começa a receber pressão, principalmente de quem está apenas desalojado, para voltar para casa, entendemos, mas só podemos autorizar quando essa volta for feita em total segurança”, afirma Major Falcão, Coordenador da Defesa Civil em Rio Branco.

Cerca de 211 famílias tiveram que sair de suas casas por conta da enchente na capital acreana, sendo que 79 estão nos abrigos públicos.

Continuar lendo

Coluna do Astério

Alô, alô Bocalom e Frank Lima! Cadê a vacina?

Publicado

em

“Quem não se comunica, se trumbica”, era o bordão do velho guerreiro, José Abelardo Barbosa, o Chacrinha, um dos maiores comunicadores do Brasil no seu programa excêntrico e extravagante na televisão.

“Quem vai querer vacina? Dá pra dona Cezarina”; “Alô, alô Terezinha, aquele abraço”; “Quem vai querer? Quem vai querer? Alô! Dá o troféu abacaxi para a prefeitura/ a vida é como rapadura/ doce, mas também dura”.

Alô, alô Frank Lima, organize a fila da vacina! É de 70, 74 ou 80 para cima?! Cadê a cartolina! Alô, alô Terezinha, organiza a fila da vacina. Alô, Alô prefeito Bocalom, não fica olhando para cima, cadê a vacina? Quem não se comunica, se trumbica! Traz o Abacaxi! Ele merece! Ele merece! Ele merece! Alô, alô Terezinha…

“Com organização e tempo, acha-se o segredo de fazer tudo e bem feito”. (Pitágoras).

Não furou a fila

O depoimento do diretor da Policlínica da PM, coronel Wagner Estanislau de Araújo, disse à Comissão da Covid-19 da Assembleia Legislativa, que nenhum dos estagiários de psicologia furaram a fila da vacina. Seu depoimento foi de uma clareza constrangedora. Quem agora vai pedir desculpas?

Dez contaminados e quatros mortos

Segundo o coronel Estanislau, a Policlínica atende mais de dez mil pessoas. Quatro policiais já morreram, cerca de dez psicólogos contraíram a doença e outro tanto maior ainda de familiares de militares foram contaminados.

A mulher do coronel

O problema na Policlínica não foi vacinar profissionais e estagiários que lidam com o público diariamente, foi a exploração política em cima da mulher do político, empresário e coronel Ulisses Araújo. Fosse a esposa de um soldado raso, nada disso teria acontecido.

A 2ª onda

Cerca de dez estados brasileiros estão abeira do colapso no sistema de saúde. Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro e a Bahia sentem um impacto fulminante da 2ª onda da Covid-19.

Todos querem viver

Ao contrário do que fala o presidente Jair Bolsonaro que, “um dia todo mundo vai morrer mesmo”, a emoção nas filas das vacina (idosos e familiares chorando) prova que todos querem viver. Bolsonaro chega a ser perverso.

A PEC da impunidade

O Centrão político em Brasília, que começou a governar o Brasil a partir da Câmara Federal, propôs a PEC da Impunidade. O objetivo é evitar que políticos corruptos, ladrões e salafras não sejam presos em flagrante. Vê se pode, Macunaíma?!

. Em 2002 fui ao gabinete do então prefeito Flaviano Melo (MDB) dizer a ele que não se afastasse da prefeitura para disputar o governo.

. Deixou o cargo de prefeito, disputou e perdeu para o então governador Jorge Viana, do PT.

. Jorge Viana nunca deixou a prefeitura, nem o governo para ir atrás de cargos; depois de dois anos sem mandato se elegeu senador.

. Depois do depoimento de diretor da Policlínica o mínimo a fazer é dar a 2ª dose dos estagiários, já que o pedido de desculpa dos políticos que fizeram o carnaval não vai ter.

. A pressa de subir…quanto mais alto o voo, maior é a queda!

. A propósito, Jorge Viana foi inocentado no STF.

. Ligação do frentista…

. Carros da PF estão abastecidos, só não sabe o destino!

. O presidente Jair Bolsonaro só tem um defeito; não tem defeito nenhum!

. O dengue e a Covid-19 recuando em Epitaciolândia graças ao trabalho do prefeito Sérgio Lopes, do secretário de Saúde (Cassius Hassem) e equipe.

. Assim é que se faz!

. Bom dia!

Continuar lendo

Blog do Crica

Faça uma lista de todos os amigos 

Publicado

em

AO DAR UMA OLHADA nesta foto do ano passado, eu como decano do jornalismo acreano, alguns mais jovens, outros nem tanto, me veio uma saudade desta turma e da cobertura jornalística presencial na ALEAC, e lembrei da música “A Lista”, do cantor Osvaldo Montenegro, com seus versos: “Faça uma lista\de grandes amigos\quem você mais via\há 10 anos atrás\quantos você\ainda vê\todo dia\quantos você\já não encontra mais…. A gente se sente vivendo numa bolha, em prisão domiciliar, e observando a realidade de fora sem se ver inserido nela. 

Sem puder abraçar os amigos, trocar uma prosa, discutir um fato jornalístico; ficou tudo muito frio, muito mecânico, não há aquele clima de companheirismo. Vivemos na verdade sob uma capa do terror. Uma tosse, por mais leve que seja, já apavora. Será o Covid? Vem a pergunta. Ficou todo mundo louco, este vírus mostrou duas coisas: que não somos nada no universo, e que não adianta se pensar só na acumulação de riquezas, ser cético, negacionista da ciência, porque o Covid não escolhe quem vai contaminar ou matar.

 O bom ao olhar esta foto é saber que todos meus amigos jornalistas tiveram suas vidas preservadas. Se cuidem! Álcool gel, lavar as mãos com sabão, usar máscaras, não aglomerar, logo mais chegará o dia da nossa vacinação, e mais uma vez voltaremos nos encontrar no “Aquário” da Assembleia Legislativa. 

Um abraço virtual a todos. “Do mal, será queimada a semente…, já disse o velho sambista Nelson Cavaquinho. Até breve, meninos e meninas!

ALÉM DAS EXPECTATIVAS

PELO FATO de ter assumido o mandato como suplente do Gladson Cameli, que teve de deixar o Senado para ser governador, ser desconhecida do grande público, havia uma grande interrogação como seria o mandato da senadora Mailza Gomes (PP), e até aqui não tem decepcionado. Toda vez que há uma demanda coletiva para o estado, cobra e se faz presente nos órgãos federais. Não ficou só em Brasília, tem visitado os municípios. Cumpre um bom mandato.

NÃO BRIGO COM A NOTÍCIA

ESTIVE envolvido em várias campanhas do Bocalom. São incontáveis as entrevistas, os comentários positivos, e também negativos, que fiz ao seu respeito nos últimos 30 anos. Nunca lhe pedi para pagar um café. Falo por mim. Então, tenho moral para lhe criticar ou para elogiar, se necessário. Brigo com todo mundo, menos com a notícia.

VIROU NOTÍCIA, PUBLICO!

NÃO VOU FICAR criando fake News, mas foi notícia que interesse aos leitores, vou publicar, gostem ou não. Faço as colocações para calar alguns parvos da PMRB, que nas suas cabeças de alfinetes, acham que, quem critica está na busca de vantagens. 

COM QUEM BEM ENTENDER

QUANTO ao uso da verba da mídia é um direito do Bocalom usar como bem entender. Até não usar. Pode usar para se comunicar na página oficial da PMRB, postar na rede ou fazer a sua comunicação por fumaça, como faziam os Apaches, tribo os EUA. E, ponto final. Não o critico neste ponto. Cada um que procure seu quadrado.

QUE BAGUNÇA

RECONHEÇO o esforço do secretário municipal de Saúde, Franck Lima, em acertar, mas não conseguiu ajustar a sua gestão. Esta questão de informações desencontradas sobre a vacinação dos idosos, virou bagunça. Pela falta de informação, deu até polícia ontem na fila de vacinação.

TORRE DE BABEL

TOOS OS ÓRGÃOS de comunicação divulgaram que a vacina seria dos 70 aos 85 anos, e vem a PMRB, sem comunicar, dizer que seria dos 74 em diante. Desculpem o palavrão: Porra! Não querem que ninguém noticie isso?

NÃO É PARA RIR!

SABEM qual foi a comunicação da PMRB? Colocaram uma cartolina numa cerca próxima ao local de vacinação alertando que a imunização era para idosos de 74 anos em diante. Nem na “Barraca do Beijo” dos arraiais de São João se comunica mais com cartolina. My GOD!

O QUE CUSTA?

ONTEM, por exemplo, no ponto de vacinação do DETRAN tinha uma banca com dois vacinadores. Não é demérito pedir ajuda de equipes de saúde do Exército, do governo, para acelerar a aplicação das vacinas. Façam isso.

TERMINA SOBRANDO

ESTE TIPO de lentidão acaba por deixar a população de idosos revoltada, e sobra para o prefeito Tião Bocalom, mesmo não sendo culpado direto, porque a organização teria que partir do sistema municipal de saúde.

PODE PAGAR CARO

O Gladson pode pagar caro se explodir o número de contaminados pelo Covid, com a abertura do comércio no pique da pandemia, no vermelho, para agradar os negacionistas da ciência. Tomara que eu esteja errado.

DECOLOU NA PANDEMIA

É BOM lembrar ao governador Gladson que, ele estava mal avaliado antes da pandemia, e pelo belo trabalho no combate ao Covid recuperou a popularidade, cuidado para não gastar este capital abrindo tudo no vermelho.

NÃO PODE ESQUECER

MUITAS DAS AÇÕES conquistadas pelo Governo Cameli estão atreladas ao apoio ostensivo da bancada federal. Isso tem que ser dito, porque são conquistas coletivas.

NINGUÉM É IMUNE

QUANDO o deputado Daniel Zen (PT) faz críticas pontuais ao governo Gladson apenas cumpre o papel que lhe foi reservado pelas urnas, ser fiscal do governo e oposição. O Zen está certo. Quem não quer ser criticado fique sem mandato.

QUEM FOI QUE DISSE?

E, quem foi que disse que, o político quando chega a um cargo do Executivo não pode sofrer críticas? Desde que não seja ofensa pessoal, a crítica ajuda a quem governa.

PEC DA IMPUNIDADE

ESTA PEC da impunidade em discussão na Câmara Federal, traduzindo para o popular, ela é assim: o parlamentar pode fazer o que quiser, que não será punido. Punição, por esta PEC, só se for ladrão de galinha.

NÃO PODE FICAR IMPUNE

FURAR a fila da vacinação na frente dos idosos é um crime, mas é um crime maior comete quem libera pessoas jovens e que não estão no combate ao Covid, para serem imunizadas. Virou uma esculhambação este processo de vacinação na capital. Um amadorismo.

O POVO NÃO COLABORA

NÃO vejo com otimismo que a população vá acatar as normas do protocolo da saúde de abrir o comércio com 30% da capacidade, porque não existe consciência social nem para se proteger, e nem de proteger o próximo.

MAL ASSESSORADO

O SECRETÁRIO de Saúde, Franck Lima, não é nenhum tapado na área de saúde, é um cara esforçado, a sensação que passa é que escolheu mal seus assessores.

INÍCIO ATUANTE

A NOVA composição da Câmara Municipal de Rio Branco vem tendo um início atuante, com muitos vereadores se mostrando críticos da PMRB e propositivos. Aos poucos vai se separando os que atuam da turma dos mudinhos.

CONVERSA DE TRANCOSO

NÃO PASSA de conversa de trancoso de que, com o comércio aberto serão tomadas providências para evitar mais contaminações pelo Covid. É só andar pela rua que vai se ver que, boa parte da população não usa máscara.

NOMES ATÉ AQUI

Mailza Gomes (PP), Alan Rick (DEM), Carlos Beirute (pelo PTB), Flaviano Melo (MDB), Jorge Viana (PT), Mara Rocha (PSDB), Jéssica Sales (MDB), são os nomes ventilados até o momento como opções para disputar o Senado em 2022. É um assunto para definição no próximo ano.

FRASE MARCANTE

“Ame o seu inimigo, mas não ponha uma arma em suas mãos”. Ditado mexicano.

Continuar lendo

Acre

Flamenguistas aglomeram na comemoração de título no Canal

Publicado

em

Sem máscaras e sem distanciamento social, vários flamenguistas resolveram ir ao Canal da Maternidade na noite desta quinta-feira, 25, comemorar o bicampeonato do Brasileirão.

A equipe rubro-negra, que chegou à última rodada dependendo apenas das próprias forças, assegurou o título mesmo com a derrota por 2 a 1 para o São Paulo na noite de hoje (25), no Morumbi. Com o resultado, o time da Gávea ficou com 71 pontos, mas viu o Inter tropeçar contra o Corinthians e repetiu a dose de 2019.

Em imagens enviadas ao ac24horas, é possível constatar diversos flamenguistas sem máscaras e sem cumprir o distanciamento social. O claro desrespeito às normas das autoridades de saúde chamam atenção devido ao momento que o Estado do Acre vem enfrentando.

Desde o dia 1º de fevereiro, o Comitê Acre sem Covid-19 determinou a regressão do Estado à bandeira vermelha, consequentemente, o fechamento imediato dos serviços considerados não essenciais.

Na quarta-feira, 24, a AcreFlanáticos, maior torcida organizada do Flamengo no Acre, rechaçou qualquer tipo de comemoração e pediu aos torcedores responsabilidade devido ao momento de grave crise sanitária e social que o Acre atravessa.

“Permanecemos com nosso compromisso sempre com a vida, com a alegria e com a paixão que são características que tão bem representam o futebol.Somos uma nação e amanhã jogaremos juntos, com certeza, mas respeitando sempre a vida e as medidas sanitárias vigentes. Essa é a mensagem da maior do Acre. Vamos Flamengo!”, escreveu nas redes.

Continuar lendo
OAB - ACRE

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas