Conecte-se agora

Volta às aulas: confira dicas para economizar na compra do material escolar

Optar por compras coletivas é uma opção

Publicado

em

IPTU E IPVA não são os únicos gastos que pesam no bolso do consumidor no início do ano. Além deles, entra também matrícula, uniforme e material escolar. De acordo com uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV/IBRE), os preços da categoria varejo subiram, em média, 1,02% no acumulado do ano passado.

Mas não precisa se desesperar, para fazer o cliente fechar negócio, as papelarias estão sendo criativas e facilitando o pagamento. Uma das estratégias é que, quanto mais itens da lista você levar no mesmo local, maior é o desconto. Outra possibilidade é que o tradicional orçamento feito pessoalmente tem sido, aos poucos, realizado por aplicativos de mensagens ou e-mail, facilitando assim, a vida dos pais e responsáveis.

E atenção: é preciso ficar atento também a alguns itens que não podem ser entrar na sua lista mesmo que solicitados pelos colégios. A lei do consumidor proíbe que as instituições de ensino da educação básica, indiquem lojas, marcas ou modelos de mercadorias. Os produtos de uso coletivo – como papel higiênico e giz –  também precisam ser fornecidos pelo colégio.

Outra dica de economia é com a mensalidade. Com apoio de programas como o Educa Mais Brasil, é possível reduzir a mensalidade à metade. Com 15 anos de atuação, o Educa já beneficiou 900 mil alunos com bolsas de estudo. Ficou interessado? Acesse o site do Educa Mais Brasil e confira todas as oportunidades disponíveis na sua região. Ao todo, são 300 mil vagas ofertadas em todo país para a educação básica com descontos de até 50%. A inscrição é gratuita.

Não dá para fugir da tarefa de comprar o material, mas com um pouco de organização, pesquisa e seguindo algumas dicas é possível economizar. Confira:

  1. Não deixe para a última hora – Quem deixa para fazer as compras na véspera da volta às aulas pode pagar mais pelo material ou ficar sem ele.
  2. Pesquise os preços – Não deixe de fazer pesquisas de preços em papelarias, bazares, lojas de departamentos e pela internet.
  3. Compra coletiva com outros pais em lojas que vendem por atacado, por exemplo. Alguns estabelecimentos oferecem descontos para produtos comprados em grandes quantidades.
  4. Veja o que dá para reaproveitar – Um conjunto de lápis de cor do ano passado, um caderno que não foi todo preenchido e a mochila que está em bom estado podem ser reutilizados no novo ano escolar.

 

Agência Educa Mais Brasil

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas