Conecte-se agora

Mãe de dois filhos gays participa da Parada da Diversidade em Rio Branco: “sou realizada”

Publicado

em

Quem vê a dona de casa Selma Monteiro ao lado de Evercley e Alexandre Fernandes desfilando na 14 edição da Parada do Orgulho LGBT em Rio Branco, dificilmente imagina que se trata de mãe e filhos. Mas sim, são o retrato de uma família totalmente desprendida de preconceitos e regida apenas pelo respeito.

Enquanto alguns participantes ainda precisam omitir sua opção sexual da família, Evercley e Alexandre encontraram dentro da própria casa o alento que precisavam. “Faz dois anos que assumi minha sexualidade para minha mãe. Não foi fácil, mas acho que toda mãe já sabe quando seu filho é gay e isso deixou tudo mais tranquilo”, explica Evercley, que tem 19 anos.

A mãe confirma que mesmo com uma opinião mais moderna, ainda doeu ouvir dos filhos que ambos são homossexuais. “Não vou dizer que não doeu, porque no primeiro momento doeu, sim. Mas eu já imaginava”, conta Selma ao notar o comportamento dos filhos.

Alexandre é o filho mais velho é sentou para conversar com a mãe sobre sua opção sexual cinco anos antes do irmão. Hoje Selma se diz completamente realizada pela amizade e amor compartilhado com os filhos que tem. A família se uniu pela felicidade de todos. Todos os anos eles participam da festa.

A Semana Acreana da Diversidade no Acre encerra neste domingo, 14, com a tradicional Parada do Orgulho LGBT, a ‘parada Gay’. A concentração ocorreu em frente ao Colégio de Aplicação. Desde a última terça-feira, 11, são realizados encontros, palestras e oficinas voltadas ao combate à discriminação contra LGBT.

A organização aguarda a participação de quase 10 mil pessoas este ano.

Anúncios

Acre 01

Internauta que divulgou fake news contra esposa de Gladson é condenada a pagar sacolões

Publicado

em

Em audiência de conciliação realizada através de videoconferência, no dia 21 de janeiro, no 2º Juizado Especial Criminal da Comarca de Rio Branco, ficou estabelecido, como for de reparação de fake news divulgada indevidamente em suas redes sociais, a internauta Jennyfer Nayane Silva a fazer uma retratação por criação e divulgação de fake news contra a imagem da primeira-dama do estado do Acre, Ana Paula Correia da Silva Cameli.

O crime foi confessado pela própria internauta, que durante a audiência afirmou desconhecer qualquer fato que desabone a conduta da primeira-dama.

Acompanhada do seu advogado, Cristopher Capper Mariano de Almeira, Ana Paula Cameli abriu mão de pagamento de indenização para si própria e converteu a pena para doação de sacolões destinados à mulheres em situação de vulnerabilidade social.

No acordo judicial, restou estabelecido ainda, que a retratação fosse feita nos mesmos grupos de WhatsApp nos quais houveram a divulgação das notícias falsas anteriores, dando-se de forma imediata e devendo ser anexada aos autos os print´s comprobatórios da referida retratação.

A audiência foi realizada pela conciliadora Cristiane Brunoro e diz respeito a ação de Queixa-Crime impetrada pela primeira-dama do Acre após ser atacada de maneira leviana, sem qualquer fundamento, com o intuito de denegrir sua honra diante da sociedade, familiares e amigos.

No dia 26 de outubro, Ana Paula Cameli tomou conhecimento da mensagem de fake news que circulava em grupos de WhatsApp acusando-a de atos totalmente inverídicos sobre supostas tentativas de incriminar terceiras pessoas, envolvendo seu esposo, o governador do estado do Acre, Gladson de Lima Cameli.

A fake News (notícia falsa) chegou a ser divulgada em um site acreano, que em seguida, tirou o conteúdo do ar e divulgou pedido imediato de desculpas uma vez que observou o crime de difamação, injúria e calúnia cometido pela internauta.

Continuar lendo

Acre 01

A cada 10 leitos de UTI no Into, 9 estão ocupados e cenário preocupa Secretaria de Saúde

Publicado

em

O boletim da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) divulgado na tarde desta segunda-feira, 25, mostra que o cenário é preocupante na capital acreana. Dos 40 leitos de Unidade Tratamento Intensivo (UTI) destinados à Covid-19 no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia no Acre (Into), unidade referência para atendimentos, 36 estão ocupados.

Outro dado alarmante é em relação aos leitos clínicos. Dos 100 disponíveis no Into, 89 estão ocupados.

Segundo dados do boletim, foram identificados 219 pacientes internados nos estabelecimentos monitorados, dos quais 166 testaram positivo para Covid-19. Do total hospitalizado, 53 estão em UTI e 166 em leitos (clínicos, obstétricos e pediátricos).

Na região do Baixo Acre, que engloba as cidades de Rio Branco, Sena Madureira, Plácido de Castro e Acrelândia, das 55 UTIs, 40 estão ocupadas.

Destes, três são do Pronto Socorro, que registrou 30% de ocupação e os outros 36 são do Into, que registrou 90% de ocupação e um leito de UTI ocupado no Hospital Santa Juliana.

Já a região do Juruá, que engloba Cruzeiro do Sul, Tarauacá e Marechal Thaumaturgo, dos 20 leitos de UTI existentes, 13 estão ocupados, registrando 65% de ocupação. Os leitos clínicos somam 94 e 46 estão ocupados, registrando 48,9% de ocupação.

Continuar lendo

Acre 01

Com mais de 20 mil eliminados por falta, acreanos voltam para o 2º dia de Enem

Publicado

em

Mais de 19 mil acreanos deverão comparecer neste domingo, 24, para realizar a segunda prova do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) em diversos locais nos 17 municípios escolhidos para aplicação das provas no Acre.

As provas deste domingo vão ser aplicadas em 1.677 salas de 148 escolas em 17 municípios acreanos, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

A abertura do portão ocorre das 9h30 até às 11 horas. O início das provas ficou marcado para às 11h30 e o término às 16h30.

Neste segundo domingo, os candidatos vão responder 90 questões das áreas de ciências da natureza e suas tecnologias, Química, Física, Biologia, Matemática e suas tecnologias. Os candidatos podem deixar a sala sem o caderno de questões a partir das 13h30 (horário do Acre).

Ao todo, 40.674 candidatos se inscreveram para fazer o Enem 2020 no Acre na modalidade de provas impressas. Desses, 19.721 marcaram presença e 20.953 faltaram. Os candidatos que faltaram no 1º dia de prova, não poderão participar do 2º dia de exame.

Continuar lendo

Acre 01

Mãe diz que filha foi obrigada a deitar no chão de hospital por demora no atendimento

Publicado

em

A foto de uma paciente deitada no chão do Hospital Sansão Gomes causou polêmica em Tarauacá. O registro foi enviado ao ac24horas como denúncia das más condições de atendimento no hospital. A reportagem falou com Cheila Portela, mãe da paciente, que é a pessoa que aparece na foto “abanando” a filha deitada no chão. Ela denuncia a demora no atendimento.

“A minha filha deu entrada na noite de quinta-feira com muita dor. Disseram que era gastrite e medicaram ela. No outro dia, ela piorou muito e voltamos. Chegamos lá era 9 e meia. No lugar de gastrite,o problema da minha filha era dengue. Chegamos lá, fizeram uma ficha e minha filha só foi atendida 12 e meia. Ela tava com muita febre e dor de cabeça e eu tive que colocar ela no chão. Minha filha “bolava” de dor, eu pedia uma maca, algum lugar para ela se deitar e nada de ninguém atender a menina. O atendimento é péssimo e minha filha só foi atendida depois que tiraram essa foto”, afirma Cheila.

O ac24horas procurou a direção do Hospital Sansão Gomes. Laura Pontes, diretora, se pronunciou sobre a denúncia. A gestora garantiu que a paciente foi devidamente atendida. “A paciente deu entrada e foi devidamente acolhida pela classificação de risco, conforme protocolo do SUS. Recebeu atendimento, foi medicada e no período da tarde teve alta médica por não ter mais indicação de observação e nem internação”, garante.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas