Conecte-se agora

_profissionais priorizam mais o crescimento comparado a outros requisitos em uma vaga de emprego

Isso foi observado em diversas pesquisas como a do Linkedin

Publicado

em

As vagas de emprego passaram por mudanças nos últimos anos. Isso foi observado em diversas pesquisas como a do Linkedin. Na análise, a geração baby boomers (formada por pessoas nascidas entre os anos de 1945 a 1960) está adiando a aposentadoria enquanto a geração Z (nascidos entre 1992 a 2010) vem ganhando experiência com seus primeiros empregos. Mas os millennials ou geração Y (aqueles que nasceram no fim dos anos 70 e início dos 90) são os que causaram mais impacto ao configurar as prioridades ao procurar por um emprego.

Esses são só alguns pontos observados sobre o atual trabalhador que continua a lutar pela conquista de seus direitos – representados pela data 1º maio – Dia do Trabalhador – e querem mais chances de crescimento na carreira. De acordo com a maior rede social de empregos do mundo, a geração milênio está redefinindo as metas ao priorizar quesitos ofertados por uma empresa como aprender novas habilidades (50%), flexibilidade (41%) em relação a salários (34%). Mas, com maior adesão, os profissionais querem ter um trabalho do qual tenham orgulho de falar (64%).

Amanda Souza, profissional da área de comunicação, tem a dupla felicidade de ter sido contratada há pouco tempo por uma empresa para uma vaga que lhe proporciona oportunidade de crescimento. “O que me chamou atenção na descrição da vaga foi a oportunidade de ganhar mais conhecimentos com marketing digital”, conta a recém-contratada que ainda completa sobre a possibilidade de estar atualizada na área. “Dentro de uma empresa, você acompanha cada passo das novidades do setor, como ficar por dentro das últimas tendências por meio de treinamentos que a própria empresa oferece. É também uma ótima chance de conhecer outros profissionais e aprender com eles”, emenda.

Cerca de Três setores tiveram resultados positivos, conforme os últimos dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), da Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia. São eles: serviços (4.572), administração pública (1.575) e extrativa mineral (528). E os estados que se destacaram foram Minas Gerais (5.163), Goiás (2.712), Bahia (2.569), Rio Grande do Sul (2.439), Mato Grosso do Sul (526), Amazonas (157), Roraima (76) e Amapá (48).

Agência Educa Mais Brasil

Acre 01

No Acre, pesquisa Travessia/ac24horas põe Bolsonaro com 53% e Lula com 34%

Publicado

em

O Instituto Travessia Diagnóstico, contratado pelo ac24horas, divulgou nesta quarta-feira, 28, os números das intenções de votos da disputa presidencial no Acre nas eleições de 2022. De acordo com o levantamento estimulado, o presidente Jair Bolsonaro (PL), candidato à reeleição, aparece na frente com 53%, contra 34% do candidato do PT, Luiz Inácio Lula da Silva. Ciro Gomes (PDT) tem 4%, Simone Tebet (MDB) 3% e outros candidatos registraram 1%. 3% marcaram brancos e nulos e 2% não sabem ou não responderam.

Já na pesquisa espontânea, Bolsonaro aparece com 47%, Lula 30%, Ciro 3%, Simone 1%. Outros candidatos marcaram 1%. 8% optaram pelo brancos e nulos e 10% afirmaram não saber ou não responderam.

A pesquisa do Instituto Diagnóstico ouviu 1.200 eleitores por telefone entre os dias 24 a 27 de setembro. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95% e o levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-05815/2022 e no Tribunal Regional Eleitoral do Acre com o número AC-08454/2022.

Continuar lendo

Destaque 2

Travessia/ac24horas no senado: Alan tem 31%, Ney 24%, Jenison 13% e Márcia 11%

Publicado

em

O Instituto Travessia Diagnóstico, contratado pelo ac24horas, divulgou nesta quarta-feira, 28, os números da disputa da única vaga do Acre no senado nas eleições de 2022. De acordo com o levantamento estimulado, Alan Rick (UB) tem 31% e lidera, mas é seguido por Ney Amorim (Podemos) com 24%. Na terceira posição surge Jenilson Leite (PSB) com 13% e na quarta colocação aparece Márcia Bittar (PL) com 11%. Vanda Milani (PROS) e Nazaré Araújo (PT) marcaram 4%, cada uma. Sanderson Moura (PSOL) registrou 1% e Dimas Sandas (AGIR) não pontuou. 6% marcaram branco e nulo e 6% não souberam não responderam.

Na pesquisa espontânea, Alan marca 22%, Ney 17%, Jenilson 9% e Márcia 6%. Vanda e Nazaré marcaram 2%, cada uma. 13% optaram por branco ou nulo e 29% não sabem ou não responderam.

No quesito rejeição, Márcia tem o maior índice com 31%. Alan tem 19%, Ney 17%, Jenilson 15%, Nazaré 15%, Vanda 9%, Sanderson 9% e Dimas Sandas 8%.

A pesquisa do Instituto Diagnóstico ouviu 1.200 eleitores por telefone entre os dias 24 a 27 de setembro. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95% e o levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-05815/2022 e no Tribunal Regional Eleitoral do Acre com o número AC-08454/2022.

Continuar lendo

Extra Total

Travessia/ac24horas no governo: Gladson tem 47%, Jorge 33%, Mara 11% e Petecão 6%

Publicado

em

O Instituto Travessia Diagnóstico, empresa contratada pelo ac24horas para aferir a intenção de voto da população do Acre, divulgou os números da corrida ao Palácio Rio Branco nesta quarta-feira, 28. De acordo com a pesquisa estimulada, o governador Gladson Cameli (PP), candidato à reeleição, aparece na liderança com 44%, seguido por Jorge Viana (PT), com 31%, e Mara Rocha (MDB) 10%. Sérgio Petecão (PSD) aparece com 6%, Márcio Bittar (UB) 2% e David Hall (AGIR) 1%. Nilson Euclides (PSOL) não pontuou nesta amostragem. Brancos e nulos registraram 3% e não sabem ou não responderam também marcou 3%.

Com o levantamento estimulado, na simulação de votos válidos, Cameli aparece com 47%, Viana com 33%, Mara 11%, Petecão 6%, Bittar 2% e David Hall 1%. Já na pesquisa espontânea, Cameli aparece com 39%, Jorge com 26%, Mara 7%, Petecão 3% e Bittar 1%. Branco e nulos marcou 7% e 17% não souberam ou não responderam.

REJEIÇÃO

No quesito rejeição, Jorge Viana e Petecão estão empatados com 38%, seguido por Gladson 34%, Bittar 31%, Mara 23%, Nilson 15% e Hall 12%.

CENÁRIO DE SEGUNDO TURNO

A pesquisa também realizou a simulação de segundo turno. Na aferição, Gladson venceria Jorge Viana por 48% a 35%. 11% marcaram brancos e nulos e 6% não sabem ou não responderam.

Já na disputa direta com Mara Rocha, Cameli venceria a emedebista com 53% contra 27%. Brancos e nulos marcaram 12% e 8% não sabem ou não responderam.

No confronto direto com Márcio Bittar, Cameli também venceria com 56% contra 25%. 11% optaram por brancos ou nulos e 8% não sabem ou não responderam.

Já na simulação com Petecão, Cameli também ganharia com 56% contra 23%. 13% optaram por branco ou nulo e 8% não sabem ou não responderam.

Em outro cenário, onde Jorge Viana e Mara Rocha disputassem o segundo turno, o petista leva a melhor com 39% contra 33%. 13% optaram pelo branco e nulo e 15% não sabem ou não responderam. Já contra Bittar, Viana venceria com 40% contra 26%. 15% brancos e nulos e 19% não sabem ou não responderam. Em cenário disputando contra Petecão, Viana venceria 40% a 26%. 15% brancos ou nulos e 19% não sabem ou não responderam.

A pesquisa do Instituto Diagnóstico ouviu 1.200 eleitores por telefone entre os dias 24 a 27 de setembro. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95% e o levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-05815/2022 e no Tribunal Regional Eleitoral do Acre com o número AC-08454/2022.

Continuar lendo

Destaque 4

Contratação de empresa para tratamento de água na capital vira alvo de investigação pelo MP

Publicado

em

O Ministério Público do Estado do Acre (MP-AC) abriu uma investigação com objetivo de investigar a contratação de uma empresa privada para fornecimento de tratamento de água em Rio Branco. O despacho foi publicado na edição do Diário Eletrônico desta quarta-feira, 28.

De acordo com a promotoria Especializada de Defesa do Patrimônio Público e Fiscalização das Fundações e Entidades, em abril deste ano, a empresa Oliveira e Melo LTDA foi contratada pela Prefeitura Municipal de Rio Branco por processo de dispensa de licitação no valor de R$ 28.469.000,00 (vinte e oito milhões, quatrocentos e sessenta e nove mil reais), para fornecer Policloreto de Alumínio (PAC) às Estações de Tratamento de Água do Serviço de Água e Esgoto de Rio Branco – SAERB – causando indícios de superfaturamento.

No entanto, o MP destacou que a prefeitura encaminhou resposta esclarecendo apenas que a contratação ocorreu, na verdade, via sistema de registro de preço, oportunidade em que a referida empresa foi contratada pelo valor de R$ 16.849.000,00 (dezesseis milhões, oitocentos e quarenta e nove mil reais), todavia ausente a cópia integral do referido procedimento licitatório.

Porém, o órgão controlador solicitou também documentação pertinente à contratação da empresa Oliveira e Melo LTDA e determinou a abertura de procedimento administrativo. “Considerando que a Notícia de Fato nº 01.2022.00000753-1 não foi concluída em tempo hábil, persistindo a necessidade de colher elementos de informação destinados a formar a convicção ministerial acerca dos fatos narrados, bem como para analisar a documentação já disponibilizada”, diz trecho do documento.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.