Municípios de Acrelândia, Brasileia, Bujari, Plácido de Castro, Porto Acre, Rio Branco e Xapuri irão receber recursos do Ministério da Integração Nacional, que autorizou a transferência de R$ 960 mil ao Acre para ações de enfrentamento da seca histórica pela qual passa o Estado.

O dinheiro vai custear a operação “Carro-Pipa”, que prevê a contratação de ao menos 80 caminhões para fazer o abastecimento da população.  A situação de emergência tem validade de 180 dias, mas pode ser prorrogado.

Na manhã desta sexta-feira (19) o manancial registrou a marca de 1,61 metro em Rio Branco, de acordo com medição realizada pela Defesa Civil. Na semana passada, o Rio Acre registrou a menor cota dos últimos 46 anos, marcando 1,32 metro em Rio Branco.

Novas medidas deverão ser adotadas em um possível agravamento do cenário de seca, caso o manancial registre a marca de 1,25 metro.

Previous
Next
error: Conteúdo protegido!