Conecte-se agora

Quiosque do Calçadão de Rio Branco sofre incêndio; Bombeiros controlam as chamas

Publicado

em

Um incêndio foi registrado num dos quiosques localizados no Calçadão da Benjamin Constant, no centro de Rio Branco, na noite desta quinta-feira, 2. O estabelecimento fica em frente ao Colégio Acreano e segundo relatos de comerciantes da região, seria um box de venda de confecções. Imagens mostram as chamas no teto e consumindo partes da lona que cobria o quiosque.

A fumaça era vista de várias regiões do centro. O fogo foi controlado por uma equipe do Corpo de Bombeiros. Não há informação sobre feridos. Populares acionaram os militares, que rapidamente chegaram ao local para iniciar o trabalho de contenção do fogo.

Ainda não se sabe o que pode ter motivado o sinistro. O estabelecimento pertence à prefeitura de Rio Branco e se encontra alugado a um permissionário. Em março de 2019, um incêndio de grandes proporções atingiu ao menos 10 lojas no mesmo Calçadão. Oito foram diretamente afetadas, outras duas sofreram maiores estragos.

À época, a Associação Comercial do Acre (Acisa) estimou um prejuízo em torno dos R$ 5 milhões pelo ocorrido.

[videopress gAcrB7Ir]

Destaque 3

Frio polar com ventos intensos e muita chuva chega ao Acre na madrugada de sexta-feira

Publicado

em

A mais forte friagem do ano deve chegar ao Acre a partir de 00h desta sexta-feira, 19, de acordo com o Portal O Tempo Aqui, do pesquisador meteorológico Davi Friale.

A intensa massa de ar de frio polar irá causar no início ventos intensos, com rajadas que poderão passar de 60km/h, além de chuvas generalizadas, fortes em alguns pontos, com acumulados acima de 30mm, principalmente, no vale dos rios Acre, Iaco e Purus.

“Nesta sexta-feira, dia 19 de agosto, a maior temperatura do dia, deverá ficar abaixo de 20ºC, em Rio Branco, Brasileia, Assis Brasil, Sena Madureira e demais municípios do leste e do sul do Acre”, explica a previsão.

Diferente das outras friagens que ocorreram meses atrás, a potencialidade deve aumenta conforme os dias, no sábado e domingo, as menores temperaturas deverão oscilar entre 9 e 12ºC, no leste e no sul do estado, e entre 13 e 16ºC, no vale do Juruá e na região de Tarauacá.

Continuar lendo

Destaque 3

Síndromes respiratórias estão estáveis no Acre, mas seguem em nível alto na capital, diz Fiocruz

Publicado

em

O novo Boletim InfoGripe Fiocruz, divulgado nesta quarta-feira (17) sinaliza para um patamar similar ao de abril em casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) – o mais baixo desde o início da epidemia de Covid-19 no Brasil. Neste boletim, só Acre e Amapá apresentam sinais de estabilidade no longo prazo. As outras mostram queda na tendência de longo prazo até o mesmo período.

No entanto, em Rio Branco o nível de incidência ainda é considerado alto pela Fiocruz nas SRAGs, em que enquadra a Covid-19.

Referente à Semana Epidemiológica (SE) 32, período de 7 a 13 de agosto, o estudo tem como base os dados inseridos no Sistema de Informação de Vigilância Epidemiológica da Gripe (Sivep-Gripe) até 15 de agosto.

Das 27 unidades federativas, apenas Roraima apresenta sinal de crescimento na tendência de longo prazo até a SE 32.

Observa-se que três das 27 capitais apresentam indícios de crescimento na tendência de longo prazo até a semana 32: Belém, Boa Vista e Vitória. Nas demais há predomínio de queda, com nove capitais apresentando estabilidade nesse indicador.

Das 27 capitais, 3 estão em macrorregiões de saúde em nível pré-epidêmico (Cuiabá, Palmas e São Luís), 4 em nível epidêmico (Belém, João Pessoa, Porto Velho e Vitória), 18 estão em nível alto (Aracaju, Brasília, Campo Grande, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Goiânia, Macapá, Maceió, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador, São Paulo e Teresina, além de Rio Branco), 2 em nível muito alto (Belo Horizonte e Boa Vista), e nenhuma em nível extremamente alto.

Continuar lendo

Destaque 3

Rio Branco registra mais um caso suspeito da Varíola dos Macacos, diz boletim da Sesacre

Publicado

em

A Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre), informou na tarde desta quarta-feira, 17, que a capital acreana registrou mais um caso suspeito de Varíola dos Macacos (Monkeypox).

A suspeita é de uma mulher de 27 anos, residente de Rio Branco, que deu entrada na UPA da Sobral na terça-feira, 16, apresentando dor de ouvido, febre e erupções cutâneas pelo corpo. A paciente realizou uma viagem para Feijó na semana passada. Foi realizada coleta de amostra laboratorial e a mesma segue em isolamento domiciliar.

O estado do Acre segue com um caso positivo em Rio Branco, que já está de alta médica, sete casos suspeitos residentes do estado do Acre e um residente de outro estado aguardando resultado em Rio Branco.

Continuar lendo

Destaque 3

Procurador acusa Bocalom de improbidade administrativa por pintar ruas e espaços de azul

Publicado

em

O Ministério Público Federal (MPF), por meio da procuradoria regional dos Direitos do Cidadão (PRDC), enviou representação ao Ministério Público do Acre (MP/AC), para que seja analisada a possível prática de atos de improbidade do prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom (PP).

No entendimento do procurador da República Lucas Costa Almeida Dias, o gestor municipal tem abusado da prática de pintar logradouros, bens e vias públicas com a mesma cor que caracteriza o seu partido e que foi amplamente usada como identidade visual durante sua campanha.

Dentre os casos assinalados na representação estão unidades de saúde, academias populares, escolas e prédios como o do restaurante popular, além de outros ainda mais simbólicos como a iluminação natalina, quando o prefeito sugeriu que até a tradicional figura do Papai Noel poderia ser azul, além das faixas de pedestres.

Com relação às faixas pedestres, também existe flagrante desrespeito à legislação que normatiza como devem ser pintadas faixas e travessias. Toda a normatização do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) determina que as faixas de pedestres sejam pintadas de branco, sendo proibidas quaisquer outras cores, e a cor azul deve ser utilizada tão somente para inscrever símbolo em áreas especiais de estacionamento ou de parada para pessoas com deficiências.

Para o MPF, tais atos violam princípios da administração pública como a impessoalidade e legalidade que é devida aos gestores públicos.

O MPF vê, nestes casos, desvio de finalidade e desperdício de dinheiro público e clara tentativa de associar os atos da administração à pessoa do prefeito, em excessivo e injustificado uso de cor vinculada a agremiação partidária à qual está associado o atual chefe do poder executivo municipal.

A representação será analisada pelo Ministério Público do Estado do Acre, que decidirá quais ações serão adotadas.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.