Menu

Estudante de direito irá representar o Acre em programa do Senado

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

O estudante de Direito Jhonatan Borges de Souza, de 23 anos, foi indicado para representar o Acre na primeira edição do Programa Estágio Visita, do Senado Federal. Morador de Rio Branco, ele foi indicado por intermediação do Senador Márcio Bittar (MDB-AC) para participar do processo de seleção interna dos Blocos de Liderança do Senado Federal. O estágio não cria qualquer vínculo empregatício com o acadêmico.


“Atualmente são 12 blocos. Foi feita análise de currículos e ao final fiquei entre os 21 que participaram do programa. Minha indicação foi realizada pelo Bloco da Maioria no Senado Federal, tendo como líder o Senador Eduardo Braga”, explica o acadêmico do 8º período do Curso de Direito.

Publicidade

O programa é regido pela Coordenação de Capacitação, Treinamento e Ensino – COTREN, do Senado Federal. O estágio é desenvolvido de maneira orientada e supervisionada e visa à preparação dos universitários regularmente matriculados. “Minha expectativa é de conhecer como funciona uma das casas de leis federais do nosso país que todos os dias tomam decisões (através da aprovação de leis) que impactam na vida de todo brasileiro”, diz o estudante.


Para Jhonatan, será através da convivência e debate com os demais estudantes e parlamentares de todo o Brasil que irá apreender a pensar além da realidade como cidadão. “Entendendo a importância da democracia e evoluindo como cidadão”.


O estágio Visita deverá ser cumprido e concluído com um máximo de 9 (nove) horas diárias e 45 horas semanais. Para participar, Jhonnata precisou cumprir alguns requisitos, como estar matriculado e ter frequência regular nas atividades presenciais de orientação de estágio.


“Cada integrante universitário será responsável pelos custos de passagens aéreas ou terrestres nos trechos compreendidos entre seus Estados e Brasília – DF, ida e volta impreterivelmente”, explica o regulamento do programa.


Além disso, o estágio busca aproximar teoria e prática. “Quanto ao crescimento profissional, considero uma experiência única e que agregará conhecimentos importantes sobre a mecanização do processo de elaboração de leis e que futuramente poderá ser aplicados na realidade da população acreana com o objetivo de construir um Estado melhor para todos”, diz o estudante.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido