Conecte-se agora

Estudo mostra pontos positivos e negativos de campanha na TV em 2016, em Rio Branco

Publicado

em

O Grupo de Pesquisa Comunicação Eleitoral (CEL) da Universidade Federal do Paraná criou o indicador Horário Gratuito de Propaganda Eleitoral (HGPE) para avaliar o quadro eleitoral no País em 2016, quando foram eleitos os prefeitos das capitais. Os indicadores de análise foram definidos na forma de 14 categorias temáticas e compilados no e-book “Eleições 2016: Análise do HGPE nas Capitais Brasileiras”, dos pesquisadores Ary Azevedo, Fernando Castro e Luciana Panke, publicado esta semana pela UFPR.

O HGPE de Rio Branco analisou 31 programas eleitorais dos dois principais candidatos em 2016 –Eliane Sinhasique, do PMDB, e Marcus Alexandre, do PT. Estes Programas Eleitorais foram exibidos dentro do período de 26.08.2016 até 29.09.2016 em períodos do dia não especificados no conteúdo disponibilizado pelos candidatos na internet e tiveram uma média de duração de 3 (Marcus Alexandre) a 4 minutos (Eliane Sinhasique).

“Marcus Alexandre utilizou os dois primeiros programas eleitorais na televisão para falar diretamente com o eleitorado pautando a sua candidatura à reeleição e apresentando sua vice-prefeita, a professora Socorro Neri (PSB). Sua família, composta por ele, a esposa e três filhos ainda crianças, também esteve presente no conteúdo do programa eleitoral, tendo a finalidade de gerar empatia no eleitorado. Desde o seu primeiro HGPE até o último, ele sempre aparece como uma pessoa simples e um político acessível. O típico pai de família, trabalhador, aquela pessoa que não precisa de bens e de riqueza para viver”, relata o CEL.

Uma característica de cada candidato se mostrou frutífera para possíveis futuras pesquisas. A primeira delas remete ao fato de Marcus Alexandre englobar em seus programas eleitorais, temas específicos voltados para nichos de eleitores/mercado como gênero feminino e público empresariado.

O estudo lembra que ele utiliza a maioria dos seus programas eleitorais para tratar de questões mais previsíveis de serem abordadas em uma campanha eleitoral (saúde, educação, meio-ambiente etc), mas ele também se mostrou atento a grupos de eleitores preocupados com questões mais pontuais, relacionadas a um interesse específico e que no final das contas podem representar as parcelas de desempate em uma disputa eleitoral.

Já Eliane Sinhasique utilizou sua trajetória e ascensão na vida pessoal como sinônimo de força e conquista feminina. Ela se mostrou como uma líder guerreira, uma mulher porta-voz do povo que cobrava atitude das autoridades. Mas em contrapartida ela também se mostrou bastante direta ao atacar o candidato da oposição, fator que mostra que as mulheres podem ter mais dificuldade em exercer a diplomacia e entrar em negociações dentro da esfera política do que os homens.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas