Conecte-se agora

Mega-Sena: último concurso regular do ano vale R$ 2,5 milhões; veja como apostar

Publicado

em

Mega-Sena terá realizado hoje em São Paulo o seu último sorteio regular do ano. Após uma bolada de R$ 40 milhões ter saído para uma aposta da cidade de Franca (SP) na última quinta-feira (19), o concurso 2219 tem prêmio estimado em R$ 2,5 milhões.

O evento de hoje está marcado para as 20h (horário de Brasília) e será transmitido ao vivo pela internet, no canal oficial da Caixa no YouTube, e com possibilidade de exibição simultânea pela RedeTV!. Na edição passada, além do prêmio máximo que saiu para o interior de SP, o banco informou que 42 apostas levaram R$ 64.678,28 cada uma na faixa da quina, enquanto outras 3.345 foram contempladas na quadra com prêmios individuais de R$ 1.160,14. Os números sorteados na ocasião foram 06-16-22-38-48-52.

A partir de amanhã (22), as lotéricas credenciadas e os canais eletrônicos da Caixa vão vender apostas da Mega-Sena exclusivamente para a Mega da Virada, marcada para o dia 31 de dezembro às 20h.

A Mega da Virada 2019 terá prêmio estimado em mais de R$ 300 milhões, projeção na qual entram os valores já acumulados durante o ano (R$ 93,3 milhões até agora), a arrecadação com as vendas específicas da edição especial (ainda não divulgada pelo banco), o percentual acumulado normalmente para concursos com finais “5” e “0” (R$ 12 milhões até aqui) e também o que ficar acumulado após o sorteio de hoje, se não houver vencedor. No último sorteio do ano, o prêmio não acumula e é distribuído nas faixas menores (quina e quadra) se ninguém acertar a sena.

Como posso participar da Mega-Sena 2219?

Você precisa fazer uma aposta de seis a 15 números nas lotéricas credenciais pela Caixa, ou no site especial de loterias do banco. Participam do próximo concurso todas as apostas registradas até as 19h de hoje.

Quanto custa apostar na Mega-Sena 2219?

Depende de quantos números você pretende colocar no jogo. A aposta mínima custa R$ 4,50, e você tem direito de escolher seis dezenas de 1 a 60. Se quiser colocar um número a mais para aumentar as chances de acerto, o preço do jogo sobe para R$ 31,50. No cenário mais caro, com 15 números no volante, a aposta chega a custar R$ 22.522,50.

E quais são as minhas chances de ganhar na Mega-Sena 2219?

Isso também varia de acordo com a quantidade de dezenas na sua aposta. Com a menor (R$ 4,50), com seis números, a chance de acertar todas as bolinhas sorteadas e faturar o prêmio maior é de uma em 50.063.860. Jogando uma dezena a mais (R$ 31,50), a probabilidade aumenta. Passa a ser de uma em 7.151.980. Quem estiver disposto a pagar mais de R$ 22,5 mil na aposta com 15 dezenas terá uma chance em 10.003 de cravar tudo e ficar milionário.

Como funciona o bolão que a Caixa vende nas lotéricas?

Esses bolões são organizados pelas próprias lotéricas credenciadas pela Caixa. São apostas em grupo com preço mínimo estipulado em R$ 10 no caso da Mega-Sena. A cota mínima obrigatória por participante é de R$ 5. Nessa modalidade, pode existir uma taxa de serviço adicional de 35% do valor da cota. O bolão da Mega-Sena permite de duas a 100 cotas. Em cada bolão, é possível fazer dez apostas diferentes.

Como faço para participar da Mega da Virada 2019?

Caixa está vendendo desde o dia 11 de novembro as apostas paralelas da Mega da Virada, que neste ano tem prêmio inicialmente estimado em R$ 300 milhões e não acumula. É necessário usar um volante exclusivo desse sorteio disponibilizado pelo banco para as apostas presenciais nas lotéricas. A partir de amanhã, as lotéricas e os canais eletrônicos vão vender apenas apostas da edição especial.

Anúncios

Destaque 3

Para evitar privilégios, MPAC fiscaliza vacinação da Covid-19 em grupos prioritários no Acre

Publicado

em

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) está acompanhando o Plano de Vacinação da Covid-19 no estado a fim de evitar que pessoas que não pertençam aos grupos prioritários sejam vacinados antes de idosos abrigados pelo Estado, indígenas e profissionais da saúde. Uma reunião na última sexta-feira, com a procuradora-geral de Justiça Kátia Rejane de Araújo Rodrigues, tratou sobre a expedição de uma nova Recomendação para que gestores e secretários estaduais e municipais obedeçam o plano de vacinação nacional e local, com relação a observância dos critérios de prioridade.

O objetivo, segundo o órgão, é evitar privilégios na vacinação. “O Ministério Público está acompanhando e fiscalizando a execução do cronograma de vacinação contra a Covid-19 no estado do Acre e não vamos admitir privilégios e nem “fura-filas”. Conclamei toda a classe de membros do MP acreano e me coloquei à disposição para dar todo o apoio às regionais e colocar o Ministério Público a serviço da população e, assim, cumprir com o seu dever constitucional”, disse a PGJ.

A população também pode ajudar com denúncias, entrando em contato com o MPAC. A aplicação da vacina em qualquer pessoa que não se enquadre nos critérios estabelecidos, nesse momento, é irregular e deve ser denunciada aos órgãos de fiscalização e controle.

Fonte: Ascom/MPAC

Continuar lendo

Destaque 3

Casos de racismo e discriminação que teriam acontecido na UFAC serão investigados

Publicado

em

O Ministério Público Federal instaurou procedimento para apurar a condução, por parte da Universidade Federal do Acre (Ufac), de medidas contra o racismo e a discriminação étnico-racial no âmbito daquela Instituição de ensino.

O procurador da República Lucas Costa Almeida Dias, responsável pelo procedimento, argumenta que vem sendo notado o crescimento de casos de racismo e discriminação étnico-culturais no Acre, e cita um caso relacionado pelo Conselho Indigenista Missionário (Cimi).

Segundo o relatório Violência Contra os Povos Indígenas, do Cimi, uma estudante de mestrado da Ufac foi vítima de preconceito por parte de funcionários e estudantes, tendo sua imagem atacada e até sendo registrado o caso de um funcionário que não a atendeu, admitindo que odiava indígenas. O caso foi registrado na ocasião do Acampamento Terra Livre (2019). A entrada da indígena no mestrado pelo sistema de cotas também era contestada abertamente.

Sobre este caso específico, Lucas Dias deu prazo para a Ufac informar se houve procedimento administrativo para apurar a conduta do funcionário envolvido, encaminhando cópia integral do procedimento, caso haja. O procurador vai estudar a possibilidade de requisição de inquérito policial federal para a possível responsabilização criminal dos envolvidos.

Em termos gerais, a Ufac deverá também informar de maneira fundamentada quais as ações em curso para o enfrentamento do racismo e discriminação étnico culturais na Instituição, bem como encaminhar todos os relatos de racismo e discriminação étnico culturais registrados pela Universidade.

Continuar lendo

Destaque 3

Mega-Sena, concurso 2.337: única aposta de Fortaleza (CE) ganha prêmio de R$ 22 milhões

Publicado

em

Uma única aposta – de Fortaleza (CE) – levou o prêmio de R$ 21.898.260,37 do concurso 2.337 da Mega Sena, que teve suas dezenas sorteadas neste sábado (23) em São Paulo.

O próximo sorteio acontece na quarta-feira (27) e o prêmio estimado é de R$ 2 milhões.

Veja as dezenas sorteadas: 02 – 09 – 34 – 49 – 51 – 55.

A quina teve 84 apostas ganhadoras, cada uma leva R$ 35.529,81
A quadra teve 4.321 apostas ganhadoras, cada uma leva R$ 986,71

Para apostar na Mega-Sena
As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal – acessível por celular, computador ou outros dispositivos. É necessário fazer um cadastro, ser maior de idade (18 anos ou mais) e preencher o número do cartão de crédito.

Probabilidades
A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 4,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 22.522,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

Continuar lendo

Destaque 3

Acre é o Estado que menos recolheu dinheiro falso em 2020, informa Banco Central

Publicado

em

O Banco Centro do Brasil recolheu apenas sete cédulas de dinheiro falsificadas no Acre ao longo de todo o ano de 2020. Foram três notas de R$ 20 e quatro de R$ 100, o menor número do País no ano passado. Para efeito de comparação, o 2º Estado com menos recolhimentos de dinheiro falso, Roraima, teve 14 cédulas apreendidas pelo BC.

O Estado com maior circulação de notas falsas é São Paulo, que em 2020 teve 28.284 cédulas retiradas de circulação pelas autoridades.

Veja quanto em dinheiro falso circulou nos Estados em 2020:

 

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas