Conecte-se agora

“Homossexuais serão felizes se eu for presidente”, diz Bolsonaro em entrevista

Publicado

em

O candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, afirmou em entrevista na manhã desta quinta-feira (4), que, caso seja eleito presidente, “os homossexuais serão felizes”. A declaração de Bolsonaro sobre homossexuais foi feita à Rádio Jornal do Commercio, de Pernambuco, quando o candidato foi questionado a respeito do que ele mesmo chama de “kit gay” nas escolas, referindo-se a materiais educativos sobre temas relacionados aos direitos LGBTQ.

“Cada um, depois da sua idade, dono de seus atos, vai cuidar da sua vida. Para crianças de seis anos de idade, não dá. O pai não quer chegar em casa e ver o seu filho brincando de boneca por influência da escola. Os homossexuais serão felizes se eu for presidente”, disse Bolsonaro sobre homossexuais .

Essa não é a primeira vez que o militar da reserva proferiu críticas ao material. Durante a entrevista Jair Bolsonaro mandou um recado ao público nordestino, a quem ele se referiu como “mais conservador e mais família”, manifestando-se contrário à supostas afirmações de que ele seria homofóbico.

“Queriam colocar no colégio filmes de meninos se beijando e meninas se acariciando. Crianças têm de ir ao colégio para estudar matemática, português e geografia. Como que o Joãozinho vai aprender sexo? O pai não quer que o filho aprenda a fazer sexo, homo ou hétero, a partir dos seus anos de idade. Aí inventaram que sou homofóbico, que vou matar gay”, afirmou o presidenciável.

Ainda durante a entrevista, o candidato do PSL pediu ao eleitor nordestino que conversasse com um “parente ou amigo em São Paulo” para ter mais informações sobre o mandato como prefeito de seu oponente na disputa pela Presidência, Fernando Haddad , do PT.

“A grande surpresa positiva das eleições vai vir do Nordeste. Qual a cidade que tem mais nordestino do Brasil? São Paulo! Peço para o Nordestino que tem parente ou amigo em São Paulo para ligar para ele e perguntar sobre o prefeito Haddad, que foi tão mal em São Paulo que perdeu no primeiro turno para o Doria”, declarou.

Os ataques ao petista continuaram. “Ele [Haddad] agora está servindo um homem que poderia ser um grande presidente, mas o Lula está colhendo o que ele plantou. Lamento que ele esteja preso. O PT instituiu o maior esquema de corrupção do mundo. Você conseguir combater a fraude, dá para pagar mais o povo sofrido”, disse o candidato.

Em novembro do ano passado, o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro confirmou a condenação do então deputado a pagar uma indenização de R$ 150 mil por declarações contra homossexuais na televisão.
As declarações foram dadas pelo presidenciável durante sua participação, em março de 2011, no programa CQC, da TV Bandeirantes . Na ocasião, o militar afirmou que nunca lhe passou pela cabeça ter um filho gay porque os seus tiveram boa educação e um pai presente. “Então, não corro esse risco”, disse.

Bolsonaro já havia recorrido da decisão da 6ª Vara Cível do Fórum de Madureira, dada em 2015, que o condenou, por danos morais, a pagar a indenização ao Fundo de Defesa dos Direitos Difusos, do Ministério da Justiça.

Tal decisão contra Bolsonaro sobre homossexuais , a Justiça tomou como base a ação civil pública ajuizada pelos grupos Diversidade Niterói, Cabo Free de Conscientização Homossexual e Combate à Homofobia e Arco-Íris de Conscientização.

Fonte: ultimosegundo.ig.com

Acre

Bittar reafirma apoio a Bolsonaro e faz convocação aos acreanos

Publicado

em

O senador licenciado, Marcio Bittar, publicou um vídeo em suas redes sociais nesta quinta-feira, 6, destacando seu apoio a Jair Bolsonaro nas eleições de segundo turno para presidente do país, que devem acontecer dia 30 de outubro.

O candidato que concorreu ao governo do Acre, mas não venceu o pleito, afirma que este é o momento mais importante da democracia dos últimos tempos e de decisão do que queremos para os nossos filhos e futuro.

“De um lado está Lula, defendendo o MST, que promove a invasão do direito à propriedade privada, o desarmamento da população e o direito das mulheres de fazerem aborto. Do outro lado está o presidente Bolsonaro, que defende o direito da propriedade privada, que cortou praticamente o MST dando segurança a quem produz no Brasil, que defende a família brasileira, que é contra o aborto e a liberação das drogas”, destacou.

Bittar convoca os acreanos para a conquista da reeleição do presidente e comenta que juntos podem conseguir novamente os feitos realizados em 2018, como o Estado com maior número de votantes no atual chefe do poder executivo.

“O Acre deu ao presidente Bolsonaro em 2018 o título de Estado aonde ele foi mais bem votado no país proporcionalmente, se Deus quiser dia 30, nós acreanos vamos repetir essa dose. Nós e o Brasil daremos ao presidente mais um mandato”, afirma.

Veja o vídeo:

Continuar lendo

Destaque 2

Bebê de 6 meses morre após parede de casa ser derrubada por temporal no Acre

Publicado

em

A ventania e a forte chuva que atingiu boa parte do estado do Acre na tarde desta quinta-feira, 6, provocou uma tragédia no município de Senador Guiomard.

De acordo com informações da Defesa Civil de Rio Branco, que atendeu a ocorrência no município vizinho, uma criança de apenas 6 meses de idade que estava em uma rede acabou morrendo devido ao temporal.

A avó da vítima relatou aos profissionais da Defesa Civil que a criança estava deitada na rede. Por conta dos fortes ventos, todo o telhado e a parede da casa foram arremessados. A criança foi jogada ao chão e sofreu traumatismo craniano.

Veja o vídeo:

Continuar lendo

Cotidiano

Neném comemora os quase 6 mil votos e inicia planejamento eleitoral: “a luta continua”

Publicado

em

O terceiro candidato mais votado do Podemos, deputado estadual Neném Almeida (Podemos), não teve sucesso em sua reeleição no pleito eleitoral do último domingo (2). No entanto, mesmo não garantindo a sua cadeira na Aleac na próxima legislatura por cerca de pouco mais de 700 votos, Almeida sai do processo engrandecido com aproximadamente 6 mil votos, sendo o 17º candidato mais votado.

O feito se torna ainda mais relevante quando se considera que dos três deputados do partido foi o único que não teve suporte da estrutura de governo. Além do mais, dos 6 milhões que o partido Podemos recebeu do Fundo Partidário, Neném recebeu apenas R$ 150 mil. “A luta continua. A campanha eleitoral de 2022 foi uma luta de Davi contra Golias. Não tivemos a quantidade de votos suficientes para a reeleição, mas é impossível não ficar feliz por 5.976 pessoas terem acreditado em nós. Agora é sacudir a poeira, rever estratégias e nos preparar para a próxima eleição”, disse Almeida.

Almeida já se prepara para a criação de um podcast dedicado a tratar sobre a política acreana, com a participação de convidados especiais. Além do podcast, Almeida quer manter um programa de rua em suas redes sociais, onde continua dando espaço para que a população reivindique por investimentos públicos. “Durante todo o meu mandato me dediquei a atender todos aqueles que me procuraram. Quem me conhece sabe o quanto eu gosto de ouvir e dialogar com a população. A partir de fevereiro não terei mais a tribuna da Assembleia, mas teremos um podcast e o programa de rua para ampliar a voz daqueles que precisam continuar a serem ouvidos”, finalizou o primeiro suplente do Podemos.

Continuar lendo

Cotidiano

Fronteira volta a ter registro de execução possivelmente ligada a guerra de facções

Publicado

em

Mais um episódio possivelmente relacionado a uma guerra entre grupos criminosos que segue se desenrolando na região de Brasiléia e Epitaciolândia, no lado brasileiro da fronteira acreana com a Bolívia, se deu na manhã desta quinta-feira (6).

Josimar Amorim do Nascimento, de 34 anos, mais conhecido pela alcunha de “Nola”, foi morto a tiros dentro de um apartamento localizado no bairro Eldorado, às margens da BR-317.

Um amigo da vítima identificado como Raylan Costa Oliveira, 24 anos, também ficou ferido, segundo informações divulgadas pelo jornal O Alto Acre.

De acordo com os relatos, “Nola” estava no seu apartamento com a esposa e os filhos do casal, além do amigo Raylan, quando quatro homens armados que chegaram em um veículo de cor branca e dispararam contra as vítimas.

“Nola” ainda teria tentado correr, mas morreu ainda dentro do imóvel. Raylan teria conseguido se abrigar dentro de um banheiro, onde ficou aguardando por socorro. A esposa de “Nola” e os filhos não foram atingidos pelos tiros.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas quando os socorristas chegaram ao local “Nola” já estava sem vida. Já a segunda vítima, Raylan, foi socorrida e levada ao hospital Raimundo Chaar, onde recebeu os primeiros atendimentos e estava em estado de saúde grave, até as últimas informações.

Em abril passado, após um período de trégua, confrontos entre organizações começaram a ocorrer no Acre, e a região de fronteira, no Alto Acre, foi um dos pontos do estado em que a segurança pública teve que atuar de maneira mais intensa por meio de uma força-tarefa envolvendo várias polícias.

A situação foi controlada naquele momento, mas episódios isolados de execuções consumadas ou tentadas continuaram a acontecer. O episódio desta quinta-feira pode ser mais um desses casos. A reportagem não conseguiu falar com o delegado de Brasiléia até o fechamento desta publicação.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.