Conecte-se agora

Sem citar desentendimentos internos, Ney Amorim entrega carta de desfiliação ao PT

Publicado

em

Ao contrário do que muitos esperavam a carta de desfiliação que o deputado Ney Amorim entregou ao presidente do Partido dos Trabalhadores (PT), na tarde desta quinta-feira (8), não relatou os vários desentendimentos internos que que movimentaram sua campanha ao Senado e que foram responsáveis pela sua saída da legenda que o projeto politicamente em todo o Estado do Acre.

Em tom poético, Ney Amorim narrou sua trajetória no PT, destacando que tudo na vida tem início e fim e que as pessoas precisam se preparar para o final de cada ciclo. Amorim destaca que entrou no partido aos 15 anos, quando seu pai, Josué Amorim foi candidato e chegou ao mandato de vereador pelas fileiras petistas, com apoio dos moradores da Baixada, um dos maiores redutos do PT.

Ele destacou sua participação na construção do partido, deixando uma alfinetada sobra uma possível mudança no projeto petista. “Várias foram as demonstrações de empenho de nossa parte. Percorremos todos os postos e todas as fases de participação na caminhada de crescimento do Partido dos Trabalhadores e do projeto apresentando que tinha um objetivo: O bem coletivo”, destaca Ney.

Segundo Amorim, ele militou nos tempos em que o PT não disponibilizava de recursos financeiros, quando seus militantes pintavam camisetas, fixavam cartazes e balançavam bandeiras nas esquina da cidade. “Nós entregamos, nos empenhamos, apoiamos e defendemos as cores, as ideias e as pessoas”. O dissidente destaca que defendeu a legenda e foi fiel aos seus princípios.

“Mas, como disse no início, tudo que começa um dia acaba. E chegamos ao fim. Eu, Ney Amorim, deputado estadual de três mandatos, presidente da Assembleia Legislativa comunico minha desfiliação do quadros do Partido dos Trabalhadores. Ciente de ter feito a minha parte na construção dessa história e de ter a liberdade democrática de caminhar na direção do que acredito”.

Ney Amorim encerra a carta destacando sua tendência cristã e que vai continuar servindo a quem o procurar. “Vamos estar sempre aqui, onde sempre estivemos, para servir ao maior número de pessoas possível. A todos deixo meu abraço e minha gratidão por tudo que foi partilhado e vivido durante esses anos”, finaliza o deputado que ainda não escolheu novo partido para se filiar.

Destaque 2

Bocalom suspende lei que impede que lojista do Shopping Aquiri venda ou transfira empreendimento

Publicado

em

Na última terça-feira, 29, o prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, recebeu os concessionários de lojas do Aquiri Shopping para conversar sobre a Lei Complementar 92/2020.

Em específico o que trata o artigo 17, que diz que os contratos firmados entre os comerciantes, ficam automaticamente revogados após a inserção no local. Assim, “o concessionário fica impedido de realizar a venda ou transferência onerosa e impedido, no caso de falecimento ou doença incapacitante, de transferir a loja a um familiar”.

Para Bocalom, o item é injusto, por isso decidiu suspender os efeitos da portaria que revogava os contratos dos concessionários com o município.

“Estamos buscando caminhos jurídicos para poder evitar tamanho prejuízo a essas pessoas que estão ali há tantos anos trabalhando e que têm o direito adquirido na nossa Lei Municipal. Então está suspenso, por enquanto, até que tenhamos o parecer jurídico da Procuradoria Geral do Município (PGM)”, explicou o prefeito.

Continuar lendo

Destaque 2

Gana segura a Coreia do Sul e vence a primeira em jogo eletrizante

Publicado

em

Por

Gana venceu na manhã desta segunda-feira (28) a Coreia do Sul por 3 a 2, em partida válida pela segunda rodada do Grupo H. O jogo foi eletrizante do início ao fim. A seleção africana abriu 2 a 0 no primeiro tempo, e os sul-coreanos devolveram o placar na segunda etapa, mas Kudus decretou a vitória ganesa.

Com o resultado, a seleção de Gana pulou para a segunda colocação da chave, com três pontos. A Coreia do Sul é a lanterna, com apenas um ponto somado. Ainda nesta segunda, o líder Portugal, com três, encara o Uruguai, que ocupa o terceiro lugar, também com um ponto.

O jogo

A Coreia do Sul começou melhor, dominando as ações do jogo e explorando exaustivamente cruzamentos em direção à área. Foram sete escanteios a favor dos sul-coreanos nos 20 primeiros minutos de bola rolando.

Mas todo o volume apresentado no começo da etapa inicial pela seleção asiática não foi convertido em gols. Melhor para Gana, que não desperdiçou a melhor chance que teve e abriu o placar. Aos 23, André Ayew cobrou falta em direção à área, e Salisu aproveitou a sobra para estufar a rede.

O gol foi como um balde de água fria para os sul-coreanos, e Gana sentiu que poderia ampliar. Aos 33, Jordan Ayew cruzou em direção à área, e encontrou Kudus livre, que desviou de cabeça e marcou o segundo da seleção africana.

Com a vantagem no marcador, Gana optou por começar a segunda etapa recuada. A ideia do técnico Otto Addo foi chamar a Coreia do Sul para o campo defensivo e tentar golpeá-la nos contra-ataques. Mas não deu certo.

Aos 12, os sul-coreanos diminuíram. Lee Kang-In, que tinha acabado de entrar, roubou a bola de Lamptey pela esquerda e cruzou na medida para Cho Gue-Sung mandar para o fundo do gol. Embalada, a seleção asiática empatou. Aos 15, Kim Jin-Su cruzou, e Cho Gue-Sung balançou a rede novamente.

O jogo dava indícios de que a Coreia do Sul iria virar, mas o futebol prega peças. Aos 22, Mensah cruzou rasteiro para a área, e Iñaki Williams furou. Na sobra, Kudus bateu cruzado e colocou a seleção de Gana novamente na frente do placar.

A Coreia do Sul voltou a ditar as ações do jogo, mas o cansaço falou mais alto. Gana recuou as linhas e repetiu a tática de tentar aplicar um golpe fatal, enquanto os sul-coreanos buscavam retomar a igualdade. O jogo seguiu frenético até o apito final, mas sem alterações no marcador.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS:

video
play-rounded-fill
Continuar lendo

Destaque 2

Feijó, no Acre, se consolida como um dos campeões de queimadas do Brasil

Publicado

em

Famoso por produzir o melhor açaí do Acre, o município de Feijó, localizado na região central do estado mais ocidental da Amazônia, carrega nos últimos cinco anos uma marca indigesta para uma unidade da federação que possui forte vínculo histórico com a luta pela preservação ambiental.

De acordo com os dados Programa Queimadas, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), com base no satélite de referência AQUA Tarde, os índices de queimadas no município triplicaram entre os anos de 2018, quando foram detectados 839 focos, e 2022, que até o momento registra 2.417 ocorrências.

Esses números colocam Feijó no indesejável ranking dos 10 municípios brasileiros com os maiores índices de queimadas em meia década de registros do INPE, ocupando a 8ª posição, a mesma caso sejam considerados apenas os números referentes a 2022, entre janeiro e novembro.

Os altos níveis de queimadas em Feijó tem relação direta com o desmatamento, uma vez que o município, no cenário estadual, também é o que mais desmata e degrada florestas. É uma situação que também cresce a cada ano, fomentando, consequentemente, o crescimento das queimadas.

De acordo com os dados da Plataforma Terra Brasilis, também do INPE, o município de Feijó possui a maior quantidade de alertas de desmatamento emitidos no período de 17 de novembro de 2021 a 17 de novembro de 2022, com 100.83 km² de área total abrangida pelos avisos.

Quanto às queimadas, o Acre já acumula, em 2022, o segundo maior volume desde que o INPE começou a fazer o monitoramento de focos ativos por estado, no ano de 1998. São 11.818 focos de queimadas no ano, quantidade inferior apenas à registrada em 2005, quando ocorreu o grande incêndio da Resex Chico Mendes.

Continuar lendo

Destaque 2

Acreanos homenageiam Weverton com boneco no Portal da Avenida Sobral, em Rio Branco

Publicado

em

Vários torcedores residentes da Baixada da Sobral, resolveram se reunir nesta quinta-feira, 24, para mandar energias positivas ao goleiro acreano Weverton Pereira, arqueiro reserva de Alisson, que se tornou o primeiro atleta do Acre a ser convocado para uma Copa do Mundo.

A reportagem do ac24horas esteve na Avenida Sobral antes da partida da Seleção Brasileira e ouviu alguns torcedores que se mostraram bastante entusiasmados para a estreia do Brasil contra a Sérvia. Além disso, os moradores colocaram um boneco do atleta com a camisa do Brasil no Portal da Avenida mais movimentada de Rio Branco.

Um dos torcedores que não quis se identificar contou que é uma honra ter um descendente da Baixada da Sobral no mundial do Catar. “É uma alegria imensa e será 3 a 1 para o Brasil”, palpitou.

Assista ao vídeo:

 

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.