Conecte-se agora

Bolsa Universidade divulga resultado das vagas remanescentes

Programas como o Educa Mais Brasil têm bolsas de estudo no Norte e mais de 400 mil vagas no Brasil

Publicado

em

Inscritos nas vagas remanescentes do Programa Bolsa Universidade(PBU) devem ficar atentos: o resultado do remanejamento de cerca de 10 mil vagas do programa foi divulgado hoje. Mais de cinco mil pessoas foram convocadas para a 3ª chamada, que está disponível no site da Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi), de Manaus (Amazonas). Para a garantia da bolsa, será preciso entregar os documentos exigidos em edital nos dias 19 e 20 de dezembro, na sede da Escola.

Cerca de 58 mil candidatos concorreram a uma das 28 mil bolsasparciais e integrais ofertadas para estudantes residentes em Manaus A alta concorrência evidencia a busca elevada por oportunidades para iniciar o ensino superior e, para suprir a demanda, existem programas que também ofertam bolsas de estudoem toda a região Norte do Brasil.

Em Rio Branco, capital do Acre, a estudante Maria Lauane Silva de Moura, de 21 anos, vai começar o segundo semestre de Ciências Contábeisem 2019. “Eu sempre procurei poupar dinheiro e o Educa Mais me ajuda mais financeiramente. Eu acho o valor bem mais acessível e a maioria dos meus colegas de sala são bolsistas”, sinaliza.

Aprender a lidar com a contabilidadeempresarial está entre as áreas de interesse da estudante, que conheceu as vantagens da bolsa de estudo por meio da página do instagram do Educa Mais Brasil. Há pouco tempo, procurou informações sobre a ofertada de bolsas para 2019.1 já que desejava recomendar para um amigo e colega de trabalho.

“Pensei no Educa porque eu acho que é uma forma de economizar dinheiro e porque oferece uma forma de pagamento melhor do que o Fies”, comenta em relação ao Fundo de Financiamento Estudantil, do Governo Federal. São ofertadas mais de 400 mil bolsas de estudo ofertadas em todo o Brasil apenas para o primeiro semestre de 2019. Além do Acre e do Amazonas, estados como o Amapá, Pará, Rondônia, Roraima e o Tocantins também têm vagas disponíveis.

A contratação é realizada por meio do site do programa educacional. O próprio estudante seleciona a cidade onde quer estudar, a graduação e o percentual de desconto disponível. É possível também escolher entre cursos presenciais ou EAD (Educação a Distância).

Bolsa Universidade

Os convocados para as bolsas remanescentespoderão alterar as características da vaga desejada. “Quem participar do remanejamento terá a oportunidade de trocar a instituição, o turno e os cursos, de acordo com as vagas em aberto”, explica o diretor-Executivo da Espi, Helder Câmara. Confira as instituições de ensino que participam do Programa Bolsa Universidade:

Centro Universitário de Ensino Superior do Amazonas (Ciesa)

Centro Universitário Fametro

Centro Universitário Maurício de Nassau (Uninassau)

Escola Superior Batista do Amazonas (Esbam)

Faculdade Boas Novas (FBN)

Faculdade Martha Falcão Wyden

Faculdade Salesiana Dom Bosco

Faculdade Santa Teresa

Fucapi

Instituto Amazôniade Ensino Superior (IAES)

Materdei

Uninorte Laureate

Universidade Estáciode Sá

Universidade Nilton Lins.

Anúncios

Acre 01

Governo monta hospital de apoio em combate à Covid-19 no antigo quartel do Bope

Publicado

em

O aumento da demanda ocasionada pelo alto índice de contaminação pelo novo coronavírus na capital acreana fez com que o governo do Acre montasse uma nova estrutura para atender os pacientes. O local escolhido para ampliar os atendimento foi o prédio do antigo quartel do Batalhão de Operações Especiais (Bope).

A informação foi anunciada pelo próprio governador Gladson Cameli neste sábado (27). O local, segundo o governo, está sendo transformado em um hospital de apoio ao Into para atender pacientes com Covid-19.

“Nossa intenção é abrir mais 20 leitos de enfermaria e outros 10 espaços de pronto atendimento, caso haja necessidade do uso de oxigênio”, diz Cameli.

O governo garante estar buscando de todos os lados evitar que o Acre sofra um colapso na saúde. “Pretendemos entregar essa obra o mais rápido possível. Meu muito obrigado à equipe da Seinfra que está fazendo o trabalho”, concluiu.

Continuar lendo

Acre 01

Arrecadação do Acre em 2021 cresce R$ 30 milhões em comparação a janeiro do ano passado

Publicado

em

Em janeiro de 2021, a arrecadação dos tributos estaduais levando em conta todos os impostos e taxas cresceu quase R$ 30 milhões em relação ao mesmo mês do ano passado.

O aumento se deu, principalmente, pela alta na arrecadação do ICMS, que alcançou R$ 150,13 milhões em janeiro de 2021 contra R$ 120,70 milhões no primeiro mês de 2020.

Apesar de uma pequena queda na arrecadação do IPVA (6,4%), foi uma boa recuperação. O aumento na arrecadação estadual beneficiou diretamente os municípios, através das transferências constitucionais que aumentaram em mais de R$ 7,10 milhões em relação a janeiro de 2020.

Os dados foram disponibilizados pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) e foram trabalhados pela equipe técnica do Observatório do Fórum Empresarial de Inovação e Desenvolvimento do Acre.

Continuar lendo

Acre

Governo mobiliza 8 ministérios para resolver crise imigratória no Acre

Publicado

em

Por

O governo federal mobilizou a atenção de oito ministérios para ajuizar nessa sexta-feira, 26, uma ação na Justiça Federal do Acre pela qual pede força policial a fim de expulsar um grupo de imigrantes que bloqueia a ponte que liga Assis Brasil (AC) a Iñapari, no Peru.

O protesto dos imigrantes na Ponte da Integração começou depois que o governo do Peru repeliu a entrada de estrangeiros em virtude da pandemia do novo coronavírus. Os imigrantes passaram a se concentrar em Assis Brasil. De acordo com relatórios do governo, no último dia 14 eles começaram a bloquear a passagem de caminhões do Brasil para o Peru.

Os imigrantes querem chamar a atenção das autoridades para o impasse em que vivem desde que o Peru impediu a passagem pelo país. Em Assis Brasil, mais de 150 imigrantes estão em abrigos e outros cem se encontram “em situação de rua, a maioria documentado vindo de São Paulo, Santa Catarina e Rio de Janeiro para cruzar a fronteira com o Peru”, conforme um relatório do governo federal.

A partir de notas técnicas produzidas pelos ministérios, a AGU (Advocacia Geral da União) pediu que a Justiça autorize a Polícia Federal, a Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Militar do Acre a desobstruírem a ponte. Na petição inicial, a AGU citou os nomes de seis imigrantes nascidos na Guiné, um no Haiti e outro na Costa do Marfim como os supostos “líderes da ocupação” na ponte.

A AGU pede que o oficial de Justiça seja instado a “identificar os líderes do movimento” e que seja estabelecida uma multa, contra os imigrantes, de R$ 50 mil por hora em caso de descumprimento da decisão judicial.

O juiz da 2ª Vara Federal do Acre, Herley da Luz Brasil, citou que “o caso se refere a litígio coletivo que envolve situação delicada, em razão da vulnerabilidade social e econômica de imigrantes e do momento histórico da pandemia da Covid-19”. Por isso pediu, antes de decidir, que o MPF (Ministério Público Federal) e a DPU (Defensoria Pública da União) se manifestem em até 24 horas. O prazo acaba às 19h00 deste sábado (27).

Os documentos, notas técnicas e manifestações juntados pela AGU na abertura da ação judicial mostram que assunto bloqueio da ponte passou por oito ministérios em Brasília: Casa Civil, Justiça, Saúde, Economia, Infraestrutura, Relações Exteriores, Cidadania e Mulher, Família e Direitos Humanos.

Continuar lendo

Acre

Bocalom passará mais 3 dias fora de Rio Branco para ver a família

Publicado

em

O prefeito de Rio Branco Tião Bocalom (Progressistas) viaja neste sábado, 27, para Araguari, cidade mineira em que residem sua esposa e filhas. Desta vez, a viagem será para visitar os familiares.

“Vai ver a esposa e família! A esposa está há 5 anos numa UTI montada em casa, na cidade de MG”, explicou a assessoria de imprensa do prefeito.

Antes de embarcar, Bocalom visitou os pontos de vacinação que estão montados na capital acreana imunizado idosos de 74 a 84 anos contra a Covid-19. Durante a visita, o prefeito passou algumas orientações às equipes que estão atendendo.

“Ontem ele e a equipe de Defesa Civil e ação social também passaram orientações de como ele quer o atendimento às famílias, de forma bem humanizada!”, diz sua assessoria.

A última vez que o prefeito esteve fora foi no início dessa semana, quando viajou para Brasília para participar do lançamento do programa do governo federal Agenda do Prefeito + Brasil.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas