Conecte-se agora

Na TV, Gladson diz que não vai interferir na eleição da presidência da Assembleia

Publicado

em

O governador eleito Gladson Cameli disse no Gazeta Entrevista (TV Gazeta – Rede Record) desta quinta-feira, 25, que não vai interferir na eleição da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa. Na entrevista concedida ao jornalista Rogério Wenceslau, Cameli afirmou ainda que não pretende “fatiar” o Estado e acrescentou que não há nenhum nome oficialmente anunciado como secretário de seu governo.

Perguntado sobre o helicóptero de propriedade do Estado, apelidado de Estrelão por causa do desenho de uma estrela vermelha enorme em sua fuselagem, Cameli respondeu: “A estrela vai ficar do tamanho que é pra ficar. É um patrimônio público. Aquilo (estrela grande) é um desrespeito à democracia. A primeira manutenção, vou comunicar ao secretário de Segurança, vai tirar, vai mudar. Como é que eu vou permitir um negócio daquele? A estrela ser maior do que as cores nossa bandeira? O helicóptero é do PT, é?”.

Gladson disse que por respeito aos poderes conversou com os deputados de sua base para que “se resolvam” pela Presidência da Casa.

“Sobre a transição da Assembleia, o que foi que eu pedi para os nossos aliados? Que de resolvam. Eu defendo a democracia. Temos aí três meses para a eleição da Mesa. Tem tempo suficiente pra decidirem quem será o presidente. Não pergunte quem será o presidente. No meu partido tem três nomes, como no MDB tem três nomes. A oposição, que a partir de janeiro passa a ser situação, vai ter que entrar num acordo para evitar eu estar me expondo a essa situação. Eu quero respeitar os poderes.”

Alguns prováveis nomes do primeiro escalão de seu governo vieram à tona por meio da imprensa, porém Cameli ressalta que está conversando com aliados e seu vice Major Rocha para fazer os anúncios oficiais.

“Estou num processo de transição governamental, ouvindo todos os partidos. Não tem nomes ainda oficialmente decididos. Os nomes que irão sair eu vou anunciar juntamente com meu vice e os partidos que nos apoiam.”

Acre 01

Rio Branco estima que até outubro 300 mil pessoas acima de 18 anos estarão vacinadas

Publicado

em

A capital acreana alcançou a aplicação de 100 mil doses vacinas contra  Covid-19 neste sábado (19).  A seguir nesse ritmo, segundo a secretaria Municipal de Saúde, até outubro 300 mil pessoas – que é o público acima de 18 anos-, estarão imunizados na capital.

Cerca de 100.206 pessoas tomaram a primeira doses da vacina, o que corresponde a 35% da população acima de 18 anos. 29.022 pessoas tomaram  a segunda do imunizante.

Nesta semana, segundo o secretário de Saúde de Rio Branco, Frank Lima, devem chegar ao Acre 40 mil doses de vacinas e 18 mil ficarão na capital. “A medida que chegarem serão utilizadas rapidamente e vamos intensificar a segunda dose das vacinas”, conta.

Continuar lendo

Acre 01

Vagner Sales encerra imunização contra Covid-19 e diz que já tomou chá de cocô de cachorro

Publicado

em

Após dizer que tomou chá de cocô de cachorro  quando criança para curar sarampo, o ex-prefeito de Cruzeiro do Sul e ex-deputado estadual, Vagner Sales, conta que já encerrou o ciclo de imunização contra a Covid-19, com as duas doses da vacina.

“Eu já peguei Covid e já tomei as duas doses da vacina”, relata, que completou 62 anos no último mês de maio.

Na  última quarta-feira , 16, em evento político no município de Tarauacá, Sales contou que, quando era pequeno, a mãe lhe deu chá de cocô de cachorro para tratar sarampo e ele ficou curado. Vagner citou a situação comparando ao fato do presidente Jair Bolsonaro indicar o tratamento precoce com cloroquina para curar a Covid-19.

“Ninguém sabia o que era aquela doença, aí disseram que chá de merda de cachorro era bom. A mamãe fez e fiquei curado. Então se todo mundo tá morrendo e alguém chega com um remédio e diz: isso aqui é bom, todo mundo vai querer tomar”, relatou ele na ocasião.

Continuar lendo

Acre 01

Gladson assina ordem de serviço para construção do Centro Integrado de Meio Ambiente em Feijó

Publicado

em

Foto: Diego Gurgel/Secom

O governador Gladson Cameli (Progressistas) assinou nesta quinta-feira (17) a ordem de serviço para a construção do segundo Centro Integrado de Meio Ambiente no município de Feijó, no interior do Acre.

Além estrutura será a primeira edificação autossustentável construída no estado, vários serviços ambientais serão ofertados para a população do Vale do Tarauacá-Envira e Manoel Urbano, a terceira região mais habitada do Acre.

O governo destacou que a obra está orçada em R$ 2,8 milhões e é financiada pela fase II do Programa de Desenvolvimento Sustentável do Acre (PDSA), do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Cameli reforçou que o governo prega pela preservação do meio ambiente. “Ao mesmo tempo, dar a segurança necessária para o desenvolvimento do nosso estado. O centro vai facilitar a vida dos produtores rurais e ajudar as fiscalizações contra quem insiste em desobedecer às leis ambientais”, ressaltou.

Israel Milani, secretário de Meio Ambiente, afirmou que toda energia consumida no prédio será produzida por placas fotovoltaicas. “A água vai ser retirada do poço e reaproveitada. É uma importante conquista para a população que vive na região central do estado, bem como para a questão ambiental”, argumentou.

O Centro Integrado reunirá ações da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac) e Instituto de Terras do Acre (Iteracre). A partir de outubro, processos de emissão de licenciamentos ambientais, regularização fundiária, outorga de água, Cadastro Ambiental Rural (CAR) e Programa de Regularização Ambiental (PRA) serão oferecidos em Feijó. Atualmente, esses serviços são realizados somente em Rio Branco.

Continuar lendo

Acre 01

Menos de 70 pessoas entre 50 e 59 anos procuraram a vacina na manhã de hoje no Sesi

Publicado

em

A vacinação para o público em geral contra a Covid-19 que tenha entre 50 e 59 anos teve baixa procura na nova fase da campanha que começou nesta quarta-feira, 16, no Ginásio do Sesi, localizado no Manoel Julião, em Rio Branco. O local também vem sendo utilizado para a vacinação dos trabalhadores da indústria e da construção civil que tenham entre 18 e 59 anos.

O videomaker do ac24horas, Whidy Melo, acompanhou a movimentação no local. Segundo informações repassadas pela equipe da secretaria municipal de saúde, 62 pessoas do grupo de 50 a 59 anos foram vacinadas até às 11h24 de hoje. A vacinação segue até às 16 horas para ambos os públicos.

O ambiente foi dividido pela secretaria em dois espaços. Do lado direito, os integrantes da construção civil podem ser vacinados sem restrição de idade, ou seja, dos 18 aos 59 anos. A categoria compõe a 4º fase de vacinação do Ministério da Saúde. Do lado esquerdo, a vacinação é para a população em geral que tenha entre 50 a 59 anos.

De acordo com informações recebidas pela reportagem, a vacinação do grupo de 50 a 59 anos ocorre de forma célere pela baixa procura da população, já o público da construção e indústria de 18 a 59 anos, espera até uma hora na fila para receber a primeira dose contra a Covid-19.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas