Menu

Pesquisar
Close this search box.

Prefeito Isaac Piyãko vai para o PSD do senador Sérgio Petecão

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

O prefeito de Marechal Thaumaturgo, Isaac Piyãko, vai trocar o MDB pelo PSD do senador Sérgio Petecão, sigla pela qual deverá concorrer às reeleição. Acredita que a troca de partido não deve interferir na boa aceitação que tem junto à população do município. ” Não sou assistencialista e aqui as pessoas querem saber é do meu trabalho”.


Piyãko tem apoio de 5 dos nove vereadores e não enfrenta problemas pra aprovação de projetos.

Anúncios


A gestão do primeiro indígena (ele é Ashaninka) tem boa aceitação na cidade. Tem fama de bom pagador e se mantém próximo da população de 18 mil habitantes, que vive em sua maioria na zona rural. Está trabalhando em 60 Km de ramais, recuperando a rede de distribuição de água em pareceria com o Depasa e regionalizando a merenda escolar.


Quer diminuir a dependência de outras cidades como Cruzeiro do Sul e fazer o dinheiro circular em Thaumaturgo. Destaca que nas escolas são consumidas 7 toneladas de frango trazidos de fora. Ele muda esse quadro fortalecendo a agricultura familiar e comprando itens agrícolas para a merenda escolar na própria localidade. 77 agricultores já fornecem alimentos orgânicos para rede pública de ensino e a meta dele é alcançar todos os agricultores. ‘ A merenda escolar vinha toda de Cruzeiro do Sul mas estamos mudando esse quadro com nossos produtos regionais”, explica.


Pagando dúvidas

Do Fundo de Participação dos Municípios ( FPM) e de ICMS, a prefeitura de Marechal Thaumaturgo recebe R$ 700 mil mensalmente. Os investimentos são prejudicados pelas dívidas deixadas por gestões passadas desde a criação do município em 1992 com INSS e de energia elétrica. São R$ 200 mil mensais, que de acordo com Piyãko, ‘ fazem muita falta porque poderíamos investir em outras áreas da cidade’.


Consórcio de prefeituras

Junto com o prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro, Piyãko é entusiastas da criação do Consórcio de oito prefeituras dos Vales do Juruá, Tarauacá e Envira, para captação de recursos nacionais e estrangeiros, de forma independente do governo do Estado. O Consórcio há tem elaborando um projeto de R$ 65 milhões para o fortalecimento da cadeia produtiva de itens regionais, bem como do turismo.


O governo do Estado, segundo Piyãko, não destinou nenhum recurso até agora , para Marechal Thaumaturgo.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido