Conecte-se agora

Mogno com selo verde exportado de Manoel Urbano pelo Acre foi destaque nacional

Publicado

em

MANOEL URBANO – O mogno, a madeira mais famosa da Amazônia, exportada a partir da madeireira Agrocortex, instalada na cidade de Manoel Urbano, no Acre, foi destaque em reportagem da revista Época. Reportagem assinada pelo jornalista Alexandre Mansour fala da primeira certificação ecológica de mogno do país. O estranho é que o conteúdo produzido em fevereiro de 2016, não tenha sido explorado pelo marketing do governador Sebastião Viana.

Segundo a reportagem, o mogno no país é um marco para uma espécie que ganhou fama mundial nos anos 1980 por sua beleza e por alimentar a devastação da Amazônia. “Agora, o mogno passa a ser vendido de novo, com garantias de que o a produção segue cuidados sociais e ambientais” diz a matéria.

Município ganhou com geração de empregos

Município ganhou com geração de empregos

A área da Agrocortex fica nos municípios de Manoel Urbano, no Acre e Pauini e Boca do Acre, no Amazonas. O primeiro lote de toras de mogno que já saiu da floresta para exportação, chegou, segundo a revista, a US$ 3 mil o metro cúbico no mercado.

O engenheiro florestal Rui Ribeiro, diretor executivo da empresa, garante que a entrada no mercado se deu através do fornecimento de um produto de floresta bem manejadas, certificadas e para garantir a diminuição da pressão predatória sobre as áreas.

O mogno da Agrocortex é certificado pelo selo do Conselho de Manejo Florestal (mais conhecido pela sigla FSC), o mais respeitado do mundo. O selo é concedido por uma auditoria independente feita pela certificadora Imaflora, a maior do Brasil. A certificação garante que a madeira é extraída segundo um plano de manejo que segue a lei e ainda incorpora vários cuidados.

A reportagem abordou o plano de manejo que garante que a produção não esgota a floresta. Seu princípio é simples. A madeireira divide a área em lotes. A cada ano, ela explora apenas um lote. Tira desse lote só as árvores de valor comercial, que já estão grandes o bastante para o corte. Elas são poucas. Cerca de uma ou duas na área de um campo de futebol.

Quem passa de avião sobre uma floresta explorada assim nem percebe que há atividade madeireira lá embaixo. A exploração econômica somente ocorre em 3% da área. E mesmo nessa área menos de 5% das árvores são exploradas. Depois a área é deixada protegida por 30 anos. Nesse período a floresta se recupera. Esse uso sustentável da floresta garante uma produção eterna e mantém o ecossistema saudável, preservando o clima, a proteção dos mananciais e diversidade de animais.

 

Anúncios

Cidades

Funcionários batem ponto e fazem buzinaço em frente à prefeitura de Epitaciolândia

Publicado

em

A queda de braço entre os servidores da Educação e o prefeito de Epitaciolândia, Sérgio Lopes (PSDB), por conta da decisão do gestor municipal de retirar dos contracheques, a partir de janeiro passado, um reajuste de salário concedido em 2016, pelo ex-prefeito André Hassem, posteriormente tornado nulo pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-AC), teve mais um capítulo nesta quarta-feira (3).

Como prometeram em manifestação realizada no dia anterior, os trabalhadores da categoria bateram ponto e fizeram um buzinaço em frente à prefeitura. Eles dizem que permanecerão no local até que o município encontre uma solução para o problema que, segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre (Sinteac), deixou parte deles recebendo menos que o salário-mínimo.

Os servidores exigem a devolução imediata dos valores descontados e o prefeito diz que não pode atender a reivindicação por impedimento legal. Tanto André Hassem quanto Tião Flores, antecessores de Lopes, foram condenados pelo TCE-AC a devolver recursos para os cofres públicos em razão dos pagamentos considerados irregulares, que somados ultrapassam os R$ 3 milhões.

O ac24horas já conversou com os dois lados da questão por mais de uma oportunidade. O prefeito tucano garante que continuar pagando o reajuste tornado nulo pelo Tribunal de Contas também será sentenciado a devolver os valores. Por outro lado, o Sinteac diz que há saídas possíveis para o prefeito não manter a redução dos vencimentos dos trabalhadores, mas que há falta de vontade para isso.

O prefeito Sérgio Lopes contra-ataca afirmando que o movimento dos trabalhadores não é unânime e tem viés político-partidário. Ele diz que entre os incentivadores das manifestações que vêm ocorrendo há quase duas semanas estão alguns dos adversários que foram derrotados por ele nas eleições de novembro passado, como a professora Neide Lopes, que disputou a prefeitura pelo Partido dos Trabalhadores (PT).

Continuar lendo

Cidades

Idosos se emocionam ao receber a primeira dose da vacina contra Covid-19 em Xapuri

Publicado

em

O início da vacinação de idosos das faixas etárias de 74 a 89 anos de idade, em Xapuri, nesta terça-feira (2), teve momentos de emoção quando alguns deles manifestaram gratidão e até mesmo oraram durante o ato de imunização.

A funcionária pública municipal Delzira Alves Figueiredo rezou um Pai Nosso enquanto recebia a vacina. O momento foi registrado em vídeo pela equipe da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa).

O aposentado federal Dalmo Rufino da Silva, de 71 anos de idade, foi outro que recebeu a imunização. Ele agradeceu o atendimento da equipe de saúde e incentivou a ação.

“O acolhimento pela equipe de imunização foi muito bom, com descontração e toda a orientação a respeito do processo de vacinação. É uma ação muito importante no combate a essa doença e eu incentivo os demais a fazer o mesmo”, disse.

Xapuri enfrenta um momento de muitos casos graves e de mortes por Covid-19. Nas últimas 24 horas, segundo a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), foram registrados mais dois óbitos pela doença no município, elevando o total para 25.

Em números absolutos, Xapuri tem o maior acúmulo de infecções pelo coronavírus no Alto Acre. São 2.637 casos registrados desde o começo da pandemia, o que representa cerca de 40% dos registros de todos os municípios da regional.

Continuar lendo

Cidades

Caminhão pipa do Depasa leva água para os 28 mil atingidos pela cheia em Tarauacá

Publicado

em

O Depasa usa carro-pipa para levar água potável às famílias desabastecidas em Tarauacá neste pós-alagação.

Segundo a prefeitura, o pipa veio a pedido do governador Gladson Cameli para atender as mais de 28 mil pessoas foram atingidas pela alagação e estão sem água em suas casas.

“Agradecemos por mais este ato do Governo do Estado que nos cedeu um carro-pipa que está distribuindo água potável para as famílias atingidas pela cheia dos rios Tarauacá e Muru. Estamos unindo esforços para ajudar todos que foram prejudicados por esta alagação”, disse a prefeita Maria Lucinéia.

Continuar lendo

Cidades

Rosana Gomes participa da abertura de ano legislativo na Câmara de Senador Guiomard

Publicado

em

A prefeita de Senador Guiomard, Rosana Gomes, participou da abertura dos trabalhos legislativos da Câmara de Vereadores do município, nesta terça-feira, 2. Em seu discurso a prefeita falou sobre a responsabilidade compartilhada com a casa legislativa.

“Como chefe do executivo é uma honra participar deste momento. A nossa responsabilidade é muito grande, pois nos últimos anos o Quinari viveu situações turbulentas. O que nossa cidade precisa daqui pra frente é de união”, disse.

Para o presidente da Câmara, vereador Magildo Lima, é importante a parceria com o executivo.

“É muito importante a presença da Rosana aqui, principalmente porque ela ouviu atentamente cada um de nós e está disposta a unir esforços pelo bem da população”, declarou.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas