Conecte-se agora

Vozes do rádio: nesta quarta é comemorado o Dia do Radialista no Brasil

Em homenagem à Ary Barroso, a data foi sancionada em 2006

Publicado

em

Se para chegar até você ele atravessa ondas – as eletromagnéticas –, é também por conta das cordas – as vocais – de milhares de radialistas que o rádio se mantém como uma das principais formas de comunicação do Brasil. Mais precisamente, ocupando a terceira posição, conforme apontou levantamento do Ibope, em 2016.  Em homenagem às vozes das inúmeras emissoras de rádios é comemorado nesta quarta-feira (07), o Dia do Radialista.

Instituída em 2006, pelo então presidente Lula, a escolha da data faz referência ao dia do nascimento do compositor e radialista Ary Barroso, em 7 de novembro de 1903. Somente entre maio e julho de 2017, conforme apontou dados de uma pesquisa também do Ibope, 52 milhões de pessoas escutaram rádio – dedicando em média 4 horas do dia à atividade – em 13 regiões metropolitanas do país.

Para a jornalista e radialista Carla Araújo, a força e resistência do rádio estão entre os pontos de maior fascínio pela profissão. “Se adapta a todas as mudanças na comunicação e atinge um público enorme. Com as novas mídias, faço rádio e estou ao vivo nas minhas redes sociais com grande audiência e participação ativa do público”, analisa Carla.

A comunicadora também conta que, enquanto construía uma história no telejornalismo, não deixou de nutrir a vontade de atuar novamente no radiojornalismo, onde teve experiências no início da carreira. “Durante os mais de vinte e cinco anos de TV, a vontade de voltar ao rádio ficou ali adormecida, muito por conta de minha dupla ocupação: como Gerente de Jornalismo e Apresentadora da TV Aratu (SBT), onde trabalhei até meados de 2017. A migração foi excelente, me adaptei facilmente ao rádio”, revela.

À frente do programa Extraordinário, na Excelsior FM, um dos grupos mais tradicionais de comunicação da Bahia, Carla Araújo destaca duas diferenças entre o rádio e a TV: espontaneidade e simplicidade. “A operação de colocar um programa de TV no ar é bem mais complexa. Com o rádio é mais simples, mais espontâneo. E sendo espontâneo, exige bagagem, recurso para produzir um bom conteúdo”, avalia.

Quer estudar Rádio? Conheça a graduação

O curso de Rádio tem duração média de quatro anos e é oferecido apenas na modalidade bacharelado. No geral, é comum a graduação ocorrer associada a outro meio de comunicação, como TV ou internet.
Assim, as graduações são nomeadas como Rádio, TV e Internet ou somente Rádio e TV. O curso de Rádio, TV e Internet, por exemplo, é bem dinâmico e apresenta em sua grade diversas disciplinas que vão desde a parte mais técnica, como informativa e de entretenimento. “Nós aprendemos programação, sobre os tipos e nomes dos cortes e sobre a história do rádio. Além disso, temos aulas de edição, iluminação, fotografia. O curso também é composto por bastante teoria”, conta Paloma Medeiros, Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio (CEUNSP), em Salto – SP, e bolsista do Programa Educa Mais Brasil. Oferecida por instituições de ensino público ou privado, a graduação em Rádio pode ser cursada por meio da nota do Enem – através de programas como Sisu, Prouni ou Fies. Há ainda programas de incentivo estudantil, que oferecem bolsa de estudo com diversos descontos para as instituições particulares.

Roberto Paim – Educa Mais Brasil

Anúncios

Acre 01

Arrecadação do Acre em 2021 cresce R$ 30 milhões em comparação a janeiro do ano passado

Publicado

em

Em janeiro de 2021, a arrecadação dos tributos estaduais levando em conta todos os impostos e taxas cresceu quase R$ 30 milhões em relação ao mesmo mês do ano passado.

O aumento se deu, principalmente, pela alta na arrecadação do ICMS, que alcançou R$ 150,13 milhões em janeiro de 2021 contra R$ 120,70 milhões no primeiro mês de 2020.

Apesar de uma pequena queda na arrecadação do IPVA (6,4%), foi uma boa recuperação. O aumento na arrecadação estadual beneficiou diretamente os municípios, através das transferências constitucionais que aumentaram em mais de R$ 7,10 milhões em relação a janeiro de 2020.

Os dados foram disponibilizados pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) e foram trabalhados pela equipe técnica do Observatório do Fórum Empresarial de Inovação e Desenvolvimento do Acre.

Continuar lendo

Acre

Governo mobiliza 8 ministérios para resolver crise imigratória no Acre

Publicado

em

Por

O governo federal mobilizou a atenção de oito ministérios para ajuizar nessa sexta-feira, 26, uma ação na Justiça Federal do Acre pela qual pede força policial a fim de expulsar um grupo de imigrantes que bloqueia a ponte que liga Assis Brasil (AC) a Iñapari, no Peru.

O protesto dos imigrantes na Ponte da Integração começou depois que o governo do Peru repeliu a entrada de estrangeiros em virtude da pandemia do novo coronavírus. Os imigrantes passaram a se concentrar em Assis Brasil. De acordo com relatórios do governo, no último dia 14 eles começaram a bloquear a passagem de caminhões do Brasil para o Peru.

Os imigrantes querem chamar a atenção das autoridades para o impasse em que vivem desde que o Peru impediu a passagem pelo país. Em Assis Brasil, mais de 150 imigrantes estão em abrigos e outros cem se encontram “em situação de rua, a maioria documentado vindo de São Paulo, Santa Catarina e Rio de Janeiro para cruzar a fronteira com o Peru”, conforme um relatório do governo federal.

A partir de notas técnicas produzidas pelos ministérios, a AGU (Advocacia Geral da União) pediu que a Justiça autorize a Polícia Federal, a Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Militar do Acre a desobstruírem a ponte. Na petição inicial, a AGU citou os nomes de seis imigrantes nascidos na Guiné, um no Haiti e outro na Costa do Marfim como os supostos “líderes da ocupação” na ponte.

A AGU pede que o oficial de Justiça seja instado a “identificar os líderes do movimento” e que seja estabelecida uma multa, contra os imigrantes, de R$ 50 mil por hora em caso de descumprimento da decisão judicial.

O juiz da 2ª Vara Federal do Acre, Herley da Luz Brasil, citou que “o caso se refere a litígio coletivo que envolve situação delicada, em razão da vulnerabilidade social e econômica de imigrantes e do momento histórico da pandemia da Covid-19”. Por isso pediu, antes de decidir, que o MPF (Ministério Público Federal) e a DPU (Defensoria Pública da União) se manifestem em até 24 horas. O prazo acaba às 19h00 deste sábado (27).

Os documentos, notas técnicas e manifestações juntados pela AGU na abertura da ação judicial mostram que assunto bloqueio da ponte passou por oito ministérios em Brasília: Casa Civil, Justiça, Saúde, Economia, Infraestrutura, Relações Exteriores, Cidadania e Mulher, Família e Direitos Humanos.

Continuar lendo

Acre

Bocalom passará mais 3 dias fora de Rio Branco para ver a família

Publicado

em

O prefeito de Rio Branco Tião Bocalom (Progressistas) viaja neste sábado, 27, para Araguari, cidade mineira em que residem sua esposa e filhas. Desta vez, a viagem será para visitar os familiares.

“Vai ver a esposa e família! A esposa está há 5 anos numa UTI montada em casa, na cidade de MG”, explicou a assessoria de imprensa do prefeito.

Antes de embarcar, Bocalom visitou os pontos de vacinação que estão montados na capital acreana imunizado idosos de 74 a 84 anos contra a Covid-19. Durante a visita, o prefeito passou algumas orientações às equipes que estão atendendo.

“Ontem ele e a equipe de Defesa Civil e ação social também passaram orientações de como ele quer o atendimento às famílias, de forma bem humanizada!”, diz sua assessoria.

A última vez que o prefeito esteve fora foi no início dessa semana, quando viajou para Brasília para participar do lançamento do programa do governo federal Agenda do Prefeito + Brasil.

Continuar lendo

Cotidiano

Após início da 5º etapa de vacinação, Semsa já vacinou mais de 4 mil idosos acima de 74 anos

Publicado

em

Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) já foram vacinados nesta 5º etapa de vacinação, que tem como público-alvo os idosos de 74 a 84 anos, mais de 4 mil idosos, em Rio Branco (AC). A vacinação dessa nova faixa etária iniciou na quinta-feira, 25.

Rio Branco recebeu na última quinta-feira, 25, da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) 8.710 doses de vacinas contra a covid-19. Desse total, 6.885 para idosos acima de 74 anos e 1.850 para trabalhadores da saúde que foram disponibilizadas imediatamente.

Na quinta-feira, 25, foram vacinados 1.439 idosos com idade acima de 74 anos. Na sexta-feira, 26, a procura aumentou: 2.732, ou seja, um total de 4.171 idosos a partir de 74 anos já foram vacinados.

A vacinação continua neste sábado, 27, e na segunda-feira, 01, das 8h às 17h nos seguintes locais: Unidades de Referência da Atenção Primária (URAPs) Roney Meireles, Cláudia Vitorino e Policlínica Barral y Barral e nos estacionamentos da Arena da Floresta, Via Verde Shopping e 7º BEC. Neste domingo, 28, não terá campanha de vacinação.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas