Conecte-se agora

Vídeo: Jornalistas do ac24horas avaliam o primeiro ano do governo de Gladson Cameli

Publicado

em

Anúncios

Destaque 4

“Só uso de máscara e vacinação em massa pode nos livrar de tantas mortes”, diz Jenilson

Publicado

em

O deputado estadual e médico infectologista, Jenilson Leite, usou suas redes sociais para alertar a população sobre o uso contínuo de máscaras para evitar a infecção pelo novo coronavírus.

Jenilson enfatizou que o uso de máscara é fundamental para que as contaminações em massa sejam freadas. O médico infectologista reforçou ainda que o vírus pode ser transmitido para outras pessoas mesmo que o infectado não tenha sintoma algum da Covid-19.

“O vírus pode estar nas suas vias respiratórias mesmo que você não esteja sentindo nada. Então é necessário que nossa população comece a usar máscara de maneira massiva”, salientou o deputado.

O Brasil registrou mais um número alarmante logo na primeira quarta-feira do mês de março, foram 1.910 óbitos contabilizados nas últimas 24 horas, segundo o consórcio de empresas de comunicação e secretarias estaduais de saúde.

Ainda durante a transmissão ao vivo feita nas redes sociais, Jenilson Leite, que também é médico atuante na linha de frente da covid-19, pede um esforço maior por parte do Governo Estadual para que mais vacinas sejam compradas para o Acre.

“A única solução que nós temos para sair dessa pandemia é a vacinação. As vacinas podem ter efeitos colaterais em alguns casos, mas a humanidade já venceu outras doenças no passado graças às vacinas” explicou Jenilson.

Hoje, 3, 5.200 doses da vacina do Instituto Butantan chegaram logo cedo na capital Rio Branco e serão distribuídas para outras cidades do Estado.

O deputado finaliza: “Se a população não ajudar usando máscara, não venceremos essa guerra”.

Continuar lendo

Destaque 4

Adiar lockdown é para evitar mais aglomeração no início do mês em mercados, diz Acisa

Publicado

em

Após o governo do Acre divulgar edição extra do Diário Oficial do Estado (DOE) adiando as medidas restritivas de fechamento do comércio para o próximo final de semana, a Associação Comercial, Industrial, de Serviço e Agrícola (Acisa) informou ao ac24horas que a decisão partiu de um acordo comum entre entidades do comércio, governo e Ministério Público do Estado do Acre. Para o grupo, implantar um lockdown num final de semana em que as pessoas estão recebendo pagamento salaria acarretaria e mais aglomeração na semana seguinte.

“Fizemos uma rodada de negociações sobre os efeitos do fechamento do comércio neste primeiro final de semana e visto que a maior parte da população faz uma feira mais robusta neste final de semana, porque recebe o salário, chegamos à compreensão de que isso iria aumentar aglomeração a partir da próxima terça-feira”, explicou o presidente da Acisa, Marcello Moura.

De acordo com a entidade, o fechamento do comércio neste início de mês iria causar maior movimentação nos supermercados e poderia até deixar pessoas, que ainda não receberam o salário, sem alimento. “Muitas pessoas esperam para comprar agora na primeira semana. As empresas privadas estão pagando de hoje (4) para amanhã (sexta)”, completa.

Moura destaca que a “Acisa e demais entidades de classe dialogaram e chagaram no consenso de que fechar os supermercados e comércio na primeira semana do mês, quando os funcionários recebem os salários e vão comprar a feira do mês, seria prejudicial à população, causando mais aglomeração nos dias de semana”.

Continuar lendo

Destaque 4

Prefeito de Assis Brasil reclama que imigrantes se recusam a cumprir decreto da Covid-19

Publicado

em

A prefeitura de Assis Brasil tem reclamado ao governo do Estado que vem tendo dificuldades para fazer com que os mais de 400 imigrantes, que estão alocados na cidade, cumpram do decreto que impõe medias restritivas por conta da pandemia de Covd-19. Por isso, foi pedido um reforço no policiamento do município durante este período em que o Acre vive na Bandeira Vermelha da classificação de risco do coronavírus e com lockdown aos finais de semana.

O prefeito Jerry Correa se mostrou preocupado com situação em meio à necessidade de cumprimento das regras. De acordo com o gestor, os estrangeiros de várias nacionalidades se recusam a usar máscaras e obedecer as principais medidas sanitárias.

O reforço no policiamento do município objetiva garantir que todos obedeçam ao decreto. “A crise migratória é um problema que vamos ter de enfrentar durante o decreto, porque os imigrantes não têm se adequado às regras. Precisamos reforçar a segurança aqui para obrigar os grupos a ficarem nos abrigos, porque só com a força policial vamos conseguir isso”, avisou o prefeito do governo do Acre.

Neste final de semana, está prevista uma visita de equipes da secretaria estadual de Saúde (Sesacre) à cidade para fazer atendimento médicos aos imigrantes e, possivelmente, dar continuidade aos testes de Covid-19, que tiveram de ser suspensos por falta de locais para isolamento.

Foto: O Alto Acre

Continuar lendo

Destaque 4

Missão de Acompanhamento das Ações contra a Covid-19 da Aleac visita municípios do interior

Publicado

em

Com o objetivo de acompanhar de perto a situação nos municípios acreanos por causa da pandemia da Covid-19, deputados que integram a Missão da Comissão de Acompanhamento das Ações de Enfrentamento da Covid-19 da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) estiveram nesta quarta-feira, 3, em três municípios do interior.

A missão é composta dos deputados Roberto Duarte (MDB) Neném Almeida, Daniel Zen (PT), Cadmiel Bonfim (PSDB), Gerlen Diniz (Progressistas) e Marcos Cavalcante (PTB). Os parlamentares estiveram visitando unidades de saúde em Tarauacá, Mâncio Lima e Rodrigues Alves.

A primeira parte da visita foi em Tarauacá. O deputado petista Daniel Zen, que é oposição ao governo Gladson, disse que as notícias que circularam sobre falta de oxigênio no hospital Sansão Gomes não é verdadeira. “Queremos tranquilizar a população de que essas informações não são verdadeira. O que está acontecendo é que com o aumento dos pacientes Covid aumenta o consumo de oxigênio e essa reposição que era feita semanalmente, está tendo que ser feita duas, até três vezes por semana”, afirma.

Os deputados chegaram a conclusão de que um dos encaminhamentos é a necessidade da instalação de uma usina de oxigênio no hospital. “Nós vamos fazer essa indicação ao governo do Acre por meio dessa comissão que está fazendo a visita aos hospitais do interior do Acre”, diz Roberto Duarte, presidente da comissão.

Após Tarauacá, os deputados estiveram nas unidades de saúde de Mâncio Lima e Rodrigues Alves. “Aqui em Rodrigues Alves a unidade mista precisa de muitas melhorias. Nosso objetivo é verificando de perto, poder ajudar a indicar o que deve ser feito para melhorar a qualidade no atendimento de saúde à população. Vamos levar essas necessidades ao governo do estado”, explica o deputado Neném Almeida.

A agenda de visita continua nesta quinta e sexta com agendas nas unidades de saúde em Cruzeiro do Sul, Feijó, Manoel Urbano e Sena Madureira.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2020 ac24Horas.com - Todos os direitos reservados.