Conecte-se agora

A escolha do curso de graduação gera dúvidas para muitos estudantes

Além de causar inquietação nos jovens, a angústia também afeta adultos

Publicado

em

Graduanda de Educação Física Vanisque - A hora da escolha do curso gera dúvidas para muitos estudantes

As opções de curso e graduação só crescem. A dúvida dos estudantes também. Uma população indecisa na hora de escolher a profissão que almeja seguir começa a graduação sem saber com exatidão que caminho profissional irá trilhar. E, assim, muitos acabam desistindo do curso no meio do ciclo acadêmico. É aí que começa – ou recomeça –  uma nova maratona para descobrir o curso ideal.

A trajetória da graduanda Vanisque Melo ilustra esta caminhada de dúvidas e de busca pela profissão que atenda os seus anseios. “Quando terminei o ensino médio, eu ainda não estava decidida sobre o que queria fazer. Tive o incentivo de minha mãe para cursar Direito, mas não era o que eu queria. Por não haver turno para este curso, acabei iniciando a Administração, mas acabei não gostando”, relembra.

A frustração com o curso se repetiu em duas outras tentativas. “Logo após, iniciei também o curso de Publicidade e Propaganda e, novamente, percebi que não era o que eu queria. Comecei a fazer teste de aptidão, mas mesmo assim não me encontrei”, conta a estudante que também ingressou na turma de Jornalismo, de novo, sem sucesso.

Achar que está perdendo tempo é um sentimento comum nesta fase de indecisão. Para compensar os semestres perdidos, Vanisque cogitou Recursos Humanos, por ser um curso mais curto e que permitiria um acesso mais rápido no mercado de trabalho, pensou. “Fui me matricular, mas percebi no campus que ainda não era o curso. Neste dia, meu esposo ia ter aula de primeiros socorros, pois ele cursa Educação Física. Fiquei encantada… Sabe a sensação de ter encontrado o que eu realmente queria? Foi assim que me senti. E hoje eu estou realizada”, comenta com a satisfação de quem já está no quarto semestre.

A variedade de cursos disponíveis pode aumentar as dúvidas e conflito, mas existe o lado positivo é que é possível ter mais opções de escolhas e mais chances de ocupar uma cadeira no ensino superior. Para amenizar a angústia diante de uma escolha tão importante os especialistas recomendam informação. “É necessário que os alunos tenham acesso às informações sobre grade curricular, carreiras e mercado de trabalho antes de escolher a carreira. Em muitos colégios, os alunos podem contar com o Serviço de Orientação Educacional (SOE) que tem o papel de contribuir para que os estudantes decidam com mais segurança sobre qual profissão devem seguir”, destaca Fabiana Nascimento, coordenadora pedagógica do ensino médio do Colégio BJ, instituição parceira do Educa Mais Brasil.

Assistir aula antes de se matricular pode ser também uma boa estratégia para os futuros graduandos que convivem com a indecisão. Persistir é outro conselho dado por a estudante Vanisque. “Foi muito ruim essa situação, mas não podemos desistir. Por mais que a pessoa já tenha cursado aquela graduação por muitos anos e, no final, perceba que não se encontrou, aconselho que mude até encontrar o que gosta. Afinal, é muito ruim trabalhar por obrigação. É preciso ir por amor”, conclui.

Foi o que aconteceu com a advogada Fairuza Melo. Ela ingressou no curso de Direito com a certeza que queria seguir a carreira jurídica mas acabou descobrindo que não era bem isso. “No último semestre, eu percebi que não era o que eu queria. Mesmo assim, decidi concluir a graduação para fechar esse ciclo da minha vida. Agora, quero mudar meu foco para área da educação”, planeja.

Está em dúvida de qual curso escolher e qual profissão seguir? No portal do Educa Mais Brasil, programa de bolsas de estudo, você pode acessar informações sobre cada curso, inclusive com média salarial das profissões. Confira no link https://www.educamaisbrasil.com.br/cursos-e-faculdades/?p=ac24horas. Quando tiver certeza do caminho que quer trilhar, você ainda pode contar com descontos nas mensalidades de até 70%. Para fazer a inscrição acesse http://www.educamaisbrasil.com.br/ac24horas.

Anúncios

Na rede

Prefeito de Rodrigues Alves reúne equipe para alinhar planejamento e ações para 2021

Publicado

em

O prefeito de Rodrigues Alves, Jailson Amorim (PROS), se reuniu nesta sexta-feira, 22, na Escola Cunha Vasconcelos com todos os secretários, coordenadores e diretores dos departamentos da Prefeitura para alinhar as ações que serão executadas em 2021. 

O Chefe do Executivo Municipal destacou que a reunião teve o principal objetivo otimizar recursos e equipes. “O nosso grande objetivo é trabalhar de forma organizada para que o nosso povo possa viver melhor aqui em Rodrigues Alves e para isso é preciso planejar para executar”, afirmou. 

O secretário de Planejamento, Hudson Chaves, destacou a necessidade de usar o planejamento como ferramenta de transformação da realidade. 

“É necessário implantar uma cultura de Planejamento, o que não é fácil já que  planejamento é algo metódico e complexo. Mas este grupo entende o quanto isso é determinante para o sucesso da administração”, concluiu. 

Continuar lendo

Acre 01

Acreanos pró-impeachment de Bolsonaro ocupam praça em frente ao Palácio Rio Branco

Publicado

em

Manifestantes contrários ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se reuniram na tarde deste sábado, 23, na praça do Palácio Rio Branco. Eles se concentraram no entorno da Uninorte, de onde saíram em carreata, a partir das 16h , rumo ao Centro da capital, pedindo o impeachment do presidente.

A carreata teve percurso pelas avenidas Ceará e Getúlio Vargas e terminou no Palácio Rio Branco. O videomaker do ac24horas, Whidy Melo acompanhou ao vivo a manifestação pacífica. 

O grupo levou diversos cartazes, bandeiras e faixas com a hashtag ForaBolsonaro, além de mensagens a favor do impeachment, de vacina para todos e a retomada do auxílio emergencial.

Participaram do ato integrantes da União Juventude Socialista (UJS) e de partidos como PT, PCdoB e Psol e a sociedade civil em geral.  Cidades de todo o Brasil foram palco neste sábado, 23, de carreatas em defesa do impeachment de Jair Bolsonaro (Sem partido). 

Continuar lendo

Extra Total

Com petistas e comunistas, carreata pró-impeachment de Bolsonaro chama atenção no Acre

Publicado

em

Cidades de todo o Brasil foram palco neste sábado, 23, de carreatas em defesa do impeachment de Jair Bolsonaro (Sem partido). As manifestações, que começaram cedo, também pediram vacina para todos e a continuidade do auxílio emergencial.

Em Rio Branco, a carreata saiu por volta das 16 horas da Uninorte com percurso pelas avenidas Ceará e Getúlio Vargas e terminou no Palácio Rio Branco, no centro da capital.

O comboio de carros levava cartazes da União Juventude Socialista (UJS) e de partidos como PT, PCdoB e Psol. Com buzinaços, centenas de acreanos pediram o fim da gestão do presidente da República.

Participaram do movimento pró-impeachment ativistas políticos como: Francisco Panthio (PCdoB), André Kamai (PT), Gabriel Forneck, ex-vereador pelo PT, deputado federal Leo de Brito (PT) e a sociedade civil acreana. Muitas pais, mães e avós também estiveram presentes acompanhados de crianças que seguravam cartazes.

Confira a galeria de fotos de Sérgio Vale:

Continuar lendo

Acre 01

Em carreata pró-impeachment, Leo diz que Bolsonaro foi o maior aliado do coronavírus

Publicado

em

Cidades de todo o Brasil foram palco neste sábado, 23, de carreatas em defesa do impeachment de Jair Bolsonaro (Sem partido).  As manifestações, que começaram cedo, também pediram vacina para todos e a continuidade do auxílio emergencial.

Em Rio Branco, a manifestação começou por volta das 15:30 na Uninorte. Ao ac24horas,  o deputado federal Leo de Brito (PT) defendeu a abertura do processo de impeachment pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM). 

Ele destacou que o movimento pró-impeachment é organizado pela sociedade civil brasileira e pontuou que o movimento não tem dono ou cor partidária.

“É um movimento de vacina para todos, em defesa do SUS, pela continuidade do auxílio emergencial e sobretudo um movimento para a volta da dignidade do Brasil. O movimento não tem dono. O Brasil simplesmente está sendo abandonado pela irresponsabilidade de Bolsonaro que resultou nas mais de 200 mil mortes na pandemia, porque ele com a sua irresponsabilidade foi o maior aliado do coronavírus. Não dá mais”, afirmou. 

Ao ser indagado sobre os pedidos de impeachment de Dilma e Bolsonaro, Leo argumentou que existe diferença entre os casos. Segundo o petista, Bolsonaro cometeu mais de 20 crimes de responsabilidade. 

“A diferença é que tem mais de 20 crimes de responsabilidade cometidos por Bolsonaro e não sou eu que estou falando, são juristas do Brasil todo. No caso da Dilma, não houve crime de responsabilidade, tanto que o Eduardo Cunha revelou em seu livro.  No caso de Manaus, ele mostra bem isso. Bolsonaro também usa as estruturas do Estado para salvar os filhos da justiça. O povo tá na míngua e sem emprego, sem auxílio. A miséria tá voltando e o Brasil tá o caos” destacou.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas