Conecte-se agora

Pavilhão inaugurado há cinco meses é desativado no presídio Antônio Amaro, em Rio Branco

Publicado

em

O pavilhão inaugurado há pelo menos cinco meses na unidade penitenciária de segurança máxima, Antonio Amaro Alves foi desativado na ultima segunda-feira (29). Foi o que denunciaram agentes penitenciários que estavam de plantão no dia e tiveram que realocar os presos que ocupavam o pavilhão.

Em contato com o diretor do Instituto de Administração Penitenciária, Aberson Carvalho, para averiguar a veracidade da informação, Carvalho informou que o pavilhão passava por manutenção devido a tentativa de fuga de alguns presos registrada no dia 02 deste mês, mas, negou que o pavilhão tenha sido desativado.

“O prédio continua em funcionamento. O que sei é que estava com uma parede em manutenção devido a tentativa de fuga de alguns detentos no inicio do mês, mas, já faz tempo”, disse por telefone.

A redação também entrou em contato com o diretor do Antonio Amaro, Jackson Loureiro que confirmou a situação e informou que de fato o pavilhão precisará ser desativado devido a problemas na edificação.

De acordo com a denúncia feita pelos agentes, há também problemas com a falta de efetivo, haja vista que houve corte do banco de horas dos agentes penitenciários que faziam seus plantões naquele pavilhão. Os presos serão realocados para uma ala antiga do RDD até que seja resolvido o problema.

Acre 01

Praça da Revolução, Horto Florestal e Parque Chico Mendes terão decoração natalina

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale/ac24horas.com

A prefeitura de Rio Branco, por meio das Secretarias de Infraestrutura e Mobilidade Urbana (Seinfra) e Meio Ambiente (Semeia), iniciam no próximo domingo, 28, a revitalização da Praça da Revolução, que fica localizada no centro da capital, que receberá mais uma vez a tradicional decoração natalina.

A previsão de entrega da reforma e da decoração natalina está prevista para o dia 7 de dezembro.

De acordo com o secretário do Meio Ambiente (Semeia), Normando Sales, a reforma vai mudar a parte visual, tanto do ponto de vista urbanístico, como também na decoração natalina.

Segundo o gestor, a novidade deste ano, será a decoração natalina tanto no Horto Florestal, que funcionará com horário estendido até a meia-noite, e no Parque Chico Mendes, que funcionará até às 17 horas.

“A Semeia irá participar na parte de arborização, paisagismo, plantas, flores, canteiros, poda de árvores e verificar qualquer desconforto visual que possa causar aos usuários da praça. Nesse ano, decidimos inovar e descentralizar, por isso que o Horto Florestal e o Parque Chico Mendes também terão decoração natalina”, afirmou o gestor.

Continuar lendo

Acre 01

Médicos renomados de São Paulo capacitam profissionais de saúde no Acre

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale/ac24horas

Na manhã desta sexta-feira, 26, ocorreu no auditório da Livraria Paim, o curso ‘Da Emergência à UTI’, organizado pelo coordenador e médico Marcelo Grando, direcionado à classe médica do Acre visando aprimorar o aprendizado aos pacientes em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

O curso foi promovido pela iniciativa privada e conta com a presença de mais de 100 profissionais. De acordo com o médico Marcelo Grando, a iniciativa foi proposta devido à falta de cursos na área. Segundo ele, a classe foi buscar o que há de melhor no mercado, com os médicos Luciano Azevedo e João Paulo Ladeira. “A gente mora no estado onde os recursos são difíceis, mas nem por isso não precisa dizer que não temos que fazer uma medicina de ponta. A nossa logística é ruim, por ser distante dos grandes centros, muitas vezes o profissional precisa se especializar fora do Acre. Então eu e a doutora Íris, vimos a oportunidade de trazer um especialista que entende do assunto. Não só para médicos, mas para enfermeiros e demais profissionais”, descreveu.

O palestrante, Luciano Azevedo, médico intensivista do Hospital Círio Libanês e professor da Universidade de São Paulo (USP), parabenizou a organização do curso e defendeu a capacitação dos médicos para um melhor atendimento nas unidades de saúde do estado. “A gente tem visto que durante a pandemia houve uma necessidade muito grande de termos uma capacitação dos médicos em relação ao cuidado do paciente em estado grave. Então ter a oportunidade de trazer esse evento para cá e compartilhar conhecimento é muito importante, haja vista que, treinando o pessoal daqui eles vão realizar um atendimento melhor à população do Acre como um todo”.

Azevedo ressaltou que o que salva vidas não são aparelhos de última geração, mas, sim médicos capacitados e que saibam lidar com as diversas situações do dia a dia. “A UTI apesar de ser um lugar que você pensa que precisa ter muita tecnologia, muitos cuidados que damos aos profissionais são padronizados e dá para fazer no Acre, em São Paulo e em qualquer lugar. Se tiver uma equipe treinada, você evita uma série de complicações, que acabam melhorando as condições dele a longo prazo. Não se precisa de grandes tecnologias, não é o equipamento que vai resolver o problema. O que precisa é ter profissionais capacitados”, explicou.

A médica e chefe da Unidade de Terapia Intensiva – UTI do Hospital Santa Juliana, Márcia Vasconcelos, destacou que o curso é de suma importância para os médicos. “Ter uma presença de duas pessoas capacitadas, como Luciano e José Paulo, é muito importante para explicar nossa realidade, e eles nos orientando é muito bom. Parabéns pela organização do curso”, contou.

O médico Fabrício Lemos, disse que é motivo de orgulho a ministração por parte de duas pessoas especialistas na área de urgência e emergência e tratamento intensivo. “Trazer eles aqui é compartilhar conhecimento e informação. Quem vai ser beneficiado é o paciente”.

O médico infectologista Thor Dantas elogiou a capacidade dos médicos João Paulo Ladeira e Luciano Azevedo, especialistas e produtores de pesquisa. “Com isso, cresce a medicina, os médicos”, argumentou.

O médico intensivista é responsável por pacientes em casos graves ou que tenham alto grau de dependência. Sua rotina é movimentada e inclui procedimentos de: intubação endotraqueal e ventilação, traqueostomia percutânea, inserção de drenos, ultrassonografia, cateterização arterial e punção de veia central.

Luciano Azevedo possui graduação em Medicina pela Universidade Federal da Paraíba (1996), residência médica em clínica médica e medicina intensiva pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (1997-1999), doutorado em Medicina pela Universidade de São Paulo (2004) e pós-doutorado em pacientes críticos oncológicos pelo Instituto Nacional de Câncer (2013). Foi presidente do Instituto Latino-Americano de Sepse (ILAS) (2016-2019) e presidente da Sociedade Paulista de Terapia Intensiva (SOPATI) (2018-2019). Atualmente é professor livre-docente de Emergências Clínicas da Universidade de São Paulo, Superintendente de Ensino do Sírio-Libanês Ensino e Pesquisa, orientador permanente da Pos-graduação Strictu Senso do Hospital Sirio-Libanes, Coordenador da Pos-graduação Latu Senso (especialização) em medicina intensiva do Hospital Sírio-Libanês, membro do comitê cientifico da Rede Brasileira de Pesquisa em Terapia Intensiva (BRICNet – www.bricnet.org) e da Rede Latino-Americana de Pesquisa em Terapia Intensiva (LIVEN – www.redliven.org). Tem experiência na área de clínica médica, com ênfase em medicina intensiva e medicina de emergência.

João Paulo Ladeira é graduado em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. Cursou residência de Clínica Médica e Medicina Intensiva no Hospital das Clínicas – FMUSP. Concluiu MBA em Gestão das Organizações de Saúde pela Faculdade Instituto de Administração – FIA. Foi médico assistente na UTI de Clínica Médica da Disciplina de Emergências Clínicas – FMUSP de 1999 até 2016. Foi médico do PA-Hospital Sírio Libanês de 2000 a 2003. Foi coordenador médico da UTI e dos projetos ligados ao ProADI-SUS do Hospital Alemão Oswaldo Cruz. Tem experiência nas áreas de Medicina Intensiva e Urgência, Gestão em Qualidade e Segurança do Paciente, Pesquisa Clínica e Ensino Médico. É diretor técnico e editor do sítio de conteúdo médico www.medicinanet.com.br. É médico da UTI do Hospital Sírio-Libanês desde 2003 e Médico do Pronto Atendimento – Hospital Israelita Albert Einstein – Unidade Ibirapuera desde 2016.

Fotos de Sérgio Vale:

Continuar lendo

Acre 01

Mailza vota favorável e projeto que estabelece piso salarial para enfermeiros é aprovado

Publicado

em

A senadora Mailza (Progressistas-AC) votou favorável ao Projeto de Lei [PL 2564 de 2020], que estabelece um piso salarial nacional de R$ 4.800 mensais para enfermeiros, aprovada pelo Senado Federal nesta quarta-feira, 24.

A parlamentar sempre se manifestou favorável e comemorou a aprovação no Senado Federal como vitória da enfermagem no Brasil.

“Dia histórico para a enfermagem brasileira. Tenho compromisso com os profissionais da saúde e essa é mais uma vitória que conseguimos. Pelo respeito com a categoria, votei sim. Importante e merecida vitória a vocês que foram os primeiros profissionais estar na linha de frente no combate à COVID-19. Vocês merecem mais do que aplausos. Precisam melhorias salarial e condições dignas de trabalho. Estou com vocês”, disse Mailza.

Mailza destacou que a aprovação representa uma proteção para os 2,5 milhões de profissionais que compõem essa tão importante categoria. A proposta segue para análise da Câmara dos Deputados.

O texto é de autoria do senador Fabiano Contarato (Rede-ES) e foi aprovado conforme versão sugerida pela relatora Zenaide Maia (PROS-RN).

De acordo com a proposta, o piso salarial valerá para enfermeiros contratados sob o regime da Consolidação das Leis do Trabalho (os celetistas) e para servidores públicos da União, dos estados e dos municípios. O texto também define pisos salariais para técnicos de enfermagem (R$ 3.325), auxiliares de enfermagem (R$ 2.375) e parteiras (R$ 2.375).

Senadora manifestou apoio aos profissionais de enfermagem

Em maio deste ano, Mailza esteve em reunião com representantes do Conselho Regional de Enfermagem (Coren/Acre) e destacou seu apoio ao pedido de aprovação do Projeto de Lei 2564/2020 para criar o Piso Salarial Nacional para a Enfermagem e redução da jornada de trabalho para enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, além de parteiras da rede pública e privada.

A parlamentar se manifestou favorável e comemorou a aprovação no Senado Federal como vitória da enfermagem no Brasil.

Continuar lendo

Acre 01

Preço médio de revenda da gasolina subiu 34% em um ano no Acre, aponta portal

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale/ac24horas

O preço médio de revenda da gasolina comum subiu 34% entre os meses de outubro de 2020 e outubro de 2021 no Acre. O preço no Estado saltou de R$ 4,976 para R$ 6,667 por litro entre um e outro ano.

Os dados foram obtidos pela plataforma Fiquem Sabendo Fiquem Sabendo, agência de dados especializada no acesso a informações públicas, no site da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

O levantamento traz números desde 2013, baseando-se sempre no mês de outubro. Naquele ano, o litro da gasolina custava R$3,253, passou para R$5,353 em outubro de 2018 e foi a R$4,976 em 2020.

Em 10 estados, o aumento do valor da gasolina foi maior do que a média nacional. As maiores variações estão na Bahia (57%), Piauí (56%), Espírito Santo (55%) e Amazonas (55%).

A Fiquem Sabendo estimula o acompanhamentos dos dados oficiais e lembra que a ANP realiza um acompanhamento dos preços praticados por revendedores de combustíveis automotivos e de gás por meio de uma pesquisa semanal de preços.

No levantamento de preços da agência, é possível encontrar informações sobre os seguintes produtos: etanol hidratado, gasolina aditivada, gasolina comum, GLP, GNV, óleo diesel e óleo diesel S10. Além da pesquisa nacional, também é feito um estudo por região, por Estado e por município. No Acre, a ANP pesquisa postos em Rio Branco e Cruzeiro do Sul.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas