Conecte-se agora

Video e fotos mostram que caos na Saúde que tomou conta do HUERB na gestão de Sebastião continua na de Gladson

Publicado

em

Passados pouco mais de 30 dias desde que o governador Gladson Cameli (Progressistas) assumiu o cargo de chefe do executivo, parece que nada mudou na saúde pública do Estado. Pelo menos é o que mostra um vídeo e fotos registradas neste domingo, 3, nas dependências do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb), que mostra corredores lotados, pessoas deitadas no chão e até mesmo falta de profissionais para suprir a demanda de atendimentos.

O internauta que faz o vídeo, relata que as cenas captadas por ele na observação do maior hospital do Acre lembram um “campo de concentração”. “As pessoas estão sendo depositadas aqui. Infelizmente muitas pessoas morrem. Essa é a realidade que estamos mostrando aqui para mostrar a sociedade para ver se as autoridades, os setores competentes tomem providências sobre o que está acontecendo aqui”, disse.

O ac24horas apurou que na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Huerb, alguns leitos estão bloqueados e que além disso, a Unidade está sem os principais antibiótico. A mesma situação se aplica a Fundação Hospitalar. Outro relato interno preocupante é que os carros de anestesia estão precários. “Quando u paciente sai da cirurgia, esta saindo mais grave pela péssima ventilação respiratória dos carros de anestesia. As camas da UTI estão quase todas quebradas no Huerb”, disse um servidor.

No sábado, UTI teria funcionado com apenas um médico, mas a obrigatoriedade seria de de dos profissionais. Ortopedia e cirurgia funciona com menos da metade da escala do mês. “O mais grave Huerb tinha o GEP que é o gerenciador de escalas eletrônico. Tiraram as escalas medicas pois não conseguem mais lançar e fazer a escala”, disse o denunciante.

Confira as fotos e o vídeo na integra:

play-rounded-fill

Destaque 2

Governo diz que pobreza extrema caiu quase 5% no Acre com Auxílio Brasil

Publicado

em

Com os programas de transferência de renda, a extrema pobreza caiu até 4,63% em um ano no Acre. Os dados constam do estudo “Expansão do Programa Auxílio Brasil: Uma reflexão Preliminar”, divulgado dia 17/8 pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), vinculado ao Governo Federal.

A pesquisa aponta que o Auxílio Emergencial do Governo Federal teve papel estratégico para mitigar efeitos sociais e econômicos da pandemia de Covid-19, além de conectar o programa permanente de transferência de renda do Ministério da Cidadania com indicadores de melhoria do mercado formal de trabalho.

No país, segundo o Ipea, foram gerados, em média, 365 novos empregos formais para cada mil famílias incluídas no Auxílio Brasil.

No Acre, 125.557 famílias recebem o auxílio atualmente.

Continuar lendo

Cotidiano

Mãe busca doação de cadeira de rodas para filha com sequelas da paralisia infantil

Publicado

em

Com um físico de uma criança de no máximo oito anos, a adolescente Maria Clara, que sofreu paralisia infantil dias depois de nascida, desde então vive numa cama com os movimentos limitados e está precisando de ajuda para poder se locomover com maior facilidade.

Hoje com 15 anos, todos vividos no isolamento, ao lado da mãe Kátia, que sempre fez o possível para diminuir o sofrimento da filha, Ana Clara cresceu e, consequentemente, aumentou de peso. a mãe

A mãe tem dificuldades para carregá-la nos braços e cansada de tentar junto ao poder público uma cadeira de rodas adaptada, apela para a bondade das pessoas.

De acordo com dona Kátia, com a cadeira de rodas a vida de Maria Clara melhoraria em 100%.

“Só o fato de poder passear todos os dias pelas ruas do bairro da Bahia onde moramos, ir a uma praça, ou até mesmo conhecer o centro da cidade, não tenho nenhuma dúvida, que a faria muito feliz”, comentou a mãe.

Dona Kátia é mãe de outros filhos, menores do que Ana Clara, que felizmente são saudáveis, e apesar da adolescente ter seu benefício, o dinheiro por vezes não dá nem para comprar a alimentação.

“Hoje, uma cadeira de rodas adaptada para a minha filha seria um grande sonho e a independência dela em poder sair daquela cama”, comentou a mãe emocionada.

“Vou ficar muito feliz se alguém me ajudar. Estamos também precisando de fraudas”, conclui.

Quem tiver interesse em ajudar Ana Clara pode ligar para o celular 98412-0708 e falar com a mãe dela, Kátia.

Continuar lendo

Acre 01

Jorge Viana e Marcus Alexandre participam de encontro com empresários na Fieac

Publicado

em

Os candidatos ao governo do Acre pela Federação Brasil da Esperança Acre (PT, PCdoB e PV), Jorge Viana (PT) e Marcus Alexandre (PT) participaram nesta quinta-feira, 18, de um encontro com empresários e membros da diretoria da Federação das Indústrias do Estado do Acre (Fieac).

O ex-governador Jorge Viana e o ex-prefeito Marcus Alexandre foram recebidos pelo presidente da Fieac, João Paulo de Assis Pereira, e firmaram compromisso de promover políticas de incentivo às atividades econômicas do Acre. “Eu acredito que o cenário é promissor e será possível fazer uma grande expansão”, afirmou Viana.

Para ele, as prioridades devem envolver ação de apoio à agricultura familiar, a expansão do agronegócio sustentável e a implantação de um programa robusto de apoio à indústria, comércio e serviços. Os três setores produtivos que geram vagas de emprego e fonte de renda para as famílias.

O candidato a governador, Jorge Viana, ainda pontuou que atualmente existem mais de 300 mil pessoas desempregadas ou na informalidade em todo o Estado o que aumenta a responsabilidade dos governantes.

Além do presidente João Paulo de Assis Pereira, membros da Diretoria da Fieac, ainda estiveram participaram representantes de 12 sindicatos, são eles: Sindusmad, Sincon, Sindigraf, Sindicer, Sindmineral, Sindsorvetes, Sindicarnes, Sindpan, Sincepav, Sinduscon, Sinear e Sindimóveis.

Continuar lendo

Destaque 6

Consumo de energia elétrica cresceu quase 130% no Acre

Publicado

em

O consumo de energia elétrica cresceu 2% no Acre em julho, sendo que desse total o setor de serviço ampliou o uso da força em 30%. Dos outros segmentos que mais consumiram eletricidade no período, a indústria de manufaturados surge em 2º lugar com crescimento de 12%; comércio, 8% e industría alimentícia,6%.

As informações sobre o consumo de energia elétrica no Sistema Interligado Nacional (SIN) nos últimos 12 meses estão disponíveis no painel Consumo do portal da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE). As abas trazem um detalhamento sobre o uso diário de energia em todo o Brasil.

Mesmo oscilando muito, o consumo de energia elétrica cresceu 129,34% no Acre em doze meses.

Os dias mais quentes tem elevado o consumo de eletricidade no Acre. No segmento doméstico, os aparelhos que mais consomem são o ferro de passar roupa e o ar-condicionado.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.