Conecte-se agora

Criador do grupo de estudos da obra de Bruno Borges renuncia após ser insultado na internet

Publicado

em

O jovem Alexandre Marques renunciou nesta segunda-feira, 10, à administração do grupo Bruno Borges Estudos, no Facebook alegando frustração com o caminho adotado pelo caso do estudante desaparecido dia 27 de março em Rio Branco. O grupo é pioneiro no estudo e na tradução dos livros codificados por Bruno Borges e conta com mais de 20 mil seguidores.

Segundo Alexandre, postagens preconceituosas e raivosas sobre o estudante acreano e contra sua pessoa, criador do grupo, o levaram a abdicar do posto. “Pessoal, eu estou renunciando à administração do grupo Bruno Borges – Estudos. Eu criei ele para fins de estudos, sobre todo esse caso do Bruno Borges… No começo deu certo, era muito bom trocar ideia com pessoas interessadas nisso, todos empenhados em tentar entender esses símbolos, escritas, etc… Eu me sentia bem, parecia que eu tava fazendo algo legal, reunindo todo tipo de gente. Infelizmente isso foi se transformando… Com a maioria das notícias que saíram, mesmo que manipuladas, muitos começaram a perder o interesse pelo caso. Muita gente começou a enviar mensagens de ódio, mensagens privadas me insultando”, relata Alexandre. “Eu quero viver em paz, sem ninguém me enviando mensagem, me acusando de algo ou insultando”, concluiu ele.

A mãe de Bruno, Denise Borges, prestou solidariedade a Alexandre e agradeceu pelo que fez pelo trabalho do filho.

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas