Conecte-se agora

Câmara arquiva processo contra Ricardo França, aliado de Gladson

Publicado

em

RICARDO FRANÇA E GLADSON CAMELI EM BRASÍLIA - FOTO: REPRODUÇÃO

A Câmara dos Deputados arquivou o processo administrativo disciplinar contra o ex-funcionário Ricardo Augusto França da Silva, condenado por corrupção passiva na Operação Sanguessuga, deflagrada pela Polícia Federal em 2006.

Historicamente braço direito do governador do Acre, Gladson Cameli , Ricardo atua hoje como representante do governo acreano em Brasília. Segundo a folha de pagamento de março, o salário dele é de R$ 24.823,55.

O ex-funcionário da Câmara também é suplente dos membros da Executiva Nacional do PP. Silva foi condenado por fazer parte da Máfia das Ambulâncias, que desviou cerca de R$ 110 milhões por meio de emendas ao Orçamento Geral da União (OGU) com a venda de mais de mil ambulâncias superfaturadas para municípios do país.

A decisão da Câmara foi publicada no boletim administrativo da última quinta-feira (09/04). O texto cita o relatório final da Comissão Permanente de Disciplina (Coped), que analisou o Processo Administrativo Disciplinar (PAD), em sigilo na Casa.

Segundo o parecer, o que motivou o arquivamento foi a “prescrição da pretensão punitiva estatal”, uma vez que a pena dele, na esfera criminal, por sentença transitada em julgado, foi de dois anos.

Consultado, o advogado Acácio Miranda, mestre em direito criminal, explicou que, como os crimes ocorreram entre 2005 e 2006, e o processo teve início em 2010, a condenação não supera dois anos, ou seja, segundo o Código Penal, o prazo prescricional é de quatro anos.

“Isso é bastante comum, por mais que fuja da lógica habitual para quem está fora do mundo jurídico. Foi condenado a uma determinada quantidade de pena, olhamos para o processo, e entendemos que o lapso prescricional para esta quantidade de pena está prescrito”, justificou.

Retorno ao Congresso

Mesmo após ter sido preso pela Polícia Federal em 2006, Ricardo voltou a trabalhar na Câmara dos Deputados. Em 2011, ele fez parte do corpo técnico da Comissão da Amazônia e Integração Nacional e Desenvolvimento Regional, presidida, à época, por Cameli.

Entretanto, nos registros do sistema interno da Casa, Ricardo foi recontratado em 30 de março de 2012, com o Cargo de Natureza Especial (CNE) 7, cuja remuneração é de R$ 14.169,85. Em 2014, ele era lotado no Gabinete do Segundo Secretário, que era Simão Sessim (PP-RJ), na ocasião.

Em 2015, foi ser assessor parlamentar de Cameli no Senado Federal, com o salário de R$ 18.236,91. Ele foi exonerado em 31 de dezembro de 2018, à época com a remuneração de R$ 21.955,76, para seguir como representante do governo do Acre em Brasília. A exoneração foi publicada no Diário Oficial de 3 de janeiro de 2019.

Com informações do Portal Metrópole

Acre

Neném Almeida anuncia greve dos bancários para a próxima semana

Publicado

em

O Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários do Acre – SEEB/AC realizou uma grande assembleia na segunda-feira (14) com a participação do deputado Neném Almeida (sem partido).

No encontro, realizado de maneira presencial e remoto, a categoria aprovou a realização de greve de suas atividades por tempo indeterminado a iniciar na próxima segunda-feira – 21 de junho – a partir de meia noite.

Almeida destacou que o sindicato se mostrou receptivo ao diálogo com o governo. Porém, as agendas solicitadas não foram atendidas. “Fico triste e frustrado, pois esses trabalhadores têm suas atividades consideradas como essenciais. Entretanto, ainda assim não são prioridade quando se trata de vacinação. E quem mais perde com isso é a própria população.”, comentou Neném.

O parlamentar lembrou que com o crescente número de casos de Covid-19 e a significativa quantidade de óbitos provocados pela doença dentro da categoria, o sindicato dos bancários pede que seus trabalhadores sejam incluídos imediatamente na prioridade da vacinação.

“É importante salientar que dentro de uma agência bancária não existe apenas bancários, e sim uma diversa gama de empregados, como: seguranças, recepcionistas, serventes e prestadores de serviços que estão diariamente em contato com a população que necessita de suas atividades para realizar as dela. É mais que justo que esses profissionais sejam tratados como merecem”, finalizou.

Continuar lendo

Acre

Mãe de Gladson diz que não é hora de desobrigar uso de máscaras

Publicado

em

A mãe do governador Gladson Cameli, Linda Cameli, não gostou muito da ideia do filho em desobrigar o uso de máscaras. Nas redes sociais, Linda Cameli afirmou que esse não era o momento para retirar a obrigatoriedade do uso do equipamento e citou, por exemplo, a alta ocupação dos leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) com pacientes internados por Covid-19.

“Eu acho que não é hora pra deixar de usar máscaras. Hospitais lotados. Essa doença é horrível”, escreveu.

O comentário ocorreu na página do ac24horas, após Gladson afirmar na manhã desta terça-feira, 15, que estuda a publicação de um decreto nos próximos dias para que os acreanos imunizados deixem de usar o equipamento de proteção individual facial.

“Eu aguardo um estudo se vai manter aquela programação da quantidade de vacinas. Estou pensando em adotar algumas medidas, como por exemplo a retirada do uso de máscaras”, explicou Cameli.

Continuar lendo

Acre

Feriado tem 67 novos casos e 2 mortes por Covid-19 no Acre

Publicado

em

O estado do Acre somou 67 novos casoa de Covid-19 nesta terça-feira (15). Segundo a Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), entre os 67 casos de infecção por coronavírus, 6 casos foram confirmados por exames RT-PCR e 61 por testes rápidos. O número de infectados saltou de 84.337 para 84.404 nas últimas 24 horas.

Mais 2 notificações de óbitos foram registradas nesta terça, sendo 1 do sexo masculino e 1 do sexo feminino, fazendo com que o número oficial de mortes por Covid-19 suba para 1.721 em todo o estado.

Até o momento, o Acre registra 225.426 notificações de contaminação pela doença, sendo que 140.967 casos foram descartados e 55 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 78.886 pessoas já receberam alta médica da doença, enquanto 104 pessoas seguem internadas até o fechamento deste boletim.

Óbito do sexo masculino:

Morador de Rio Branco, F. M. A., de 91 anos, deu entrada no dia 14 de junho, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Segundo Distrito, vindo a falecer no mesmo dia, 14.

Óbitos do sexo feminino:

Moradora de Rio Branco, M. F. L., de 77 anos, deu entrada no Hospital Santa Juliana, no dia 26 de março, e faleceu no dia 27 de março.

Continuar lendo

Acre

Acre pode cancelar a compra de 700 mil doses de vacina da Sputnik V

Publicado

em

O governador Gladson Cameli (Progressistas) declarou, nesta terça-feira (15), que pode cancelar a inclusão do Acre para a compra de 700 mil doses da vacina russa Sputnik V, por meio do acordo realizado pelo Consórcio de Estados do Nordeste.

De acordo com Cameli, o cronograma do Ministério da Saúde prevê um aumento no envio de imunizantes. Segundo ele, a autorização de uso da Sputnik V foi em caráter excepcional e deve atinge apenas 1% da população do nordeste. “Pelo planejamento de vacinas que deva chegar eu acredito que não será preciso comprar”, ressaltou.

Cameli acredita que até o fim de julho a população acima de 18 anos deverá ser imunizada em Rio Branco. “Se não criarem dificuldades, até julho a população de 18 anos deve estar vacinada”, argumentou.

A aquisição das vacinas para o Acre faz parte do acordo realizado pelo Consórcio Nordeste com o Fundo Soberano Russo para a compra de um total de 37 milhões de doses da vacina Sputnik V, desenvolvida pelo Instituto Gamaleya de Moscou, para combater a Covid-19. Já para os estados do norte, foi realizado um acréscimo de 10 milhões de doses.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas