Conecte-se agora

Ex-diretor do Ibama é solto após 8 meses preso acusado de integrar grupo criminoso

Publicado

em

O ex-superintendente do Ibama no Acre, Carlos Francisco Augusto Gadelha foi preso pela Polícia Federal no início de maio de 2019, durante a “Operação Ojuara”, acusado de ser membro de um grupo criminoso responsável por desmatamentos no sul do Amazonas, além dos crimes de lavagem de dinheiro e corrupção. O esquema envolvia desde servidores públicos, policiais militares lotados na cidade de Boca do Acre (AM) e grandes pecuaristas da região sul do estado do Amazonas.

Segundo as investigações, o grupo agia em benefício de pecuaristas da região não lavrando autos de infração por desmatamento. Há também a acusação de que os responsáveis pelos grandes desmates eram avisados de quando e onde ocorreriam as fiscalizações.

Oito meses após sua prisão, Carlo Francisco, que estava recluso na “Papudinha” ganhou a liberdade na tarde desta quarta-feira, 15, por decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região. Por unanimidade, os desembargadores decidiram por unanimidade que era desnecessária a continuidade da prisão do ex-superintendente.

Anúncios

Destaque 4

Em apenas 5 dias, Acre registra quase 2 mil pessoas infectadas e 49 mortes pela Covid-19

Publicado

em

Nunca tantas pessoas se infectaram e morreram por causa da pandemia da Covid-19 no Acre como no atual momento. O mês de março começa com uma velocidade assustadora de contaminação e mortes que contrasta com a lentidão da tão esperada vacina.

Em apenas 5 dias do mês, de acordo com os boletins divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre), o Acre registrou 1.966 novos casos da doença. O absurdo número significa que quase 400 pessoas (393,2) testam positivo para a Covid-19 todos os dias no estado em média. Antes do dia 1º de março, o estado contabilizava 57.534 casos da doença, nesta sexta-feira, 5, o número de pessoas contaminadas saltou para 59.500.

O resultado já é conhecido e vivido pela população nas últimas semanas. Hospitais lotados, sistemas de saúde público e privado colapsando, servidores da saúde no limite e o governo tentando criar mecanismos para conscientizar a população da urgente necessidade de retomar as práticas de isolamento social.

Com o maior número de doentes e sendo cada vez menor a capacidade de atendimento, as mortes cresceram de forma assustadora nos últimos dias. Desde o dia 1º, 49 pessoas morreram por causa da Covid-19 no Acre. Isso, sem falar, que os números das últimas 24 horas ainda não foram atualizados. Foi ao longo desta semana que o Acre rompeu a triste barreira das mil vítimas da pandemia. Deste total, 18 vítimas foram de pacientes com mais 70 anos. A maioria é de pacientes com idades que variam dos 50 até os 69 anos de idade.

Continuar lendo

Destaque 4

MP quer governo proibindo atividades religiosas presenciais nos finais de semana e feriados

Publicado

em

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), por meio do Gabinete de Gerenciamento e Enfrentamento à Crise da Covid-19, expediu nesta sexta-feira, 5, uma nova Recomendação ao Governo do Acre, pedindo que o Estado promova a adequação do Decreto Estadual nº 8.147/2021, que trata das medidas restritivas e preventivas ao novo coronavirus, e proíba a realização de eventos presenciais de qualquer crença religiosa nos finais de semana e feriados.

A Recomendação assinada pela procuradora-geral de Justiça do MPAC, Kátia Rejane de Araújo Rodrigues e demais membros do Gabinete de Crise da instituição, também fixa o prazo de 72 horas, para que o Estado, dada a urgência que o caso requer, informe se acata a presente Recomendação, ou, por outro lado, indique as razões para o não acatamento. A Recomendação atenta para o cumprimento das normas estabelecidas no “Pacto Acre sem Covid”, que estabelece medidas para o enfrentamento da emergência de Saúde Pública, decorrente da pandemia do novo coronavírus.

O documento considera que, no atual contexto, ao respeitar o direito à saúde pública, em uma dimensão claramente coletiva, num cenário de pandemia de repercussão incalculável, o direito à liberdade religiosa, materializado no art. 5º, VI da Constituição Federal brasileira, está sendo limitado internamente por si mesmo, quando sua função social reverencia o compromisso de respeito e consideração aos direitos morais à saúde das outras pessoas.

Nessa arte, não há espaço para a ponderação de que a liberdade religiosa e o culto estariam sendo violados por outros direitos, pois há uma restrição internamente imanente. Além disso, a atividade religiosa que não cumpre sua função social deixa de ser direito, porque passa a configurar uma atitude antissocial. Nesse momento da pandemia, cumprindo internamente a sua função social, simplesmente não há violação na restrição dos eventos religiosos capazes de gerar aglomeração.

O texto do documento também considera que, após restringir-se internamente e cumprindo sua função social, a liberdade de crença e de culto, constitucionalmente protegida, estará sendo respeitada pelo Estado do Acre ao proibir o seu exercício de modo presencial aos finais de semana, conforme disciplinado pelo Decreto Governamental, porque ainda admitirá tanto as exteriorizações por outros meios tecnológicos, quanto o exercício nos dias úteis de semana.

Continuar lendo

Destaque 4

Com 600 novos casos, Acre passa de 59 mil contaminados e registra mais 10 óbitos

Publicado

em

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) informou na tarde desta sexta-feira, 05, que o estado somou 616 novos casos de infecção por coronavírus. Destes,  397 casos confirmados por exame de RT-PCR e 219 testes rápidos. O número de infectados saltou de 58.884 para 59.500 nas últimas 24 horas.

Até o momento, o Acre registra 161.749 notificações de contaminação pela doença, sendo que 101.622 casos foram descartados e 627 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 51.346 pessoas já receberam alta médica da doença, enquanto 352 pessoas seguem internadas.

Mais 10 notificações de óbitos foram registradas nesta sexta-feira, 5, sendo 5 do sexo masculino e 5 do sexo feminino, fazendo com que o número oficial de mortes por Covid-19 suba para 1.047 em todo o estado. Dos 10 óbitos, apenas um não era de uma pessoa acima de 60 anos.

Óbitos do sexo masculino:

Morador de Rio Branco, A. A. O., de 87 anos, deu entrada no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb), no dia 2 de março, vindo a óbito no mesmo dia, 2.

Morador de Rio Branco, J. S. D., de 62 anos, deu entrada no dia 17 de fevereiro, no Hospital Santa Juliana, e veio a óbito no dia 2 de março.

F. R. S., de 79 anos. Morador de Rio Branco, deu entrada no dia 1º de março, no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb), vindo a falecer no dia 3 de março.

Morador de Rio Branco, A. O. M., de 59 anos, deu entrada no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), no dia 29 de janeiro, e faleceu nesta quinta-feira, dia 4 de março.

Morador de Rio Branco, M. S. G. L., de 70 anos, deu entrada no dia 2 de março, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Segundo Distrito, e veio a óbito nesta quinta-feira, dia 4 de março.

Óbitos do sexo feminino:

Moradora de Rio Branco, E. A. S., de 84 anos, deu entrada no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), no dia 25 de fevereiro, e faleceu no dia 4 de março.

I. M. S., de 86 anos. Moradora de Rio Branco, a idosa deu entrada no dia 3 de março, no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), e veio a falecer no dia seguinte, 4.

Moradora de Cruzeiro do Sul, S. B. G., de 83 anos, deu entrada no dia 28 de fevereiro, no Hospital Regional do Juruá, e veio a óbito nesta quinta-feira, dia 4 de março.

M. A., de 58 anos. Moradora de Rio Branco, deu entrada no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), no dia 6 de fevereiro, e veio a falecer nesta sexta-feira, dia 5 de março.

O quinto óbito entre as mulheres é de N. W. S. C., de 86 anos. Moradora de Tarauacá, a idosa deu entrada no dia 8 de fevereiro, no Hospital Regional do Juruá, em Cruzeiro do Sul, vindo a falecer nesta sexta-feira, dia 5 de março.

Continuar lendo

Destaque 4

Estelionatário usa nome do presidente da OAB/AC para pedir dinheiro no WhatsApp

Publicado

em

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no Acre, Erick Venâncio, foi vítima de um golpe na manhã desta sexta-feira, 5, após descobrir que um estelionatário estava usando o seu nome e sua foto para pedir dinheiro no WhatsApp.

Utilizando o número 068 9600-1933, o golpista enviou uma mensagem para o irmão de Venâncio, o juiz eleitoral Armando Dantas, alegando que precisava de um dinheiro emprestado para fazer um pagamento já que seu limite diário havia sido utilizado.

Estranhando o pedido, Armando encaminhou os prints para o número do irmão e foi constatado que se tratava de um golpe. Um Boletim de Ocorrência já foi registrado.

Ao ac24horas, Erick afirmou que quem recebeu esse tipo mensagem deste número ou de qualquer outro que não seja o dele, não encaminhe qualquer quantia pois se trata de um golpe.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas