Conecte-se agora

Empoderada, Gleici opina sobre temas polêmicos: homofobia, feminismo e porte de armas

Publicado

em

FOTO: Reprodução/Instagram/@jaimeleme

Com mais de 6 milhões de seguidores no Instagram, Gleici Damasceno não tem medo de dizer o que pensa.
Muito além de selfies e publiposts, a vencedora do BBB18 faz questão de compartilhar com os seguidores suas opiniões sobre as mais diversas pautas, principalmente políticas e sociais – assim como o fez durante os três meses de confinamento no reality show da TV Globo.

E foram nesses assuntos que a CARAS Digital tocou em uma conversa séria (e bem-humorada) com a ex-sister, que soltou o verbo sobre as mais atuais polêmicas no Brasil e na web.

PORTE DE ARMAS: “HIPOCRISIA”

“Só vai gerar mais violência. Não concordo. Também acho desnecessário porque a maioria dos brasileiros não têm o dinheiro para investir em uma arma”.

APROPRIAÇÃO CULTURAL: “ACHAM QUE É BOBAGEM”

“Algumas pessoas têm conhecimento do que é apropriação cultural, mas acham que é bobagem. A partir do momento que você explica que alguém está se apropriando de algo que não é seu e ela continua se apropriando, eu acho que é ignorância. Quanto mais conhecimento tivermos sobre o tema, melhor isso vai ser tratado na sociedade”.

FEMINISMO: “MUITAS MULHERES NÃO ENTENDEM”

“Extremamente necessário. Nós somos julgadas pela sociedade o tempo tempo, mas a gente vêm mostrando que estamos ocupando todos os espaços, em todos os lugares. As mulheres precisam se sentir confortáveis para dizer que são feministas porque essa palavra foi demonizada. Na realidade, elas não entendem. Mais mulheres precisam dizer que são feministas e aceitar o feminismo, mas antes de tudo estuda. São várias vertentes, em uma delas você vai se encaixar”.

DEPRESSÃO: “QUEM QUER VIVER AONDE NÃO É ACEITO?”

“Tem que ser tratado com mais responsabilidade. Boa parte das taxas de suicídio estão entre jovens negros, LGBTQ+… É claro que não é a causa maior, mas as pessoas estão se sentindo cada vez mais oprimidas. Quem quer viver num lugar onde não é aceito, onde não pode se expressar? Tem que começar a ser tratado de forma mais responsável pelas autoridades”.

CORTES NA EDUCAÇÃO: “SOU FILHA DE PROGRAMAS SOCIAIS”

“A pessoa mais ignorante sabe que a educação é a base de tudo […] É como se fosse a sua respiração, seu ar. O que mudou a minha vida foi a educação. Eu sou filha de programas sociais que envolvem educação e foi aí que eu transformei a minha vida. Com a educação você resolve todos os problemas do Brasil”.

REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL: “SISTEMA FALIDO”

“Só vai superlotar ainda mais os presídios no Brasil. Colocar mais gente lá dentro não vai resolver porque o nosso sistema carcerário já é falido. Eu acho que não resolve”.

CRIMINALIZAÇÃO DA HOMOFOBIA: “COMEMOREI”

“Eu acho incrível! É um respiro porque os meus amigos vão andar na rua e saber que tem alguém protegendo. É um consolo saber que nem tudo está perdido e que, cada vez mais, a gente vai mudar essa realidade no Brasil. Mas tem que colocar em prática. Uma coisa é a lei, outra coisa é ser colocada em prática. As pessoas que sofrem homofobia precisam denunciar, principalmente na internet, que é uma terra sem lei”.

COMENTÁRIOS DE HATERS: “BLOQUEIO”

“É uma onde que o Brasil está vivendo e acontece com qualquer pessoa que tem o mínimo de exposição. Eu estou aprendendo a lidar, mas eu não vou dizer que não me magoa, você é um ser humano e acaba te atingindo de alguma forma. No geral eu bloqueio, silencio, excluo (risos)”.

PRECONCEITO COM EX-BBB: “SOU MESMO… MAS CAMPEÃ!”

“Eu não sinto preconceito porque eu sei muito bem o meu lugar. Eu fui no programa e passei a mensagem que queria passar, foi extremamente necessário para mim. Eu adoro contar como entrei, como foi. Faz parte da minha história e eu acho uma história bonita. Quando dizem que sou ex-BBB, eu digo: ‘Sou mesmo, mas sou campeã!’”.

Por Ricardo Archilha

Fonte: CARAS

Anúncios

Destaque 2

Covid-19 mata mais 7 no Acre e 570 novos casos são registrados neste sábado

Publicado

em

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) registrou na tarde deste sábado, 06, 570 novos casos de infecção por coronavírus, sendo 357 casos confirmados por exame de RT-PCR e 213 testes rápidos. O número de infectados saltou de 59.500 para 60.070 nas últimas 24 horas.

Até o momento, o Acre registra 162.833 notificações da doença, sendo que 102.284  casos foram descartados e 479 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 51.346 pessoas já receberam alta médica da doença, enquanto 350 pessoas seguem internadas.

Mais sete notificações de óbitos foram registradas neste sábado, 6, sendo 3 do sexo masculino e 4 do sexo feminino, fazendo com que o número oficial de mortes por Covid-19 suba para 1.054 em todo o estado.

Continuar lendo

Cotidiano

Gleici Damasceno confirma cirurgia no nariz e desabafa: ‘Vivi um pesadelo’

Publicado

em

Por

Depois de aparecer no “Encontro com Fátima Bernardes” com o nariz diferente e virar alvo de comentários nas redes sociais, a campeã do “BBB 18”, Gleici Damasceno confirmou que fez uma cirurgia “por questão funcional e estética”.

“Fiz turbinectomia, septo e adenoide e rinoplastia, pois há um tempo atrás fiz um procedimento com ácido hialurônico que não deu certo e modificou meu nariz”, explicou.

A ex-BBB explicou que a cirurgia foi tranquila, mas que, nove dias depois, quando retirou o gesso, teve uma crise de identidade ao se olhar no espelho com o novo nariz.

A partir daí vivi um pesadelo. Foram dias turbulentos na minha cabeça, e tudo pirou quando eu apareci em uma entrevista no ‘Fantástico’ e algumas pessoas começaram a fazer comentários, alguns maldosos. As pessoa acham que podem ridicularizar a aparência de alguém sem se preocupar com o prejuízo emocional que isso causa.

Gleici continuou dizendo que o pós operatório é complicado, mas não imaginava que fosse reagir dessa forma.

“Tive o primeiro ataque de pânico e a certeza que ia enlouquecer, que ninguém ia me reconhecer, minha família, meus amigos, pois nem eu me reconhecia. Eu não tinha saída e fiquei assim por uns 15 minutos, e a cena se repetiu por vários dias. Fui me acalmando e voltando pra mim. Dias depois apareci no programa Encontro, e uma pessoa fez uma comparação muito maldosa, e tudo ficou sombrio novamente”.

A ex-BBB conseguiu se acalmar após dias de conversas com psicóloga. “Decidi falar com vocês sobre isso também pelo fato de pessoas estarem tentando se aproveitar de uma situação para se promover profissionalmente e acho isso muita falta de caráter. Também quero falar sobre algo que mexeu comigo, não acho justo as pessoas me xingarem por uma escolha que eu fiz, não tem sentido nisso pra mim, não foi a minha intenção negar minhas origens e minha história”.

Gleici seguiu rebatendo críticas por ter modificado o formato do seu nariz. Fazer um procedimento no meu nariz não apaga a minha história e muito menos minha cor, eu continuo sendo uma mulher negra, e com orgulho. Recebi muitos comentários de pessoas falando de forma agressiva e não acho que seja o caminho mais adequado, pois não agrega e não educa.

Continuar lendo

Acre 01

Em live, Gladson Cameli afirma que está curado da covid-19 e relata “sensação horrível”

Publicado

em

Não teve boletim oficial. Já passava das 14 horas deste sábado, 6, quando o governador Gladson Cameli [SEM PARTIDO], através de uma live, anunciou que está curado da Covid-19. Ele foi diagnosticado com Covid-19 na segunda-feira, 01, com provável infecção sendo contraída entre os dias 28 de março e primeiro de fevereiro.

Na live, Gladson disse que ao receber a notícia que tinha testado positivo para o vírus ficou abalado. “Estou zerado. Graças a Deus. Não desejo a ninguém uma situação dessa. Comentava com amigos próximos, que o psicológico da gente quando é informado que deu positivo é horrível a sensação”, afirmou.

Em outro trecho, Cameli ressaltou a importância de uma conscientização maior acerca do vírus e mais uma vez os cuidados com a higiene no uso da máscara para evitar a proliferação do vírus.

“Eu queria que as pessoas refletissem um pouco sobre as suas concepções. A minha prioridade é vida! Salvar vidas. Eu disse que não ia ficar politizando e nem vou porque tenho responsabilidade com 1 milhão de acreanos. Eu agradeço a Deus por estar fazendo essa live com vocês. Que Deus nos proteja e nos abençoe. Achar culpado é muito fácil, mas vamos fazer uma corrente e cada um fazer a sua parte. Juntos somos mais fortes. Vamos dizer tchau querido para esse vírus. Não queiram passar o que eu passei. Se cuidem e cuidem dos outros”, afirmou.

A transmissão da noticia via facebook foi feita de dentro do carro de uso particular do governador enquanto ele circulava por Rio Branco. Toda a live durou 4 minutos e 5 segundos.

Continuar lendo

Destaque 7

Idosa de 97 anos recebe 1ª dose da vacina e diz que chegará aos 100

Publicado

em

Dona Aracy Dias de Oliveira, que ficou durante 15 dias internada no Instituto de Traumatologia do Acre (INTO), tomou hoje (6) a primeira dose da vacina contra a covid-19. Em casa, recebeu a visita da equipe da secretaria municipal de saúde e muito otimista disse: “chegarei aos 100 anos”.

Aracy foi internada com 60% dos pulmões comprometidos. Um problema com a visão também dificultava o tratamento. Ela resistiu aos impactos do novo coronavírus. Para a família um milagre, para ela, uma oportunidade nova de vida. “Deus é muito bom”, disse.

Moradora do residencial Maria Iris, na Floresta Sul, Aracy ficou com sequelas da doença, perdeu a memória e saiu do hospital de cadeira de rodas. “Mamãe ficou com sequelas, somente 15 dias após receber alta ela voltou a reconhecer os filhos e os netos” disse Francineide Dias, uma das três filhas de Aracy.

A nonagenária recebe atenção das três filhas e netos. É uma das idosas mais antigas a se curar da covid-19 no Acre e a tomar na categoria dos acamados, a primeira dose da vacina contra o vírus.

 

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas