Conecte-se agora

Aliados confirmam que Lula se entregará à Polícia Federal após missa por Dona Marisa

Publicado

em

POR LUIS LIMA E SÉRGIO ROXO

SÃO BERNARDO DO CAMPO — Petistas que chegam em São Bernardo do Campo confirmam que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva será preso logo depois da missa em homenagem à dona Marisa Letícia, que completaria 68 anos neste sábado. Ao chegar ao Sindicato dos Metalúrgicos, o senador Humberto Costa disse que a negociação entre a defesa de Lula e a Polícia Federal fechou o acordo ainda na madrugada.

— Não sei informar os detalhes, mas ele vai se entregar logo depois da missa — disse Costa.

Há informação de que a prisão de Lula deve ser a mais discreta possível, segundo os negociadores. Lula deve sair em carro descaraterizado da PF. De São Bernardo, não se sabe se Lula seguirá direto para o aeroporto de Congonhas ou se passará, antes, na sede da PF de São Paulo.

A linha de negociação é para que Lula seja preso no final da tarde no próprio sindicato. A avaliação é que nesse horário parte do público que foi para a missa já terá se dispersado. Os detalhes serão definidos depois da missa.

Outros aliados também admitiram que o ex-presidente será levado para Curitiba ainda na manhã deste sábado. A militância, no entanto, começa a reforçar o cordão humano em torno do prédio, numa forma de tentar evitar que a polícia entre na entidade.

A Polícia Federal e a defesa do petista, no entanto, não confirmam oficialmente a informação.

Em clima de tensão, apoiadores do ex-presidente são obrigados a passar pelo cordão de isolamento formado pelos militantes, o que tem tornado confusa a movimentação de políticos, familiares e até do padre Jaime Crown, que rezará a missa e já chegou ao local.

SEGUNDA NOITE MAIS TRANQUILA

Lula passou os últimos dois dias no segundo andar do prédio. A segunda noite no sindicato foi muito mais tranquila que a primeira, marcada por música a alta e gritos de ordem durante boa parte da noite. Na virada de sexta para sábado, no entanto, foi bem mais pacata. Os gritos de ordem terminaram dessa vez por volta das 2h, com apresentações de grupos de juventude de partidos de esquerda, como o Levante Popular da Juventude e União da Juventude Socialista.

Os estudantes pintaram a rua com os dizeres “Lula Livre” e dançaram em volta, cantando gritos de ordem. Às 3h, no entanto, a rua que foi tomada por milhares de manifestantes durante a tarde estava praticamente vazia. A maioria dos manifestantes dormiu do lado de dentro, espalhada em um dos quatro andares do prédio. Apenas um grupo permaneceu nas escadarias do edifício cantando sucessos da MPB como “W/Brasil” e “Pais e Filhos”.

Anúncios

Extra Total 2

Com início da imunização, Cameli aposta em virada da Covid-19 e pede conscientização do povo

Publicado

em

Após a cerimônia que resultou na vacinação do idoso José Marcelino de Oliveira, de 85 anos, primeira pessoa a receber a imunização da CoronaVac no Acre, que será utilizada no combate aos efeitos da Covid-19, o governador Gladson Cameli (Progressistas) pediu em coletiva de imprensa responsabilidade da população acreana e voltou a alertar para o uso das máscaras, álcool gel e evitarem as aglomerações.

Feliz, Cameli agradeceu o empenho de todos os profissionais de saúde durante o combate à pandemia da covid-19 e classificou esta terça-feira, 19, como “o processo de virada dessa página” em relação à covid-19, e reforçou a obediência aos protocolos sanitários.
“Eu só quero dizer que iniciamos hoje esse processo de imunização. O governo não está medindo esforços e aqui ficou claro de que quando há um diálogo com todos, a gente move montanhas. Então, é louvável, todos que estão nos apoiando, todos os profissionais que se encontram aqui, estão nos lugares mais distantes, a imprensa e a qual eu cumprimento o mundo todo. Iniciasse hoje, a caminhada, do processo de virada dessa página”, afirmou.

Ao fim do discurso, Cameli agradeceu a esposa Ana Paula Cameli e o filho Guilherme pela paciência durante o combate ao vírus e voltou a pedir responsabilidade social da população enquanto o Acre não realiza a vacina em massa da população.

“E fica aqui registrado meu agradecimento, a minha esposa e ao filho [Guilherme] de coração e pela paciência comigo, porque houve dias e dias de tensão, não foi fácil. Convido a todos a me ajudarem a conscientizar as pessoas que a vacina chegou e que nós precisamos manter as regras: uso de máscara, lavando bem as mãos, passando álcool gel 70%, porque o covid vai passar e a vida vai continuar. Pessoal, parem de achar que a vida tá normal e que as coisas voltaram ao normal, porque não estão. Estou fazendo esse apelo a todos. Evitem fazer aglomerações”, salientou.

O secretário de Estado de Saúde, Alysson Bestene, elogiou o comprometimento do governador Gladson Cameli (Progressistas) em garantir a vacina e agradeceu a todo o empenho dos profissionais de saúde durante os períodos críticos da pandemia.

“É um momento histórico de muita esperança e fé. Iniciando pelos nossos guerreiros da saúde e que tem a minha eterna gratidão. Ainda é um momento de muita responsabilidade todos os cuidados necessários têm que ser mantidos: uso das máscaras, uso da higiene e evitar ao máximo as aglomerações. Eu tenho certeza que todos nós juntos iremos vencer essa doença. Que Deus abençoe à todos”, afirmou.

Continuar lendo

Cotidiano

Instituto Federal do Acre abre inscrições para cursos superiores em Xapuri

Publicado

em

O Instituto Federal do Acre abre inscrições, a partir desta terça-feira (19.01), para o Processo Seletivo 2020/2 de vagas remanescentes em cursos superiores no campus Xapuri.

Ao todo estão sendo ofertadas 70 vagas para as áreas de Tecnologia em Agroecologia e Tecnologia em Agroindústria. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site https://selecoes.ifac.edu.br/.

Conforme edital, a seleção será realizada por meio de nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Para isso, o candidato deverá indicar, durante a inscrição, seu resultado em alguma das edições dos anos de 2010 a 2019.

As inscrições seguem até o dia 25 de janeiro e o resultado preliminar da seletiva será divulgado até às 17h, do dia 26 de janeiro.

Continuar lendo

Cidades

Após prazo estabelecido pelo MP, hospital de Xapuri terá dois médicos por plantão

Publicado

em

Depois de o Conselho Regional de Medicina do Acre (CRM-AC) encaminhar um relatório ao Ministério Público do Estado (MP-AC) informando o órgão de uma série de irregularidades constatadas durante fiscalização no Hospital Epaminondas Jácome, no município de Xapuri, e a unidade receber um prazo para se regularizar, as primeiras providências foram tomadas.

A direção da unidade hospitalar informou que três médicos do hospital tiveram carga horária estendida de 30 para 40 semanais e que mais dois médicos foram contratados nesta segunda-feira, 18. Com isso, a unidade passou a ter 5 médicos contratados pela Sesacre, sendo que desses, 2 possuem 2 contratos de 30 horas semanais cada um, totalizando 7 contratos.

Com as medidas, o hospital terá, segundo a direção, uma nova e melhor condição de atendimento médico tanto para os pacientes internados quanto na demanda ambulatorial. Já a partir da próxima quarta-feira, 20 de janeiro, a escala de plantões contará com dois médicos atuando simultaneamente, situação que há muito tempo não ocorre no município.

“Estamos muito felizes com essa conquista. Fizemos a retificação de nossa escala, sendo que em quase todos os dias até o fim de janeiro teremos dois médicos por plantão em nossa unidade. Mas já no mês de fevereiro vamos contar permanentemente com dois médicos de plantão por dia, facilitando assim um melhor atendimento aos nossos usuários”, disse o gerente Josimar dos Santos.

Outra mudança positiva anunciada pela gerência do hospital de Xapuri foi a autorização, pela Sesacre, da mudança no padrão de escalas, que anteriormente tinha 2 enfermeiros e 2 técnicos por plantão, mas que agora terá três profissionais de cada área por plantão facilitando, segundo Josimar, uma melhor assistência aos internos do hospital Epaminondas Jácome.

A exigência do Ministério Público se deu após vistoria realizada pelo CRM-AC, em 12 de dezembro passado, durante cronograma especial de fiscalização na pandemia de Covid-19, por orientação do Conselho Federal de Medicina. Entre as irregularidades, o CRM constatou que o hospital contava apenas com quatro médicos no corpo clínico, atuando apenas um por plantão.

As deficiências constatadas pelo CRM-AC também vêm sendo apontadas pelo Sindicato dos Médicos do Acre (Sindmed-AC), que disse recentemente que, além da falta de médicos e de equipamentos, como um novo aparelho de raio-x, a estrutura física do hospital de Xapuri não atende mais a necessidade da população e pediu providências da Sesacre.

A carência de médicos no hospital foi a causa de uma ocorrência considerada grave no dia 29 de dezembro do ano passado. Uma criança de um ano de oito meses de idade deixou de ser atendida na unidade porque não havia profissionais de plantão. O problema ocorreu, segundo a direção, porque a médica que deveria estar de serviço naquele dia entrou de atestado médico na noite anterior.

Sem um substituto para a profissional afastada repentinamente, o hospital passou cerca de 12 horas sem médicos com todos os procedimentos, inclusive um parto, sendo realizados com a presença apenas da equipe de enfermagem. O problema foi resolvido após uma médica ser deslocada de outro município, já no período da tarde, para dar cobertura à unidade.

Naquela ocasião, a gerência do hospital informou que um novo médico acabara de ser contratado, mas isso não se confirmou. O que havia era apenas a expectativa de chamamento de um profissional, com contrato válido até março deste ano, mas a quantidade ainda era considerada insuficiente e o tempo de contrato inseguro, de acordo com o Sindmed.

Outra deficiência séria da unidade hospitalar de Xapuri é a falta de um aparelho eficiente de raio-x. O equipamento que está em uso atualmente é antigo e sempre apresenta defeitos. A máquina já passou por várias reformas, mas a manutenção deixou o instrumento com pouca resolução de imagem, dificultando o trabalho dos médicos.

Continuar lendo

Acre

Morre no Acre paciente que veio do Amazonas para tratar Covid-19

Publicado

em

Morreu vítima de Covid-19 na madrugada desta terça-feira, 19, Antônio Lima Barbosa, 64 anos, um dos dois pacientes vindos de Tabatinga, idade do Amazonas, para o Hospital de Campanha de Cruzeiro do Sul na semana passada. A vítima já foi sepultada.

Ele e o outro paciente do Amazonas foram encaminhados de Manaus à Cruzeiro do Sul após o colapso de oxigênio na capital amazonense.

O Hospital de Campanha já recebia pacientes do Amazonas, mas de cidades vizinhas à Cruzeiro do Sul, como Guajará e Ipixuna. Esta é a primeira vez que pacientes são trazidos de Manaus, o que chegou a gerar protestos nas redes sociais, de pessoas que temiam a contaminação por uma cepa diferente de coronavírus, que circula na capital amazonense.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas