Conecte-se agora

Denúncia: médica atende dois setores do PS aumentando riscos de contaminação

Publicado

em

Sem a disponibilidade de testagem de médicos para coronavírus (Covid-19), gestores colocam em risco pacientes que procuram unidades de saúde. A informação foi fornecida pelos próprios profissionais que atuam no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb) que também reclamaram da falta de álcool em gel durante o final de semana.

Com a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) lotada, chegando a utilizar enfermarias do 4º andar para abrigar as pessoas com casos suspeitos e confirmados para Covid-19, servidores estão recebendo luvas, máscaras e alguns face shields do governo do Estado. Os aventais e protetores faciais estão chegando por meio de doações ou por compras realizadas pelos próprios trabalhadores.

Os representantes do Sindmed-AC foram até o Huerb para verificar se os pacientes já estariam sendo levados para o Into, como previsto pela Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), mas a resposta foi negativa e um alerta feito por parte dos filiados de que a nova unidade ainda se encontra em obras, inviabilizando a abertura de leitos para mais pacientes.

A situação ainda pode se agravar, pois a gestão do hospital decidiu realizar reforma da antiga UTI em pleno momento de pandemia, quando seria necessário manter espaços para abrigar mais pessoas.

“Vamos cobrar a Sesacre para a necessidade de testagem de médicos, principalmente aqueles que estão na linha de frente. O objetivo é buscar uma proteção ainda maior para o profissional e para os pacientes”, detalhou o vice-presidente do Sindmed-AC, Guilherme Pulici.

Durante a visita, os diretores encontraram um gestor da unidade circulando pelo hospital sem máscara e, depois de questionado, acabou explicando que havia chegado sem o equipamento protetor, descumprindo o decreto estadual.

Com a falta de profissionais de saúde para cobrir as escalas, uma única médica está sendo obrigada a atender vários pacientes do Serviço de Emergência Clínica (SEC) e SEC Covid, aumentando a possibilidade de contaminação. Nas enfermarias e UTI, também faltam profissionais para fechar as escalas, resultando em maior risco de morte caso dois ou mais apresentem intercorrências.

A primeira-secretária, Jacqueline Fecury, alertou para a necessidade de agilizar a abertura do Into. Ainda há a preocupação da reforma na antiga UTI do Huerb que poderia ser mais um espaço a ser utilizado.

“Vamos levar todos os problemas as autoridades, por meio de relatório. A reforma dessa UTI é questionável, pois estamos em plena pandemia, em que se pode ampliar a quantidade de casos, resultando em mortes por falta de leitos ou pela falta de médicos”, finalizou Jacqueline Fecury.

Fonte: Sindicato dos Médicos do Acre

Anúncios

Destaque 4

General do MS diz que interior do Acre apresenta maiores dificuldades para tratar Covid-19

Publicado

em

O general Ridauto Fernandes disse na manhã de hoje (26) em Cruzeiro do Sul, que o interior do Acre precisa de uma atenção maior diante de uma série de dificuldades no enfrentamento a Covid-19.

Assessor do Departamento de Logística em Saúde da Secretaria Executiva, Ridauto é gestor da crise Covid-19 em toda a região norte. Ele foi nomeado pelo ministro Eduardo Pazuello para corrigir erros de logística no enfrentamento da pandemia. Junto com uma equipe técnica do governo federal ele conhece as condições do SUS no Juruá.

“No interior as dificuldades começam na contratação de profissionais, são mais raros de ser encontrados, as condições são mais difíceis. Não podemos descuidar das cidades do interior” comentou o especialista.

O representante do ministério disse que nesse momento o Acre é um dos estados que tem maior prioridade por parte do MS. Dois secretários nacionais, um de atenção primária e o outro de atenção especializada estão em Cruzeiro do Sul.

O secretário de saúde Alysson Bestene confirmou que a ampliação da estrutura é um dos pedidos feitos pelo governador Gladson Cameli. O Mais Médico para regiões isoladas está na pauta da visita de Ridauto.

“Trazer mais profissionais, ampliando vagas em UTIs e ambulatórios é a missão encampada pelo governo do Acre com apoio do governo federal”, garantiu Alysson.

Continuar lendo

Destaque 4

Gonzaga discute apoio aos produtores atingidos em enchente e exportação de carne em Brasília

Publicado

em

O deputado Luiz Gonzaga (PSDB), primeiro-secretário da Aleac, participou de uma reunião nesta quinta-feira, 25, em Brasília com a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, para tratar sobre a possibilidade de liberação do pagamento de auxílio financeiro para os produtores rurais e ribeirinhos atingidos pelas cheias dos rios acreanos.

Durante a reunião, o parlamentar tucano apresentou a necessidade da população ribeirinha e dos pequenos produtores rurais receberem auxílio do governo após perderem seus bens e terem suas lavouras afetadas pelas enchentes dos rios acreanos.

Segundo dados da Defesa Civil, 10 cidades acreanas foram atingidas por enchentes e o Acre conta hoje com 7.754 propriedades rurais ribeirinhas que foram afetadas com as cheias.

“Essas famílias tiveram seus bens perdidos e suas plantações prejudicadas pelas enchentes. Muitos sobrevivem apenas do que produzem e perderam tudo. Pedimos que o governo federal se solidarize com os produtores rurais e ribeirinhos do nosso estado”, disse Gonzaga.

Um outro tema abordado na reunião com a ministra foi a exportação da carne bovina e suína do Acre para países como Peru, Chile, China e Vietnã. O encontro contou também com a presença do presidente da Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo), Paulo Mustefaga,

“A exportação de carne do Acre para outros mercados é uma proposta que irá beneficiar não somente as indústrias frigoríficas, mas que terá um impacto positivo e significativo na economia acreana. Por isso, somos muito gratos ao apoio que temos recebido de todos os participantes desta reunião, bem como do governador Gladson Cameli, do presidente da FIEAC, José Adriano, e do presidente Jair Bolsonaro”, afirmou Nenê Junqueira, presidente do Sindicarnes do Acre.

Continuar lendo

Destaque 4

Gladson fará ato no Palácio para convocar cadastro de reserva do concurso da PM

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale/ac24horas

O governador Gladson Cameli vai autorizar a convocação dos 500 candidatos aprovados no cadastro de reserva da Polícia Militar do Acre do ano de 2017. O ato será realizado no Palácio Rio Branco na manhã desta sexta-feira, 26, e deverá ser publicado na edição da próxima segunda-feira, 1, do Diário Oficial do Estado. O governador recebeu uma comissão dos candidatos em seu escritório na tarde de hoje e garantiu a convocação.

A convocação dos candidatos da PM foi uma das promessas de campanha do governador Gladson Cameli. Em novembro do ano passado, os candidatos acamparam em frente a Assembleia Legislativa em protesto pela convocação. Eles passaram uma semana concentrados no centro de Rio Branco até que Gladson foi até o encontro deles e garantiu que o convocariam no mês de fevereiro de 2021.

Continuar lendo

Destaque 4

OAB do Acre lança projeto em parceria com professores de direito de todo o país

Publicado

em

A Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Acre e um grupo com mais de 30 professores de Direito de todo o Brasil criaram o projeto Diálogos de Direito.

O projeto tem o objetivo ajudar as famílias atingidas pelas enchentes, mas como? Os estudantes de direito e advogados de todo o país poderão assistir às lives de diversos professores de direito no YouTube da OAB/AC e doar usando o código PIX da Seccional ou através do QR Code durante as transmissões.

O dinheiro arrecadado será destinado à compra de alimentos para as famílias afetadas pelas enchentes. As transmissões com diversos professores de alto nível do país ocorre entre fevereiro e março.

A aula inaugural ocorrerá nesta quinta-feira, 25, com o professor de Direito, Willian Douglas.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas